Carregando...
Lifestyle

Na TV: Anne Frank: The Whole Story

06.03.2011
Lu Ferreira

Quando eu fiz 19 anos, ganhei o livro “O diário de Anne Frank”. Eu, que não sabia quase nada de história e jurava que ia ler algumas “bobagens de adolescnte”, me descobri completamente apaixonada por aquela menina que sonhava em ser escritora e era apaixonada pelas estrelas de Hollywood da década de 40. Exatamente como muitas de nós, como eu, inclusive!

Anne Frank viveu na Amsterdã da Segunda Guerra Mundial e era judia. Aos 13 anos, morou com a família num anexo (uma espécie de apartamento) durante quase três anos para fugir do nazismo. Durante esse tempo, ela, a irmã, o pai, a mãe, e mais quatro pessoas conviveram nesse cubículo. A menina, por sua vez, vivia o início da adolescência, cresceu, amadureceu, se apaixonou, se descobriu e se transformou… A história é contada numa minissérie chamada Anne Frank: The Whole Story, que foi produzida em 2001, mas que só agora consegui assistir. É, tem 10 anos que foi ao ar, mas é tão atual, tão emocionante, tão boa, que não resisti em vir aqui falar pra vocês!

A série tem apenas cinco capítulos (pouco mais de três horas no total) e mostra um pouco de quem era Anne, como vivia antes da guerra, os dias no anexo e como a história terminou, o que não aparece no livro. O elenco é de primeira: Ben Kingsley (astro de Gandhi e A ilha do medo), Brenda Blethyn (de Orgulho e Preconceito e Desejo e Reparação) e Lili Taylor (do seriado Six Feet Under). Mas a grande estrela é a jovem Hannah Taylor-Gordon, que é a cara da verdadeira Anne Frank e incorporou a personagem com a verdade e a maestria de uma atriz veterana.

Apesar de conhecermos a Anne através dos seus escritos, Anne Frank: The Whole Story não é baseada no Diário. O mais legal da série é que apesar de desvendar alguns segredos de Anne, ela não tem pretensão de contar a história do Diário e sim revelar quem eram e como viviam Anne e as pessoas que a cercavam. A relação com os pais, com os garotos, com os sonhos e o mundo. Anne queria ser uma “mulher moderna”, queria trabalhar, escrever, viver. O diário é apenas a prova do que ela sentia, do que queria. No intolerante cenário da Segunda Guerra, Anne nos ensina tudo (ou quase tudo) sobre o respeito às diferenças. Aproveitem o carnaval (nem todo mundo gosta da folia, né?), para ler, assistir muitos filmes/seriados e mergulhar em histórias como as de Anne!

31 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Anonima    06/03/2011 - 11h36

    Agora fiquei curiosa em assistir esse seriado ou pelo menos ler o livro.

    Valeu pela dica

    http://digaladigacadigaae.blogspot.com/

  2. kelly    06/03/2011 - 11h36

    já li o livro e gostei muito. essa história é emocionante!

  3. sah    06/03/2011 - 11h37

    tb jah li o livro! eh mto boom!!! na epoca torcia durante o livro para ela conseguir sair viva, rsrs, pq era igual vc falou, uma adolescente cheia d sonhos e tals! fiquei interessada na serie, sera q acho na net para baixar? bjokas

  4. Lary    06/03/2011 - 11h50

    Nossaaaa…que legal…quem não teve que ler o livro da Anne no colegiooo/ mtooo legal…tenho umaamiga que amaaaa ela…vc sabe onde consigo ver essa essa serie? queria indicar a ela…desde já obriogadaaa
    bjoaoo

  5. Duana Severiano    06/03/2011 - 11h51

    Nossa, adorei a história! Peguei a dica e hoje vou assitir vários filmes, não gosto muito de folia! hehe.
    Parabéns pelo blog :)

  6. Bia    06/03/2011 - 12h02

    Nossa, adorei isso! A história realmente é linda, não tem como não se emocionar! Quero assistir!
    Beijos
    @biajiacomine

    http://eunaosouamelia.blogspot.com

  7. Joana    06/03/2011 - 12h11

    Quando eu tinha uns 11 anos, estava vendo pela primeira vez na escola sobre a 2ª guerra mundial. Fiquei interessadíssima no assunto: lia escondido os livros do meu irmão mais velho, do ensino médio, sobre isso e fui me aprofundando. Um dia meus pais me deram o Diário. Eu tinha 13 anos, assim como Anne no liro, e como descendo (láá longe) de holandeses, você pode imaginar a identificação.
    Anos depois comprei uma biografia dela, escrita por uma mulher (acho que suíça).
    Ainda hoje me emociono ao lembrar da história :)

    • Renata Pires    06/03/2011 - 14h05

      Que legal Joana!! Essa série, é baseada nesse livro “Anne Frank, uma biografia”. Eu também tenho e adoro.

      Acho que vc vai gostar da série. Beijo grande!!!!

  8. Jane    06/03/2011 - 12h15

    vou procurar pra assistir, eu conheço o filme de com o mesmo título, de 1959, história interessante.

  9. leticia    06/03/2011 - 12h31

    Adorei as roupas escolhidas pelo chata de galocha para a windows on the word brasil do stardoll.com!

  10. Catarina    06/03/2011 - 12h47

    Os meus pais ofereceram-me esse livro quando eu tinha uns 12 anos e lembro-me, até hoje, de ir ter com eles, com o livro na mão, debulhada em lágrimas, sem acreditar no fim que a menina teve! Acho que foi um dos primeiros “wake up calls” da minha vida, sobre o mundo cruel em que vivemos. Nunca vi a série, vou procurar!

  11. […] Babi Dewet. 2 – Mamãe, quero um dragão!, por Valéria A. do Nem um Pouco Épico. 3 – Na TV: Anne Frank: The Whole Story, por Renata Pires para o Chata de Galocha. 4 – Como Usar: Mistura de Cores Neutras, por Gabi […]

  12. Carol    06/03/2011 - 13h27

    A história é muito boa mesmo, e pensar que a personagem é real…
    Beijo
    Carol

    @carolgrtn
    http://coisinhascarolina.blogspot.com

  13. Vivianny    06/03/2011 - 17h55

    Nossa deu muita vontade de ver. Adoro historias que envolvem a segunda guerra e os judeus, como no livro A menina que roubava livros. Onde passa e como posso conseguir assisti-la?

  14. Thaynah    06/03/2011 - 18h57

    Eu fui na casa que ela viveu em Amsterdam. Hoje a casa é um museu. Bate uma emoção muito forte ao entrar lá. Principalmente quando você sobe a escada que fica em frente a estante de livros. Nas paredes ainda estão fotos das celebriadades que ela admirava. Vale muito a pena conhecer se um dia você vier pra Holanda.

    beijos

  15. Malú    06/03/2011 - 19h39

    Oi flor, eu sou uma apaixonada pela história da Anne… Acho maravilhosa a conexão dos gostos de uma menina da época dela, com os mesmos gostos dos nossos de hoje. Eu conheci a história dela através de uma exposição que teve sobre ela aqui em Porto Alegre, depois corri atraz do livro e do filme (que é bem antigo) Bom era isso… amei seu cantinho…

    http://www.organizadabagunca.blogspot.com/

    Beijinhos @maluu_maluu

  16. Tato    06/03/2011 - 20h07

    Conhecia a historia por alto, mas fui agora em Janeiro à Amsterdam e, claro, à casa de Anne Frank…é realmente muito impactante/emociante tudo o que eles viveram naquela casa, na época que foi, com todo sofrimento…vale muito,muito a visita.
    Comprei o livro, estou lendo, e cada vez mais encantada.
    Beijao

  17. Shirley Stamou - Garotas Modernas    06/03/2011 - 23h13

    Ganhei dos meus pais e li meu O diário de Anne Frank aos 13 anos. Tenho 38 e ainda guardo o livro com muito carinho, pois ele realmente foi um marco na minha adolescência.
    Não vi a série, vou tentar ver, pois sou apaixonada pela história de Anne.
    um beijo,

  18. mariana    07/03/2011 - 02h16

    oiee! sempre leio o blog, adoro!!! Eu li o livro faz uns 2 anos, mas até hj n esqueço dele. principalmente do final, q foi muito marcante, já q eu realmente tinha me identificado com a Anne, e fiquei muito triste quando ela morreu, e chore muito! Estou louca para ver o filme, e espero que ele seja na altura do livro, que é ótimo!!!
    acessem meu blog?*-*
    http://fashionforus.wordpress.com/
    (último post: O ESCÂNDALO DE GALLIANO)
    beijos!

  19. Alice Lopes    07/03/2011 - 07h14

    Olá!!!
    Seu blog está excelente! Sempre acompanho as matérias:)

    Estou com um NOVO blog onde comento sobre fashion weeks do mundo inteiro… Depois dá uma passadinha lá:

    http://www.fwlovers.com
    Obrigada

  20. Carla    07/03/2011 - 11h44

    Eu lí “O diário de Anne Frank” na minha adolescência e adorei!
    É uma história muito comovente!!!
    É uma história real q todos devem conhecer!
    Bjos

  21. Camilla    08/03/2011 - 01h37

    Particulamente gosto muito de ver filmes e livros sobre a história dos judeus e nazistas, tudo foi tão surreal que me desperta interesse.
    Para quem gosta deste tema, “O MENINO DO PIJAMA LISTRADO” é um filme super emocionante também.
    Li o Diário de Anne Frank há alguns anos atrás e vou tentar baixar esta série.
    Obrigada pela dica!

  22. Aline    08/03/2011 - 19h38

    Li O Diário de Anne Frank quando eu tinha 13 anos, a mesma idade da protagonista. Fiquei bastante impressionada. Ele me ajudou a ver o quanto eu era livre, ao contrário do que a maioria das meninas da minha idade achava. Recomendo muito.

  23. Gabriela B.    08/03/2011 - 19h50

    A gente reclama de tantas coisas na vida quando na verdade somos ociosos e não sabemos aproveitar nossas vidas… A Anne tinha muitos sonhos apesar do sofrimento. Isso serve de exemplo para todas nós buscarmos nossos sonhos.

  24. Julinha e Lily    10/03/2011 - 00h43

    Eu li o livro quando tinha uns 15 anos e me marcou demais. Em dezembro, estive em Amsterdam e não pude deixar de visitar seu museu (o anexo onde morou enquanto escrevia o livro). É de arrepiar… a história é bem triste e o pai dela um verdadeiro herói. Muito emocionante, quem tiver a oportunidade, vale muito a pena a visita!

    Beijos Julinha
    http://www.julinhaelily.com

  25. Bia Martins    10/03/2011 - 16h28

    Oi Lu! Eu visitei a casa de Anne Frank quando fui a amsterdam, no quarto dela ainda é mantido gravuras de revistas da epoca que ela colava na parede, para chegar lá tem uma porta falsa e uma escada bem ingreme, é um tanto bizarro, me senti até meio pesada depois do tour , mas vale a pena!!!

  26. Luciana Rocha    14/03/2011 - 17h44

    Oi Renata,

    Lí este livro e amei. Um que, provavelmente vc vai gostar tb, é Malika Oufkir, prisioneira do Rei! A história segue a mesma linha do da Anne Frank, sofrimento e coisa e tal!

  27. […] sobre a nossa vida. Recomendo muito. Esses dias lendo o blog da Lu, o Chata de Galocha, tem um post sobre um seriado da Anne Frank. Agora, estou super curiosa para assistir. Vou aproveitar as minhas férias para procurar e […]

O olhar de quem foi só conhecer, sentou pro café e não queria mais ir embora kkk! Muito legal a unidade @boulevardbh do @wework!! Um co-working com conceito único e toda a conveniência de estar dentro de um shopping super completo! Imagina poder almoçar na Tartuferia e dar aquela passadinha na Zara só descendo o elevador? 😍
Mais sobre Lifestyle