18.06.2010 Lu Ferreira

Wannabe Sabrina

Em: No Cinema

Outro dia Vic Ceridono (do Dia de Beauté) mencionou via twitter o filme Sabrina e eu fiquei com isso na cabeça… Filme bem estilo Cinderella, no qual a mocinha pobre e tímida se apaixona por um dos filhos do patrão, é mandada para longe para esquecer o moçoilo e tempos depois volta para casa como outra mulher, arrancando suspiros por onde passa!

Muita gente aqui já deve ter visto a versão de Sabrina de 1995, do diretor Sidney Pollack, que tinha no elenco Julia Ormond como a sonhadora Sabrina Fairchild, Harrison Ford como o sistemático Linus Larrabee e Greg Kinnear como o bon vivant bonitão David Larrabee. Mas acredito que nem todo mundo já tenha visto a versão de 1954, do diretor Billy Wilder. No lugar de Julia Ormond, a personificação da palavra elegância (para mim, claro!) e ícone fashion: Audrey Hepburn. Humphrey Bogart (nem tão charmoso assim) no lugar de Harrison Ford e William Holden (esse sim de arrancar suspiros) no lugar de Greg Kinnear. O filme teve 6 indicações ao Oscar (Audrey Hepburn, como melhor atriz; Melhor Direção de Arte; Melhor Fotografia; Melhor Diretor; Melhor Roteiro e Melhor Figurino), mas acabou levando só um: o de Melhor Figurino, para Edith Head (vamos combinar que o nome da categoria em inglês, Best Costume Design, é muito mais elegante e fino que a nossa tradução?).
O talento de Edith Head é inegável. Suas inúmeras indicações e seus muitos prêmios ganhos estão aí pra provar isso, mas não acho muito justo dizer que os méritos do figurino de Sabrina sejam dela! Digo isso porque a própria Audrey Hepburn foi até o atelier de Hubert de Givenchy e escolheu todo o figurino, com a ajuda do famoso estilista francês. Na época, Audrey estava em início de carreira e não era tão conhecida, mas Givenchy a recebeu achando se tratar de Katherine Hepburn (!!). Acho que nem preciso contar que o estilista caiu nas graças da elegantíssima e jovem atriz e passou a vesti-la tanto em filmes posteriores como na vida real, né?

E o figurino de Sabrina é mesmo impecável. Desde seu vestido simples de filha do motorista da casa, no início do filme, até seu incrível vestido de festa, que marca com perfeição a transição da garota tímida e sonhadora para uma mulher elegante e dona de si. E quem nunca sonhou em ser como Sabrina? Em deixar para trás um passado tímido, apagadinho e meio anti-social, fazer uma viagem transformadora e voltar de cabeça erguida, fina e elegante? Ah, não sei quanto a vocês, mas eu sou super Wannabe Sabrina!
Acho legal dizer também que o filme não vale só pelo figurino, vale também pelas excelentes atuações (embora Bogart não tenha sido a melhor escolha para o papel – a escolha inicial era Cary Grant, que recusou o convite – e durante o filme inteiro a gente fica com aquela impressão de que ele está deslocado, sobrando mesmo…), pelo brilhante roteiro (escrito pelo diretor e dividido com mais dois roteiristas) e pela impecável direção de Billy Wilder (um dos meus diretores preferidos!). Ah! E pela história, claro! Nunca me canso de ver gatas borralheiras virando princesas =D

Posts Relacionados:

17.06.2010 Lu Ferreira

Meu verão

Em: Coisas da Lu, Moda

Passou Fashion Rio, SPFW e um monte de referências pipocaram internet afora… E aí a gente já começa a lembrar que depois desse frio chato (como incomoda!!), vem o verão!! Agora só consigo imaginar meu verão como sendo quase o oposto do inverno que a gente ainda tá vivendo: Leve, suave, feminino… Com cor de algodão doce e sorvete, estampa de florzinha e bichinho. Quase menina, sabe? Pra dar pra descansar bem das tachas, do preto, das caveiras e das botas, que ainda estou usando muito, mas já cansei de ver por aí.

Se o cartão de crédito deixasse, seria uma coisa bem Miu Miu, com seus sapatos de salto pesado e estampa fofinha, os gatinhos e passarinhos estampando tudo. Como não é bem o caso (né???), vou de vestidinhos florais, saias mais rodadas, jeans clarinho, e muito bege/nude/caramelo. Pra ficar perfeito, só mesmo a Arezzo (ou a Zara, tanto faz!) presenteando a gente com um modelo de sapato inspired nos da Miu Miu! Pode fazer campanha?

Posts Relacionados:

16.06.2010 Lu Ferreira

Achados: Jardin

Em: BH, Moda

A Jardin é uma marca que está começando e que acho que vai agradar muito às meninas que precisam trabalhar com roupas mais formais… Quem dera se a gente pudesse viver de saltão e camiseta podrinha, né? Ela é vendida em lojas multimarcas (em BH e no Rio), mas o legal é que eles também vendem online, assim mocinhas do Brasil inteiro podem fazer suas compras e receber as peças em casa.

A Bhárbara, dona da Jardin, é quem desenha todas as peças, escolhe os tecidos (a maioria, importados) e pensa em todos os detalhezinhos de cada peça criada. A conversa com ela foi uma delícia e pude conhecer o seu atelier, que fica junto com o showroom, e ver um pouco das novidades da próxima coleção!
Mas vamos à melhor parte: as roupas! As coleções da Jardin têm como principal característica o uso do tecido plano. As peças ficam super clássicas, atemporais e adequadas para o ambiente de trabalho. São perfeitas também pra quem está com uns quilinhos a mais, porque os tecidos planos não marcam tanto as gordurinhas, né?

O ponto alto da visita foi descobrir peças únicas: um vestido que poderia ser comum tem um corte super diferente no decote, a camisa tem um detalhe lindo na manga e nas costas. Amei o atendimento personalizado e as criações de muito bom gosto!

Posts Relacionados:

16.06.2010 Lu Ferreira

Camilla Skovgaard

Em: Moda, Sapatos

Passando rapidinho só pra avisar que, se alguém quiser me dar um presente, aceito qualquer um dos modelos da Camilla Skovgaard, tá? Não preocupa, sendo preto, cinza, plataforma ou salto fino, não sou exigente (mentiraaaa, hahahaha).
Mas sério, olha que sapatos incríííveis!!! Gente, e até pouco tempo eu achava esse tipo de sola (com os “dentinhos”, sabe?) uma coisa pavorosa, hahaha… Essa designer, Camilla, é dinamarquesa, e começou a carreira desenhando sapatos para as esposas dos Sheiks em Dubai!! Hoje a moça trabalha e mora em Londres, NY e Hong Kong (tá?), e os sapatos são vendidos na Saks, Intermix e Net-a-Porter, só pra falar algumas das lojas mais famosas. Quem quiser um, paga em torno de 500 dólares o par. Lindo de se ver, né? Hehehe…

Posts Relacionados: