Carregando...
Beleza

CHATÔMETRO: resenha do protetor solar Bioré Milk

27.03.2019
Redação Chata de Galocha

Vamos falar sobre o protetor solar japonês Bioré Milk? Ele chegou aqui no Brasil no ano passado e causou o maior frisson em que gosto de cuidados com a pele. No Chatômetro de hoje a gente te conta como ele funciona e se vale a pena comprar.

O que a marca diz sobre o produto: “Emulsão leve, formulada com partículas ultrafinas e filtros físicos UV. Espalha fácil na pele, oferecendo alta proteção UVA e UVB, sem deixar sensação de pele oleosa ou pegajosa. Contém um pó que ajuda a absorver a gordura e controlar a oleosidade e o brilho da pele. Ajuda a manter a maquiagem. Sem fragrância e sem corantes.”


Um resumo em tópicos:

Embalagem e apresentação – nota 5: a embalagem é branquinha, com o nome da marca bem evidente e com as informações sobre o produto também. Quando você abre a tampinha tem um dosador tipo conta gotas para aplicar o protetor e é isso. Bem simples, não é das mais bonitas, mas funciona bem.

Textura e aplicação – nota 5: esse produto é muito famoso entre as pessoas que têm pele oleosa. Ele é super fluído, parece até uma aguinha! A textura é um dos aspectos mais famosos desse protetor por ser bem leve e também absorver rápido na pele. A aplicação dele é muito simples e pode ser que você até se assuste um pouco por ser um protetor tão líquido, mas é algo que a partir da segunda vez de uso você já se acostuma!

Eficiência – nota 3: muita gente não vai saber que pra esse protetor sair da pele é preciso demaquilar o seu rosto. No site tem essa informação, mas na embalagem não! E não é qualquer demaquilante, precisa ser um à base de óleo – ou até mesmo aqueles cleansing oils, que parecem mais um sabonete líquido, sabe? Ainda não é muito comum aqui no Brasil, mas é um tipo de demaquilante muito bom, já que ele “derrete” esses produtos mais resistentes! Então, este é um ponto importante para não deixar resíduos no rosto porque pode te causar espinhas, especialmente por ser um produto que é bastante usado por pessoas que têm pele oleosa. Ele é super eficaz e traz segurança na proteção da pele, mas tem que retirar direitinho para não ter surpresas desagradáveis no rosto!

Fragrância – nota 5: a marca diz que o protetor não tem uma fragrância e realmente não tem. O cheiro do produto, do composto químico dele, é bem leve e não incomoda em nada.

Custo benefício – nota 3: este protetor tem 30ml (é bem pequenininho, você reparou?) e custa em média R$68. Pra comparar, a gente olhou o protetor da Avène Toque Seco que custa mais ou menos R$79 por 50ml de produto. Não conseguimos pensar em outro protetor com as mesmas características do da Bioré – se você conhecer algum, conta pra gente nos comentários. Então, nessa comparação como produto da Avène, ele acaba saindo um pouquinho mais caro.

Resumindo: o resultado do protetor é muito bom, mas tem algumas particularidades que é preciso tomar cuidado para não ter efeitos negativos na pele.

Nota final: 4,2

Você já usou o Bioré Face Milk? Conta o que achou aqui nos comentários!

4 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Vânia    27/03/2019 - 19h09

    Um dos motivos de eu preferir outras marcas de protetor solar japonês é por conta desta particularidade do cleansing oil. Mesmo que eu tenha, não foi fácil de achar e são poucas marcas, além da Bioré, que disponibilizam este tipo de produto como ele tem que ser.
    E o custo/ benefício tá bem ruim, geralmente o preço cobrado por esta embalagem menor são nas grandes, quando se importa direto do Japão, mesmo pagando um frete salgado, às vezes, compensa rachar com as amigas porque a longo prazo você economiza.
    A versão azul, Aquaskin, que eles trouxeram não é a em gel que eu uso, por exemplo, que é mais líquida. Tomei maior susto quando experimentei a textura aqui achando que estava errado, mas nas letrinhas mínimas, estava lá a diferença aqui é o Watery Essence que vende ao invés do Watery Gel que uso.

  2. Ana    27/03/2019 - 23h25

    Amoooo Bioré. Com a pele extremamente oleosa e com tendência a acne, devo ter testado quase todos os protetores pro meu tipo de pele, até descobrir esse lindo há quase dois anos. Mudou minha relação com protetor solar. Antes usava por obrigação, hoje não vivo sem, por ele manter minha pele sequinha o dia todo.
    Mas não uso o demaquilante recomendado não, nunca usei. Uso água micelar para remover e um bom sabonete líquido para pele oleosa (na hora do banho mesmo) e dá super certo pra mim, minha pele fica ótima.

  3. Edla    29/03/2019 - 17h02

    A Joyce Kitamura fez uma comparação desse com o Fotoprotetor Isdin Fusion Water Oil Control FPS50+! :) Pelo o que ela disse é o que mais se aproxima desse.

  4. Wanessa    07/08/2019 - 06h17

    No resumo dos tópicos não tem o principal : se o protetor deixa a pele oleosa ou não, se realmente a pele permanece seca e por quanto tempo

Dia de fotos dos lançamentos da linha #ChatadeGalocha! Semana que vem à venda pra vocês: Óleo Demaquilante, Sabonete Facial e Tônico 😍
Mais sobre Beleza