Carregando...
Lifestyle

5 Livros que a Lu leu e amou!

14.05.2021
Redação Chata de Galocha

Neste ano, a Lu tem lido como nunca. Não é a toa que criou o Clube do Livro CDG (aliás, a leitura desse mês é boa DEMAIS! Participa com a gente!). E no meio de tantos livros que ela já concluiu esse ano, é claro que alguns se destacaram mais do que outros.

Neste vídeo, ela falou sobre 5 obras que ela amou e recomenda que entre na sua lista de livros para ler. Confira:

Vamos deixar aqui a sinopse de cada um para você poder escolher melhor qual será sua próxima leitura:

Talvez você deva conversar com alguém

Combinando histórias reunidas a partir de sua rica trajetória como terapeuta (distribuídas entre quatro personagens inesquecíveis) à sua própria experiência como paciente, Lori Gottlieb oferece um relato afetuoso, leve e comovente sobre a universalidade de nossas perguntas e ansiedades, e joga luz sobre o que há de mais misterioso em nós, afirmando nossa capacidade de mudar nossas vidas.

O jogo do amor “Ódio”

Lucy Hutton e Joshua Templeman se odeiam. Não é desgostar. Não é tolerar. É odiar. E eles não têm nenhum problema em demonstrar esses sentimentos em uma série de manobras ritualísticas passivo-agressivas enquanto permanecem sentados um diante do outro, trabalhando como assistentes executivos de uma editora.

Diante da possibilidade de uma promoção, os dois travam uma guerra de egos e Lucy não recua quando o jogo final pode lhe custar o trabalho de seus sonhos. Enquanto isso, a tensão entre o casal segue fervendo, e agora a moça se dá conta de que talvez não sinta ódio por Joshua. E talvez ele também não sinta ódio por Lucy. Ou talvez esse seja só mais um jogo.

A Troca

Leena Cotton tem 29 anos e sente que já não é mais a mesma. Eileen Cotton tem 79 e está em busca de um novo amor. Tudo de que neta e avó precisam no momento é pôr em prática uma mudança radical. Então, para colocar suas respectivas vidas de volta nos trilhos, as duas têm uma ideia inusitada: trocar de lugar uma com a outra.

Ao trocar não só de casas, mas de celulares e computadores, de amigos e rotinas, Leena e Eileen vão descobrir muito mais sobre si mesmas do que imaginam. E se tudo der certo, talvez destrocar não seja a melhor solução.

É assim que acaba

Em “É assim que acaba”, Colleen Hoover nos apresenta Lily, uma jovem que se mudou de uma cidadezinha do Maine para Boston, se formou em marketing e abriu a própria floricultura. E é em um dos terraços de Boston que ela conhece Ryle, um neurocirurgião confiante, teimoso e talvez até um pouco arrogante, com uma grande aversão a relacionamentos, mas que se sente muito atraído por ela.Quando os dois se apaixonam, Lily se vê no meio de um relacionamento turbulento que não é o que ela esperava. Mas será que ela conseguirá enxergar isso, por mais doloroso que seja?É assim que acaba é uma narrativa poderosa sobre a força necessária para fazer as escolhas certas nas situações mais difíceis.

Como salvar o futuro: ações para o presente

Em meio a uma pandemia que evidenciou e agravou as crises que ameaçam nosso futuro, sua mensagem nos provoca e faz refletir. Se o presente é a única certeza que temos, como podemos dar início a mudanças sistêmicas, que começam por indivíduos, para que as estruturas sejam transformadas?

Com capítulos que abordam faces dos desafios que estão presentes em nossa vida, este livro é essencial para quem, assim como Carvalhal, tem esperança de salvar o futuro começando hoje.

Já leu algum deles? Conta pra gente o que achou!

0 Comentários  |  Deixar Comentários

Mais sobre Lifestyle