16.07.2014 Lu Ferreira

24 swatches de esmaltes nacionais e importados

Em: Beleza, Esmaltes

Eu peguei o hábito de fotografar minhas unhas no salão por conta de vocês – sempre alguém pergunta qual a cor do esmalte que estou usando e eu nunca lembrava de cor, heheh! Pra não deixar ninguém sem resposta agora tenho onde consultar – é só dar uma olhadinha no meu Instagram que logo resolvo a dúvida! Por conta desse hábito acabei colecionando alguns swatches, e hoje selecionei 24 deles para mostrar aqui e te inspirar na próxima ida à manicure:

esmaltes

Ilustração: Shutterstock

Eu uso muito esmalte Essie, né? Culpa do salão que frequento (Célio Faria), que tem uma paredona com as cores da marca e eu quase nunca consigo escolher outro, heheh! O mais legal é ver na prática o que disse no video que falava da minha coleção (lembram dele?): prefiro esmaltes neutros e cintilantes, arriscando cor com os rosas e vinhos. Aí em cima até tem uns azuis, mas são raros, hehehe!
Qual a sua cor favorita?

Posts Relacionados:

15.07.2014 Lu Ferreira

Mania de espadrille, alpargata e slip on

Em: Blog Chata de Galocha, Moda, Sapatos

esp
Quem acompanha o blog sabe que tenho um estilo mais feminino, né? Adoro saias, vestidos e cores como rosa e roxo, e isso também refletia na minha escolha de sapatos: sempre preferi saltos, e quando usava sapatos baixos ia de sapatilha, de preferência de bico fino. Mas isso ficou pra trás! Estou vivendo uma fase bem diferente: amando espadrilles/alpargatas e slip ons e tênis, sapatos que até pouco tempo achava grosseiros demais pra mim. Até usava tênis vez ou outra, mas era por praticidade, não por curtir a ideia… Mas como vou passar um tempinho estudando fora, e isso quer dizer andando de metrô e a pé com frequência, comecei a olhar para esses sapatinhos com outros olhos! E estou amando, hahah, já comprei três e queria mais mil, mas tô me segurando.
Como não tenho costume de usar fui buscar imagens inspiradoras, vamos ver como andam usando os sapatinhos por aí?
esp3

O jeito mais fácil: com short jeans! Short jeans combina com tudo, né? É uma peça descontraída e a cara do verão (vou pra Milão, onde parece estar bem quente!)! As três meninas das fotos aqui em cima apostaram num truque simples, mas que funciona: a terceira peça. Jaqueta de couro, tricô e camisa jeans fazem o look ficar mais interessante, afinal o short é super comum. Meu look favorito é o primeiro e tenho certeza que vou usar exatamente assim, hehehe!
esp2

Com calça branca, olha que bonito! Calça branca é uma peça curiosa, já repararam? Mesmo sendo só uma skinny como outra qualquer fica mais elegante só por ser branca!  Combinada com peças em tons neutros fica maravilhosa, né? Achei o look do meio, com peças em cinza e sapato azul o mais chic, pena que o meu é preto!
esp4

Com jeans! Olha que fofo o look da primeira foto: a calça tem bolinhas e a espadrille é listrada, um detalhe discreto mas que deixa tudo mais legal, né? O look do meio é o mais interessante, claro, mas difícil na vida real, né? Macacão + blazer é o tipo de coisa que tem um potencial absurdo pra deixar quem não tem corpo de modelo jeca, hahaha! Mas o mesmo look com calça é fácil e bonito também, fica a dica de misturar listras com onça, bolinhas ou outra estampa mis clássica pra combinar de um jeito mais legal.
esp1

E pra terminar, com calca preta! A legging de couro fica linda com o toque esportivo do sapato, não acham? Também gosto do terno da segunda foto, essa menina tem aquele estilo maravilhoso de quem fica chic mesmo com cabelo baguncadin e tênis. Uma coisa legal pra quem é mais baixinha (tipo eu!) é usar a calça da mesma cor do sapato, principalmente os slip ons, que normalmente têm a gáspea alta (a parte do sapato que cobre os dedos) e podem encurtar a silhueta. Fazendo isso você alonga um tiquinho, porque visualmente a cor da calça continua no sapato, sabe? Funciona muito!

Ah, e uma coisa que descobri depois que postei minhas compras no Instagram: sempre fico na dúvida sobre a diferença entre espadrille e alpargata. Já achei que uma era com salto e outra sem, mas a diferença é só uma: a origem da palavra! Espadrille de origem francesa, alpargata espanhola, tudo a mesma coisa, o sapatinho de tecido com solado de corda. Obrigada Jojo por esclarecer a dúvida ;D

Posts Relacionados:

15.07.2014 Júlia Ferreira

Links da semana: Frozen, Orange is the New Black e Beyoncé

Em: Links da Semana, Site Bacana

Depois de um mês de Copa do Mundo, é hora de voltar para a rotina normal e analisar o que a competição trouxe de bom para o país. Para superar a tristeza do fim do torneio trouxe para vocês o álbum Coisa Boa, do Moreno Veloso, que virou o meu novo vício, os sets de Orange is the New Black e muitas coisinhas mais. Vem ver:
L1
1. O que você usaria se estivesse casando com você mesma?
L2
2. 5 melhores cidades do mundo para solteiras
L3
3. Sonzinho de segunda: Moreno Veloso – Coisa Boa
L4
4. Coisas que você não sabia sobre Frozen *
L5
5. Motivos pelos quais viajar acabou com minha vida
L6
6. O recorde da turnê On the Run
L7
7. Do escritório para o happy hour
L8
8. Para as fãs de Orange is the New Black: os sets do seriado
L9
9. Dicas para tirar fotos melhores no Instagram *
L10
10. A vergonha do futebol é um certo tipo de brasileiro

Posts Relacionados:

14.07.2014 Lu Ferreira

Abaixo o #imaginanacopa

Em: Coisas da Lu

Desde ontem tenho visto um tipo de post nas redes sociais que me incomoda um pouco. Vi gente de tudo quanto é área dizendo que finalmente o ano começou, que agora sim as coisas vão rolar… Hoje cedo até a academia estava mais cheia, como se todo mundo estivesse esperando o fim de um torneio de futebol pra cuidar de si mesmo. É o que acontece todo ano com o carnaval, já nos acostumamos a dizer que no Brasil as coisas só começam depois do feriadão… E depois de um evento como esse, em que todo mundo ficou apreensivo por conta da nossa falta de preparo (#imaginanacopa), isso faz ainda menos sentido, não acham?

copa

É por essa nossa característica de ficar empurrando com a barriga que as coisas não ficam prontas, não andam, não se desenvolvem. De tanto esperar pra começar as coisas na segunda depois do feriado elas não ficam prontas a tempo! Tem uma coisa que consigo enxergar nitidamente quando viajo e sempre me estimula a querer fazer mais: em geral, nós somos extremamente improdutivos.
Tenho uma historinha para ilustrar: durante a minha lua de mel fiz um passeio a algumas vinícolas na região em que estava hospedada. Liguei para a empresa, agendei, e no dia seguinte o motorista nos buscou no hotel. Depois do grupo completo o tal motorista se apresentou para o grupo: ele era nosso guia, um doutor pela universidade local especializado em enologia. Enquanto estávamos degustando vinhos, observei que ele atendeu o telefone e agendou o grupo do dia seguinte, assim como eu fiz no dia anterior. Ao final do passeio tirou uma máquina de cartão da pasta e cobrou o valor acertado de todos, ainda nos lembrando de deixar nossa opinião do TripAdvisor e no seu site. Ele ERA a empresa. Atende telefone, cuida do site, dirige, faz os tours, tudo com uma cara ótima e um doutorado nas costas. Comentei com Leo que se fosse aqui teríamos uma pessoa pra atender o telefone, um motorista, um guia… Porque não conseguimos ser mais produtivos, fazer mais, ter prazer em trabalhar, investir e construir nossas coisas?

copa2

Claro que adoro uma festa, um feriado, curtir a vida com meus amigos e família, mas acho que devemos também valorizar o trabalho, nos planejarmos e fazer do nosso mundo um lugar melhor. Não existe sensação mais gostosa do que conseguir realizar um sonho pelas nossas próprias mãos, gente! É melhor do que qualquer cerveja gelada na beira da piscina, juro! Mas isso só é possível pra quem corre atrás, se sacrifica, vai além do básico. A seleção vencedora bem que nos mostrou isso, né?

Tivemos um evento muito legal e divertido, que apesar dos nossos receios (e da decepção da seleção) foi inesquecível. Sempre ouvimos que somos um povo simpático e acolhedor, e ver o mundo inteiro reconhecendo isso é muito gostoso. Mas espero que no futuro, quando nosso país se preparar para abrigar um evento desse porte, não tenhamos tanto medo de como vai ser. Vamos começar dentro de casa, no nosso dia a dia, mudando essa nossa mania de empurrar com a barriga as obrigações e só fazer o que traz prazer imediato. Cada um tem uma função, todas têm a sua importância, e se todo mundo se esforçar para ir além do seu limite, todos saem ganhando. Não espere a segunda feira pra fazer dieta, ir à academia, olhar aquele curso. Não fique com preguiça de propor coisas novas e tentar caminhos diferentes. Faça mais! Quem mais ganha com seu esforço é você mesmo.

Posts Relacionados: