BH, Gastronomia

Guia BH: Borgevita Trattoria


Num dia em que estava especialmente chatinha, saí em busca de um lugar legal pra matar a fome, que estava tensa, já que mais uma vez eu tinha pulado o almoço… Mas não queria uma refeição, e ao mesmo tempo, não queria um lanche… Isso acontece com vocês ou é muita chatice?? Hahaha…
Aí, vagando em busca de um lugar legal, passei em frente ao Borgevita, que fica na Praça Marília de Dirceu, em Lourdes. A placa não é convidativa, mas a fome era tanta que entrei pra ver qual era a do lugar… Ainda bem!


Encontrei um ambiente super bonito, e um buffet de frios, pães e queijos de qualidade. Custa mais de R$80 o quilo, mas gente, quem se entope de queijo e presunto, né??? No fim das contas não sai caro se você for só beliscar =D
Não durei muito por lá, afinal só petisquei algumas fatias de pão e os frios, mas dei uma olhada no cardápio, que é pequeno, e fiquei bem curiosa com os pratos. A casa é dos mesmos donos do Gomide, então imagino que a qualidade da comida deva ser parecida. Fiquei com vontade de voltar mais vezes!

Borgevita – Rua Marília Dirceu, 116, Belo Horizonte.

Coisas da Lu, Moda

Resolução de estilo novo


Me mudei esses dias, e em meio à arrumação frenética, aproveitei para descartar algumas pecinhas do guarda roupa abarrotado. Enquanto jogava numa caixa as peças que não uso e nem tenho a intenção de usar, exclamei, feliz, pro marido: “A partir de agora, vou ser uma pessoa clássica!”. A resposta dele: “Você fala isso todo ano!”. Hahaha!

E é verdade!! Mas é tão difícil largar vícios antigos, né? Sou só eu, ou vocês às vezes também se deparam com peças bizarras no meio das suas roupas?? Aquelas que você olha e pensa, depois de algum tempo que a coitada tá esquecida no meio dos cabides “o que eu tava pensando”??

Difícil também é resistir ao bombardeio das modinhas, não é? A gente começa detestando uma peça, achando mega esquisito… Depois passa a achar normal, até que, por fim, começa a desejar aquilo!! Puuutz!

Esse ano pretendo me levar mais a sério nesse setor, hehehe… Me cerquei de imagens daquilo que gosto, e juro, tô pensando horrores antes de comprar coisas novas. Hoje é dia 6 e ainda não comprei nada, hein!! Hahahahahah!!! Vamos ver quanto tempo dura!

Moda, Site Bacana

The Uniform Project


O ano passou voando pra mim, e pra vocês? Em 2010 eu aproveitei a oportunidade de morar fora do Brasil em um lugar tão diferente quanto a China, comecei a escrever aqui pro Chata (amo!) e abracei um trabalho que eu adoro, no Uniform Project.
Agora que 2011 está apenas começando, é uma boa hora pra refletir sobre o que dá pra fazer em um ano… A Sheena, fundadora do site Uniform Project, conseguiu em maio do ano passado colocar 287 crianças na escola! O que eu acho mais legal dessa história é como ela fez isso: usando o mesmo vestido durante 365 dias. Imagina, que tédio poderia ser se você tivesse que usar só uma roupa até o final do ano. Mas foi exatamente o oposto disso: todo dia o vestidinho preto aparecia diferente, dá uma olhada nesse vídeo com todos os looks:

Além disso, ela se propôs a usar somente acessórios vintage, coisas que ela já possuía, ou doados por amigos. Nunca o ecologicamente correto e a filantropia ficaram tão próximos da moda (e tão distantes de serem uma chatice!)!
O projeto continua, agora com uma pessoa diferente por mês. A Jessie, que também trabalha no Uniform Project, é a garota da vez: ela quer conseguir 48 mil dólares para construir uma escola na Etiópia, país na qual já morou (e onde já viu de perto o que é a pobreza extrema). Conheço a moça só pela internet, mas tenho certeza que os looks desse mês serão maravilhosos e vocês também vão se encantar.

Pra quem quiser colaborar, dá pra comprar um vestido como o que foi usado pela Sheena na loja virtual. Eu tenho um e recomendo: ótimo corte, tecido lindo e muito versátil (dá pra usar com os botões pra frente ou pra trás, tem uma gola que sai e vem com tecido extra na barra se estiver muito curto). Sei que sou suspeita pra falar, mas a gente pode sempre se lembrar de Tim Gunn, cuja lista dos 10 itens essenciais no guarda-roupa feminino tem o vestidinho preto em primeiro lugar!