América do Sul, Bolívia, Viagem

Mochilando pela América do Sul: Bolívia

Poucas coisas na vida me prepararam para o que foi a ser a minha viagem pela Bolívia. Confesso que a primeira impressão do país não foi das melhores. La Paz é tudo que se espera de uma cidade boliviana: suja, caótica e intimidadora.
bolivia1
A nossa sorte foi ter encontrado um dos hostels mais animados de La Paz, o Loki Hostel. Passamos a maior parte dos nossos dois dias dentro do hostel, mas não mudaria por nada isso. La Paz é uma cidade grande com tudo que deveria funcionar mas não funciona. É bem difícil conseguir wi-fi, é preciso ficar atento à comida e ter um certo cuidado nas ruas, principalmente se você for mulher. Em compensação a melhor balada da viagem foi lá, uma festa que começou no hostel e terminou em uma boate de reggaton!
restaurante-de-sal
Na verdade a cidade serviu como passagem para Uyuni. Quem quer visitar o deserto de sal invariavelmente fica hospedado em La Paz por alguns dias, e a forma mais comum de chegar a cidade de Uyuni é de ônibus. Lembra dos meus medos na travessia entre Peru e Bolivia? Pois é, foi mais ou menos o que aconteceu quando fizemos o trajeto La Paz-Uyuni. Esqueça o conforto e faça todos os exercícios de relaxamento que você conhece. Pegamos um ônibus de 12 horas até a cidade de Uyuni e te digo que foram horas um pouco tensas. O ônibus tinha mais ou menos 40 anos de idade (sem brincadeira!), o motorista corria muito e a estrada era horrível. Mas tudo correu bem e depois de chegar no nosso destino foi a hora de escolher entre uma das várias agências de turismo que oferecem o tour para o deserto de sal.
neve
Escolhemos o tour de três dias da Andes Turismo e aí começou a parte mais maravilhosa da nossa viagem. Pagamos cerca de R$300,00 para três dias de tour, incluindo comida, alojamentos, guia, carro 4×4 e travessia da fronteira para o Chile. Impossível descrever o tanto que esses três dias foram especiais. Sabe aquele frio na barriga que todo mundo fala que sente em Machu Picchu? Pois é, eu senti em Uyuni.
salar3
O tour começou no cemitério de trens, uma espécie de local de despejo de antigos vagões de trens que acabam deixando um cenário lindo para fotos. A parada é rapidinha mas as fotos ficam realmente incríveis! De lá seguimos para o deserto de sal, com a paisagem mais maravilhosa que tinha visto (até então) e lá você consegue tirar aquelas fotos engraçadinhas de ilusão de ótica, sabe? O segundo dia você passa em algumas lagoas e desertos não tão bonitos quanto o primeiro, e no terceiro e último dia você é acordado às 4 da manhã para ver o nascer do sol mais lindo da sua vida. A paisagem mais linda da viagem durou mais ou menos 5min, no meio da neve mais inusitada da vida, no meio da Bolívia no mês de janeiro. É até difícil descrever o que foi esse dia, mas parecia que tudo estava conspirando ao nosso favor, sabe? O nosso guia, o Rudy, disse que neve naquela época do ano era coisa rara de se ver, e que éramos um grupo muito especial por termos conseguido ver o salar com água e as montanhas com neve.
cemiterio-de-trens2
O mais incrível desse passeio é que você fica totalmente desconectado do mundo, sem acesso nenhum a internet, o que facilita e muito a conexão com o ambiente. Tivemos a sorte de encontrar um casal paraguaio muito fofo que estava em lua-de-mel (!!!) que se juntou ao nosso grupo, sem contar o Rudy, guia/motorista/amigo que fez a nossa viagem ser perfeita.
montanhas-nevadas
Deixei a Bolívia com um aperto no coração. A frustração de ter reservado míseros cinco dias para visitar esse país me deixou super angustiada, daquele jeito que faz a gente querer voltar no tempo, sabe? Nunca imaginei que a Bolívia seria o meu país preferido na viagem, e hoje te digo com toda certeza que volto em breve.

Comentários:
  1. por Talita Fermino
    em 20.03.2015 às 10:50

    Eu gostei mto da Bolívia tb..não fiz Uyuni, mas o caos de La Paz é uma coisa hipnotizadora.. não sei como vc se virou, mas os 3 dias que passei em La Paz mais 1 dia de viagem de onibus até Santa Cruz de La Sierra foram a base de Oreo, Lays e mexericas compradas de uma tchola no meio da estrada.. ahhhh Bolíva, caoticamente linda!!!!

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 14:45

      Talita,

      Tive essa mesma impressão de La Paz. Um caos, mas um caos super interessante. O que conheci da cidade, pude perceber que eles têm vários problemas de uma cidade grande, mas tenho sim vontade de voltar para lá. E ah, a gente basicamente sobreviveu da comida do hostel, que era incrivelmente bem gostosa, e de junkie food. (por sinal acho que nunca comi tanto Oreo na minha vida como nessa viagem! Hahaha)

  2. por Natasha
    em 20.03.2015 às 11:09

    Parabéns pelo post, Júlia. Muito, muito legal! :)
    Sou louca para conhecer o salar e fiquei ainda mais depois de ler seu depoimento.
    Aliás, gostei bastante de todos os posts da viagem. As dicas vieram de forma indireta e de maneira gostosa. Congrats!
    Beijo,
    Natasha – Pra Ver em Londres (www.praveremlondres.com)

  3. por Letícia
    em 20.03.2015 às 11:24

    To adorando ler sobre sua viagem! Fotos lindas!

  4. […] Mochilando pela América do Sul: Bolívia […]

  5. por Amanda
    em 20.03.2015 às 11:31

    Que fotos lindas Julia! Delicia acompanhar sua viagem e com uma sinceridade incrível sobre tudo. Deu vontade de viajar <3

  6. por Lady Cat
    em 20.03.2015 às 12:16

    Nunca pensei em ir a Bolívia, mas depois desse post… mudando o pensamento… seria bem legal.

    bjs

    http://ladycatblog1.blogspot.com/

  7. por Andreia
    em 20.03.2015 às 12:33

    Quero muito ir a este lugar.
    Fui para o Deserto do Atacama em dezembro, mas não sabia que precisava de mais uns 4 dias para ir até o Uyuni.
    Se puder ir ao Atacama vá, é maravilho, a cidade é legal e tem tudo e, o Chile é bem organizado.
    Bjs

  8. por Andréa
    em 20.03.2015 às 13:06

    Olá, Júlia! Adorei o post. Concordo com alguns pontos e discordo de outros poucos. Estive na Bolívia recentemente, em dezembro/janeiro (virada do ano). Também saí do país com a sensação de “devia ter reservado mais tempo”, porque é um local belo por natureza! Na próxima ida, aproveite para conhecer Copacabana e as suas ilhas perfeitas!
    O país realmente é cheio de problemas, mas discordo parcialmente da sua descrição de La Paz. Achei a capital muito interessante, geografia peculiar, pessoas humildes, simpáticas e muita hospitalidade. Há pontos turísticos bem legais, como, por exemplo, o Mercado das Bruxas, o Valle de la Luna, os teleféricos, Tiwanaku, etc.
    Não tive qualquer problema com segurança, andava pelas ruas a noite, curtia os artistas locais nas principais praças, vivi um pouco da vida da capital de La Paz e não me senti intimidada em nenhum momento. Andava com máquina fotográfica, iphone, etc. Sensação que não tive em nenhum outro país. Claro que segurança é uma percepção… E essa foi a que eu tive por la. :)
    Além disso, é uma capital com muitos contrastes. Apesar da área “suja” (e “feia”), como você descreveu, há uma área da cidade nobre… Onde vivem os mais ricos, etc. Há um passeio de ônibus (bus turístico) que passa por essa região também. Vale a pena pra se ter uma visão além da “visão clichê” da cidade.
    O que também achei legal na cidade é que é uma cultura muito diferente do que temos aqui no Brasil. Viver essa cultura vale muito a pena!
    Não quero ser critica, é só uma opinião. Beijos!!

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 14:51

      Ei Andréa,

      Realmente em viagens o que acontece são percepções.
      Enquanto estive em La Paz tive essas impressões que contei no post. Me senti um pouco intimidada por algumas coisas,e não foi a minha cidade favorita, mas com certeza não vi muita coisa da cidade que poderia mudar minha opinião. E mesmo assim acho que voltaria para lá.
      O legal dos comentários é que descubro coisas diferentes de cada lugar que visitei, e me dá uma vontade enorme de voltar em cada um deles para seguir as dicas de vocês.

      beijos!

  9. por Sara
    em 20.03.2015 às 13:19

    Oi Julia:). Muito legal teu post. Qdo voltar a Bolivia va a Tiwanaco, é onde ficam as ruinas Incas e a famosa Puerta del Sol.
    Meus pais sao Bolivianos, e conheço algumas coisas lá.
    Por exemplo Cochabamba é uma cidade legal tb, e vale muito a pena ir visitar o Cristo deles, que me parece ser maior que o do Rio de Janeiro.
    Em Titicaca visita imperdivel ao Calvario, é um monte onde se tem uma panoramico do lago ate o lado Peruano.

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 14:52

      Sara,

      quero MUITO voltar para a Bolívia!
      Vou anotar suas dicas para quando for novamente. =]

  10. por Karen
    em 20.03.2015 às 13:41

    Oi Ju :)
    Mais uma vez escrevendo super bem! Amei as dicas e estou mais empolgada para fazer esse mochilão rs
    Você indica mais algum lugar para conhecer na Bolívia? Qual foi a balada de reggaton que vcs visitaram?
    Beijos :*

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 14:54

      Karen,

      Eu só conheci La Paz, Uyuni e uma parte do Titicaca, mas dá uma olhada nos comentários que tem MUITA dica legal. =]

      beijos

  11. por Marília
    em 20.03.2015 às 13:55

    Júlia, por mais que no fim você tenha terminado o texto com vários elogios, o começo foi bem preconceituoso. “La Paz é tudo que se espera de uma cidade boliviana: suja, caótica e intimidadora.” Fiquei decepcionada.

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:03

      Ei Marília,

      Realmente eu tinha um preconceito antes de conhecer a Bolívia, mas como diz a palavra, era um pré-conceito, ou seja, um conceito formulado antes de conhecer. Isso não me impediu de visitar o país e conhecer melhor a fundo para falar sobre o lugar.
      A Bolívia tem sim inúmeros problemas, mas jamais deixaria de conhecer um lugar por causa disso. Isso também não me impediu de me apaixonar e querer voltar em breve para conhecer outros lugares do país.

      beijos

  12. por Erica
    em 20.03.2015 às 14:10

    Fiz essa viagem em julho de 2007! Fiz Bolívia e Peru, sem dúvida uma das viagens mais incríveis da minha vida!
    Lendo seu post me fez relembrar dos perrengues da minha viagem, mais sem dúvida alguma lugar lindo! Com certeza um dos mais bonitos do mundo!

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:04

      Mesmo com os perrengues é uma viagem incrível, né?

      beijos

  13. por Cinthya
    em 20.03.2015 às 14:15

    Oi Julia, tô simplesmente AMANDO a sua série de Mochilão pela América do Sul. MUITA vontade de copiar o seu mochilão. Sou apaixonada pela América do Sul, acho que temos tanta cultura aqui e aproveitamos e conhecemos tão pouco… Todo mundo sempre querendo viajar pros Estados Unidos ou pra Europa, com tanta coisa linda e tanta história pra conhecer no nosso próprio continente, nos países vizinhos, que normalmente, tratam os brasileiros tão bem, de maneira tão amistosa, mesmo falando idiomas diferentes.

    Bjs!

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:05

      Ei Cinthya,

      Penso da mesma forma que você!
      A gente tem tanta coisa incrível do nosso lado e acabamos escolhendo só destinos mais conhecidos, como Europa e EUA. Acho que vale a pena conhecer melhor o que tem aqui pertinho. =]

  14. por Ticiane Vitória
    em 20.03.2015 às 14:38

    Amei o post! E que fotos maravilhosas, hein?
    Bj

  15. por Camila
    em 20.03.2015 às 14:51

    Júlia, te sigo no insta e to adorando seu projeto, e fiquei ainda mais fascinada com seus posts da viagem! Fiz o tour pelo salar em janeiro, mas fiz chile/bolívia, o inverso de vc, e também vi neve, e também me falaram que era raro, será que fomos na mesma data? haha, eu fui nos dias 05, 06 e 07!
    Ansiosa para ver os outros relatos da sua viagem, mas confesso que fiquei um pouco nervosa na Bolívia, haha, apesar de ter amado o Salar, e de quase ter certeza que é o lugar mais lindo que já fui, achei a recepção em Uyuni bem ruim, mas quem sabe um dia eu volto pra tentar tirar essa imagem.
    Beijos

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:10

      Ei Camila,

      Quase que a gente se esbarra. Fui para Uyuni por volta do dia 16 de janeiro. =]
      A cidade de Uyuni parece ser só uma de passagem, né? Também não me demorei por lá, só o tempo de espera para os passeios.

      beijos

  16. por Vanessa
    em 20.03.2015 às 15:07

    Nossa Lu,

    que lugar incrível nunca tinha ouvido falar mesmo sendo por tanto tempo agente de viagem, lindo ;-)

    bjs
    (Hoje no blog Resenha da Paleta da Catharine Hill: http://www.temnaminhapenteadeira.com/2015/03/resenha-paleta-de-sombras-catharine-hill.html)

  17. por Jéssica Duarte
    em 20.03.2015 às 15:35

    Caraca, que viagem show… invejei!

    A PISAICO agora trabalha com uma linha diferenciada de LEGGINGS. Essa é uma peça que não pode faltar no seu closet, venha conferir: http://www.PISAICO.com.br @lojaPISAICO

  18. por Gisele
    em 20.03.2015 às 17:21

    Lu as fotos estão demais, espero que tenha se divertido muito em sua viagem.
    Beijos
    http://www.estilogisele.com.br

  19. por Andreia.
    em 20.03.2015 às 18:11

    Aproveito e deixo aqui uma sugestão de um ebook para quem gosta de leitura. Aconselho vivamente!!
    “O enigma de Laura”
    http://www.amazon.com/enigma-Laura-Portuguese-Isabel-Pereira-ebook/dp/B00U2Z5ZZ8/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1425132998&sr=1-1

  20. por Ju
    em 20.03.2015 às 21:18

    A melhor dica que já recebi é de comer frituras feitas na hora quando vc não confia na agua do lugar. A temperatura do óleo acaba matando os principais germes hehehe Nao comer saladas, frutas, verduras, nem nada cru. Claro que a dieta não agradece, mas é melhor do que ficar dias inutilizada passando mal! Já que a água não é confiável, não se deve tomar agua mineral de garrafinha, refrigerante ou suco. e sim fermentados ou destilados. Dica meio bebum mas válida!!!

    bjoss

  21. por karine
    em 21.03.2015 às 09:30

    Oi Júlia, tudo bom? Estou pensando em fazer essa viagem em outubro. Queria muito que você colocasse as dicas de como arrumar o mochilão para esse tipo de viagem, o que levar, etc.
    Fiquei sabendo também que é obrigatório tomar a vacina contra a febre amarela. É verdade mesmo?
    Muito obrigada.

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:12

      Ei Karine,

      Vou tentar fazer esse post =]
      Para a Bolívia é obrigatório a vacina de febre amarela, eles pedem o cartão internacional de vacina assim que você entra no país.

  22. por Gil
    em 21.03.2015 às 10:25

    eu AMEEEEEEI essa parte da viagem como todas as outras, mas confesso que pela Bolivia estava mais curiosa. Esperava só mais um pouco de fotos :( lugar incrível, lindo e perfeito. Com certeza é um lugar que quero conhecer e não é impossivel, já que esta tão próximo da gente!
    Ansiosa para os próximos posts.
    Um beijo Julia :*

    http://www.paraisoparalelo.com.br

  23. por Julia
    em 21.03.2015 às 13:30

    Estou impressionada, acho que eu nunca pesquisei sobre a Bolívia, mas que lugar lindo! Com certeza acho que vou querer visitar um dia, paisagens maravilhosas. Adorei o post.

    http://wishingpink.blogspot.com

  24. por Rê Souza
    em 22.03.2015 às 00:20

    Julia,

    não sei dizer a felicidade que sinto de ver vc dizer isso da Bolívia!
    Já tinha comentado no seu post sobre a Colômbia, falei da vontade de conhecer o país, e lá vc me respondeu dizendo que tinha amado a Bolívia.
    Estava esperando muito por esse post para ver suas percepções sobre o país. e posso dizer que me sinto compreendida quando leio suas palavras.

    Eu AMO a Bolívia. Voltei do meu mochilão de dezembro e janeiro e tento dizer para as pessoas como a Bolívia é incrível, mas tenho a sensação de que não consigo expressar o suficiente.

    Também me hospedei no Loki em La Paz e lá dentro vc esquece da pobreza e bagunça que é a cidade. O Hostel é demais, menos o wifi.

    Penso que tudo é uma questão de se adaptar ao meio. Isso vale para a cidade que vc mora, para o lugar onde trabalha, para tudo. Quanto melhor e mais rápido vc se adapta, melhor vc vive!

    Tive a sorte de, na ultima hora, desistir de ir ao Peru para a viagem não ficar muito corrida e isso me permitiu passar 11 dias na Bolívia. Como sou grata por isso.

    Fiz do Loki minha base, e de lá fui para Copacabana e Isla del Sol, fiz o Downhill na estrada da morte, subi o Chacaltaya e fui para Uyuni atravessar o Salar até SPA.

    Vi a La Paz pobre, das casas sem reboco e engarrafamento sem fi e a La Paz rica das mansões hollywoodianas. Andei de teleférico, fui ao shopping e ao mercado das Bruxas, comi carne de lhama, cambiei com a chola da esquina, vesti casaco de alpaca, andei em taxis que tinha medo de pegar tétano, sorri com o bom humor dos bolivianos e me emocionei com as crianças tão carinhosas e acostumadas a trabalhar desde muito pequenas.

    Amo a Bolívia pela beleza natural, que é brutal, escancarada! Parece que esfrega na sua cara: apesar de todas as mazelas e pobrezas, Deus botou seu dedo aqui e fez um belo trabalho.
    Mas também amo a Bolívia pelo seu povo, que preserva sua cultura com tanta força, que sorri o tempo todo apesar das dificuldades, que não mede esforços para entender nosso portunhol e para nos receber bem (muito melhor que no Chile).

    Concordo com vc quando fala do Salar. Vc se desconecta! Fica bobo olhando para aqueles lugares inacreditavelmente maravilhosos e pensando, como pode? Como pode ter algo tão lindo nesse fim de mundo.

    Brinco que me apaixonei tanto pela Bolívia que sou um pouco condescendente com os problemas do país. Vejo muita gente reclamando do trânsito ruim, dos bolivianos mentirosos, dos banheiros precários! Desculpa, mas tudo isso tb tem aqui no Brasil, só não temos que lidar tanto com isso pq aqui estamos no nosso país e sabemos para onde ir, o que fazer para evitar.

    A Bolívia é demais, esse é título do meu relato lá no mochileiros. e melhor, ainda é muito barato!
    Imaginem gastar 300,00 por 3 dias de tour no salar, com tudo incluído, comida, alojamento, tudo. Ah, tb peguei neve no terceiro dia do salar!

    Quando estava no topo do Chacaltaya no dia 31/12, sentada, sozinha, vendo a neve cair, só conseguia pensar quão abençoada eu sou de ter tido a oportunidade de estar naquele lugar.

    Espero que muita gente descubra a Bolívia. que o seu post, que tem um alcance muito grande, faça as pessoas quererem conhecer esse país que é nosso vizinho, é muito barato (mais barato que as praias do nordeste), tem uma cultura muito forte, um povo querido e uma beleza natural brutal!

    Parabéns pela trip, Julia! e obrigada por compartilhar.

    Só faltou falar onde foi a baladinha em La Paz.

    • por Ana
      em 22.03.2015 às 18:26

      Oi! Li seu comentário e fiquei com muita vontade de comentar também hahaha
      Retornei em dezembro do meu mochilão pela SA e posso dizer que foi uma das melhores experiências que fiz.
      Passei praticamente um mês em La Paz e fiz e senti exatamente tudo da forma que você descreveu! Inclusive trabalhei voluntariamente no albergue que fiquei por uma semana.
      Posso dizer que a Bolívia foi um dos países que mais me surpreendeu na viagem, embora meu queridinho ainda seja o Chile. Eu não fiquei hospedada no Loki, mas passei lá muitas noites. Tive a oportunidade de conhecer muitos locais e assim pude conhecer acompanhada de um casal paceño as partes mais pobres e as partes, que ate então eu não sabia, de mansões hollywoodianas. Eu viajei sozinha, comecei na Bolívia, ia ficar apenas 2 noites em La Paz, antes de ir ao Peru, voltar e ficar mais uma antes de partir para Uyuni e acabei prolongando por quase um mês :) Isso prejudicou os destinos seguintes, pois tive que acelerar um pouco e não pude prolongar tanto assim de novo em outra cidade/país. Mas não me arrependo, faria tudo exatamente igual! hahaha
      E entendo plenamente como é nosso desejo que compartilhar com as pessoas como a Bolívia é impressionante e palavras serem insuficientes. Até agora meu apelido é BoliviANA (me chamo Ana) por causa das minhas tentativas hahaha Mas acho que consigo captar alguns poucos pelas fotos, pelo menos. Se quiser dar uma olhada, meu flickr ta linkado aqui, eu acho…
      Quanto às festas em La Paz, posso indicar com propriedade o bar do Wild Rover, do Loki, os clubs Malegria (tem um barman brasileiro muito gente boa la!), Pa Goza e Hard Rock Cafe hahaha Enquanto estive por la, ouvi falar de um bar peculiar chamado Route 36, mas não indicaria rs.
      Quanto à segurança, me senti muito segura nas cidades, indicaria ter cuidado para quem viaja muito de ônibus no Perú e no Ecuador, encontrei muitos viajantes que infelizmente foram roubados e/ou furtados em ônibus nesses países. Também acontece na Bolívia, mas em menor escala. E graças à Pachamama, não aconteceu comigo. :)
      Enfim, só queria compartilhar um pouco da minha experiência.

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:23

      Rê,

      Fico com o coração na mão toda vez que alguém vem falar da Bolívia. Queria muito ter passado mais dias no país para conhecer melhor todos esses diferentes aspectos dele, do melhor ao pior.
      A imagem que a maioria das pessoas tem do país, e a que eu tinha, era de que o país não valia muito a pena ser visitado. Mas nossa, como isso mudou! Quero muito voltar, e com certeza vou querer muitas dicas =]

  25. por Bruna
    em 22.03.2015 às 11:51

    Oi Julia, muito legais os posts da sua viagem!

    Gostaria de te pedir uma coisa, quanto você gastou mais ou menos com as passagens?? Porque você foi até a Colombia e voltou pelo Chile (suponho eu), normalmente as passagens só de ida são até mais caras do que ida/volta, como você fez??

    Esperando o post da última parada da viagem já :D

    Bjs

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:27

      Ei Bruna!

      Eu comprei ida e volta de uma vez – chegando em Cartagena e voltando se Santiago, e essa passagem me saiu +- R$2.000,00. Além da ida/volta do Brasil, gastamos +- R$3.000,00 com as outras passagens. Como viajamos muito de avião o valor ficou um pouquinho mais alto do que quem opta por viajar de ônibus.

      beijos

  26. por Paloma
    em 22.03.2015 às 14:13

    Julia, é impossivel não notar o tom preconceituoso do inicio do seu relato. Será que não foi esse mesmo pré-conceito que te impediu de reservar mais que cinco dias de viagem para o país? La Paz, como já foi dito por outra leitora, é uma cidade peculiar, com uma bela geografia e cheia de contrantes sociais. Assim como o Rio de Janeiro não é só favela, La Paz também tem seu Leblon. Fico feliz que você esteja com vontade de voltar ao país, com certeza ainda há muito a conhecer :)
    Beijos

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:30

      Ei Paloma,

      Você está certa, o tom dado no início do texto é realmente de uma pessoa que não conhece a Bolívia. Com o passar dos dias no país fiquei encantada com a beleza do país e com as peculiaridades de cada lugar que eu passei. Realmente a Bolívia não é só caótica, é também maravilhosa, como ficou claro no final do post.

      bjo

  27. por Viviane Barros
    em 22.03.2015 às 14:38

    Que experiência ein? Eu me apaixonei pelo deserto de Sal assim que eu vi fotos de umas amigas lá! É de tirar o fôlego! Não tenho muita coragem de fazer um mochilão, mas adorei o seu! No meu blog estou contado da viagem que fiz para Buenos Aires… não foi mochilão, mas foi incrível também! Viajar é sempre bom!

    https://ummundonovoemqualquerlugar.wordpress.com/

  28. por Fernanda
    em 22.03.2015 às 21:31

    Babei na sua viagem a América do Sul. Nossa, é um dos meus sonhos.
    Se tudo der certo, irei em julho. Estou ansiosíssima!
    E é bem o Salar de Uyuni que me deixa louca de vontade de conhecer.
    E também Atacama, Machu Picchu, entre outros *-*
    http://www.migas.com.br

  29. por Danusa
    em 23.03.2015 às 13:10

    Uma delicia só de ler seu post, moro na cidade que faz divisa Brasil x Bolívia, Corumbá MS, mas a entrada é por Puerto Quijaro, fica á 7 horas de Santa Cruz de La Sierra, abraços.

  30. por Nathalia
    em 23.03.2015 às 13:53

    Julia, estou adorando o relato do mochilão.
    eu e uma amiga vamos agora em junho, e tenho uma duvida.
    vocês reservaram os hostels ak do brasil ou chegaram nas cidades e resolveram o que tinha disponibilidade?

    • por Julia Ferreira
      em 23.03.2015 às 15:33

      Ei Nathalia,

      Deixamos praticamente tudo reservado antes da viagem.
      A vantagem é que você tem um lugar certo para ficar, mas o seu roteiro fica um pouco mais engessado.
      Sempre escolha a reserva flexível, que se você desistir só perde o sinal, e não o valor total da reserva.

      bjoo

  31. por Juliana
    em 23.03.2015 às 17:10

    Ju,

    Qnd fiz meu mochilao em 2009…..achava que seria mt lindo o deserto de uyuni! Mas qnd vc chega e vê pessoalmente…….MEU DEUS!!!!!!

  32. […] Poucas coisas na vida me prepararam para o que foi a ser a minha viagem pela Bolívia. Confesso que a […] […]

  33. por Tudo em NY
    em 24.03.2015 às 14:17

    Nossa, que fotos incriveis! Sou louca para conhecer esse deserto do sal, mas confesso que morro de medo da travessia. Um dia tomo coragem!

  34. por Paula Melo
    em 25.03.2015 às 12:06

    Lu e Julia, confesso que há pouco tempo descobri (e me encantei) pelo Chata. Mas, jornalista que sou, mesmo que agora só por formação (rs), sempre tive a mania de sair fuçando coisas pela internet para tentar achar coisas interessantes para ler e (de vez em quando) comentar…
    Acabei de fazer minha primeira viagem ao exterior e procurando dicas pra fazer a mala, onde me hospedar, onde ir, como ir… etc, acabei encontrando vocês! E preciso dizer: vários dias da minha viagem foram “guiados” por vocês: com as dicas da Lu para Londres e Paris, as dicas da Julia para Munique…
    Pensando nisso, dentro do ônibus de Berlim para Munique, comentei com minha amiga que tava afim de vir aqui e comentar para agradecer sobre todas as dicas que vocês nos deram. E quando chegamos ao Eurostar, eu tive a certeza de que deveria mesmo fazer isso!rs
    Não tenho muita experiência em comentários em blogs (rs) porque antes de conhecer o Chata eu era mesmo um pouco crítica quanto a isso.. rs Mas gostaria mesmo de dar esse feed back, não que vocês não saibam, mas acho legal mostrar que estão conseguindo falar com a gente (me incluo, porque agora entro todos os dias no blog) e não para a gente! Então, obrigada por terem contribuído para que minha viagem fosse ainda mais perfeita!rs
    Ah! E só mais uma coisa! Como também sou mineira, acho que o melhor de tudo é ler os textos falando exatamente como vocês! Enquanto estou lendo, é como se eu estivesse me ouvindo falar e sempre dou risada de tudo!

  35. por Mariana
    em 27.03.2015 às 16:09

    Júlia,
    faz um post depois sobre como vcs se organizaram pra fazer essa viagem… a escolha de roteiro, o que foi reservado antes, como escolheram a forma de deslocamento..
    to com uma viagem-sonho engavetada pro Atacama e Salar de Uyuni faz um tempinho, aí qualquer informação a mais é bem vinda!
    bjo

  36. por Ana Ligia Chagas Barbosa Carvalho
    em 02.10.2016 às 11:02

    Adorei o post! Falar da Bolívia, é falar: eu quero voltar lá!
    Morei durante 1 ano(trabalho do marido) e posso dizer que foi uma experiência fantástica!
    Bolívia tem lugares lindos pra desvendar, uma história peculiar, um povo cheio de histórias e muito sofrido.
    Quanto a lugares, tem vários restaurantes bacanas, se quiser um com gostinho brasileiro, tem o Paladar(proprietários de Minas Gerais), e tantos outros bacanas mesmo. Comer na rua de forma alguma.
    O atendimento com brasileiros é muito bom.(experiência nossa durante 1ano).
    Como já vi comentários, a Zona Sul merece um passeio, casas com uma arquitetura fantástica e excelentes restaurantes.
    Ah, acho que é bom deixar por aqui: como falei, moramos em La Paz(eu, marido e dois filhos) com isso fomos preparados caso precisássemos de hospital por conta das crianças, não deu outra, precisamos. E vou dizer sempre, mesmo sendo privado, deu de 10 nos atendimentos privados que temos aqui. A preocupação não foi em receber, ficha, nada disso, primeiro atende o paciente(no caso a criança) e só depois que o responsável preenche ficha e pagamento. Muito bom.
    Ficamos com vontade de voltar lá!

Post AnteriorPróximo Post