Carregando...
Lifestyle

Eu li: Não Sou uma Dessas – Lena Dunham

22.04.2015
Lu Ferreira

Sabe aquelas coisas que todo mundo ama e você não entende? Não que não curta Girls nem Lena, mas nunca me identifiquei muito com o seriado ou com qualquer coisa que já havia lido sobre a autora. Não sei se sou muito diferente do resto da minha geração ou se Lena é que é um outro extremo, mas apesar de me divertir assistindo Girls e não me chocar com os exageros (gosto da honestidade do seriado!) nunca me vi representada ali na tela.
lena1
A sensação com o livro é parecida. “Não Sou uma Dessas” é uma mini auto biografia em que Lena relata suas memórias sobre assuntos diversos, como amor & sexo, corpo, amizade, trabalho… Ela conta suas experiências com a mesma sinceridade que conhecemos em Girls, o que é surpreendente e ao mesmo tempo me fez pensar que ela era louca. Juro, não é exagero. Os relatos da Lena criança são completamente absurdos, ela parece ter sido uma criança problemática e totalmente sem noção da realidade. Ela viaja demaaaaais nas coisas, é paranóica, egocêntrica e tem conceitos totalmente distorcidos das coisas.
lena2
Claro, essa sou eu falando minha percepção sobre ela, mas mesmo achando Lena super dramática e exagerada e não concordando com sua ideia de mundo gostei do livro. Ele é sincero, ela não tem vergonha alguma de suas loucuras ou achismos, se expõe pra quem quiser ler e o resultado é bacana. Demorei pra ler esse livro, que é até curto (301 páginas), por não concordar muito com o que ela diz, mas agora que terminei acho que valeu a pena, é interessante tentar entender a postura do outro diante de coisas que parecem tão concretas pra gente.

Resumindo: Lena, não concordo com você, mas amei sua história e suas loucurinhas! Alguém já leu? O que achou?

32 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Gil    22/04/2015 - 15h03

    oi lu, queria comprar esse livro mas tive medo de me arrepender porque amo ler romances e quando não é muito meloso eu perco a vontade e não leio mais kk não basta ser romântico tem que me emocionar muito s2 esse só fala dela lu?
    Luu , me visite também:
    Gilvaniaevans.com

  2. Paola Alves    22/04/2015 - 15h33

    Tenho vontade tanto de ler esse livro quanto de começar a assistir Girls, mas morro de preguiça, confesso! HAHAHAHAHA http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  3. Vivi    22/04/2015 - 15h45

    Preciso muito ler! A maioria das opiniões acerca desse livro se parecem com a sua, Lu. Não sou “da sua geração” (tenho 18 anos!), mas acho que o fato da gente não se identificar tanto com a Lena ou com o seriado é mais pelos dilemas serem um pouco diferentes – outro país, outra cultura, outro meio. Mas confesso que fico MUITO feliz de ver que tanta gente gosta dessa sinceridade dela! Adoro Girls principalmente por toda essa honestidade – além de que o roteiro realmente me prendeu. Enfim, muito legal você dar sua opinião sincera também! Agora quero mais ainda ler o livro e tirar minhas próprias conclusões. :)

  4. Ligia    22/04/2015 - 16h18

    Não sei se foi a tradução, se foi mal escrito ou se sou burra, mas achei muito ruim. Em várias partes não entendi nada, não tinha nexo nem sequência. Gostei não…

  5. Rita de Cassia    22/04/2015 - 16h23

    Oiee, eu tambem li e demorei para terminar. No fim, tbm gostei do resultado . Depois de ler fui atras do seriado e assisti todas as temporadas , curti. Beijoooo
    ps meu teclado surtou e estou sem acentos rs rs.

  6. Marcia Aguiar    22/04/2015 - 17h35

    Eu amei o livro! Apesar de ela não ter nada a ver comigo, de suas experiências de vida serem totalmente diferentes das minhas, achei o livro ótimo. Divertido, sincero, diferente. Não acho que ela seja paranoica ou egocêntrica. Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

  7. Paula    22/04/2015 - 18h10

    Super concordo com o que você disse, Lu. Tentei assistir Girls, mas não consegui me identificar e acabei deixando pra lá. Aí tentei ler esse livro, mas também não consegui, a Lena é muito diferente de mim, as vezes lia e ficava pensando “por que ela faz isso com ela mesma?!”. No fim das contas não terminei o livro. Bom saber que não sou a única que não amou loucamente o livro.

  8. Lady Cat    22/04/2015 - 19h19

    Lu, primeira vez que ouvi falar

    bjs

    http://ladycatblog1.blogspot.com/

  9. Natalia Bretones    22/04/2015 - 20h26

    Luuuu!!!
    Eu já li! Ganhei de presente de amigo secreto da agência onde trabalho, tbm achei bemmm explícito as histórias, e até a metade do livro não tinha gostado nada, aí dei uma nova chance e li por inteiro e gostei tbm. Achei um livro um pouco difícil de gostar por não ter um enredo, como nos livros ‘normais’ .. (adoro a Jojo Moyes).. acho que é um mal das ‘jojoyestes’.. hehehe
    Beijokas :D

  10. Ana Carolina    22/04/2015 - 20h39

    Lu, comprei tem mais ou menos um mês e não consegui terminar até agora!
    Acho confuso demais, não tem uma cronologia muito definida, toda hora ela vai e volta no tempo, enfim! Não curti e to me esforçando pra conseguir chegar ao fim.
    Também não entendi toda essa repercussão.

  11. Gisele    22/04/2015 - 20h48

    Nossa, também fiquei surper perdida no livro. Rs comprei logo depois que vc postou, quando vc estava indo viajar. Não foi uma leitura que me prendeu, e pra ser bem sincera, nem acabei de ler! Rsrs

  12. Tammy    22/04/2015 - 21h10

    Lú,

    Eu AMEI esse livro, comecei a assistir Girls depois que li pra falar a verdade. Achei a Lena muito muito sincera, o que é dificil a gente ser quando falamos de nós mesmos, achei exagerado em alguns sentidos, mas me identifiquei em outros, quando ela fala sobre trabalho, relacionamentos, sexo e até sobre a aparência de si mesma.
    Amei e indico esse livro, sempre <3

  13. Renata Esperança    22/04/2015 - 21h29

    Lu,
    Parece que fui eu quem escreveu esse post!
    Também demorei a ler o livro que achei que seria rápido, e ok, valeu a leitura para ver o ponto de vista do outro, mas ela é muito fora do meu mundo e exagerada!
    Estou amando o #veda, não durmo sem ver! Podia rolar um “#vedm”!
    :*

  14. Moema    22/04/2015 - 22h07

    Eu amei esse livro, tanto quanto amo a série.
    Não me identifico por completo com a autora (nem com as personagens da série), mas algumas das nóias, loucuras e sentimentos dela tem a ver com minha vida sim.
    Fora que, num geral, o livro é super engraçado.

    No meu blog fiz uma resenha sobre, talvez as leitoras do Chata queiram ler uma opinião diferente =)
    http://maquie-se.com/2015/01/30/livro-nao-sou-uma-dessas-lena-dunham/

    Beijo!

  15. Camila    22/04/2015 - 22h13

    Lu comecei a ler e soh vou terminar pq odeio deixar livro pela metade. Admiro as conquistas da Lena, a honestidade dela e tda a “militancia” dela aqui nos EUA pra q as meninas aceitem o proprio corpo e tal, mas nao me identifico de jeito nenhum e as vzs chego ate a achar q ela forca a barra pra achar problema onde nao tem soh pra poder ser “do contra”.
    Beijos

  16. Marielly    22/04/2015 - 22h22

    Lu,
    Finalmente alguém que tbm não entendeu a comoção geral!
    Não consegui terminar de ler o livro porque não tive afinidade nenhuma nem com ela e nem com as histórias dela.
    Achei muito chato!!

  17. Fernanda Peixoto    22/04/2015 - 22h38

    Eu fui animada ler o livro, porque achei que era um Sex And The City (claro sem chegar aos pés da galera da Carrie Bradshaw) e confesso que admirei a sinceridade e a loucura que a Lena expôs. Eu amo mulheres fortes, que saibam seu valor mesmo que tenham problemas com a aparência ou algo do tipo, e em muitos casos da Lena, principalmente nas partes de sexo e amor, ela mostra sua total falta de noção por si mesma. Ela não se valoriza em nada, achei conjuntos de casos de auto destruição. Acho que cheguei pensando que ela era do tipo: “durmo com um cara, porque eu quero, sou mulher e não tem porque me julgar” e não “pode transar ai comigo e simplesmente fingir que ta me respeitando ao usar camisinha, mas na verdade você jogou na árvore”. Em várias situações ela mostra que foi deixada de lado, pisada ou humilhada, se isso for ajudar outra mulher, concordo que seja válida. Mas para mim ler o livro começou a virar trabalho, e eu demorei bastante para terminar.
    Em relação a série, eu acho bem boa, é o tipo de série que a gnt vê quando quer ver algo sem pensar em nada e simplesmente relaxar.
    Mas não existe nada como as meninas poderosas do Sex And The City.
    (falei demais, beijos lu)

  18. Miryam Câmara    23/04/2015 - 00h21

    Ameeeii os 2 últimos! Simplesmente incrível! :)

  19. Juliana    23/04/2015 - 00h28

    Lú tenho a mesma sensação em relação ao seriado e a Lena.Não consigo me identificar com nenhuma das 4 protagonista de Girls,e a Lena a percepção não muda.Ela quebrou padrões,trouxe um frescor no mundo das celebridades holywoodianas com sua aceitação em relação ao seu corpo.Mas enfim não consigo me conectar com ela,e muitas vezes beira ao radicalismo.Bom saber que eu não sou a única a não amar um dos ícones dessa geração.kkkk

  20. Carine    23/04/2015 - 05h02

    Just started reading this book, I totally admire Lena’s style!
    http://fashion-soup.com/

  21. Larissa    23/04/2015 - 06h54

    Eu gosto de Girls e gostei do livro também, por causa da autenticidade da Lena. Acho a série um pouco auto biográfica também … a Hanna é muito ela.
    E o motivo de gostar é mais ou menos assim: ler e assistir situações e pensar: pelo menos eu não estou nessa situação…kkkkk

  22. Nary    23/04/2015 - 09h01

    Confesso que morro de preguiça da Lena Duhan. Comecei a assistir Girls e não vi nada demais do que o universo viu. Achei egocêntrico e sem graça.

  23. Thaís    23/04/2015 - 10h48

    Lú, comigo é o contrário! Eu adoro a série, todos os personagens (acho a Hannah uma chata sem noção), mas a série é real, nada de luxo e perfeição (como sex in the city e gossip girls q eu tbm adoro/va).

    Mas o livro me decepcionou. Achei muito ruim, muito sem noção e fiquei com raiva da Lena, e da Hannah e de tudo. Ví ali uma Lena sem personalidade que se submete a coisas absurdas pra ser aceita e agradar os outros. Não gostei.

  24. Luisa Campos    23/04/2015 - 14h44

    Finalmente alguém que pensa como eu! Não consegui nem terminar o livro, odeio Girls e jamais vou entender Lena Dunhan ser chamada de “a voz da nossa geração”. Nada do que eu vejo em Girls se parece com minha vida ou dos meus amigos e pessoas da minha idade que conheço, exceto talvez o estar completamente perdido, sem saber o que fazer. De resto, nadinha.

  25. Marina    23/04/2015 - 16h07

    Lu, detestei o livro! Quando vi que você comprou, quase comentei, mas não quis te frustrar… Costumo ler super rápido, mas enrolei muito com esse, parece que a coisa não engatava. Tenho a sensação de que é tudo fake, que nada que ela escreve é real. Sabe aquelas pessoas que tem uma vidinha bem mais ou menos e começa a criar coisas pra ver se fica mais interessante? Então… aí se perde nas viagens! Tipo minha percepção sobre ela!

  26. Laíza    23/04/2015 - 19h32

    Pra mim a sua descrição para o livro foi perfeita! Não consegui terminar de ler (até pq não tive vontade)! Não entendi esse auê todo que fizeram com o livro!

  27. Mayra    23/04/2015 - 19h47

    Então. Comecei a ler porque ouvi falar muito bem. Mas não curti, pra ser honesta. Achei ruim de ler. Não pelo conteúdo, mas as coisas meio que vão ficando confusas, as ideias e as histórias. Talvez seja porque desde o começo eu fiquei um pouco “broxada” e aí acabou interferindo na absorção das ideias e tal. Fiquei meio indiferente à ele, terminei porque me coloquei como meta ler e tinha outro que eu também queria muito ler na “fila”, se não fosse isso tinha abandonado.
    Vou dar outra chance pra ele daqui um tempo, porque vai que né. Mas resumindo: não entendi o hype.

  28. Carol    24/04/2015 - 09h01

    Aiiii tô tão feliz em saber que não fui a única a não achar nada de especial nesse livro… rsrs

    Comprei porque ouvi ótimos comentários sobre, e resolvi tentar. Mas concordo com tudo que você e as meninas disseram, parece tudo muito forçado, as vezes até inventado. Parei na metade, quem sabe um dia eu termino.

    Beijos

  29. Andreya schwartz    26/04/2015 - 13h16

    Costumo ler 2 livros por mês mais ou menos, e até hj só parei 2 livros pela metade., esse foi um deles. Na verdade gosto dela, mas n?o gostei do livro, nem consegui chegar na metade. Bj.

  30. Ester    27/04/2015 - 18h27

    Oi Lu!

    Não li o livro, mas li um link em algum lugar (não me lembro haha) que rola uma história de estupro né? Rolou até polemiquinha pq o tal do cara na real não estuprou ninguém, foi meio que uma invenção dela mesma, e o rapaz ficou super estigmatizado, etc. Fiquei com muita preguiça e não quis ler esse livro. Você ouviu falar sobre isso?

  31. camila    28/04/2015 - 12h38

    Li o livro e amei do início ao fim. Adorei a coragem da Lena de expor seus problemas e os defeitos, além de o livro ser super engraçado. Fora que a Lena é umas das mulheres que fazem diferença na nossa geração, lutando e disseminando a igualdade e liberdade não só de mulheres, mas tb de gays, negros e outras minorias. Seu texto sobre o livro fez com que eu me identificasse menos é com vc, Lu. Vc tem todo direito de não ter gostado mas deu uma gongada na Lena que achei um tanto quanto cruel, ainda que ela não leia. Viva a sororidade!

  32. Mércia    15/05/2015 - 14h42

    Lu eu n consigo terminar o livro. Eu realmente acho que tem um kg (não só uma pitada) de sensacionalismo! Tb achei ela muito louca desde criança, tem muita coisa absurda! Achei surreal!

Temos um novo canto de selfies favorito: olha como a luz ficou agora que coloquei todas as lâmpadas no espelho do banheiro do #StudioChatadeGalocha 🖤
Mais sobre Lifestyle