Carregando...
Belo Horizonte,Gastronomia

Guia BH: Belo Comidaria

19.03.2013
Lu Ferreira

Fui a Belo Comidaria no último sábado, no meio da tarde (lá pelas 14:30). Um monte de compromissos fizeram com que o almoço do dia atrasasse e por isso rolou um lanche no final da manhã. Consequentemente, cheguei ao restaurante sem fome. Isso é um ponto importante que fez com que eu gostasse de lá.

A primeira impressão foi a melhor possível: o lugar é LINDO! Lindo de um jeito moderninho, uma coisa que todo designer/publicitário/coxispter vai gostar. Tem lousa de giz, tem ladrilho hidráulico, tem móveis antigos, tem luminária industrial, tem azulejos. Queria que minha casa fosse legal assim! Não tinha nenhuma mesa disponível, mas tudo bem, tinha uma área de espera (que é uma mesinha baixa perto de um sofá e poltrona, ou seja, ótima) e lá sentamos, recebemos os cardápios (folhas presas a uma prancheta – adorei) e fomos escolher as bebidas. Uma água com gás e um vinho (barato, viu? Aliás, tudo tem preço legal). Enquanto esperávamos, observamos o lugar, encantados. Umas 20 fotos no celular depois, começamos a sentir falta das bebidas. A garçonete voltou pra confirmar o nome do vinho. Em seguida veio com dois copos e uma garrafa de cerveja. “Aqui é vinho, hehe!”. Ela ia de um lado pro outro do restaurante e nada do vinho. Parou rapidinho na mesa: “Gente, eu não esqueci do vinho, só não tô tendo tempo de ir lá pegar”. Ahn????

Aí a gente começou a observar as mesas em volta da gente e constatamos que o serviço não era legal. Vi gente cancelando pedido, mesas sujas há um tempão, gente procurando o garçom eternamente… O meu impulso em situações assim é ir embora. Sou chata, já avisei pra todo mundo, e atendimento é tudo num restaurante gente! Não tem comida que resista a garçom ruim… Mas como eu já contei, não estava com fome e o lugar era lindo. Quis pagar pra ver.

A garçonete voltou e falou que a mesa tinha vagado, e levou a gente até lá já com a água nas mãos. O detalhe é que a mesa ainda estava suja do pessoal que tinha acabado de levantar, mas eu tava feliz de ter a) água e b) mesa. Logo chegou o vinho (não sem antes vir a garrafa errada) e eu relaxei, mais uma vez encantada com a decoração. Eu vi um monte de pratos com pães rodando e perguntei a um outro garçom o que era, e ele disse que era o couvert. No lugar também funciona uma padaria, com várias opções de café da manhã e lanches (chama comidaria não é a toa, tem de tudo!). Pedimos o couvert, que veio rapidinho e é delicioso! Fatias grandes de pão feito na casa, levemente tostadas e servidas com uma pastinha branca que não sei dizer do que é, mas é incrível.

Logo antes do couvert chegar, veio a garçonete, e toda fofa e humilde, pediu desculpas. Mesa por mesa, ela se desculpava porque sabia que o atendimento estava ruim, mas que ela não estava dando conta e tinha certeza que a reunião de segunda feira iria focar nisso. Disse que os clientes dela não mereciam passar por isso e que estava se esforçando pra melhorar. Achei TÃO fofo, tão sincero, que esqueci as coisas chatas. A casa é muito nova, abriu há menos de um mês, e sempre existem ajustes no início, é normal. Com uma proposta tão inovadora (eles abrem de 8 da manhã até a meia noite, é padaria-boteco-restaurante, tudo ao mesmo tempo), é de se esperar que a equipe estranhe as coisas.

E sei lá se foi o vinho, a garçonete sincera ou o lugar lindo e a comida boa (é maravilhosa), eu superei o atendimento sofrível e gostei da Belo Comidaria. Na hora do prato principal (a comida é uma coisa mineira-moderna – tem coisas que eu como desde criança feitas de maneira diferente) o atendimento continuou pecando: o meu prato chegou pelo menos 10 minutos antes do que o do Leo, e por isso fui obrigada a comer sozinha, e ele também, quando o dele finalmente foi servido. Mas estava uma delícia e o prato é lindo, a apresentação é um dos pontos fortes. Na hora da sobremesa (foi jaca total esse almoço) os sabores novamente surpreenderam, mas o atendimento louco continuou: depois de pagar a conta e tomar café (em xícaras fofas de metal esmaltado) veio um outro garçom com o prato da sobremesa, de novo. A essa altura a gente já estava rindo de tão absurdo que é o atendimento, mas né.

Resumindo a experiência, acho que a Belo Comidaria precisa de duas coisas: 1- Aumentar a sua equipe. Não acho que os garçons dão conta da casa cheia, e parece que o lugar vai continuar lotando, já que é muito diferente do que temos aqui em BH e a comida é boa. E 2- Treinar quem já trabalha lá. Por mais que tenha sido fofo, um garçom dizer que “não tem tempo” de atender ao seu pedido é no mínimo inadmissível, né? É a função dele!
Com certeza vou voltar ao restaurante, mas vou esperar pelo menos um mês até as coisas terem entrado nos eixos… Espero que resolvam logo, porque o potencial é enorme!

A Belo Comidaria fica na Rua Orange, 67, São Pedro. Abre de terça a sábado, das 8h à 0h; e no domingo, das 8h às 17h.

17 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Daniele Souza    19/03/2013 - 09h16

    Tah pediu desculpas, mas planejamento é tudo. E como você vai empreender se não pensar nos detalhes mais óbvios como o atendimento??? Afff.

  2. Thiemi Okawara    19/03/2013 - 09h21

    Da primeira vez que fomos eu relevei o atendimento ruim pela boa comida e a casa linda, da segunda não teve perdão, erraram feio, não sabiam o que ia servir de almoço no sábado, depois de 30 min esperando eles falaram que só iam apresentar o cardapio do almoço só na próxima hora, e era meio dia quando chegamos lá pra almoçar com meus sogros. Resultado depois me esclarecem via facebook no fim de semana que era a la carte, custava falar isso na hora, a gente pediria a la carte sem problema, mas precisava nos fazer esperar com aquelas caras de quem não sabia de nada do que tava acontecendo? xD

  3. Fernanda Amarante    19/03/2013 - 09h44

    Lu, o que era seu prato, achei lindo? E você comeu o bolo de chocolate? Meu chefinho Diego Fabris comeu e achou incrível . Leia o texto lá no Destemperados, vale à pena! http://www.destemperados.com.br/regiao/mg/belo-comidaria-pode-vir-a-qualquer-hora
    Ainda não fui, mas quero muito ver a comida de lá. A apresentação dos pratos é linda. Mas fiquei com medo desse atendimento! Beijo

  4. Bia    19/03/2013 - 09h55

    Bem carinha de Minas mesmo, Lu!

  5. Belo Comidaria    19/03/2013 - 13h03

    Ei Lu, em primeiro lugar temos que te agradecer pelo carinho do post e por sua visita. Lamentamos muito os erros do atendimento e servico que ocorreram com voces. Abrimos ha exatos 25 dias e ainda estamos fazendo muitos ajustes e treinamentos e comentarios como o seu sao de suma importancia para a nossa evolucao. Esperamos ve-la em breve.

    Att

    Belo Comidaria

  6. Camila    19/03/2013 - 14h39

    Lu, vou deixar uma sugestão aqui. Sei que deve ser chato você ficar dizendo o quanto gastou nas suas refeições, então você poderia definir faixas de preços pros restaurantes que avalia (tipo: até R$50, de R$50 a R$75, de R$75 a R$100, de R$100 a R$150). Bjs

  7. Ka Lopes    19/03/2013 - 14h51

    Lu, já fui nesse restaurante também e, apesar de, igual a você, ter amado o local e a comida, o atendimento me deixou assustada. Tudo MUITO confuso. Eles precisam melhorar mesmo. Quero tornar o Belo um dos meus restaurantes favoritos de BH. :)
    Beijos, amore. Saudade!

  8. Pablo    19/03/2013 - 16h51

    Eu e uma turma de 10 amigos passamos por uma experiência pessima tambem.

    Pra começar, chegamos antes de todo mundo, umas 19:30, o projeto da casa é realmente muito bacana!

    Pedimos uma garrafa de vinho da casa (Ponto positivo: um cabernet Sauvignon chileno 2010, preço ótimo). Problema 1: O garçom não sabia abrir a garrafa (usando aqueles abridores de bracinho), ficou varios minutos tentando. Quase tomo a garrafa da mão dele pra resolver, mas no final conseguiu.

    [Obs.: Senti falta de uma caipirinha no cardápio dessa ‘comidaria’ tão mineira: “Ainda não trabalhamos com caipirinhas”]

    Fomos pedir uma porção da pães com carne para esperar a turma (a padaria tava com uma cara OTIMA), mas o cardápio todo da padaria estava indisponível pois o padeiro tinha faltado naquele dia.

    O resto da turma chegou, alguns pediram pratos, outros esperaram pra ver a cara. Sem sequer termos recebido pratos e talheres, chegaram tres dos pedidos (depois de muito tempo, e um não era nosso) e, tentando decifrar qual era qual, perguntamos ao garçom que os trouxe, que respondeu “Ahhhhhh não sei, só trouxe os pratos!”. A pessoa que estava atendendo a gente tambem não soube informar, teve que ir na cozinha procurar saber.

    Quem comeu prato principal achou uma delicia (e tava mesmo com cara boa) mas desanimei de pedir qualquer coisa.

    Pra fechar com chave de ouro, apos todos pagarem a soma do garçom tava dando uns 40 reais faltantes, teve que refazer pra ver que tava certa.

    Alguns falaram que voltam, eu não tento novamente tão cedo!

  9. Brisa    19/03/2013 - 17h02

    Gentil foi o comentário deixado aqui pelo Belo Comidaria. Adorei a resposta educada! Faço questão de ir lá prestigiar! Mas só daqui há uns meses…

  10. Alessandra Saraiva    19/03/2013 - 17h04

    Hum,
    adoprei as fotos!
    Um dos meus hobbys com certeza é comer e muito bem!
    Que inveja que BH tenha restaurantes assim, minha cidade é pequena e não tem muito essas coisas, temos que ir em outras cidades.
    Gostaria muito de experimentar comida mineira de verdade!

  11. NEQUEREN REIS    19/03/2013 - 20h12

    Boa noite.
    CONVIDO VOCÊ PARA PARTICIPAR DO MEU BLOG.
    Agradeço a todos os blogs pela visita. Por favor retribui a inscrição.OS BLOG SÃO ENCANTADOR, AMO TODOS. instragam @nequerenreis
    http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

  12. Claudia    19/03/2013 - 22h16

    Quando eu receber alta e voltar pra BH comcerteza quero conhecer!

  13. Marília    20/03/2013 - 00h17

    Aprendeu a gostar de café, Lu? hahaha =)

  14. Rogéria    20/03/2013 - 19h19

    Uma pena, um lugar diferente e com uma comida boa, segundo os comentários que li acima, ter um serviço péssimo!!!
    Outro dia li um artigo que dizia isso mesmo: que aqui no Brasil pagamos caro por uma comida sem criatividade e serviço péssimo!!!
    Não podemos generalizar, mas que BH se enquadra, enquadra. Comida sem criatividade e serviço de quinta, salvo raríssimas exceções!!!

  15. Barbara A.    20/03/2013 - 22h18

    ei lu! adoro seus posts de dicas de restaurantes aqui em BH. É ótimo ter uma ideia nova quando a galera resolve sair mas fica todo mundo meio “ah, sei la, tanto faz” e acaba indo sempre nos mesmos eddie burgers da vida ou indo tomar umas num buteco qualquer da savassi hahaha essa Comidaria me pareceu bem interessante, apesar de que eu nao frequento muito o bairro por questao de praticidade ou mesmo preguicinha hihi vou lembrar dele da proxima vez que perguntarem! Só espero que melhorem o atendimento até lá!

  16. liliane    15/04/2013 - 22h11

    estranho esses comentários, fui numa sexta a noite a belo comidaria e gostei da recepção do atendimento da comida tudo muito bom estão de parabéns.

  17. Felipe Victoria    22/07/2013 - 15h22

    A Belo tem uma proposta criativa e interessante, assim como sua decoração. Infelizmente no mais importante a casa desliza e, nas vezes que lá estive, tudo foi melhor no cardápio que à mesa. Obviamente, experimentei uma entrada ótima e uma macarronada incomível, o que denota inconstância na cozinha.

    Sobre o atendimento, em todas as experiências, um fiasco.

    Enfim, é uma casa que tem tudo para ser referência, porém, hoje ainda está longe disso e fica bem aquém das nossas melhores cozinhas!

Um pontinho preto no meio da explosão de cores da @amomooui kkk! Hoje é o último dia da @pitanga_curadoriaparacriancas, que acontece na Casa Panamericana em SP. Aproveite o domingo pra ir ver de perto as peças da minha coleção #ChatadeGalochaeMooui! A feira é uma graça, mostrei um pouquinho nos Stories ☺️
Mais sobre Belo Horizonte