Carregando...
Lifestyle

A arte de morar sozinha

12.11.2014
Marcella Brafman

11-11-dizer_chata
?Lembro da primeira vez que morei sozinha como se fosse ontem. Foi um quase ontem, há três anos atrás. Procurei apartamento e alguém para dividir comigo por muito tempo. Enquanto as minhas amigas compravam roupas em site chinês, eu era a freak do site da imobiliária. Valeu a pena.
Depois de passar a minha pré adolescência assistindo as temporadas de Sex and The City, imaginei que seria fácil e eu seria independente e feliz igual a Carrie Bradshaw. O glamour desapareceu na primeira semana.?
No dia que fiz a mudança, sentei no meio de vinte caixas e chorei. De emoção, mas principalmente de desespero. Não sabia se começava pela disposição dos móveis ou com o produto de limpeza. Foi a primeira vez que varri um cômodo que era completamente meu. Quando coloquei as panelas novas nos armários da cozinha, percebi que estava morrendo de fome e pedi um delivery. Nos primeiros dois meses, manchei três roupas e desperdicei muito sabão em pó.

Com o tempo e alguns apartamentos depois, descobri que existem muitos mitos sobre o assunto. O primeiro é que o seu apartamento vai viver cheio, animado e você vai fazer várias festas. Não. É muito gostoso receber os amigos em casa, mas quem mora sozinho sabe o quanto é chato ter que limpar toda sujeira no dia seguinte. Um simples vinho entre você e mais três amigos consegue mudar todos os móveis da sala de posição.
Outro grande mito é o que “você tem que ser rica para morar sozinho”. Não. Na verdade, estamos quase sempre pobrinhas. Por mais rico que uma pessoa seja, em alguns dias do mês, a grana fica curta. Principalmente depois do aluguel.

Morar sozinha é sentir no bolso e de fato dar mais valor para o teto que te cobre, o cobertor que aquece e o papel higiênico que limpa. Se eu pudesse resumir a sensação, diria que morar sozinho é basicamente ter que comprar o próprio papel higiênico. Quando moramos com a família, tem sempre um reserva no armário. E nós nem sabemos como ele chegou até ali.

Sua melhor amiga vira a mulher do caixa de 15 itens. Eu nunca consegui comprar mais de duas coisas de cada. Já passei algumas situações engraçadas no mercado quando comprei duas cenouras e uma maçã. Ou um miojo e três limões. É que se eu levo além do que vou comer, estraga na geladeira. E geladeira com comida podre dentro é a coisa mais chata de limpar do mundo – depois do banheiro.

Morar sozinho é uma arte e isso não te contam. E quer saber a maior verdade dessa história toda? O lençol de elástico é a melhor criação do mundo. Você vai concordar comigo.

23 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Francine    12/11/2014 - 09h00

    Concordo viu! Mas para mim, o lençol de elástico tem um defeito – Como dobra aquilo!?
    Bom texto, parabéns!

  2. Fabi Cortina    12/11/2014 - 09h21

    Estou nessa aventura de morar sozinha há dois meses!!! Me identifiquei muito Marcella!! Beijos

  3. Barbara    12/11/2014 - 09h22

    Realmente, morar sozinha é estar sempre sem grana em alguns dias do mês (especialmente nos últimos dias) e ter a geladeira mais vazia do que cheia ahahaha achei que fosse só comigo!!

  4. Paola Alves    12/11/2014 - 09h24

    AMO as ilustrações desses posts <3 Vocês bem que podiam disponibilizar imagens pra gente baixar né? Daria um belo quadrinho hehehe http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  5. Natália Maximiano    12/11/2014 - 09h25

    Sempre muito bom ler seus textos e suas reflexões.
    Bem verdade isso de morar sozinha. Liberdade traz responsabilidade também e isso pessoal esquece.

  6. Kelly Marinho    12/11/2014 - 09h30

    hahahahahaha… morar sozinha é uma arte! Adorei o post.

  7. Nádia    12/11/2014 - 09h32

    Legal o post! Estou na fase de “a louca dos sites de móveis e decoração”. Nunca imaginei que daria tanto trabalho montar a casa do meu jeito e com minha restrição de grana. rs Mas já está quase pronto e não veio a hora e ir ali no mercado comprar duas cenouras e uma maçã. :)

  8. Nathalie    12/11/2014 - 10h39

    hahahaha! Estou rindo aqui porque me lembro exatamente de quando saí de casa pela primeira vez. Fui fazer faculdade e morei em república por 4 anos (república leia-se 3 meninas dividindo um apartamento).
    As aventuras e chatices de estar longe de casa e, pela primeira vez, ter que cuidar de mim de verdade tiveram um grande impacto em como levo minha vida hoje. E já faz mais de 10 anos que saí de casa pela primeira vez. Mas, nada é mais legal do que ter a SUA casa; que você mesma paga e cuida. Independência vale sempre muito à pena! :)

  9. Amanda    12/11/2014 - 10h46

    Pior parte é que tudo estraga, ninguém faz sua comida e você não come todas as tranqueiras sozinha. Só depois, você vai se adaptando e é gostoso.

  10. Cris    12/11/2014 - 12h17

    Muito bom o texto! Geralmente só leio por aí o quanto é bom morar sozinho pela liberdade que dá. Difícil encontrar um texto que fale do outro lado da moeda de forma tão realista. Parabéns!

  11. Camila Prado    12/11/2014 - 12h53

    O lençol de elástico é a melhor criação do mundo e também a mais difícil de dobrar. Concordo 100%

  12. Cris Cardoso    12/11/2014 - 13h39

    A-m-e-i o texto e completo: morar sozinho também ajuda a gente a dar mais valor para as pessoas que consideramos família. Parece que cada minutinho junto a elas fica mais rico…
    Amei o texto e faço coro com a amiga que questionou a dobra do lençol de elástico. m-e-u-d-e-u-s do céu, que difícil para dobrar!! Bjs para vocês,
    Cris Cardoso
    http://criscardoso.com

  13. Mariana Ferreira    12/11/2014 - 15h04

    Gente, essa Marcela é uma linda! Escreve tao bem numa coluna da Acid e agora no meu blog preferido.. Que amor.

  14. michelle    12/11/2014 - 15h16

    Olá adorei seu blog muito criativo, amei esse post.
    Parabéns!

    http://omeumundodeideias.wordpress.com

  15. Ana Paula Lima    12/11/2014 - 16h02

    Hahahaha
    É exatamente isso !!
    Moro sozinha há 3 anos. Tbm mudei achando que a minha casa seria festas, festas e mais festas, hoje dou graças a Deus quando eu consigo ficar sozinha, pra ler um livro ou só dormir.
    Quando a gnt mora sozinha é que percebe quanta coisa tem na nossa casa, e a gnt nem fazia ideia que tinham comprado ou arrumado.

  16. Layane    12/11/2014 - 20h22

    Nossa me identifiquem bastante……já passei por situações parecidas….

  17. Luana Saraiva Leão    13/11/2014 - 14h22

    Sempre leio seu blog…aliás há anos sou fã do seu trabalho, mas nunca comentei nada… A verdade é que nunca morei sozinha (sozinha mesmo), mas hoje, com o casamento, dá pra ter uma ideia do morar sozinhar – mesmo quando se é dois. É ótimo! Realmente é tudo o que você escreveu… é comprar o próprio papel higiênico, é entender que a sua bagunça não se arruma sozinha, é limpar, cuidar, e é também curtir seu próprio espaço. É se sentir livre e independente, é rir das coisas que acontecem, é também se conhecer melhor.

  18. lilian    13/11/2014 - 16h52

    Finalmente alguém que me entende perfeitamente! hahahaha
    Achei que fosse a única a passar por isso, você escreveu tudo o que aconteceu e acontece comigo!
    adorei o post! beijo

  19. Kelly    13/11/2014 - 19h48

    Nossa super me identifiquei com” Sua melhor amiga vira a mulher do caixa de 15 itens” haha É mega estranho comprar 2 pães e 2 maçãs no supermercado
    Sério q só eu odeio lençol de elástico? Vc põe de um lado e sai tudo!

  20. Bia Martins    14/11/2014 - 09h44

    Pra mim a pior parte era quando esquecia de colocar o lixo para fora, o lixeiro que só passa duas vezes por semana! Morar em casa é pior que apt! Depois de 4 anos morando sozinha, voltei a morar com a minha mãe. Achei que não fosse me adaptar, mas acho que sou mais preguiçosa que pensava! Me sinto uma rainha quando chego e a empregada já deixou aquele cheirinho de limpeza no quarto, os lençois limpos, a roupa passadinha e disposta dentro do ármário….o céu!

  21. Mércia Nery    14/11/2014 - 11h07

    Que texto mara Lu! Lembrei que não gosto nem de arrumar meu quarto, quanto mais uma casa toda! kkkkk
    bjs

  22. Leilane    04/02/2015 - 20h39

    Pior que a mulher do caixa de 15 itens virar sua amiga e ter que fazer compras de moto!
    Meu limite de compras no mercado é uma cestinha….e quando vejo os produtos começam a cair da cestinha…e depois vir embora com 8 ou 10 sacolas na moto é uma missão e tanto…..o negócio é fazer mais visitinhas aos mercado ;)
    E tbm tenho a impressão que pouca coisa que deixo fora do lugar quando olho do AP tá uma zona!! Será que é mal de lugares pequenos?
    Mas que dá uma solidão de vez em quando….a isso dá..

  23. Renata    05/04/2015 - 18h42

    Depois dos 30 surgiu a oportunidade e resolvi morar sozinha. Nossa, mas está difícil de me acostumar. Choro todas as vezes que vou visitar minha família. Mas sei que será uma experiência enriquecedora.

Dos quartos mais lindos em que já me hospedei! Amei a decor do Life Hotel 🖤 Bom dia!
Mais sobre Lifestyle