Carregando...
Lifestyle

Uma carta para os quinze anos

10.09.2016
Marcella Brafman

Essa semana eu fiz aniversário e parece que foi ontem que estava comemorando quinze anos. Só que foi há muito tempo atrás. Anteontem eu era uma mocinha, virando adolescente e depois um projeto de mulher. Hoje, sou uma mulher em construção. Mudo todos os dias – sou do tipo que se reinventa a cada esquina. Fiz uma carta para aquela “criança” crisenta e cheia de dúvidas. Se pudesse voltar ao tempo contar para ela quanta coisa legal estava prestes a acontecer, diria mais ou menos isso:
dizer-1

Eu,

Não corte tanto o cabelo, coma mais cenoura e pare de chorar pelo Fábio. Agora. É sério. Venho do futuro lhe dizer que vocês nunca mais vão se encontrar. Você acredita que ele vai pedir para voltar o namoro na semana que vem, mas até 2016 você não vai ver nem a sombra dele. E isso é ótimo, porque ele não tinha nada a ver. Nem com a menina que você é hoje e muito menos com a mulher que vai se tornar.

Pare também de deixar tudo para a última hora. Você começou fazendo isso com as provas do colégio. Confiou na Roberta, que te ajudou a passar em Química e levou esse mantra para o resto da vida. “Amanhã eu faço” é o seu maior defeito. Chega disso. Faça hoje e lá na frente a gente conversa mais a respeito disso com uma psicóloga.

Não perca UM almoço de sábado com a sua avó. Nenhum. Por nada nesse mundo. Muito menos por festas que foram até às cinco da manhã. É ela que cuida de você e daqui 15 anos, você vai assumir responsabilidades de gente grande. Vai levar sua avó no médico, aconselhar o seu pai a fazer uma cirurgia e pedir que a sua mãe leve o feijão congelado (que hoje você deixa metade no prato).

Continuar repetindo que “odeia essa casa” e que “não vê a hora de ir embora daqui” só magoa os seus pais. Você vai ter o seu apartamento no tempo certo. E para chegar até lá, vai ter que trabalhar igual um camelo no deserto. O seu primeiro emprego vai ser em uma loja de sapato e logo depois vai aparecer um estágio. Aproveite muito os finais de semana, porque depois disso, são anos sem férias. Estudando e trabalhando sem parar. Você vai aprender muito com os seus chefes. Agradeça a eles sempre que uma nova oportunidade surgir.

A faculdade vai ser um saco. Igual foi o colégio. Você vai continuar se sentindo diferente de todas as pessoas e não entendendo porque existe esse tal de “bullying” quando é muito mais legal ser amiga de todo mundo. A sua mania de justiça vai te pregar cada peça, menina. Porque o mundo por muitas vezes é injusto. Mas você só vai entender melhor esse aspecto da vida depois que a mãe da Clara fizer seu mapa astral. Nossa, esse dia foi louco.

O nosso pooddle Billy vai morrer. O vovô e a vovó também. Alguns amigos também vão partir mais cedo. O coração vai doer muito. Você é forte. Segure as pontas.
O Tiago não vai ser o seu marido. Sorte sua que se tocou logo. E pelo amor de Deus, pare de namorar tanto. Fique solteira e desbrave mais o mundo da paquera enquanto você está cheia de coragem. Lá na frente, você vai descobrir que nunca soube ficar sozinha e machucou muita gente por isso.
Suas melhores amigas hoje não serão as suas melhores amigas de amanhã. E está tudo bem.

Coma melhor, saia do ballet e leve a sério as aulas de boxe. Daqui a alguns anos você vai aprender a meditar para segurar essa ansiedade. Até lá, não desconte a sua falta de paciência nas pessoas.

Quando te falarem que “nunca vai dar certo”, enxuga essas lágrimas e me escute: deu muito certo. E olha que o melhor ainda está por vir. Você precisa acreditar em mim. Sabe todos esses sonhos? Eles se realizaram. E muito muito mais. Se cuida.

10 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Ellen Pitillo    10/09/2016 - 13h30

    Chorei. Sem palavras. Que bom que ela sempre teve você ao lado dela.

  2. Marlene Lima    10/09/2016 - 18h46

    ….Amei o seu texto!! Muito bom!! Serviu como um exercício para as inseguranças, auto-confiança, etc.. também para agradecer todas as experiências vividas , positivas ou não, sempre temos um aprendizado. Certamente farei um texto assim para mim… Um beijinho de Lisboa!!!…

  3. JANAINA    11/09/2016 - 06h47

    Muito boa a reflexão!

  4. Luciana    11/09/2016 - 09h07

    Lindo! Chorei! A vida é isso! O conjunto de experiências é o que nos define! Beijos

  5. Talita Almeida    15/09/2016 - 15h48

    Linda a carta!
    Sugiro uma versão Lu! Curiosa..
    Um super beijo pra vcs ;)

  6. Cindy    16/09/2016 - 00h18

    MARAVILHOSO! Amei muito ?

  7. Laís Barcellos Ribeiro    16/09/2016 - 09h30

    Esse texto era tudo que eu precisava ler, obrigada. ???????

  8. Tathiane Ferreira    16/09/2016 - 14h42

    Amei o texto. A se pudéssemos voltar no tempo e nos dar esses conselhos..seria incrível. Realmente estou emocionada porque me identifiquei com o texto.

  9. Raquel    16/09/2016 - 17h54

    Ai, adorei o texto! Aproveitei pra refletir um pouco, acho que de certa forma ele é cabível pra todas, né? Só fazer algumas alterações haha

  10. Thais    20/09/2016 - 16h58

    Muiiiiito lindo!!!
    Se tivéssemos recebido uma carta, muitas coisas seriam diferente!
    Adorei!!!!beijuu!!!

Cabelinho novo pelas mãos da amiga @lauratorresmakeup 🖤
Mais sobre Lifestyle