Carregando...
Lifestyle

Os limites, eles não existem mais.

25.02.2014
Lu Ferreira

Por motivos diversos, nos últimos tempos estive numa posição incômoda: alguns posts meus ganhavam comentários ofensivos a outras pessoas. Não que eu fique totalmente de boa quando esse tipo de comentário é dirigido a mim, mas ver pessoas queridas, conhecidas e amigos próximos tendo que lidar com palavras que os deixam pra baixo, é mil vezes pior do que ter que lidar com uma pessoa grossa que se acha no direito de falar o que quer sobre mim mesma.

Mas depois de um comentário que me deixou completamente atordoada me sinto na obrigação de vir até aqui falar o que todo mundo deveria saber, mas aparentemente não é o caso: Você NÃO tem o direito de falar o que quiser para as pessoas. Isso só é aceitável se a sua idade for igual ou abaixo dos 10 anos, o que acredito não ser o caso do meu público. Sim, porque sendo uma criança, você vai poder falar besteiras e matar a sua mãe de vergonha na frente de alguns amigos, mas depois de adulto, não.

Não, porque você deveria ter recebido educação e entendido que existem limites pra tudo, até pra ‘sinceridade’. Você não chega num elevador, dá de cara com uma pessoa e diz “Putz, seu nariz é horroroso, deveria fazer uma plástica”. Ou fala? Porque é exatamente isso que você faz quando solta pra blogueira um “Nossa, você engordou hein”. Uma tremenda de uma grosseria, uma atitude que é totalmente condenada na vida ‘real’ mas por algum motivo inventaram que tá ok ser tosco online. Não está!!

Não é porque as pessoas se expõem em fotos, textos, videos ou o que for que você ganha passe livre pra soltar asneiras online. Não, a blogueira não tem que ‘aguentar críticas já que vive da sua imagem’, porque ‘feio’ não é crítica, é julgamento. Não gostar do look, da make, do video, e dizer “não gostei, achei que ficou desproporcional/curto demais/o sapato não combinou” é ok. É uma crítica e acho que quem está publicando espera isso e pode inclusive aprender com esse retorno do público, é o que acontece comigo. Falar “você tá bizarra”, não. Entendem a diferença? Eu acho muito clara, mas pelo que ando lendo por aí, é necessário explicar.

susie

Tem um ditado em inglês bem bobinho, mas que faz muito sentido pra mim: “What Susie says of Sally says more of Susie than of Sally”. Então quando alguém faz um comentário desse tipo eu leio e penso que a pessoa que está dizendo aquilo é superficial, imatura, preconceituosa ou o que for, depende da bobagem escrita. Nesses anos de internet eu já li que deveria operar o nariz, emagrecer/engordar, cortar o cabelo, pintar o cabelo, piscar menos (JURO). Agora me digam: o que pensar da pessoa que para sua vida pra mandar uma mensagem para uma desconhecida com a seguinte sugestão: PISQUE MENOS? Tem algo BEM errado aí.

Não existem mais limites nos comentários das pessoas, que não enxergam mais pessoas do outro lado, e sim seres perfeitos que devem ser magras, altas, com cabelo maravilhoso, voz de veludo e sotaque imperceptível, disponíveis sempre que uma leitora quiser perguntar qualquer coisa, fortes pra lerem ofensas e não levarem a mal. Acho que a indústria da propaganda em geral (e os excessos de photoshop da vida) e o pedestal em que colocaram blogueiras nos últimos tempos contribuem muito pra isso: as pessoas não podem mais ser pessoas e terem características diferentes… Não pode ter cabelo enrolado, não pode esquecer de fazer a unha, não pode engordar nas férias, não pode esquecer um comentário sem resposta, não pode cometer um erro e voltar atrás. Mas veja bem: SÃO pessoas de verdade!

Trabalho com internet há muitos anos, bem antes desse blog (que completa 7 anos em alguns meses) existir, e no início achava pertinente as pessoas não saberem como agir nesse universo. Era uma nova forma de se relacionar e ter acesso a informações, a gente teve que aprender mesmo. Mas já deu de ser inocente e esquecer que do outro lado tem uma pessoa, que tem cismas, sentimentos, medos e inseguranças como todo mundo tem. Não é mais novidade, é parte do nosso dia a dia, que seria bem mais agradável se as pessoas parassem de se justificar com desculpas furadas e começassem a agir como adultas e responsáveis.

Vamos começar a pensar antes de apertar o ‘send’? 

 

 

293 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Mariela    25/02/2014 - 09h35

    Me coloco no seu lugar e imagino que não deve ser legal receber esse tipo de crítica, as pessoas perderam a noção de limite, de educação, de tudo, uma coisa é não gostar de um look seu, outra coisa é vir aqui e apontar defeitos, muito triste ver que a humanidade ainda tem uma cabeça tão pequena, e pior, um coração tão pequeno também.

  2. Alessandra Faria    25/02/2014 - 09h41

    Bom dia, Lu!
    Graças a Deus, recebi até hoje poucos comentários ofensivos! Mas, é bastante desagradável! A gente tem que fazer um trabalho interno para não se deixar levar por eles, porque, afinal eles não são pessoais, né? Não é possível alguém fazer um comentário e um julgamento pessoal se nem nos conhece. Pelo menos, tento pensar dessa forma, para doer menos.
    Mas, ficamos abaladas, sim.
    Apoiadíssima!
    Assino em baixo.
    Bjos
    http://www.alessandrafaria.com

  3. Dani    25/02/2014 - 09h42

    Disse tudo!

  4. Camila    25/02/2014 - 09h42

    Apoiadíssima! Educação é o mínimo que se espera, na internet e na vida. Até quando esse povo vai precisar de post-resposta aos seus comentários sem noção? Não era pra saber desde sempre que ofender os outros não é legal?

  5. Mariana    25/02/2014 - 09h45

    ” e o pedestal em que colocaram blogueiras nos últimos tempos contribuem muito pra isso: as pessoas não podem mais ser pessoas e terem características diferentes… ” Acho que voce tocou em um ponto muito importante Lu. Vejo meninas ” endeusando ” blogueiras e querendo ter a vida igualzinha as que voces levam. Mas gente, cade individualidade? Cade personalidade? Vejo tudo isso aqui como diversão e algumas vezes como inspiração. Mas cada um deve carregar suas peculiaridades, e eh isso o que eh legal.

    Continue assim, com a mente aberta e sorriso no rosto ;)
    Bjos!

  6. Léia Dantas    25/02/2014 - 09h47

    Oi Lu, bom dia!
    Você não sabe de minha existência =D mas acompanho o seu blog desde sempre e hoje, mais que nunca, parabenizo a você por essas palavras de esclarecimento; direta e educada.
    As pessoas realmente estão perdendo o senso, se utilizam da “máscara” cibernética para ofender e agredir o próximo, esquecem que somos carne e sentimentos e não bits e bytes sem coração.
    Você é perfeita como deve ser.
    Continue com as atividades físicas pensando no seu bem-estar e isso continuará a refletir no seu exterior. Você, assim como todos nós humanos, é perfeita dentro de suas imperfeições.
    Parabéns! E mais… Gosto do seu nariz! Viu, como as opiniões divergem!? rs
    Felicidades e muito mais sucesso!

  7. larissa    25/02/2014 - 09h47

    Eu tb acho q as pessoas perderam a noção. Viram diabinhos atras da tela e saem falando td o q pensam sem mensurar. Sou leitora de vários blogs e sempre pensava. Gente, elas nao vao fazer post sobre isso? Poxa…eh irritante as vezes vc entrar no insta e ler, vc nao sorri nunca, vc eh cabeçuda, vc tem sotaque assim assado. Poxa…em um país desse tamanho com a diversidade q temos, será q todos tem q ter o mesmo padrão de beleza? As pessoas estao tao preocupadas com a imagem q nem leem as vezes o q ta escrito. Saem ja perguntando onde comprou, de onde eh, sendo q as vezes ta td la escritinho. Nao sei onde isso vai parar viu?
    Bjs e adoro o blog. Acho q te acompanho desde o primeiro ano.
    Simbora p os 7 anos!

  8. Mauren    25/02/2014 - 09h49

    O anonimato estimula os imbecis. Se tu não bloqueias os comentários grossos, está na hora de começar, ok?
    Bjs e bola para frente.

  9. Alana Bastos    25/02/2014 - 09h52

    Lu, sinto muito que isso tenha acontecido com você e sinto mais ainda porque não é só com você, ultimamente as pessoas começara uma verdadeira “caça as blogueiras” elas estão sempre odiando, estão sempre procurando um motivo pra odiar, mas não desanima não ta? Tem muita gente que torce por você, te acompanha porque além do seu blog, a pessoa gosta de VOCÊ ok? Eu comecei a ler seu blog com uns 15 anos, agora já vou fazer 18 e continuo aqui, nesse espaço maravilhoso e tão bem cuidado que você mantém, e vocÊ foi a pessoa que me inspirou a criar o MEU próprio blog, então não desista, seu trabalho é importante e inspirador pra muita gente! Beijos atravesdosespelhos.wordpress.com

  10. Mariana    25/02/2014 - 10h03

    Oi, Lu! Ótima discussão! Percebo que é muito fácil ofender as pessoas “virtualmente”, quando não se tem que mostrar o rosto e encarar de frente as consequências dos seus atos. Basta esconder-se atrás de uma tela e pronto: “estou protegido!”. Tenho muito medo do que essas atitudes virtuais possam gerar na vida real!! Já passou da hora de estabelecer também os limites virtuais!

    Bjo!

  11. Mariana D.    25/02/2014 - 10h03

    Acho uma falta de respeito, puro recalque e – mais que isso – covardia! Covardia sim, pois não falariam tanta besteira se fosse ao vivo e se acham cheias de coragem para ofender a vida alheia a troco de nada.

  12. Romana Pinto    25/02/2014 - 10h06

    Lu,
    Amei o texto!
    Sempre venho por aqui, mas não sou muito de comentar.
    Você conseguiu descrever bem oq eu, e outras leitoras (acredito!), sentem quanto vemos um comentário totalmente sem noção.
    É isso, as pessoas estão ficando sem noção nenhuma. E esquecem de uma “regrinha” básica da vida: Nunca trate o outro, como não quero ser tratado.

    Queria ver mais e mais textos como o seu, pra ver se essa galera cai na real!
    Beijos

  13. Eliana    25/02/2014 - 10h06

    Prezada Lú,
    sou de Brasília, acompanhamos seu blog (eu 37anos e minha filha, Camila 15anos)
    Você tem razão. Parte das pessoas perderam a noção das críticas e ofendem, digo que por pura maldade… talvez porque o seu brilho incomode este tipo!
    Eu gosto de “pessoas de verdade”. Talvez o cabelo, o nariz ou aquele traço característico de alguém é que é o registro autêntico dele… e todos nós temos defeitos, percebemos o defeito dos outros. E será que realmente são defeitos? Temos que pensar muito a respeito… Mas ofender? Aí não, né!?
    As pessoas têm de aprender a respeitar as diferenças e os diferentes gostos.
    Lú eu acho seu trabalho muito bom, cuidadoso, detalhista, elegante, enfim brilhante!
    Saiba que existe a outra parte de pessoas que admira e torce por você e seu sucesso!
    Com carinho,
    Eliana

  14. Viviane    25/02/2014 - 10h07

    Então chata vou tacar uma verdade no seu rosto lindo: VC É MARAVILHOSA! Tem um astral bacana, uma carinha linda, é doce e nada afetada. É óbvio que isso incomoda muita gente, que na grande maioria das vezes não tem educação, trato, e nem quer ter. Porque se quisesse, se inspiraria em você, na luz que emana para seus leitores.
    Chata, se olhe no espelho e veja que por mais besteiras que falem, você não pode – e nem deve – estragar este sorriso lindo por conta destes medíocres.
    Bjs, de quem já se acha íntima no primeiro comentário redigido. rsrsrrs

  15. Cristina    25/02/2014 - 10h21

    Adorei a bronca, Lu! Por coincidencia, essa semana recebi comentarios bem baixo astral no meu blog, em que nada acrescentavam e totalmente gratuitos. Fiquei mal por alguns minutos e depois tentei imaginar o quão frustradas devem ser essas pessoas que saem distribuindo rancor pela internet.
    Pra nossa sorte, acho que o mundo virtual (e o real tb) ta bem mais cheio de pessoas queridas e que se identificam com a gente, do que as do primeiro tipo. Ce concorda comigo?
    Beijos

  16. Ísis R. Bernussi    25/02/2014 - 10h22

    Oi Lu, nunca comento, pq to sempre dando só uma espiadinha, mas dessa vez, vou ser obrigada…a indústria da perfeição não ajuda, a gente tem um padrão de beleza inalcançável! quem é “normal” não é bem visto…acho esse julgamento excessivo um absurdo! uma escravidão!
    gosto de mtus looks seus e das dicas, deveria elogiar mais, problema é a pressa mesmo rs …mas vc é uma pessoa, eu sou outra, se não gosto de um look seu e dai? nao sou a certa, nem vc! rsrsr e minha mae me ensinou: quando nao tem nada de bom pra falar, nao fala! rsrsrs é triste, falta educação até na internet! rs gosto mtu do blog do jeito q é, e do seu jeito tbm, me identifico…

  17. Isadora    25/02/2014 - 10h22

    Oi, Lu! Sou mais uma daquelas leitoras assíduas que nunca comentam. Hoje, resolvi deixar meu ‘pitaco’ aqui. :)
    Há uns dias, li algo bem parecido no blog da Lia! Acho que as pessoas perderam todos os limites do bom senso. A impressão que tenho é que, em breve, teremos cursos ensinando boas maneiras na Internet e na vida (porque a coisa já ultrapassa as barreiras do virtual). É impossível não se entristecer com tanto egoísmo e arrogância. :/
    Pessoas como você e a Lia são admiráveis e merecem todo o nosso respeito. Afinal, suas dicas ajudam muitas mulheres a sentirem-se bem consigo mesmas, a amarem-se mais e, assim, amarem mais aos outros. Vocês mudam vidas (pra melhor!).
    Continue sempre com seu trabalho lindo e lembre-se sempre da lei do retorno: quem planta o mal, colhe o mal. ;)

  18. Alessandra    25/02/2014 - 10h24

    Adorei o texto Lu! Cansei de ver comentários ofensivos as minhas blogueiras preferidas! São gente como agente!

    Grande beijo Linda!!

  19. Aline    25/02/2014 - 10h25

    É verdade…
    acompanho seu blog há bastante tempo, só não sou muito de comentar. E acho que você evolui a cada dia… está cada dia mais bonita e mais bem vestida… não que não fosse antes, é que com o passar da idade a gente vai percebendo o que é melhor pra gente.
    E sempre gostei de ler os comentários das outras pessoas mas parei quando li um comentário que dizia para você pintar a raiz do seu cabelo que estava horrível… eu fiquei horrorizada com isso. As pessoas devem achar que ser blogueira é passar 24 horas por dia no salão e sair de lá direto para um evento.
    Bom, vim só dar uma força e deixar um beijinho mesmo…. lembre-se de que a cada crítica que você recebe, vem junto mil elogios e de pessoas que te adoram sem nunca ter te conhecido…
    Tudo de melhor para você!

  20. Carolina    25/02/2014 - 10h26

    Concordo com tudo!!!!!!
    Leio seu blog todos os dias e quase nunca tenho tempo para comentar, então nem imagino o que leva uma pessoa a ser tão deselegante e gastar seu tempo ofendendo as pessoas.

  21. Aninha    25/02/2014 - 10h27

    Oi Lu!
    Sou leitora das antigas do blog, desde o comecinho mesmo, e eu também tinha um blog. Confesso que há 5 anos atrás eu era mais entusiasta dessa onda dos diários virtuais, principalmente porque as pessoas se respeitavam mais e entendiam que a menina por trás daquele blog era igualzinha àquela que estava lendo.
    A gente trocava experiências, resenhas, tudo com muita educação/respeito.
    Sinto que hoje as coisas saíram do controle: as pessoas comentam TUDO. Simplesmente TUDO. Pra mim, o maior exemplo de que as coisas estão muito mais malucas é a própria blogueira shame: antes, era pra tirar onda das coisas absurdas que se postava por aí (nunca concordei muito com isso, mas ok), agora, QUALQUER look ou sapato que saia do normal é motivo para um post depreciando a pessoa. Oi? Mas e o bom senso onde fica?
    Acho feio, feio MEEESSSSMO, e tenho muita pena das pessoas que perdem minutos preciosos do seu dia pra ir até um blog e deixar um comentário maldoso pra blogueira. As pessoas confundem liberdade de expressão com falta de educação. Sempre ouvi em casa e levo pra vida: quando não tenho nada à acrescentar, melhor ficar calada do que sair por aí ferindo os sentimentos dos outros.
    Beijo Lu, adoro teu blog desde sempre :*

  22. Natalie Di Giorgio    25/02/2014 - 10h31

    Lu, há no mínimo 3 anos leio teu blog semanalmente e também NUNCA comentei nada.

    Absurdo este tipo de reação dos leitores.

    Algumas pessoas não tem educação, lastimável.

    Honestamente? Continua fazendo teu trabalho do jeito que está. É lindo. Toda carreira, – e teu Blog é uma carreira – tem dessas.

    Algumas vezes são colegas de trabalho, clientes, no teu caso, um público desfavorável e ofensivo. Sou advogada e também lido, da minha maneira, com as críticas agressivas.

    Manda um beijinho no ombro para essa galera!

    Abraços!

  23. Kelli    25/02/2014 - 10h32

    Isso é coisa de gente que não tem louça pra lavar Lu,que não aprendeu que quando não se tem nada de bom pra falar,não fala.Te acompanho há uns 4 anos,mais ou menos,e você tá cada dia mais linda,mais querida e,óbvio muito mais feliz,e sabe né?A felicidade dos outros sempre incomoda.O melhor,mesmo que difícil,é não ligar.Eu lembro desse comentário,PISQUE MENOS,só rindo mesmo!Só não pare de ser o que você é,e fazer o que gosta,por causa de gente pequena.Beeijos :*

  24. Camilla    25/02/2014 - 10h33

    Até agora tentando achar o erro no seu nariz kkkkk

  25. Raíssa    25/02/2014 - 10h34

    Lu, S U P E R concordo com tudo! Tem gente que não tem senso de educação, de limites! Dá vontade de dar uns tapas pra ver se aprende. Mas sabe o que eu mais penso? “esse aí, a vida vai ensinar na marra”. Simples. Nada melhor, não tem lição mais educadora do que a vida! :D
    Adoro o seu blog, adoro você e suas matérias! Você é linda, e não se importe com críticas, por que “quem desdém, quer comprar”! Bjsbjs

  26. Ana Carolina    25/02/2014 - 10h34

    Lu,
    não sou blogueira, nem trabalho com internet, mas cada dia me assusto mais com a falta de educação das pessoas no mundo virtual.
    Mas no final das contas tenho dó dessas pessoas, pois elas devem levar uma vida muito triste e medíocre para perderem seu tempo com comentários maldosos e desnecessários.
    É nítido o seu comprometimento e cuidado com o blog, e parece bem claro que o que você mostra aqui é você de verdade. E não uma tentativa de imagem perfeita. Por isso que te leio sempre.
    E ah, estou amando o Chef e a Chata. Nem sou muito fã de cozinha, mas essas receitinhas de ovos me animaram a tentar alguma coisa, já que parecem mais simples ; )
    Beijos

  27. Ariane    25/02/2014 - 10h35

    Lú, acompanho seu blog já tem uns 4 anos e raramente comento mas hoje eu precisei! Lendo comentários nos blogs e no insta percebo como existem pessoas que sentem prazer em julgar e xingar os outros!
    No sábado que antecede a páscoa é o dia de “malhar o Judas” mas na internet todo dia é dia de “malhar a blogueira”! E é como você disse ninguém é obrigado a aceitar isso!
    E penso assim: falar que uma pessoa é feia ou gorda não vai te deixar mais bonito e magro, então se não tem nada de bom e construtivo para falar fique quieto.
    Eu não sei o que te falaram Lú, mas não acredite! Vc é linda, o seu blog é o melhor!
    Estou amando o chef e a chata e adorooo seus vídeos de beleza!
    Meu cabelo melhorou muito depois que comecei a diluir o shampoo como vc disse naquele vídeo de como lavar o cabelo!
    Mil beijos! ?

  28. Natália    25/02/2014 - 10h35

    Lu, eu nem sou blogueira, mas só de ver as coisas que as pessoas comentam no instagram, eu leio cada barbaridade que eu fico chocada. Acho que tem esse fator aí que você falou do uso da internet que agora é cotidiano, mas tem também uma coisa importante: somos mal-educados, mesmo. Como brasileiros. Salvo poucos, a maioria tem uma educação precária, tanto a recebida pela escola, quanto a recebida em casa. Eu não sei em BH, mas aqui no Rio é um festival de falta de educação: as pessoas se empurram na rua, não dão passagem, bloqueiam a escada rolante do metrô, jogam lixo na rua… sabe? Isso tudo se reflete nos “modos” das pessoas quando entram na internet. Haja paciência. Boa sorte!

  29. MYLENA    25/02/2014 - 10h40

    Passei a notar esse comportamento há um tempo e com uma blogueira em especial: Thassia Naves. A coisa era bem absurda, assustadora mesmo, nem consigo imaginar como ela fez para lidar com isso. A verdade é que de uns tempos para cá, a agressividade foi sendo direcionada para várias blogueiras e muitas pessoas fazendo, não sei se foram perfis como o da blogueira shame que “deram fermento” para isso… Espero que tenha algum estudioso pesquisando a respeito desse novo comportamento, pq para mim isso é algum tipo de “novo fenômeno” comportamental, e eu fico curiosa para conhecer o perfil dessas pessoas e o motivo de serem assim. E isso tem gerado na grande maioria das blogueiras um sério problema com qualquer opinião (agressiva, ou não) contrária a delas, eu não acredito que esse comportamento vá parar, espero que nós a maioria das pessoas, que têm bom senso e educação não nos acostumemos e passemos a achar normal, e desejo para vc sabedoria para lidar c isso, esses comentários não expressam a verdade. Um beijo, parabés pelo texto.

  30. Marina    25/02/2014 - 10h41

    Lú, primeiro quero dizer que concordo com cada palavrinha que vc escreveu. Lendo seu texto me veio à cabeça “o mundo está ao contrário e ninguém reparou..”. Aliás, o trecho dessa música me vem com frequência à cabeça. No mínimo triste. Eu ainda não consigo alcançar a ideia de alguém vir aqui até seu blog ofender pessoas de sua estima?! Gente! Onde isso vai parar? … Primeiro de tudo não entendo onde as pessoas veem tantas coisas assim pra atacar… estou até agora aqui matutando e pensando “onde, gente?” Mas diante do que ando vendo por aí, não desacredito que existem pseudo seres humanos capazes de tudo. E as pessoas têm a incrível capacidade de CRIAR defeitos nos outros, é impressionante. Mesmo sem saber nem supor o que de fato ocorreu e quem foi atingido, desejo do fundo do coração que as pessoas de seu convívio que foram magoadas não fiquem tristes por muito tempo. O velho clichê “não vale a pena”. Não vale mesmo, gente. Estejamos sempre conscientes de quem somos em nosso íntimo, tentando acertar sempre e aprendendo com os erros. A cada dia seremos mais fortes… e essas outras pessoas.. bom, serão cada dia mais infelizes.

  31. Thaísa - Le Monde of Style    25/02/2014 - 10h43

    Parabéns, Lu!! Outro dia a Lia tbm escreveu um texto desabafo desses e acho que vcs estão mais que certas. O pessoal esquece que quem escreve é alguém que sente, que chora, que fica triste, que se sente mal e tudo mais ao.ler um comentário ofensivo. Até para comentar um look ou uma make, ou até um penteado deve existir bom senso e educação.
    A Internet virou uma forma tão comum de fazer o tal bullying, mas o que me impressiona é que não são adolescentes imaturos. São mulheres e homens na faixa etária dos 20, 30 e até 40, quando já se espera uma certa maturidade.
    Espero que ao ler textos como esses que nem sendo um desabafo consegue ser grosseiro (o que mostra sua educação!), as pessoas tenham vergonha de serem mal educadas e venenosas. Afinal, não gostou, fecha a página e vai caçar outro blog que goste mais, não é mesmo?
    Beijos querida e aplausos pela coragem de se mostrar humana num.mundo se tantas bonecas prontas e intocáveis. :)

  32. Laura    25/02/2014 - 10h44

    Falou tudo Lu!!

    Acompanho o Chata há uns 5, 6 anos, e já vi mto comentário que, se eu estivesse no seu lugar, acho que nem aprovaria. Acho que lembro desse de ‘piscar menos’. Também lembro de um reclamando de vc ser branquinha! Absurdo!

    Apesar de não ter IG, acompanho vc e outras blogueiras por lá também, e não sei como o pessoal tem coragem de dizer certas coisas! É cada comentário ofensivo!
    Como vc disse, existe diferença entre crítica e julgamento. E ninguém tem direito de julgar ninguém! Duvido que a pessoa que está do outro lado seja perfeita. E mesmo que fosse, com qual direito vc vem dizer pra uma pessoa que ela precisa emagrecer, engordar, fazer isso ou aquilo com o CORPO. A menos que seja o SEU médico te dando uma orientação quanto à sua saúde, isso é inaceitável.

    Agora me lembrei de um post que a Lia fez há um tempo, acho que era “do meu corpo cuido eu”. Com essa onda de IG, mostrar o que come, academia e etc, as pessoas acham que tem o direito de dar pitaco na sua alimentação, na sua forma física… Cada um sabe o que é melhor pra si mesmo! Quem tem que estar satisfeita com o seu corpo/cabelo/nariz/unha é vc!
    Esse ditado que vc colocou é a mais pura verdade! Qdo alguém fala mal de outra pessoa, eu não penso mal do ofendido, e sim de quem fez a ofensa. Afinal tem que ser uma pessoa muito ressentida pra vir chamar alguém de gorda, magrela, dizer que precisa fazer plástica…

    Admiro muito sua postura com relação às críticas que vc recebe, sempre mto bem educada. Imagino que não deva ser fácil ler certas coisas, mas acho que é mais difícil ainda aprovar e responder um comentário desse sem descer ao nível da pessoa.

    Vira e mexe releio uns posts antigos e tem uma resposta sua que eu nunca esqueço! A pessoa comentou em um vídeo seu dizendo que era muito ‘olha minha bolsa, olha minha roupa, olha meus óculos, me olha’ tipo ‘mto amor próprio’, e vc respondeu ‘se a gente não gostar da gente mesmo, quem vai, né?’. Demais!!

    Por isso o Chata sempre foi e continua sendo meu blog favorito! Vc demonstra respeito, educação e honestidade com suas leitoras.

    As pessoas precisam entender que não é porque estamos online, ‘anônimos’ que temos o direito de esculachar os outros. Todo mundo tem sentimento, e acho que se for pra ofender, melhor nem falar nada. Afinal ninguém é obrigado a comentar né?

    É o tal ‘não faça para os outros o que vc não gostaria que fizessem pra vc’.
    Desculpa pelo comentário gigante mas alguns posts fazem com que a gente sinta vontade de se manifestar!

    PS: to com saudade dos Look da Lu =)

    Bjs!

  33. Karina Araújo    25/02/2014 - 10h45

    oxe, concordo mesmo! onde eu assino?

  34. Nathalia    25/02/2014 - 10h45

    Cada vez te admiro mais! Tu é um ser humano incrível! Beijaao

  35. Julia Ferraz    25/02/2014 - 10h45

    Olá Lu, eu simplesmente amo seu blog, sério me identifico muito, dou uma olhada nele todos os dias, quando conheci ele, foi por um look do google, e foi nesse dia que eu vi TODOS os seus posts sério, eu visito vários blogs por dia, mas pra mim o seu é o melhor, as vezes eu vejo os comentários e sempre tem um sem noção né, eu achei bem válido esse post, talvez abra a mente de algumas pessoas. Lu continue sendo essa mulher linda, carismática e esta blogueira mara que voce é <3 Sucesso Lu !!!

  36. Isabelle    25/02/2014 - 10h47

    A partir do momento que você comeca a se expor na rede, as pessoas comecam a expor a opiniao tambem, eu acho que se tao falando que voce engordo, ou que precisa fazer plastica é o de menos, vejo blogueiras que recebem comentarios muito pior por exemplo a Thassia sobre seu sorriso.. E vai de voce deixar se ofender por isso ou nao, porque dar bola pra esse povo é mais um motivo pra eles falarem ” olha lá até post no blog ela fez” e continuar criticando. Não se preocupada com esse povo Lu, você é linda estando ‘gorda’ ou magra..

  37. Suzana    25/02/2014 - 10h50

    Lindinha, gosto muito das coisas que vc escreve. Não se deixar desanimar por uns poucos idiotas que existem nessa vida!

  38. Bruna Godinho    25/02/2014 - 10h52

    Lu, concordo com você! Criticas são construtivas dentro do bom senso, criticar não é ofender, é opinar de maneira educada.

    Você é linda!
    Parabéns pelo seu blog :)

  39. Lara    25/02/2014 - 10h52

    Texto mt legal! Concordo!

  40. Marcelo Gabrich    25/02/2014 - 10h53

    Não é a toa que eu sou completamente fã deste blog!!! O carinho e respeito que você tem pelos seus seguidores, é ímpar. É nítido como você e sua equipe se esmeram para que tudo por aqui fica cada dia mais lindo. Respeito é o nome!!! Sem contar com seu bom gosto e crescimento diário estão cada dia mais presentes por aqui. Parabéns!
    Beijos, Marcelo Gabrich

  41. Tamiris    25/02/2014 - 10h54

    Oi Lu, cada um sem noção né? Não adianta dar bola pra esse pessoal mal amado que posta esses comentários. Quase não acreditei no “Piscar menos”, sério?? Piscar menos??? Olha deves realmente ler cada coisa…Eu acompanho o blog a alguns anos já, mas sempre quietinha sem nem ligar para os comentários. Queria te dizer que adoro os posts e to amando “O Chef e a chata”.

  42. Andréa    25/02/2014 - 10h57

    Isso Mesmo, Lu!! Gostei do desabafo.

  43. Soraia    25/02/2014 - 10h57

    Linda Lu, estive aqui poucas vezes, mas sempre vi muito respeito em tudo que vc posta, cheguei hj ao seu post pelo link que a Claudinha Stoco postou no blog dela, acho muito valido tudo isso que colocou, tem muita gente maldosa, faz isso por puro prazer.
    Vc é muito especial, fique com Deus.
    Bjinhos

  44. Ana Paula - Menu Criativo    25/02/2014 - 10h58

    Palmas e mais palmas! Você e a Lia andam chacoalhando o povo sem noção e sem educação! Parabéns! O mundo virtual está se tornando uma tormenta onde sinceridade é confundida com falta de educação vinda de berço.
    Não deixem nunca de serem vocês mesmas! Amo as duas e digo isso a todo tempo no instagram de vcs. Minhas blogueiras favoritas!

  45. Claudia Freitas    25/02/2014 - 11h03

    Lu, concordo com você, deve doer bastante ler um comentário ofensivo sobre outras pessoas, ainda mais porque eu apesar de não te conhecer, nem ao Leo, ou Gui, ou sua irmã, acho vocês o máximo, sou in love total pelo Gui, amo os vídeos e facilmente me tornaria BFF dele, então acho injusto que isso aconteça com pessoas que aparentam ser tão simpáticas. rsrs

    Essa falta de limites existe há bastante tempo na net a gente bem sabe disso e você se expõe bastante então é meio que esperado mas nada justifica. E olha, você tem se mostrado muito mais aberta e espontânea de uns tempos pra cá (eu acho que isso aconteceu depois do Leo) hoje eu te sinto mais gente da gente que antes e por isso me espanta muito esse tipo de reação dos comentadores.

  46. Maira    25/02/2014 - 11h05

    Lu, não há muito a acrescentar, mas concordo plenamente com esse post.

    Eu lembro na época quando a “tal pessoa” disse que você deveria piscar menos, achei de um tremendo mal gosto na época e continuo achando agora, as pessoas tem se “escondido” atrás de um computador, aproveitando a não obrigatoriedade de se mostrarem e acabam sendo cada vez mais ofensivas e desnecessárias.

    Acredito que na internet tem assunto pra tudo quanto é gosto e nós como usuários não somos obrigados a ler tudo e achar que aquilo ali é correto, mas acho fundamental que se tenha pelo menos o mínimo de educação ao fazer uma crítica, e outra; se não gostou, sinta-se no direito de não voltar mais, porque é exatamente assim que fazemos quando vamos a um lugar e não gostamos, não é?

    Entre tantas bizarrices que leio na net, algumas me incomodam profundamente:

    Se uma blogueira não tira foto mostrando os dentes; ela é feia, antipática, tem boca murcha, e tem cara de pássaro assustado.

    Se uma blogueira faz a linha natureba, que se cuida, pratica exercícios; ela é neurótica, se veste mal, não sabe andar de salto alto, tem cabelo de vassoura.

    Se uma blogueira compra uma sapatilha de marca famosa; ela é esnobe, só quer aparecer.

    Uai; desde quando saiu uma lei que todo mundo tem que ser perfeitinho, igualzinho a capa de revista?

    Cada um sabe o seu defeito e tem o direito de não mostrá-lo se assim desejar, de gastar sua grana como bem entender e ter uma vida saudável ou não, ninguém tem que ser exemplo pra ninguém.

    Que nós leitoras, sejamos mais tolerantes de lado de cá, porque do lado de lá, também tem um ser humano cheio de neuroses, preocupações como nós aqui…respeito é fundamental.

    Bjos Chata.

  47. Carolina    25/02/2014 - 11h07

    Olá Lu, lindo post, concordo com tudo que você falou!!! Está de Parabéns!!!

  48. Amanda    25/02/2014 - 11h08

    Lu, ótimo texto! Eu sempre fui uma pessoa meio “sem filtro” na hora de dar a minha opinião aos meus amigos, é o meu jeito mas sei que tenho que controlar, pq como você mesma disse, tem “verdades” que não precisam/devem ser ditas.
    Mas mesmo sendo “sincera” (não acho que dar a sua opinião tenha 100% a ver com ser sincero)com os meus amigos, nunca entendi o pq desses comentários maldosos que leio nas redes sociais e blogs, não da pra entender mesmo o que as pessoas acham que ganham ofendendo os outros assim de graça.
    Quando falo demais com um amigo ou conhecido é sempre com boa intenção, por achar que minha opinião vai ajuda-lo de alguma forma, a minha opção por controlar isso se deu com o fato de que muitas vezes, como diz a minha mãe “você ajuda mais se ficar calado”.
    De qualquer forma, não acho que ninguém deve aguentar insultos calado, não é pq vc “expõe a sua vida” na internet que tem que se sujeitar a isso.
    =D Mais uma vez, parabéns pelo texto.

  49. Patrícia Fonseca    25/02/2014 - 11h13

    Oi Lu!!! Hoje é a primeira vez que posto um comentário, acompanho muitos blogs e adoro me informar sobre o quê está acontecendo no mundo da moda e beleza. Adoro o seu trabalho e o de suas colegas de profissão!!! Imagino que vocês recebem muito carinho, mas também ter muito “sangue de barata” para lidar com algumas pessoas mal educadas e sem limites. Nós não temos que opinar sobre tudo, temos o direito de não gostar de algo, mas isso não nos dá o direito de ofender ninguém, melhor guardar para si a sua opinião se não for para ser construtiva!!! Um grande Beijo no coraçao

  50. Cássia Lopes    25/02/2014 - 11h13

    Lú, estou abismada com o mundo. Sério. Não existe educação mais. A básica sabe? De se falar obrigada, por favor… E isso levado ao mundo virtual se transforma em grosseria, falta de noção. O tal excesso de sinceridade se torna ás vezes em invasão. Não concordo que só porque uma pessoa tem um blog tem que ouvir de tudo, que está exposta. Só porque estou andando na rua isso não dá o direito a ninguém de me chamar de gordinha. Apesar disto já ter acontecido, acredite! E fico pensando o que posso fazer pra melhorar esse cenário e o que faço é tentar ser o mais educada possível, com quem quer que seja. E passar isso pros meus filhos. É tudo o que posso fazer. E continuar me indignando com situações assim. Bjs de quem não te conhece (pessoalmente) mas que te admira muito. E o Léo… E o Gui… E a Ju(a íntima!)… E a Ana Paula.

  51. Thais    25/02/2014 - 11h16

    Parabéns pelo post!

  52. Anne Seixas    25/02/2014 - 11h20

    Congrats, Lu!
    Por razões óbvias, não nos conhecemos, mas sinto em você essa coisa do “gente de verdade” (nem todas as blogueiras lembram disso, mas ok, não as leio). O fato é que as pessoas depositam suas frustrações no outro.
    Tá aqui no Chata um conteúdo interessante, honesto (o melhor deles na sinalização de publicidade, deveria ser imitado), gente boa e sincero!
    Desejo sucesso, verdades e boas pessoas perto de você!
    Beijos, da leitora assídua, diária e aquela que sente (certeza que seria amiga se conhecesse. Tem dessas, né?! rs)

  53. Tati    25/02/2014 - 11h25

    Boa! Educação está muito em falta ultimamente. Tenho desgostado de muitos blogs esses tempos, por excesso de jabá e tals, mas o que faço é parar de seguir e de ler. Pronto, resolveu minha vida.

  54. Aninha    25/02/2014 - 11h26

    Lu, vc tem toda razão!
    Continue sendo quem vc é! Nós te amamos!!

  55. Nathalia    25/02/2014 - 11h27

    Lu, eu prefiro pensar que as pessoas se sentem melhores com elas mesmas quando atacam alguém na internet. Por sentir algum tipo de inveja ou incapacidade. Daí, ao invés de ir la e tentar superar, não.. elas atacam, porque se sentem inferiores.

  56. Danelle    25/02/2014 - 11h28

    Minha sensacao quando vejo essas ofensas gratuitas eh que as pessoas fazem da internet uma “arma” para ofender, ridicularizar as pessoas sem nenhuma razao…
    Eu imagino a sua frustacao principalmente se isso estiver afetando pessoas ao seu redor.

  57. camila dias    25/02/2014 - 11h28

    Nossa, como esse blogue ta ficando cheio de mi mi mi. Outro dia post se vitimando, agora este: o blogue ta levando a serio a vocacao de chata da dona hein!? Cansei!! Mais ha ha ha pra vc.

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 13h36

      Camila, acho que aulas de interpretação iriam bem… Não fiz post algum me vitimando, essa postura não tem nada a ver comigo. Refletir e dividir são coisas bem diferentes. Eu adoro maquiagem e moda, mas também penso e reflito, sabe? Por isso o blog tem esse tipo de post.

    • Viviane    26/02/2014 - 05h47

      Ai, Lu!Passa um filtro nesse povo sem noção. Querida, seu blog é impecável. De verdade! Mas, e se não fosse? Ainda assim ninguém teria o direito de fazer comentários ofensivos. Por que é muito simples: não gostou? Não lê! Acompanho seu blog há anos. E, embora comente muito pouco, visito diariamente. Fico até ansiosa esperando os posts novos.
      bjus,
      Viviane.

    • Melina    27/02/2014 - 06h08

      Lu, faz a Valexxxca e manda um beijinho no ombro pra esse povo!! Isso é recalque (palavra do momento hehehe) purinho!!!

      Vc é uma linda, vc é fofa, vc é diva!! Não cansa sua beleza com pessoas invejosas não!! Amei esse post!!!

      Bjim!!!

    • Silvia    28/02/2014 - 08h25

      Aparentemente, a carapuça serviu em alguém, hein Lu? ;)

  58. Silvia    25/02/2014 - 11h37

    Arrasou Lu! Tenho acompanhado o blog + ou – uns cinco meses, e já virei sua fã, pela sinceridade e competência! Sinceramente não vejo defeito em você, você é linda e uma fofa. Vejo que sempre responde as leitoras, e acho seu modo educado muito legal, pois é difícil de ver as blogueiras respondendo suas leitoras, talvez por falta de tempo, mas enfim isto não importa. Importa que você é bacana e como digo entre algumas amigas fina d+! Parabéns pelo seu trabalho e continue sempre assim, humilde e linda por dentro e por fora. Bjos.

  59. Bianca    25/02/2014 - 11h41

    Oi Lu, infelizmente existem pessoas que preferem utilizar o oculto para mostrar quem realmente são. Devem sofrer no seu dia a dia tendo que fingir ao invejar alguém ou simplesmente não serem felizes com suas próprias vidas. Nem tudo me agrada, mas nem por isso acho necessário criticar… tento imaginar o tempo que foi perdido pela pessoa que trabalha com isso, para trazer informações e sempre um sorriso transmitindo mensagens de confiança e carinho. Não gosto de ser enganada ou ficar no vazio, mas ainda assim devemos respeitar por não saber o suficiente sobre quem está do outro lado. Não gostou, cai fora, não acesse… mas infelizmente não é assim. É isso, siga seu caminho e reze por essas pessoas infelizes, elas precisam!

  60. Michelle Tâmara    25/02/2014 - 11h47

    Oi Lú,

    Acho super importante você “dar essa bronca” mesmo, afinal se não é para ser algo construtivo, a pessoa pode ficar com a opinião para ela mesma.

    Mas o motivo para estra escrevendo para você é outro. Nem sei se você lembra, mas quando você contou em um post em como foi casada e tal e depois veio a separação e encontrou o Léo, eu escrevi para você falando que que estava passando pela mesma situação, que casei com meu namorado da escola, mas o acabei me separando e você foi uma fofa, falou que essas coisas acontecem e para eu ficar firme.

    Bem vc estava certa. Encontrei uma pessoa maravilhosa, coisa que não sabia q iria ser possível, mas tive esperança graças a você. Então meu muito obrigado. Obrigado por dividir sua vida com a gnt, por mostrar amor e carinho além de maquiagem e compras. Por mostrar calor humano.

    Toda felicidade do mundo p vc.

    bj

  61. sylvia tinoco    25/02/2014 - 11h47

    Adorei que escreveu, porque o que mais se vê, principalmente nos instagrans são grosserias, falta de educação básica, inveja, despeito e por aí vai!!! Vc. poderia ser minha filha, como várias de vcs. blogueiras, por isso me incomoda muito ler tantos absurdos, falam que a pessoa não tem dentes, é magra demais, faz muita propaganda… é isso, falei… bjs. e parabéns!

  62. Priscila    25/02/2014 - 12h01

    Acho complicadíssimo isso, mas tenho certeza que não se resume somente à internet. Pessoas que julgam outras dessa forma na web certamente fazem isso no “mundo lá fora”. Só que não tem coragem ou a cara de pau de falar ao vivo. Ficam cochichando pelos cantos, olhando com desdém, enfim. Acredito que o mundo precise de menos julgamento e mais aceitação dos outros e de SI MESMO – o que creio que seja a razão de muitos problemas. Se vc não é perfeito, eu não sou, ela não é, pq julgar mesmo? Pq meus defeitos são diferentes dos seus? Mais aceitação e educação, dentro e fora da internet.

  63. Dani    25/02/2014 - 12h11

    Meu Deus, Lú! Não imaginei que era assim… sinto muito que você tenha que ouvir / ler esses absurdos…
    Fiquei chocada com as coisas que as pessoas escrevem… todo dia dou uma passadinha aqui no seu blog e em tantos outros, mas raramente comento ou paro pra ler os comentários… que falta de respeito!
    É exatamente o que você escreveu… falta noção (e muita). Às vezes até dou uma olhadinha no que as pessoas comentam via Instagram e a falta de educação rola solta por lá (tanto em ofensas dirigidas às blogueiras quanto entre os próprios usuários).
    Infelizmente, a crítica construtiva virou uma forma de ofender e tentar “apagar” os próprios defeitos e frustrações. Too bad.
    Anyway, gosto muito do seu blog! Você faz um trabalho muito legal, tanto que”frequento” o Chata há muitos anos =D
    Bjus

  64. Esther Sarmento    25/02/2014 - 12h18

    Sabe que outro dia mesmo estava pensando em largar Instagram por causa disso. Nunca vi tanto ódio gratuito. E como se todo mundo fosse perfeito… Credo.
    Assino embaixo a tudo o que vc escreveu. Parece que as pessoas acham que por estar online tudo é permitido. Coisa mais feia…
    Sei que dizer que isso é inveja e pra vc deixar pra lá ê repetir o que todos já disseram, mas a verdade ê que desejo que vc continue alto astral e fiel a vc mesma, APESAR disso. Haters will hate :( mas as leitoras que valorizam seu trabalho e gostam de vc como vc é, graças à Deus, continuam sendo maioria!!!! :D
    Beijo grande, com muita admiração e respeito.

  65. Juliana    25/02/2014 - 12h20

    Lu, Não falo inglês e o tradutor do google muitas vezes não apresenta o verdadeiro sentido de determinadas frases, você poderia, por gentileza, informar o que quer dizer o ditado em inglês que você mencionou? Muito obrigada!

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 13h31

      É mais ou menos assim: “O que Susie fala sobre Sally diz mais sobre Susie do que de Sally” ;D

  66. Vanessa    25/02/2014 - 12h31

    Eu gosto muito do seu blog, tenho “quase” certeza que esse meu comentário será apagado, mas este post soa como hipocrisia. Quer dizer, se for para aplaudir esteja a vontade, agora críticas… Bem, desculpe, todo mundo tem o direito de postar, falar, vestir o que quiser. Mas tudo que é publico gera reações, se forem agradáveis são válidas, agora se não… não vale. O mesmo direito e liberdade que você tem para escrever o que quiser o outro também tem de pensar o que quiser sobre isso. Já dizia o velho ditado: “quem está na chuva é para se molhar… claro que, você pode usar um guarda-chuva, mas não pode impedir que chova”… Um beijo. Vanessa

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 13h33

      Vanessa, eu concordo com você. E como disse no post, estou sempre aberta às críticas. Não gostou da roupa, da make, da combinação, pode dizer, é assim que a gente aprende o que cai bem, como melhorar… Mas mesmo na crítica é necessário ter educação e tato. Com eu disse no post, “Não gostar do look, da make, do video, e dizer “não gostei, achei que ficou desproporcional/curto demais/o sapato não combinou” é ok. É uma crítica e acho que quem está publicando espera isso e pode inclusive aprender com esse retorno do público, é o que acontece comigo. Falar “você tá bizarra”, não.”

      Bjs!

    • Thais    25/02/2014 - 15h01

      Vanessa, a blogueira tem toda a liberdade de escrever no espaço DELA o que ela quiser sim. Blogueiro não é pessoa pública! Tem um endereço na internet, que as pessoas acessam se quiserem. A dinâmica entre o que um blogueiro escreve e um leitor é bem diferente.

    • Daniela Dantas    25/02/2014 - 18h04

      Blogueira não ERA figura pública… a partir do momento que virou profissão para algumas, elas o são. Vendem produtos e serviços a partir de sua imagem. Expõem casa, filhos, e mto mais. O que não dá o direito de ninguém chamar de chata, feia e boba. Mas se muitos leitores reagem dessa forma, é espelho do que muitas blogueiras são: infantis (não estou falando de vc, Lu).

    • Mari    26/02/2014 - 12h50

      Crítica não tem NADA a ver com falta de educação. Apesar de algumas pessoas aparentemente acharem que são a mesma coisa.

  67. Monique Beninca    25/02/2014 - 12h37

    Lu, receber esses comentários maldosos sobre algo que somos é totalmente desnecessário.
    Lembro quando falaram pra você piscar menos. Só pensei “Oi?”. Todos somos muitos expostos hoje em dia, mas como você deixou bem claro, ninguém tem o direito de falar o que quiser.
    Acompanho o chata, acho que desde de sempre, e gosto do jeito que você fala e age, bem “gente como a gente”, e te desejo sempre mais e mais sucesso, assim como você é e mudando do jeito que você quiser!
    Beijão!

  68. Isabela Pereira    25/02/2014 - 12h54

    Lu, 2ª vez que comento no seu blog (1ª foi parabenizando pelo casamento hehe), mas não podia deixar esse texto passar! Parece que você andou passeando pela minha cabeça esses dias! Hahaha. Impressionante como as pessoas realmente acham que podem falar o que querem na internet, mas o que me deixa mais triste é perceber que esse tipo de comportamento está migrando para a vida ~real~! Já passei por uma situação em que fui chamada de “nojenta sem noção” em uma foto porque coloquei meu hashi no nariz e posei fazendo careta, sendo que no momento aquilo foi super pertinente e não é como se eu fosse usá-los para comer depois (e, se fosse, não era da conta de ninguém). A mesma pessoa postou uma foto nua em uma praia de nudismo e mesmo achando super dispensável, não fui lá dizer isso, pois não cabe a mim. Se a deixou feliz, que bom, não é mesmo?
    Recentemente escuto críticas do tipo “Você faz faculdade de Cinema? Seu pai paga caro para você assistir filmes?” e eu me pergunto quando a necessidade e se a pessoa não tem google em casa… Mas enfim.
    Eu só queria saber quando ser completamente sem modos virou uma coisa aceitável na sociedade, porque eu acho que cochilei e perdi essa parte. Leio comentários no Instagram e me pergunto se é sério e porquê a pessoa perde o tempo dela sendo ofensiva em relação a algo que não diz respeito a opinião dela. Opinião que todos tem direito de dar, mas andam confundindo opinião com falta de respeito por aí…

    Parabéns pelo texto beliscão-tapanaorelha que muita gente anda precisando por aí. E pelo blog, claro, que continua sendo o mais honesto e profissional de todos da blogosfera.

  69. Sandra    25/02/2014 - 13h04

    Te apresento a macumba que domina esse mundo: INVEJA! ignore.

  70. Sofia Fada    25/02/2014 - 13h08

    Olá. gostei muito do seu texto, principalmente porque recentemente enfrentamos o cyberbullying em uma matéria que saiu na VejaBH sobre o meu filho. Ele tem apenas 12 anos e tem alcançado sucesso na internet ao desenhar um dragão por dia, e várias pessoas maldosas o criticaram dizendo que ele não merecia a exposição que tá tendo, o que me pareceu algo totalmente absurdo – adultos tentando diminuir o trabalho de uma criança!
    (http://vejabh.abril.com.br/edicoes/desenhista-belo-horizontino-joao-gabriel-rodrigues-camargo-faz-sucesso-internet-desenhando-dragoes-768920.shtml)
    Felizmente o João teve uma ótima reação, ele me falou assim: : “Mamãe, críticas sempre vão existir, no mundo é assim: existem pessoas do bem e pessoas do mal” … E infelizmente a internet está cheia de pessoas do mal…

    Outro dia, pesquisando na internet, vi o trabalho de uma artista que tem tudo a ver com o assunto: http://br.noticias.yahoo.com/blogs/para-curtir/artista-cria-tumblr-para-mostrar-os-coment%C3%A1rios-maldosos-155135341.html

  71. Márcia Guimarães    25/02/2014 - 13h16

    Lu, você vai ler todos os comentários? hahahahahahah Sinceramente…releve! Isso pra mim é pura dor de cotovelo. Independente se precisa emagrecer/engordar, alisar/enrrolar o cabelo ou fazer uma plástica no nariz, a beleza maior é ser quem e como você é! Quem desdenha, quer comprar! Sem mais!

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 13h30

      Vou! Hahah, leio todos antes de aprovar =D

  72. Pri S    25/02/2014 - 13h22

    Admiro sua postura desde sempre. Te acompanho aqui e no seu Insta e entendo perfeitamente porque esse texto veio hoje, apesar de vc estar falando sobre algo que vem acontecendo há muito tempo, em todos os lugares. As pessoas podem ter suas opiniões sobre tudo que quiserem. Mas manter a boca fechada sobre elas quando não vai acrescentar nada na vida de ninguém é uma questão de educação e maturidade. E como está faltando gente madura no mundo, meudeus!!! As pessoas andam cada vez mais superficiais e vomitando suas frustrações de diferentes formas e usando justificativas completamente toscas pra isso. Triste. Seu texto está impecável. Assim como sua postura costuma ser. Beijo!

  73. Camila    25/02/2014 - 13h24

    Achei de muita sabedoria esse seu post. Você como pessoa publica colocou muito bem uma realidade que infelizmente acontece com todos. As pessoas estão fazendo da internet um lugar para despejarem qualquer coisa que elas acreditam serem verdade. É muito fácil agredir uma blogueira querendo que ela seja perfeita.É mais fácil jogar uma indireta em um parente, amigo ou ex amor que sentar e conversar. As redes sociais que deveriam aproximar pessoas estão pelo contrario afastando. Engordar é normal, emagrecer também… tem dia que o cabelo não fica bom ou a maquiagem não fica perfeita… Todo mundo tem um dia assim e isso não da direito de ninguém agredir o outro. O ponto positivo que vejo em uma blogueira é que ela esta entre nós e uma celebridade. É justamente a necessidade da pessoa de não ser perfeita que no meu caso faz com que pare para ler um blog. Sem ser puxa saco o que me faz ler seu blog é justamente por você ser uma pessoa normal que tem seu trabalho publico. Uma pessoa que engorda um pouquinho e depois emagrece, uma pessoa que cai da esteira e não gosta de viajar em dias chuvosos. De gente perfeita o mundo esta cheio… precisamos de “gente mais gente” que entenda defeitos e limitações e que saiba que apontar e criticar talvez não seja a melhor saída.

  74. Glenda Valverde    25/02/2014 - 13h27

    Sempre acompanhei o blog, mas nunca deixei qualquer comentário e achei que essa deveria ser a hora adequada. Achei mega importante você expor o que pensa e deixar claro que na internet está faltando educação, respeito, cuidado com o próximo. Na realidade, não só na internet, como no mundo. Espero que as pessoas possam repensar o que falam e entender que o fato de alguém ter uma vida, um estilo ou opinião diferente da sua não é motivo para você odiá-lo ou ridicularizá-lo. Torço por você e pelo sucesso do blog! Beijinhos

  75. Cecilia    25/02/2014 - 13h33

    Falta de noção, falta de educação e muita falta de amor no coração! Rimou! Rsrsrs
    E muito falta do que fazer tbm, né?! Quem são esses seres perfeitos que se acham no direito de destruir a auto-estima de outras pessoas?!
    Triste!

  76. Patrícia    25/02/2014 - 13h48

    Eu também nunca comento em blogs (tenho preguiça) mas sempre que alguém faz esse tipo de post, sinto uma vontade enorme de dizer o que acho, o instagram é ótimo para nos aproximar de pessoas tão distantes como blogueiras e celebridades, mas essa aproximação está passando dos limites e isso não é culpa da rede social que te deixa livre para comentar o que quiser, mas sim do ser humano que está perdendo seus “valores”, eu sou uma pessoa extremamente sincera e nem por isso fico comentando tudo o que não gosto, prefiro realçar as qualidades das pessoas. É feia, gorda, magra demais, look feio, boca feia, nunca sorri, pisca demais e blá blá blá! credo que falta de bom senso e amor ao próximo em perder tempo atacando as pessoas assim, a pessoa ou se garante demais ou está se mordendo de inveja quando faz esse tipo de comentário! Lu adoro você e seu blog, parabéns pelas palavras!!!

  77. Mariana Entringer    25/02/2014 - 13h55

    Adorei o post e os comentários de apoio! É isso aí! As pessoas andam muito sem educação mesmo! Gosto de você pela sinceridade e autenticidade dos seus posts! Te admiro ainda mais por isso! Parabéns! Continue sendo a Chata de Galocha que nós amamos! Mas de todos os comentários o que eu mais gostei é que “O Chefe e a Chata” não é temporário! Graças a Deus! kkkkkk! Estou simplesmente AMANDO a série! Não parem nunca! Por favor! Beijos

  78. Juliana Ribeiro    25/02/2014 - 13h59

    Adorei o texto, Lu! Muito me impressiona a falta de bom senso no ambiente virtual. Acho mesmo que o nosso comportamento na rede reflete exatamente os valores morais e a educação que trazemos da vida “real”. Já a acompanho há alguns anos (é sim!), justamente porque me identifico não só com suas escolhas em termos de moda, bem como com a forma honesta, elegante e divertida que você trata de assuntos de interesse geral. Parabéns pelo blog e, em especial, por esse texto. Você merece todo o sucesso e respeito. Um abraço carinhoso!

  79. Ana    25/02/2014 - 14h03

    Oi Lu! Super legal este post, afinal se as blogueiras ganharam tanto espaço foi justamente porque são REAIS, são pessoas de carne e osso, que compram, se arrependenm, testam novos produtos e se reinventam como qualquer ser humano! Tenho percebido não so no seu insta, mas no mundo virtual em geral muita grosseria, falta de educação e gente mal humorada que só critica, sem tentar sequer conhecer quem tá ali recebendo tanta negatividade.
    Acho o Chata um dos melhores blogs que tem e ele só é tão legal porque você é sempre cuidadosa com o que faz, beijos

  80. Carol    25/02/2014 - 14h03

    De vez em quando vejo esse tipo de post em algum blog, mas pare pra pensar: se vc entrasse no elevador e um desconhecido te falasse que tua roupa está horrorosa, o que vc pensaria?! Que a pessoa é louca, nem te conhece e vem me falar asneira… tenho certeza que nem levaria em consideração e viraria piada até depois… p q vcs blogueiras levam tão em consideração esse tipo de coisa?!?!
    E outra, criticas com grosserias acontecem em mais lugares que vc imagina, nem todo chefe vem dizer com delicadeza que não gostou de um trabalho, nem todo atendente trata bem os clientes, nem todo motorista te dá a vez no trânsito, nem todo colega ou conhecido tem tato pra fazer algum comentário em uma conversa e às vezes acontece até com amigos, irmãos, etc… isso acontece o tempo todo e é reflexo do mundo que a gente vive!

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 15h27

      Carol, eu me incomodo com grosserias em todos os lugares, não só online! Não é pq as pessoas fazem isso que precisamos aceitar, tá errado! Eu não sou o tipo de pessoa que abaixo a cabeça quando vejo coisa errada, eu tento mudar. Reclamo com gerente, com o chefe, com quem for, as pessoas não têm o direito de saírem falando besteira por aí, e eu nunca vou aceitar grosseria e falta de educação como algo normal, não tem jeito!
      Bjs!

    • Grazi    25/02/2014 - 20h21

      “Nem tudo o que todo mundo faz está certo, assim como nem tudo que ninguém faz está errado”. Não podemos nos adaptar, aceitar, ser coniventes com falta de educação e grosseria. Se sempre deixamos passar, nos tornamos sacos de pancada. Temos que fazer a nossa parte para mudar e não “nivelar por baixo”.

    • Daniela    10/12/2015 - 18h58

      Carol, sério que você acha isso tudo normal? Sério que você é tão conivente com isso? Educação serve para nos comportarmos em todos os lugares, serve para respeitarmos o próximo. Pensa bem.

  81. Lilian    25/02/2014 - 14h12

    Normalmente essas pessoas tem sérios problemas, sei que não deve ser fácil ler essas coisas, mas não devem sequer ser consideradas.

  82. Dani    25/02/2014 - 14h23

    Duas palavras: empatia e respeito.

    Com isso o mundo seria bem melhor!
    Beijo e parabéns pelo texto.

  83. Bruna B    25/02/2014 - 14h24

    Conversei sobre isso ontem com meu irmão.

    Você está certíssima!

  84. Mariana Alvarenga    25/02/2014 - 14h27

    Lu,adorei cada palavra! Pessoas ignorantes aproveitam do anonimato para “atacar” de forma maldosa. Já li em vários blogs comentários absurdos. De gente atoa, desumana e infeliz! Infelizmente são pessoas ruins mesmo! Valeu como desabafo, mas não se preocupe você e maravilhosa no que faz! Beijos Mil

  85. Polliana    25/02/2014 - 14h29

    Nossa, engraçado ler isso. Não sei se vai ajudar ou não, mas sabe que vc é uma das que me inspiram a não fazer cirurgia no nariz! kkkkk
    Eu tenho um osso no meio do nariz (nada demais) mas que aparece um pouco e não fica aquele “padrão” empinadinho que todo mundo acha perfeito. E por algumas vezes pensei em fazer cirurgia pra tentar raspar esse ossinho e dar uma empinadinha.
    E eu olho vc, e mesmo não tendo o nariz “padrão” que todo mundo acha lindo (isso não é uma crítica, só uma característica), você é linda demais!! E penso, cara.. se ela é linda assim desse jeito eu também posso ser linda sem ter o nariz empinado! kkkk
    Pra vc ver como são as coisas né! Essa coisa de padrão de perfeição (criada né, pq. cada um é perfeito do seu jeito) parece que deixa todo mundo louco!
    Bjo

  86. cibeli    25/02/2014 - 14h31

    E se eu te disser que conheço pessoas que falam ao vivo e a cores que a pessoa engordou, que tem dentes feios. Agora imagine pela Internet! A educação e discrição deveriam entrar na moda.

  87. Thayse    25/02/2014 - 14h33

    Lú, parece que hoje todas as suas leitoras que nunca comentaram resolveram se manifestar! hahaha Sou uma delas, e faço questão de comentar pra dizer que concordo demais com você!

    Fico abismada com o nível de certos comentários, com a falta de educação e a falta do que fazer dessas pessoas que perdem tempo ofendendo as outras. Sempre que leio essas indelicadezas, me pergunto: Pq? O que essa pessoa vai ganhar com isso?

    Depois de tantos anos lendo seu blog, parece que vc é uma amiga minha! Acho que esse devia ser o sentimento de quem acompanha um blog, e não de ficar ofendendo as pessoas de graça!

    Já que nunca comento rsrs, queria aproveitar pra te parabenizar pelo “O chef e a chata”! Muuuito bom de assistir, super bem feito e editado! Vai ser um quadro fixo do blog? Espero que sim!

    Beijoo!

  88. vera    25/02/2014 - 14h34

    Adorei!… Boa educação é bem vinda em todo e em qualquer lugar, seja no mundo real, virtual, onde for! Bjs e continue nos inspirando!

  89. Maísa    25/02/2014 - 14h35

    Finalmente li algo com razão sobre o tema. Realmente, a internet ta virando uma guerra. De fato as bloqueiras se expõem e estão sujeitas a críticas, o que não significa que a educação das pessoas deve deixar de existir. Eu moro no litoral. Tem gente que vem de férias pra cá e deixa a educação em casa e acha que pode fazer uma bagunça total na cidade “pq está de férias”. É mais ou menos a mesma coisa, posso ser mal educado pq tem um computador aqui. Quando eu não gosto de algo, eu simplesmente ignoro, ou se a pessoa passa a me incomodar, deixo de seguir. Tão mais simples e polite.

  90. Marina    25/02/2014 - 14h36

    Concordo plenamente. Pra mim é muito simples, blogs que não gosto/não me identifico, não leio. Nunca compreendi o que leva alguém a perder tempo do seu dia ofendendo alguém online… Só consigo me lembrar que “Educação vem de berço”.

  91. Manoela    25/02/2014 - 14h47

    Sou nova leitora do blog, mas desde já te apoio totalmente!!! Tem certas opiniões que as pessoas deveriam guardar para si mesmas! A vida online libertou grosserias que antes não aconteciam tão frequentemente….quando se tem liberdade muitos não sabem freiar seus pensamentos. Adoro seu blog! Parabéns!

  92. Chris    25/02/2014 - 14h48

    ( desculpe a falta de acentos) Lu, voce e linda por dentro e por fora, nao de audiencia a esse tipo de publico, que com certeza fazem esse tipo de comentario para magoar e nao ajudar… sao pessoas da pior especie, mal amadas, mal educadas, infelizes, sem realizacoes ou o que fazer, enfim nao merece sua atencao, apesar de eu ter que dizer que foi um texto muito bom. Acompanho seu blog a muito tempo, desde o comeco, lembro quando voce tambem foi mal julgada sobre um post sobre gordinhas e super te entendi, voce e honesta, tem personalidade e carater… ainda gosto muito do seu blog e fico feliz do seu crescimento em todos os sentidos. Hoje em dia e raro quando comento, pois ja fiz comentarios aqui que foram muito mal interpretados, e me perdoe, mas e foda ter que ficar justificando ou se defendendo em comentarios. Entendo sua posicao em defender seu queridos. Hoje em dia eu tenho uma filhinha, entao so a leitura do seu blog ja me ocupa o pouco tempo que me sobra. Tambem te acompanho no Yuotube, Face e Insta, lindas fotos sempre! Para voce querida, tudo de bom! Beijos!!

  93. Jéssica Cirino    25/02/2014 - 14h57

    Nossa, Lu, superválido esse seu post!
    Acho que as pessoas, nessa era em que bullying/haters são coisas tão comuns quanto respirar, é necessário fazer cada vez mais reflexões.
    O povo simplesmente perdeu a noção e a dimensão das coisas. Aproveitam que estão protegidos pelo anonimato e usam isso da forma mais errada possível.
    além disso, confundem opinião com ofensa. Aí, se a gente reage aos comentários depreciativos, somos “recalcadas, que só aceitam comentários de fãs”. Eles esquecem que há uma diferença enorme entre a opinião e a grosseria, exatamente como você disse.
    Espero que as suas palavras ajudem essas pessoas e as façam refletir sobre este comportamento muito, muito errado.

    Bjs e sucesso sempre!
    Jay.

  94. Carol    25/02/2014 - 15h04

    Lu, concordo demais com você. É bem provável que surjam críticas, mas é sempre bom ver os blogs fora da zona “moda, maquiagem” para tratar das barreiras que são necessárias em geral hoje, tanto na internet quanto na interação cara-a-cara com as pessoas. Parabéns!

  95. Brenda Costa    25/02/2014 - 15h04

    Você disse tudo Lu, as pessoas tem uma mania de achar que a internet é um mundinho paralelo onde elas podem fazer o que quiser e falar o que quiser ( já que não podem fazer isso pessoalmente -como você disse no caso do elevador- )… Elas AINDA não sabem que aqui na internet também é preciso ter educação, infelizmente.
    Eu tenho um (mini hehehe) blog e dia desses recebi um e-mail de uma garota que falou pra eu me TORNAR VEGETARIANA DE UMA VEZ. Dá pra acreditar? Pelo simples fato de eu te colocado naquela pequena descrição da lateral do blog que era “meio-vegetariana”… E ainda disse no e-mail que isso é uma vergonha pro vegetarianismo e que era pra eu largar o peixe e o frango logo HAHAHAHAHHA.
    Acontece que: Não como nem peixe nem frango e me considero “meio-vegetariana” porque como tipo, sei lá, peito de peru no sanduiche… sabe?
    A garota nem se quer colocou o seu e-mail verdadeiro pra eu responder e me explicar, já que ela não sabe nada sobre mim né?

    Pois é Lu, é assim que acontece, espero que posts como o seu abram a mente de algumas pessoas… Até acho que vou fazer post sobre isso também…

    beijos Lu
    http://sonhandoacordada.com

  96. Juliana de Souza    25/02/2014 - 15h04

    Lu… Acompanho seu blog praticamente desde o comecinho, e posso dizer: de todos os blogs que eu lia o seu foi o único que nunca enjoei. Você é uma blogueira autêntica e que sempre coloca personalidade em seus textos e isso que me agrada. O blog passou por um período que estava um pouquinho cansativo, mas eu não deixava de visitar, pois mesmo sabendo que veria publicidade iguais a outros, no seu eu sempre achava VOCÊ na narrativa dos textos, na forma de apresentar as fotos e tudo mais.
    Aprendi muita coisa no “chata” e em disparada é meu blog favorito e acredito que seu sucesso se deve a ser exatamente quem você é. Eu imagino o tanto que deve ser insuportável ler comentários agressivos e desnecessários… Você não obriga ninguém a acessar o chatadegalocha, portanto sou da seguinte máxima: visita quem quer, se não gosta não vem! A internet fez com que as pessoas perdessem uma coisa fundamental para quem vive em sociedade que se chama BOM SENSO. Sou advogada e uma das primeiras coisas que meus professores tiveram que nos ensinar foi que “o direito de uma pessoa termina quando começa o direito da outra pessoa”, um ensinamento elementar e que deveria ser algo que as pessoas deviam aprender ao longo do seu amadurecimento, como você falou “só é – RELATIVAMENTE – aceitável se o ato desrespeitoso de xingar se for uma criança de até 10 anos”. Mas infelizmente a cada dia que passa ninguém mais é respeitado e as pessoas usam a internet como uma arma pelo simples desejo de destratar pessoas que nem ao menos conhecem. Não abaixe a cabeça, não se incomode com o seu sotaque, não faça plásticas se essa NÃO for a sua vontade, não pare de piscar… Faça apenas aquilo que ama e que te faça FELIZ.
    Se você ler esse comentário sinta-se abraçada por uma leitora (não sou talifã ou algo do gênero) que gosta de você pelo lindo trabalho que você apresenta à sociedade. Beijo

  97. Fernanda    25/02/2014 - 15h06

    Quem tem luz própria atrai a inveja de quem vive na sombra!

    Outro dia estava conversando com um amigo sobre educação e princípios.São valores que estão se perdendo ao longo do tempo.

  98. carolina    25/02/2014 - 15h23

    AR-RA-SOU!

  99. Caroline    25/02/2014 - 15h23

    Lu sabe qual tem sido o problema hoje em dia? Tenho sentido que isso não é só no mundo virtual não, só pq as pessoas são próximas a você, seja amiga/tia/mãe/irmã/sogra/prima etccc, elas acham que podem “te dar conselhos que vc não pediu”. Qualquer um engorda e já vem meio mundo exigindo que emagreça, pq tem que ficar magra e bonita, o que não necessariamente é uma verdade, o culto da beleza tá exagerado e todo mundo sabe, mas em certos momentos da nossa vida, a gente não liga de relaxar e engordar uns 2 quilinhos, pq sinceramente isso não vai mudar em nada. As pessoas estão cada vez mais caras de pau e mau educadas, comentando coisas como se estivessem fazendo o favor de te avisar: “nossa, vc tem que fazer a sobrancelha urgente”, “meu deus, sua unha não tá feita? vc não era assim”, “vc deu uma engordadinha né??”, “que cabelo enorme, tá precisando cortar!!!”, “de novo essa roupa???”, “vc vai comprar isso?? que combinação esquisita” isso são exemplos de coisas que já ouvi cara a cara e fiquei passada, e continuo ouvindo. Sempre fui uma pessoa sincera, mas falo o que penso quando me perguntam, comentários assim são ofensas, e as pessoas estão confundindo com críticas, é triste ver essa falta de educação, principalmente vindo de pessoas que a gente gosta de verdade e tem relações “no mundo real”. Comentei como um desabafo pois esse post veio num momento em que tenho vivido isso, e fico muito chateada, já tentei deixar pra lá, mas percebi que normalmente as pessoas que mais fazem isso estão insatisfeitas consigo mesmas em algum aspecto, e precisando ver o defeito dos outros para se sentirem melhor, exatamente como vc quis dizer, parece piegas, mas é verdade, quando a vida profissional, pessoal, financeira vai mal, costumam sempre descontar nos outros, hora invejando, hora criticando. Sei que você soltou como um desabafo e até com raiva esse texto, mas as vezes é bom lembrarmos que ninguém é melhor do que ninguém, e o que tem acontecido no mundo virtual é reflexo de como as pessoas estão: infelizes, a melhor coisa que podemos fazer é buscar a nossa felicidade pessoal e parar de tentar alcançar as exigências da sociedade, o que eu preciso é diferente do que vc precisa, e nenhum dos dois é errado. Obrigada por permitir meu desabafo. Beijos

    • Paula    25/02/2014 - 16h15

      Concordo com você! Queria saber qual o interesse das pessoas em dar conselhos que ninguém pediu. Acho realmente que essa falta de educação vem do mundo real, e não apenas virtual…

  100. Gabi    25/02/2014 - 15h31

    Lu, seu post tá perfeito, falou tudo. Fico assustada com tanta agressividade e grosseria pelos blogs e instagrams afora. Me chateia em ver que as pessoas carregam tanta coisa ruim dentro delas, tanta maldade. Por isso ainda conto meus amigos nos dedos.
    Amo o seu blog!!

    Beijos

  101. Glaciliane    25/02/2014 - 15h37

    A geração das pessoas q não receberam educação em casa, o problema é este. Tudo pode, posso falar tudo e fazer tudo, tudo é lindo porque eu falei ou fiz. Sou médica e escuto barbaridades diariamente, ditas olhando nos meus olhos, as pessoas se acham no direito de despejar sobre vc toda a falta de educação recebida dos pais. Hoje nem respondo, tento ignorar e seguir em frente, não posso educar o mundo. Bjs e siga em frente fazendo o q vc sabe fazer de melhor, como eu digo diariamente só $ agrada todo mundo.

  102. amara    25/02/2014 - 15h41

    Quanto bom senso nessas palavras! Estava sentindo falta das tuas fotos no instagram, volta!! Linda e graciosa! bj

  103. Luiza    25/02/2014 - 15h43

    Oi, Lu! Leio seu blog todos os dias e estou muito orgulhosa desse post! As pessoas não têm mesmo noção mais… Querem ofender e rebaixar a troco de nada. Eu arrisco a dizer que essas pessoas fazem isso porque querem estar no lugar de pessoas como você. As pessoas agridem porque querem ser você, porque sabem que esse mau humor, esse rancor, essa implicância as tornam cada vez mais amargas e sozinhas. Eu, pessoalmente, quando não gosto de alguma coisa em outra pessoa NÃO falo. Mesmo quando não gosto de um vídeo, seja seu ou de qualquer das outras várias blogueiras lindas que eu acompanho e amo, eu SEMPRE dou o joinha, porque, na minha opinião, se não for para acrescentar, que muito menos seja para diminuir. Então é isso… Eu nunca comento em blog nenhum, mesmo lendo todos os posts, todos os dias… Mas senti necessidade de fazer isso hoje, como forma de demonstrar o meu apoio a você e a todas as pessoas em geral, porque todos os dias somos submetidos a julgamentos e opiniões que não foram solicitadas e as pessoas não desconfiam. Então, vocês que gostam de descarregar nos outros a frustração que têm quando olham no espelho: desconfiem!
    Beijo, Lu! Adoro seu trabalho!

  104. Denise    25/02/2014 - 15h45

    Pois é, ficam sempre nos extremos, nenhum dos dois verdadeiros: ou apontam “defeitos” porque sonham com um ideal inexistente de perfeição, ou ficam dizendo ” linda, linda, linda”, que é bom para o ego mas não acrescenta nada.

  105. Rebecca    25/02/2014 - 15h49

    Adorei Lú…
    E só pra constar, adoro suas piscadas! Rs…
    Bizarro isso!
    Sinceramente não consigo entender o quanto vcs ainda conseguem ser pacientes, pq é tanta besteira!
    Não gosta ou algo incomoda, apenar não siga mais, não entre mais noblog, mas vá perturbar outro!
    Parece que as pessoas não são felizes e tem o prazer de estragar o dia das outras…
    Amei tudo que você escreveu as pessoas as vezes precisam levar um puxão de orelha.
    Um grande beijo!

  106. […] 2. Voce eh o que voce fala? […]

  107. khrissya    25/02/2014 - 15h57

    Luu!! Mandou mt bem! Eu geralmente só comento mentalmente (pq tenho eu esqueço de escrever, juro) mas adoro vc e acompanho o blog diariamente!!! eu confesso que ainda estou aqui pensando em como um ser humano pode se preocupar com a quantidade de piscadas de uma pessoa!!! oi???!! como assim kkkkkkk enfim!! é a primeira vez que escrevo no chata e por isso gostaria de te dizer que apesar de não comentar kkk torço mt por vc e pelo seu sucesso (e vc é mtttt engraçada, me divirto nos videos) beijão

  108. luh    25/02/2014 - 16h04

    Oi Lu,sempre visito o seu blog,mais não comento,mais esse em particular,decidir comentar.
    Como outras meninas falaram,tudo que você escreveu,soa com ironia,vir aqui e falar que seu cabelo está lindo,que você estava maravilhosa no seu casamento (e estava!),aí é bom né,é bom pro ego,pro blog,mais quando alguém vem aqui e discorda,aí é grosseiro,chato,blá blá blá.
    Uma guria lá em cima ,falou que você não é uma pessoa pública (oi?!),acho que quem dá a sua cara pra bater,mostra sua vida,compras,viagens,quer o que então,entendo que ser ofendida que não é,e ter boa educação é fundamental,mais sabemos que nem todos são assim,e querer ficar de mi mi mi pagando de puritana que não dá.
    Acho que você que é pública sim! Tem que relevar o que ouve,vc não é obrigada a aceitar a minha opinião,mais é a opinião que dá números de acesso pra ti,é a minha opinião comentada ou não,que faz vc ganhar acessos,é a minha opinião que faz vc ganhar presentinhos…quero dizer que somos nós ,bem ou mal fazemos seu blog andar…
    Vc pode até dizer,se não gosta de mim vem fazer o que aqui? Pode ser que para os que te ofendam,tenha algo de interesse pra vir aqui.

    Enfim,não vista a carapuça e não absorva o que não o convém.

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 16h56

      Luh,

      Vc não entendeu meu post. Aceito a opinião de todos, desde que exposta com educação. Como digo no post, “Não gostar do look, da make, do video, e dizer “não gostei, achei que ficou desproporcional/curto demais/o sapato não combinou” é ok. É uma crítica e acho que quem está publicando espera isso e pode inclusive aprender com esse retorno do público, é o que acontece comigo. Falar “você tá bizarra”, não.”.

      Adoro ler a opinião das leitoras e poder dividir as coisas com vocês, mas não faço a MENOR questão de ter leitora grosseira só pra aumentar meus pageviews. Se tenho audiência há tanto tempo é porque faço um trabalho interessante e coerente, se falasse só bobagem não tinha tanta gente pra ler. É muito fácil dizer “não absorva o que não convém”, até parece que uma pessoa normal consegue fazer isso! Quem tá do outro lado é de carne e osso, e ninguém é obrigado a ler grosseria, seja quão público for.

      BJs

    • Carol    25/02/2014 - 18h11

      Também pensei a mesma coisa que a luh sobre o ovo :(
      Mas Lu, queria te falar outra coisa… quando vc fala que as pessoas colocaram as blogueiras em um pedestal, acho que foram as próprias blogueiras que se colocaram nesse pedestal. Quando uma blogueira fala que ganha 35 mil por mês, quando viaja de primeira classe patrocinada por uma marca e mostra isso, quando ostenta marcas caríssimas, carros, viagens, funcionários, é uma forma de dizer que está em um pedestal sim. E eu acho que várias blogueiras na maioria das vezes querem se mostrar seres superiores. Uma pena que aquele papo de amiga virtual que existia há um tempo atrás não aconteça mais nesses blogs que viraram sucesso. Uma pena que tenha tanto jabá envolvido e de uma forma tão chata, como quando a blogueira conta uma historinha fake no post pra justificar a escolha do produto sinalizado como jabá… enfim, acho que tem “erro” dos dois lados da história e tanto blogueiras como leitoras têm que achar um jeito de melhorar isso! Assim como tem muita leitora grosseira, também já vi muita blogueira grosseira dando patada sem necessidade!
      Bjs

    • Carol    25/02/2014 - 18h13

      Comentei na resposta errada, era pra ter respondido a Mariana que falou do ovo!

    • Julia Ferreira    25/02/2014 - 18h15

      Luh,

      Acho que cabe aqui uma reflexão.
      Se na sua vida real, você encontra uma pessoa que está vestindo uma roupa feia ou engordou ou sei lá o que, você vai falar com ela: “Meu deus, vocês está horrorosa, você precisa emagrecer dez quilos, você precisa de uma plástica nesse nariz para sorrir direito. Mas assim, é só minha opinião.”
      Você REALMENTE falaria isso com ela? Na cara dela? Não.

      Ter opinião é um direito de todos, mas ofender não é e nunca vai ser! A Luisa está reclamando justamente disso.
      Por ser internet parece que ficou aceitável ofender as pessoas. Fazer críticas é uma coisa, ofender é totalmente diferente. E se você não sabe essa diferença, me desculpe, mas ai o problema está com você.

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 18h35

      Carol,

      Mas e se a menina ganha 35 mil por mês? É pra esconder isso? Se viaja de primeira classe? Tb? Desculpa, não concordo. Assim, eu não me sinto confortável em falar quanto ganho por mês, isso é coisa da minha criação e mesmo qd jornalistas perguntam eu me recuso a dizer, acho que isso só cabe a mim. Também acho que existem maneiras de mostrar certas coisas, já vi posts em que a menina só fazia mesmo questão de mostrar a roupa/bolsa/qquer coisa cara, mas ah, isso é valor de cada um. Se é tão importante assim pra pessoa, que seja, provavelmente ela vai atrair leitoras que tb achem isso importante.

      Mas essa questão do dinheiro é tão irrelevante pra mim! Claro que adoro ganhar dinheiro e comprar o que quiser, mas o que valorizo é outra coisa, o meu ‘pedestal’ é outro. Não vou endeusar uma pessoa pq ela tem dinheiro pra comprar 300 bolsas Chanel, aliás, difícil é eu endeusar alguém…
      A história dos jabás e publicidade bagunçou um pouco as coisas por um momento, mas a maior parte dos blogs aprendeu a lidar com isso e as leitoras tb. Acho que os blogs de sucesso mudaram sim, mas se estão no topo é pq a blogueiran ainda tem algo bacana a compartilhar. A maior parte deles está no ar há anos, seria estranho se não mudassem. E não acho que não exista mais a história de ‘amiga virtual’, acho é que muita blogueira tem preferido se expor menos pq não quer ser gongada nos perfis do Insta, nos comentários grosseiros e por aí vai…
      Bjs!

    • Cinthia    26/02/2014 - 07h49

      Eu entendo totalmente o ponto da Lu! Mas dessa vez, infelizmente estou com a Carol :/
      Mas é algo pessoal sabe.. eu não fico com raiva e nem inveja! Mas blogs como o Chata (que era meu favorito a anos) passou a ser meio chato (para mim! sei que é pessoal porque com certeza o acesso continua aumentando), simplesmente porque saiu da minha zona de interesse!
      Tinham épocas que eu entrava aqui e só tinha coisa de viagem e não sei o que.. como não viajo para o exterior acho muitos post seguidos de viagem repetitivos! Mas é algo meu.
      Fico feliz pelo sucesso das blogueiras! Mas é engraçado ver que da primeira experiencia de viajar de avião relatada nos blog a alguns anos atras, passaram a experts em “new york and london”! Impossível achar isso lindo e maravilhoso!

    • Juliana    19/03/2014 - 17h02

      Concordo plenamente. Já foi o tempo que os blogs nos faziam sentir que vcs eram gente como a gente. Agora parece que virou uma disputa de ego, ou de quem ganha mais jabá, ou de quem ostenta mais, ou quem viaja mais. Parece mais um lookbook proprio, pra exibir a pessoa e não mais o look, a marca. E qdo é pela marca, é ganhando MUITO dinheiro com isso. Ok, não tem nada de errado em faturar com isso. Mas c’mon né Lu, o blog já deixou de ser diversão e passatempo há muito tempo. É pura máquina de fazer dinheiro e massagear o ego de vcs. Óbvio que não concordo com as grosserias, mas acho q isso tb é reflexo de como vcs blogueiras se perderam e se venderam ao longo do caminho.

    • Thamires    30/05/2016 - 09h52

      Aparentemente faltou interpretação da parte de voces meninas, nao querendo defender o blog porque nao ganho nada com isso não, mas acho que voces nao entenderam a parte de É OK CRITICAR, É OK NAO GOSTAR E É OK EXPRESSAR ISSO, mas SEMPRE SEMPRE com educação. Pensem comigo: suponhamos que ela poste um look que vocês acham que não “combinou” com o tipo de corpo dela, uma pessoa educada, pode dizer: “Oi, não curti muito esse look, acho que te fez parecer mais baixa, com mais quadris, já experimentou uma saia de tal jeito? adoraria ver um look assim” uma pessoa sem educação (e sem noção) diria: “meu Deus você engordou demais, está horrorosa, como tem coragem de publicar uma foto dessa?” Deu pra entender a diferença?

  109. Fernanda    25/02/2014 - 16h19

    Lu,

    Achei super pertinente seu post, tem vezes que leio alguns comentários e fico incrédula! Está faltando educação, bom senso e amor ao próximo em muitas pessoas e quando se trata de internet parece que muita gente libera o seu pior e se acha no direito de se transformar em uma metralhadora de asneiras.

    Jamais diria ou escreveria algo para alguém que eu não gostaria de ler ou ouvir. As pessoas confundem o significado de “crítica são bem vindas” e “criticas construtivas” com “Fale a merda que você quiser e exponha toda a podridão que tem dentro e você, afinal, vc está na internet e ninguém pode te dar a resposta ou o tabefe que vc merece”.

    E essa história de que “está na chuva é pra se molhar” já cansou. Ser blogueira, atriz ou algo que inevitavelmente exponha a sua imagem é um trabalho como outro qualquer, não é passe livre para as dizerem ou fazerem o que bem entendem.

    Se a gente for levar essa máxima de que quem se expõe merece ouvir qualquer coisa, daqui a pouco outras coisas como: se vc está de vestido curto merece ser violentada, se você está com uma bolsa cara na rua merece ser assaltada e etc um dia podem começar a valer tbm, aí o mundo viraria um caos… Tudo tem limite.

    Bjo!!

  110. Caroline®    25/02/2014 - 16h20

    A Carol do Small Fashion Diary escreveu um desabafo parecido esta semana:
    http://www.smallfashiondiary.com/2014/02/um-sonho-de-liberdade.html
    Haja falta de respeito.

  111. Maria Letícia Marques    25/02/2014 - 16h21

    Muito bom seu texto, Lu. Hoje em dia as pessoas se escondem atrás de seus computadores e do “anonimato” que eles proporcionam, e com isso acham que tem o direito de falar qualquer coisa. Acredito que toda manifestação de opinião é válida, mas como você mesma disse, a educação é fundamental em qualquer uma delas, no elogio ou na crítica.
    A internet é uma ferramenta ótima, mas parece que tem deixado as pessoas cada vez mais sem noção, infelizmente :/
    Que você continue sendo essa pessoa super profissional e supere todos esses “sem noções”. Adoro o blog!
    um beijo

  112. elaine    25/02/2014 - 16h26

    Infelizmente gente grosseira e arrogante existe em todo lugar. E pior que não é só no mundo cibernético, onde há ainda a possibilidade da anonimidade.
    O limite da sinceridade e da arrogância não é uma linha tênue: É a educação. E educação é uma coisa que vem de berço. Uns são grossos pela própria ignorância da vida, outros por prazer.
    Eu não faço a linha de ignorar, de abster… Também não revido na mesma moeda, mas mando meus recados sutilmente e às vezes de forma tão inteligente que o agressor vai passar dias apertando a mente para entender o que eu disse.
    Menina, vc é linda, inteligente, capaz…. Se azedar faz parte do processo. Olha quanto elogio você está recebendo. A gente só dá o que tem. E o mundo está cheio de pessoas amargas, rancorosas, arrogantes, ignorantes. O que esperar de pessoas assim?

    Escute “Barraqueira” de Márcia Castro, segue um pedacinho da letra:

    Posso até me fazer de maluca
    Posso até acionar abstração
    Só que tem uma hora, meu filho
    Que parece embolar a questão
    Eu começo ficando nervosa
    Vou perdendo o controle, então
    Deixo o bom senso de lado
    Ultrapasso e parto pra ação

    Porque eu sou de rodar a baiana
    Fazer vexame
    E xingar todo mundo de tudo quanto é nome
    Passo mal de excesso, mas não passo fome
    Eu bem que sou o tipo de mulher barraqueira que apronta
    Grito, brigo, bato, passo logo da conta
    Porque mágoa só fica pra quem não desconta

  113. Mariana    25/02/2014 - 16h32

    Bom, acho falta de educação ir no blog, instagram, telefonar, parar uma pessoa na rua para dizer para ela que ela está gorda/não tem dente/que o cabelo é feio, etc. Isso é falta de modos sim, mas não acho que blogueiras são deusas infalíveis.

    Da mesma forma que as pessoas acordam com raiva do mundo e resolver descontar em alguém por perto, no irmão, no porteiro, na blogueira, atacando alguma coisa, tem dia que o irmão, o porteiro e o blogueiro também acordam com a macaca.

    Ontem mesmo você colocou um vídeo do Chef e da Chata chamando diversas comidas/situações de nojenta e quando uma menina no IG chamou o ovo da foto de nojento, você reclamou. Qual é exatamente a diferença do seu nojento para o nojento dela? Eu não vejo nenhuma, ambos são desnecessários, pois tudo é questão de gosto cultural, meio social, meio econômico. Não existe comida nojenta, existem preferências e existem seres humanos que erram e acertam. Mas, até onde tomei conhecimento, vc não pediu desculpas pelo seu nojento e nem ela pediu pelo dela, ficaram as duas repetindo o mesmo comportamento com a certeza absoluta que estão certíssimas. Ou seja, um caso claro em que tanto Susie quanto Sally estavam erradas…

    Enfim acho que falta MUITA maturidade para certas leitoras e para certas blogueiras, mas tem certos discernimentos que só chegam com a vivência mesmo. Algumas pessoas “usam o chapéu roxo cedo” (parafraseando o texto que virou viral), outras só dizem usar e repetem o mesmo comportamento daqueles que tanto criticam.

    Acho que meu comentário não será aprovado, mas de qualquer forma essa é minha opinião e não sou invejosa, nem recalcada e nem minha pia tá cheia de louça. Só acho que é um texto como esse seu também deveria ser usado como auto reflexão.

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 16h52

      Mariana,

      Se vc olhar no post do episódio ontem, vai ver que uma leitora fez um comentário parecido com o seu. Ela disse: “Lu, não fala que comida é nojento, entendo vc dizer isso no video, mas não acho bacana falar isso de comida”. Se vc ler a minha resposta pra ela é “Puxa, vc tem razão. Mais cedo eu tava aborrecida no Instagram justamente por isso, tenho que prestar atenção.”. Ela me fez uma crítica, educadamente, como deve ser, e eu concordei. Não tô aqui pra receber confete, estou aberta à críticas de quem for, mas sempre, com educação. Grosseria eu não aceito mesmo! E eu tb não sou o tipo de pessoa que reprova comentários só pq eles estão criticando. Se vc tivesse escrito alguma ofensa seria outra história, deleto mesmo, mas não foi o caso.

      Bjs!

  114. Ana Carolina    25/02/2014 - 16h34

    Oi Lu, to sempre por aqui, muitas vezes seu blog seguiu uma linha que eu não me identificava mais, então eu parei de acompanhar por um tempo. Quando voltei a me identificar, voltei a ler e comentar. Mas como muita gente disse: “é uma faca de dois gumes”. Acompanhava o Futilish direto e depois de um tempo a dona só postava coisas que não faziam sentido para mim, viagens a Europa super caras, comidas de restaurantes 5 estrelas, looks muito feios, post sobre roupas caras, sobre marcas, coisas que não tenho dinheiro para bancar, por isso não faz parte do meu mundo e que nunca foi a linha do blog. Uma menina falou sobre isso, avisando que os posts estavam repetitivos e a blogueira foi super grossa! Disse: “se não gosta, não lê!’, ok, não lemos, mas que tipo de leitora ela quer ter? Não é porque fazemos um comentário que odiamos a pessoa, as vezes só estamos avisando que os posts tão repetitivos demais… E o que achei o cúmulo é o fato dela não publicar quase 90% dos comentários, o meu mesmo, que não foi mal educado ela ignorou e não publicou. Como sei que estou sendo ouvida? Acredito que o blog é mais um meio de comunicação, tanto da blogueira para a leitora, como da leitora para a blogueira. Enfim… tava pelas tampas com isso…

  115. Mariane    25/02/2014 - 16h34

    Perfeito Lu!!!!
    As pessoas confundem muito “liberdade de expressão” com “abusar dos limites”, e isso realmente não só não é legal, como também uma tremenda falta de educação e respeito!
    Pessoas assim, na verdade, só querem chamar atenção e nem merecem resposta (embora dê uma raiva tremenda!!!)
    Mas é isso aí, abaixo as pessoas se noção que se acham no direito de falar o que lhes vêm à cabeça!!!!!!!
    Bjo,

  116. Kamayuri    25/02/2014 - 16h49

    Chata .. encontrei seu blog nem me lembro como mas sei que foi no ano de 2013 e me apaixonei pela pessoa que você é, pelo carisma, pela alegria em pessoa !!! Você É LIIINDAAAA DE MORRER ! e não precisa mudar nada nada.
    Pena que hoje em dia tem essas pessoas super má educadas que gostam de ver os outros pra baixo falando coisas indevidas. No meu trabalho tem muuitos assim e eu simplesmente ignoro pois não vou ficar pra baixo so porque essa pessoa é de mal com ela mesma e quer que os outros fiquem miseráveis que nem elas.

    O que importa é o amor que você recebe das pessoas ao seu redor ! Seu marido, seus pais, irmãos e irmãs e claro os amigos queridos. Acho que quando você fica pra baixo com essa pessoas é só ligar pra alguém querido para esquecer essas bobeirinhas.

  117. Camilla Toscano    25/02/2014 - 16h51

    Oi Lu!!!
    Adoro o seu blog e adorei esse post. Concordo plenamente com você! Eu leio vááários blogs e as vezes alguns me decepcionam em relação ao conteúdo. Por exemplo, ADORO moda, maquiagem e tudo o que cerca o mundo feminino, mas JAMAIS pagaria 5 mil reais numa bolsa. Não vejo muito valor num post que estimula esse tipo de consumo, mas isso é apenas a minha opinião. Pensei duas vezes antes de comentar e escolhi as melhores palavras para dizer isso para a blogueira.
    Existem milhões de blogs e o leitor pode escolher aquele que mais gosta, não precisa sair espalhando palavras ofensivas só porque não gostou do post (WTF?). Fica minha sugestão para todos: ocupe o seu tempo com coisas que você gosta e não o contrário.
    Lu, parabéns por se manifestar! Muitos pensam que por ser uma blogueira você tem que aceitar tudo e qualquer coisa e ainda fazer cada de paisagem, mas não é bem assim… Todo mundo merece respeito :)

    Super beijo

  118. Nathália Tavares    25/02/2014 - 16h53

    Lu,

    Parabéns pela sua coragem! Concordo totalmente com você, porque parece que a internet gerou um bando de bobalhões inconvenientes. As pessoas estão achando que por estar no “anonimato” tem o direito de falar o que quer pra quem quiser. Sinto que tem gente que fala só pra falar, somente para aparecer, mas que na verdade não passam qualquer tipo de conteúdo. Sou da seguinte opinião: “não gostou guarde pra sí. Ninguém colocou a arma na cabeça do infeliz para entrar no seu blog, então, sai de fininho sem que ninguém perceba, não se exponha negativamente e muito menos incomode os outros.”

    Sou leitora assídua do se blog, adoro as coisas que você posta, seu estilo de escrita e os temas que aborda. Parabéns!

    Grande beijo e muito sucesso.

  119. tania    25/02/2014 - 16h58

    Ainda bem que aparece posts assim na blogosfera!!!!
    Quantas vezes fui em algumas caixas de comentários e fiquei indignada com a falta de educação e me sentindo mal em ficar ‘quieta,só olhando,SABENDO que havia uma injustiça/ofensa/grosseria acontecendo bem debaixo do meu nariz”
    Tolerancia zero pras atitudes negativas sejam elas virtuais ou não ,que sempre são prejudiciais a todos.
    Veja só, entro num blog pra curtir alguma coisa e o foco acaba sendo desviado por uma pura falta de educação!

  120. Núbia    25/02/2014 - 16h59

    Lú, eu amo muito o blog e concordo com tudo o que vc expôs. Tenho uma loja em Shopping, sode peças de tricot e crochet e vc não imagina as barbaridades que eu já ouvi.”isso é um pano de chão”, “me da um desconto de 50% nessa peça ?” e por aí vai. As pessoas não entendem o que a pessoa que está do outro lado passa. Tem uma frase que eu adoro: toda vitória tem uma trajetória e acredito que antes de soltarem essas “pérolas” as pessoas poderiam parar e pensar na trajetória que vc, eu e qualquer outro percorreu para estar onde está.

  121. Jaqueline Sinibaldi    25/02/2014 - 17h02

    Adoreiii!!! Ta difícil viver no mundo que tudo é tão comum e vc só é normal se aceitar tudo o que todos querem fazer da vida sem pensar em princípios, educação e ética. E sim não é normal insultar alguém por sua imagem ou por aquilo que ela veste e sim já que vivemos nesse mundo que tudo pode “cada um no seu quadrado né”. E em primeiro lugar: “RESPEITO AO PRÓXIMO ASSIM COMO VC QUER SER RESPEITADO”
    Valew o desabafo Lu pertinentes palavras!!!
    Simbora refletir!! :):)

  122. Carlinha Torres Barros    25/02/2014 - 17h06

    Oi Lu, há alguns anos atrás eu estava desempregada e resolvi para sair de uma depressão escrever meu blog, você foi minha inspiração pra tomar essa descisão, pois você é extrememente competente no que faz… Da pra ver no seu olhar o amor que tem por esse trabalho. E admiro muito isso!
    Concordo plenamente com você, hoje em dia não só no mundo virtual, mas no mundo “real” as pessoas pensam que podem falar tudo q qualquer momento, e não é assim.
    Eu sou mãe de uma linda princesa de 3 anos e meio, desde que Julia nasceu eu escuto pessoas me criticando por que estou gorda demais, ou porque não tive tempo de passar uma make…isso dói…e dói na alma.

    As pessoas deveriam ser mais delicas com as questões das quais não dizem respeito a elas.

    Sou sua fã e obrigada por ser essa blogueira nota 10, que muitas vezes transfoma meu dia triste em um dia feliz! Beijos amore!

  123. Maria Carolina    25/02/2014 - 17h06

    Parabéns pelo artigo! Pena que o problema de interpretação de texto de algumas pessoas é crônico… ou é preguiça de refletir… ou os dois! bjs

  124. Rafaella    25/02/2014 - 17h12

    Não sei que prazer tem uma pessoa de criticar a outra grosseiramente, todos podemos achar o que quiser, mas falar, “male má” podemos falar de nós mesmos. Uma vez vi um comentário no seu instragram (não lembro bem), uma pessoa falando mal de uma blogueira que estava com você, comentário que ela era metida (algo assim), porque estava com uma bolsa X em um evento de uma marca Y, sério gente? Uma bolsa tem esse poder de mostrar se a pessoa é isso ou aquilo? Sempre achei que, se eu gostasse de algo eu poderia pegar, usar e pronto! Como você mesmo falou em resposta de algum comentário, não devemos aceitar esse tipo de coisa em lugar algum.

  125. Karina    25/02/2014 - 17h13

    Adorei, Lu!! Embora eu leia muitos blogs, não tenho o hábito de ler os comentários. Mas no instagram alguns comentários já estão ali e comecei a dar uma lida… Fiquei chocada com a falta de educação! Não entendo como alguém perde o seu tempo pra dizer coisas ruins para outros… Fico imaginando o pq a pessoa le o blog, ou ve os videos se ela nao gosta! Vai ler outro blog,mas nao precisa ofender aquele que tu nao gosta! Vcs fazem o blog pra nós, por mais que seja uma profissão, não deixa de ser uma relaçao quase intima ente o leitor e blogger. E nós que gostamos de ler blogs, dependemos de pessoas que estejam dispostas a abrir a propria vida pra nós. Acho que depois desse desabafo, algumas pessoas se toquem e voce so precise ler comentarios queridos ecriticas construtivas! E mais uma vez,parabens pelo blog e por ser uma pessoa tao querida e sensata!

  126. re    25/02/2014 - 17h23

    Bom, eu entendo que realmente há muita grosseira e falta de limites na internet. Mas algumas críticas fazem parte da boom das blogueiras e do excesso de compartilhamento da vida na internet. Veja bem, não é que isso dá direito as pessoas de serem grossas, mas quem espera que todo mundo seja apenas elogioso? De outro lado, eu também fico chocada com o excesso de elogios e defesas apaixonadas. Por ex., outro dia, no IG você explicou sobre a questão da marcação de publicidade. Alguém, que provavelmente nem leu e foi na onda de “ameaçar com o conar”, praticamente foi linchada. Não é que ela estivesse certa. Não estava. Mas chamar um desconhecido de burra, de ignorante… para defender a blogueira que vc não conhece pessoalmente, também não parece razoável. É uma situação complicada pois não dá para te deixar sempre como curadora da moral e educação alheia e simplesmente bloquear as críticas esvazia a graça do blog. É de se pensar.

  127. Thaís    25/02/2014 - 17h25

    Amei! “What Susie says of Sally says more of Susie than of Sally”!!!

  128. Jessica    25/02/2014 - 17h33

    Desculpe-me Lu mas achei o post imaturo e digo o motivo; Voce pensa antes de apertar o send quando vive falando de viagens caras, restaurantes, roupas, maquiagem e futilidades afins? Voce pensa antes de apertar o send que milhares de pessoas nao tem oque comer e ganham salario minimo? Voce pensa antes de apertar o send que estå influenciando adolescentes a pensarem que ser blogueira é profissao e podera deixa-las famosas? Voce pensa antes de apertar o send que tudo que vc faz vc tem que postar? Vc pensa antes de apertar o send que vc postar fotos do seu marido o tempo todo vc esta expondo a sua vida particular? Voce pensa antes de apertar o send que postar fotos sempre com o rosto apinhado de maquiagem nao é a verdadeira Lu de cara lavada? Enfim poderia continuar essa lista com mais 100 itens… Mas paro por aqui, acho que sera o suficiente pra vc refletir na sua participacao nos comentarios maldososo…

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 17h46

      Jessica,

      Não tenho que ter vergonha das minhas viagens, compras, roupas ou o que for. Não é porque eu tenho condicões de fazer viagens ou comprar o que for que alguém ganha o direito de ofender.
      Ser blogueira é sim um trabalho. É o que faço desde 2010 e minhas contas são pagas assim. Tenho uma empresa, emprego pessoas e desenvolvo parcerias com marcas diversas, isso não é trabalhar?

      Quem foi imatura não fui eu, e sim quem pensa que por ver coisas que não pode comprar/ter/viver ganha o direito de recriminar e ofender. Não sou rica, vejo mil blogueiras milionárias e não me ofendo absolutamente em nada. O valor de cada um vai além do montante no banco, das coisas que tem. Educação é princípio básico de convivência, independente de classe social, coisa pequena se ater a isso pra justificar comportamento de quem não sabe respeitar o outro!

    • Maizi Leão    25/02/2014 - 19h46

      Creio que ser blogueira é um trabalho justo e que tem uma recompensa financeira e no estilo de vida. Como cada profissão! Acho que se quem está no blog e conseguiu ler esse post que a Lu colocou você está contribuindo para o trabalho dela que vai muito bem por sinal, pois se fosse o contrario não teria repercutido dessa forma por uma simples falta de leitores.

    • Carol    25/02/2014 - 20h03

      Também já senti que às vezes parece tudo muito artificial, tipo novela que a personagem já acorda maquiada e que come frutas vermelhas e torradas todo dia. A impressão que tenho é que nenhuma blogueira famosa pegaria um ônibus coletivo ou tomaria de café da manhã café com leite e bolacha maizena… talvez até façam isso, mas não mostram, é só glamour, não é mais vida real, tudo tem uma certa ostentação.

    • Fabiana    26/02/2014 - 13h31

      Carol, alguém na internet mostra o lado ruim? O ser humano sempre vai querer mostrar o seu melhor, essa e a vida! Já viu alguém colocar a pior foto em seu perfil nas redes sociais? Eu nunca vi! Abraços.

    • Melina    27/02/2014 - 06h25

      Essa aí viajou legal no comentário… Deveria doar tudo o que tem e ir morar em baixo do viaduto… E outra, essa pessoa ta aí criticando, mas parece ser uma frequentadora bem assídua do blog né!
      Existe desigualdade no mundo? Claro que existe, mas não por isso que a pessoa tem que parar de fazer as coisas de que ela gosta e que ela pode por ter uma condição social melhor, afinal tudo mundo trabalha e da duro para conquistar o que deseja.

  129. Marcos    25/02/2014 - 17h39

    Por coincidência, acabei de ler isto: http://blogs.estadao.com.br/renato-essenfelder/2014/02/24/o-que-tem-em-comum-facebook-valesca-popozuda-e-sheherazade/ E acho que você vai se identificar e concordar!

    Bjs

  130. Magui    25/02/2014 - 17h44

    Lu, eu concordo com você e acho extremamente lamentável que esse tipo de tema precise ser abordado. É questão de educação básica. E pra quem fica de mimimi que vc é pessoa pública e tals, só posso rezar para que um dia entendam a diferença brutal entre “crítica” e “grosseria”.

    Agora vou fazer a advogada do diabo aqui. Sei que você e outras blogueiras dão tratamento adequado a suas leitoras, respondem com classe e paciência até os comentários mais mal-educados.

    No entanto, já vi blogueira fazendo cada barbaridade, que me pergunto se leitoras não são como cães… O reflexo do dono! Será que leitoras grosseiras não são reflexo de blogueiras grosseiras? Já cansei de ver blogueira maltratando leitora por perguntas inocentes. Certa vez, dei uma carcada na Camila Coutinho via facebook porque a “fofa” ironizou o fato de a Valeska Popozuda estar no aeroporto usando um look com tendências, óculos Prada e bolsa Chanel. Porra, a menina trabalhou, ralou, ganha seu dinheiro honestamente e, só pq não é “it girl” e pq veio da favela não pode comprar as coisas que gosta sem ser ridicularizada? Cansei de ver blogueiras despejando crueldade ao comentar looks de celebridades em premiações e afins. Teve até uma que ridicularizou “sapatos de plástico” e meses depois fez Jabá pra Melissa.

    O que eu quero dizer é o seguinte: Será que não são as próprias blogueiras (não todas, obviamente), que com suas posturas estão criando “monstros” em forma de seguidoras?

    Acho que é pra se pensar, né?

  131. Rebeca Souza    25/02/2014 - 17h50

    Lu concordo plenamente com você, as pessoas não tem o direito de ir ao seu blog, Ig, fanpage o que for e de criticar negativamente (ofender), MAAAASSSSSs (bem grande assim rs) quero dar outro ponto de vista, do leitor no caso. O que tenho visto (não no seu caso) que muitas bogueiras também respondem com muitaaaaaa falta de educação essas criticas que a meu ver em alguns casos seriam construtivas. Fato esse que se deve por algo que você descreveu muito bem, acho que colocaram as blogueiras em um pedestal imaginário, surreal. Eu fui bloqueada de um Ig por dar uma sugestão pra uma bogueira sobre cachorro, ela me veio com 10 pedras na mão, e me bloqueou, não me deu o direito de resposta, e olha que muitas meninas me defenderam no ig dela. Não sei se você tem dimensão disso, mas nos leitoras (pelo menos eu) parece que somos suas amigas de infância, serio, eu entro aqui todo dia, já ate conversamos pessoalmente,mas o blog e algo tão pessoal que quando estou lendo parece que estou ouvindo sua voz, conversando com uma amiga, e em compensação você, de fato não me conhece tão bem como te conheço, pois aqui você expõe um pouco sua vida rsrs.
    Outra coisa, uma experiência minha, sabe o que eu percebi ao longo dos anos (essa foi boa rsrs, tenho 25 anos) e que quando escrevemos pequenos textos, como comentários,SMS, parece que tem uma conotação negativa, sei lá. Um exemplo, quando “brigo” com meu marido, coisa boba mesmo, toda mensagem que ele me manda me soa mal, o que combinamos então, não mandar mensagem um pro outro se estamos com raiva, você não sabe como isso mudou a minha vida, serio. Por que quando lemos damos à entonação que queremos. Bom depois desse texto enorme, espero que tenha passado minha mensagem. Toda historia tem no mínimo dois lados. Bjos e fica com Deus. Amos seu trabalho.

    • Thais    25/02/2014 - 19h23

      Ué, a pessoa não tem o direito de bloquear quem ela quiser? Direito de privacidade. Não é porque é blogueira que tem que agir diferente. Eu acho que algumas pessoas têm muitas expectativas em cima dos blogueiros (ou de outras pessoas com mais visibilidade). Se todo mundo se colocasse no lugar do outro, ninguém teria esse tipo de problema.

      Particularmente não acho que blogueiro (nem qualquer outra pessoa no mundo) deva viver querendo agradar todo mundo, mesmo porque isso é impossível. Estamos falando de um trabalho que tem sim relacionamento com os leitores, mas atualmente não se trata de relacionamento, mas de se defender das raquetadas!

      Vale lembrar que os blogueiros que vivem de seus blogs estão onde estão pelo seu excelente trabalho de conteúdo em primeiro lugar, que atrai sim os leitores e leva muito em conta a opinião deles. O trabalho não é abrir as pernas para os leitores e aceitar com um “sim, senhor” tudo o que for dito, seja ofensa ou não. E o pessoal precisa simplesmente entender isso numa boa. Se o trabalho do blogueiro incomoda tanto assim, deixe de visitar o blog. Isso sim fará alguma diferença. Não ficar cobrando post, criticando ou ofendendo. Não foi o seu caso, mas é o caso da maioria.

  132.     25/02/2014 - 17h54

    Amei a frase… vou emoldurar kkkk
    é foda Lu… nem dá bola… gentinha…
    É por essa getinha que to perdendo as esperanças no mundo… parece que o povo só sabe reclamar e criticar

    >>>>>>>> Mulherada, venham conhecer a loja mais descolada de T-Shirts: http://www.PISAICO.com.br <<<<<<<

  133. Aline    25/02/2014 - 18h01

    Amei Lú!
    *aplausos*

  134. Marina    25/02/2014 - 18h03

    Oi Lu

    Achei o post muito legal, mas gostaria que todos pensassem no seguinte: todas as críticas são ‘recalque’. Nos instagrans fitness as meninas são gordas, nos de moda são feias, e por aí vai. A maioria só responde crítica, nunca agradece elogio. As pessoas deveriam tomar mais cuidado com as palavras, mas quem é criticado (ou gosta de advogar pro criticado) também deveria tomar cuidado ao se ‘defender’!!! Justamente como a Magui escreveu aqui em cima!

    Não é o seu caso, mas alguns blogs e instagrans é pura baixaria. Será que realmente é um surto coletivo ou aquela pessoa responsável por aquela ferramenta virtual não está tendo atitude que gere esse tipo de liberdade para os leitores?

    Continuo refutando a idéia que, as pessoas perdem os limites. Querem magoar, querem alfinetar. Mas vejo muito mais pessoas que se preocupam muito com críticas realmente sinceras… e isso não é legal!

    Não vale a pena dar nome aos bois por aqui, mas elas existem. Não aceitam críticas, não aprovam comentários do tipo ‘Lindo o vestido. Mas achei que ficou grande, deveria ter comprado um menor!!!’ por exemplo. Ou se aprovam dão respostas no nível ‘você acha? Que bom que sua opinião é sua, né querida?’ – já aconteceu comigo. Se você questiona algum tipo de informação (nos blogs fitness é o que mais acontece) a resposta é “se não quiser, não segue” ou “aposto que é gorda recalcada”. É aquela coisa… O respeito do ser humano termina quando começa o do outro!

    Não acho de forma alguma que é o seu caso, muito pelo contrário, você é super educada. Mas de maneira geral, acho que todas deveriam repensar as atitudes do lado de lá do monitor!

    Beijos,

    Marina

    • Thais    25/02/2014 - 19h26

      Marina, entendo mas… e? Qual o problema a pessoa não aceitar críticas, deletar comentários etc. Cada blogueiro tem uma maneira de lidar com isso. Pare de acessar o blog, se não se identifica. Ninguém sabe se a pessoa por trás está com depressão, está doente, se tem um assistente bloqueando. É muito mais fácil presumir que a blogueira é arrogante e não aceita críticas. Mesmo se for assim, é um direito dela. O blog, o Instagram, a fan page, são dela. Você não deleta se alguém postar algo que você não goste no seu perfil no Facebook? É isso.

    • Ca    26/02/2014 - 01h10

      Thais,

      Acho impossível comparar um blog de sucesso com o perfil de alguém no Facebook. Em primeiro lugar, o blog é uma empresa que gera receita por meio de acessos (pelo menos para os blogueiros que vivem disso), vendendo espaço para publicidade. Nesse sentido, o faturamento do blog depende diretamente de quantas pessoas o acessam diariamente. É a quantidade de gente que vê a publicidade que determina o quanto o blogueiro pode ganhar com o blog. O leitor é verdadeiro consumidor do conteúdo do blog.

      É muito mais complexo que seu perfil pessoal no Facebook, Instagram etc. Primeiro porque, diante dessa situação, é possível até mesmo que venha a ser aplicado o Código de Defesa do Consumidor na relação entre blogueiro e leitor. Isso traz consequências seríssimas, como, por exemplo, no caso de post patrocinado não sinalizado, já que a legislação determina que toda publicidade deve ser explícita ao consumidor. E o blogueiro é responsável por todo conteúdo que publica.

      Mas deixando o juridiquês de lado, pensa comigo. Se você compra um pacote de biscoito da, sei lá, Nestlé, e descobre que ela mudou a fórmula, e agora tem um gosto diferente que você achou ruim, você, como consumidora final do produto, não se acharia no direito de enviar uma mensagem à Nestlé criticando a nova fórmula? É mais ou menos a mesma coisa (guardadas as devidas proporções).

      Claro que na Nestlé a pessoa que recebeu a reclamação não vai ficar pessoalmente ofendido se você não gostou do biscoito, mas vai tomar providências caso muita gente reclame dessa nova fórmula, afinal a empresa quer que as pessoas continuem comprando o biscoito. Por isso é meio absurdo não querer ou reclamar de críticas em blogs (não to falando que é isso que o texto da Lu diz), porque quanto mais gente insatisfeita, o natural é que menos gente acesse o blog, e o blogueiro, em tese, não quer isso.

      O problema é que o que você crítica no blog afeta diretamente uma pessoa física, de carne e osso, não uma pessoa jurídica, que vê críticas como estatísticas. Aí entra o bom senso e a boa educação que a Lu comentou, que realmente andam em falta.

      Esse romance é só pra justificar porque não faz sentido, na realidade atual, falar “não gostou, não leia” nesses blogs-empresa. É o custo da profissionalização dos blogueiros. Só que alguns blogueiros não entendem que funciona assim (novamente, não estou dizendo que é o caso da Lu), querem o faturamento com publicidade, mantendo o blog como um espaço pessoal em que podem publicar o que quiserem, como quiserem, sem nenhum tipo de repercussão. E aí as coisas dão errado. É MUITO mais complexo que um perfil pessoal em rede social.

    • Thais    26/02/2014 - 15h36

      Ca,

      Entendo o que você escreveu (aliás, super bem), mas a relação ainda está trocada.

      Quando a gente compra um produto, está pagando por ele. Logo, tem todo o direito de reclamar sim (e deve). No caso dos blogs, o conteúdo é gerado de graça.

      Essa relação marca – blogueiro – leitor é super complexa, porque a moeda de troca é diferente.

      Marca paga dinheiro, recebe divulgação.
      Blogueiro paga conteúdo, recebe dinheiro.
      Leitor paga acesso, recebe conteúdo.

      A moeda de troca é diferente, mas todos ganham – isso é indiscutível.

      Porém, quem está tendo trabalho nessa relação é o blogueiro. Pois, além de gerar conteúdo gratuito, precisa gerar conteúdo pago (para as marcas), conversar com os leitores etc. A relação da marca é unilateral (marca -> blogueiro). A dos leitores, também (leitor -> blog).

      Além disso, o leitor não tem trabalho nenhum. A única coisa que ele tem é justamente a escolha de acessar. A forma de “pagar” é gerando acesso. Ele não está pagando pelo conteúdo. Ele acessa o conteúdo de graça – sendo este conteúdo um publieditorial ou não.

      Logo, reclamar por um produto estragado comprado no mercado e reclamar porque o blogueiro postou algo que não te agrada são relações MUITO diferentes umas das outras.

      Se a moeda do blogueiro é o acesso, ele realmente deve parar de acessar, se não gosta mais. É assim que ele “deixa de pagar”. Porém, não direito nenhum de reclamar.

      Fica claro que reclamar é diferente de criticar. ;D

      E, mesmo assim, a forma como a crítica será aceita depende do blogueiro. E nenhum blogueiro é obrigado a responder comentários e ser simpático o tempo todo. Geralmente isso é feito porque quem é blogueiro curte essa interação, mas mais uma vez: é um trabalho que é feito de graça. A não ser que você seja amigo íntimo do blogueiro, a sua relação com ele é de leitor, não de amigo. E o trabalho de um blogueiro é escrever, não responder mensagens.

      Eu acredito que tudo seja uma questão de “alinhar expectativas”. =)

  135. Bianca Moraes    25/02/2014 - 18h04

    As pessoas confundem liberdade de expressão, que deve ser considerada; com liberdade para ofender e desrespeitar, o que é muuuito diferente. Ou violência psicológica entrou na categoria de liberdade de expressão e não me contaram??

    Temos sim liberdade para falar o que pensamos. Mas, somos também responsáveis por aquilo que causamos aos outros, com as nossas palavras. E sempre devemos estar atentos pra o que aquilo que falamos seja melhor do que o silêncio, né? :)

    Ótimo post! Ótima reflexão.

    P.S.: Ainda tô impressionada com o “Pisque menos”!! Hahaha

  136. jacque maia    25/02/2014 - 18h05

    Lu minha linda te acompanho a anos, e voce mesmo sem saber quem sou eu faz parte do meu ciclo, amo seu blog e seu insta é como se fosse uma conversa entre amigas, entende? As pessoas por estarem por tras de uma maquina acha que pode falar o que quiserem, ofender e tudo mais, ledo engano. Flor, de coracao peço a Deus que le dê forças e proteja a ti e seus queridos, nao sei qual a sua religiao mas nosso Deus é um so e ele estara sempre com voce! Bj jacque

  137. Heloisa Simeira    25/02/2014 - 18h10

    O que nao pode tambem e aceitar estes tipos de elogios “Diva, Deusa, Maravilhosa, Divina” e etc porque tb nao e normal este tipo de elogio.

    Quando elogios deste tipo sao aceitos o contrario tb “parece que tem que ser aceito”

    Entendeu o que eu quero dizer? tem que haver limites tanto nos elogios aceitos quanto nas criticas e onfensas feitas.

  138. Miriam Costa    25/02/2014 - 18h55

    Como pode faltar tanta educação nos dias de hj? Penso que se o comentário não é construtivo, por que fazer?
    Expressar opinião é muito bom, só que temos que medir o modo de falar/escrever. Antes de qualquer coisa colocar no lugar do outro, gostaria do contrário. Acho que falta isso: colocar no lugar do outro.

    Não sou uma seguidora de comentários, gosto de ler de blog e ver seus vídeos. Tem dicas que aproveito, tento adaptar para o meu dia. Outros que nem acho interessante, e nem por isso crítico ou deixo de acompanhar o blog. Entra nessa história a individualidade, o filtro.

    Fico triste em saber que recebe esse tipo de comentário. Saiba que tem uma leitora, que apesar de não comentar, gosta muito do seu blog.

    Vou começar a comentar, imagino que os comentários seja um retorno do seu trabalho. E como consumidora devo retribuir esse trabalho.

    Até breve.

  139. Ketrim    25/02/2014 - 18h55

    F.I.N.A.L.M.E.N.T.E!!! Isso foi ótimo…
    Sou bastante jovem ainda, mas parece que nasci numa época muito diferente… uma época em que se recebia educação em casa, que ofensas e grosserias significavam exatamente isso e não ganhavam qualquer forma de camuflagem, que gentileza era uma virtude e não considerada uma forma de bajulação!! Incrível como algumas pessoas ‘se escondem’ atrás da palavra CRÍTICA pra ofender ou até mesmo usam a posição econômica (meu Deus do céu… WTF?)… Vai ver esse tipo de pessoa fale esse tipo de absurdo pros seus amigos próximos ou só tenha amigos que ganhe salário mínimo porque é injusto alguém mais que isso… será? ACHO QUE NÃO! Hipocrisia… hipocrisia…=/
    Lu, você é linda, adoro seu blog e me identifico muito com seu estilo! Continue assim!!! Beijos ;)
    PS: Estou completamente apaixonada pelo “O chef e a chata”…hehe

  140. Ana Luíza    25/02/2014 - 19h02

    Na boa, não é papel de blogueira achar que vai dar educação/passar lição de moral nas leitoras… É uma postura tão deselegante quanto o baixo nível dos comentários que vc abomina…

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 21h10

      Concordo plenamente que não é papel de blogueira. É papel de pai e mãe dar educação e ensinar o certo e errado, pena que muitos não conseguiram aprender a tempo.
      Não vejo qual a deselegância em expor a minha opinião sobre um assunto que me afeta diretamente. Assim, mesmo. Parece que você não gostou do post mais não teve como comentar isso de outra forma…

  141. Rogéria    25/02/2014 - 19h08

    SENSACIONAL!
    Parabéns!
    Bj

  142. Nicolle    25/02/2014 - 19h08

    Sensacional!!!!

  143. Keire Hiane    25/02/2014 - 19h12

    Leio o seu blog desde o inicio e leio outros da rede tambem, uma vez ou outra vejo esse tipo de post que quer dizer algo simples ” TENHA EDUCAÇÃO ” mas ao invés disso as pessoas acham mais fácil jogar a culpa na classe média ou na classe média alta de mostrar o que tem… Gente o trabalho pode vir de várias formas e o sucesso tem e deve ser valorizado. Tem gente que não sabe que as vezes viagem internacional sai mais barato que uma pousada no nordeste… Cada um tem o padrão de vida que busca ter, que batalha. E essa historinha de que blogueira influencia meninas e bla bla bla… engraçado ninguém questiona outras influencias na sociedade… Como educadora que sou Educação se tem em casa!!! Hoje posso fazer uma viagem internacional mas a minha familia soube me educar e passar os seus valores… As pessoas simplesmente querem dar aos outros a responsabilidade pela falta de educação, que começa em casa e vai as mais diversas esferas das relações…

  144. Jô Nascimento    25/02/2014 - 19h15

    Lu, adorei o post! Concordo com o que você disse. A cada dia fico passada com comentários feitos por pura maldade, aqueles que a gente vê que foram feitos para ofender. Eu uso aparelho nos dentes e nunca sorrio nas fotos. Não gosto, é uma opção minha. Uma vez uma pessoa comentou no meu blog que minha boca era horrorosa e que pra ajudar, eu ainda não sorria… Fiquei pensando o que fez aquela pessoa perder minutos preciosos da vida dela pra ofender alguém que ela nunca viu na vida, nunca conversou ou ao menos sabe pelo que a pessoa tá passando (meu tratamento é muito doloroso). E a cada dia vejo isso e muito mais nos posts e instagrans (terra de ninguém…). Um tristeza ver alguém desperdiçar energia em algo ruim, quando se poderia estar investido essa mesma energia em algo positivo. Fica aqui minha admiração por você. Te acompanho faz muito tempo e a cada dia te admiro mais. Às vezes não gosto do look ou de algo que você postou e nem por isso vou escrever grosserias pra você. Sempre penso: que bom que somos seres humanos e erramos, assim vamos construindo nossa história. Beijos no coração!

  145. Vivi    25/02/2014 - 19h17

    Ainda me parece estranho vocês, blogueiras, serem obrigadas a escrever esse tipo de post… Meu Deus, as pessoas ainda não aprenderam que não podem sair por aí falando tudo o que der na telha? E, olha, parece que o inverso tá acontecendo também! Cada vez mais escuto gente na vida “real” (ou seja, pessoalmente) falando o que quer, do nada, pra quem quer que seja. Tem algo muito errado aí, né, não? Ah, Lu, sua linda! Adoro você e seu blog… continue assim! :)

    Ps: O Chef e a Chata pra sempre, please? hahaha

  146. Gabriela    25/02/2014 - 19h28

    Lu,acompanho você há muito tempo e sou fã!E você tem meu apoio ninguém deve aceitar ofensas gratuitas!!!

  147. Renata    25/02/2014 - 19h29

    Ufaaa!!! parabéns! Até que enfim alguém resolveu falar sobre esse assunto! Pq eu tenho vergonha alheia de alguns comentários das pessoas sem educação e sem noção!! Pra mim, se resume a isso!

  148. Paula    25/02/2014 - 19h33

    Oi Lu, eu não tenho muito costume de cometar, mas me senti quase obrigada a cometar este post. Acho um absurdo as pessoas denegrirem e chatearem outras gratuitamente. Vc não obriga ninguem a entrar no blog e, te falo, quem te critica assim é pura inveja, esteja certa disso.
    O seu trabalho é sensacional, sem dúvida é o melhor blog feminino que existe!
    Continua fazendo o seu trabalho do jeito que vc já faz, que vc já é um sucesso e a tendencia é ser melhor cada vez mais!

  149. Maizi Leão    25/02/2014 - 19h34

    Lu,
    Nunca escrevi no seu blog apesar dele fazer parte da minha rotina a um tempo.
    Mas nesse post me senti na obrigação de falar. Hoje você deu voz a tantas pessoas,e acho ainda mais, o fato de você ser uma blogueira tao verdadeira e real nos faz ser mais próxima de você. É pelo fato de você não ser tão perfeitinha e tal estereotipada que te torna um ser humano com a gente…
    Obrigada pelo seu trabalho e por alegrar os meus dias.
    beijos
    Maizi

  150. Ana Luiza    25/02/2014 - 19h35

    Sem mais. Não preciso nem dizer que concordo com cada palavra. Parabéns!

  151. Dálete    25/02/2014 - 19h47

    Primeiro vou te dar os parabéns pelo blog e pelo post. Você disse tudo! Não entendo a criatura acessar o seu blog, e resolver te atacar, gente, onde foi parar a educação desse povo?? Sinceramente, acho que se não tem nada de bom pra falar, melhor ficar calado. Se quiser fazer uma critica, faça com educação, afinal, ninguém tem o direito de sair por ai esculachando geral. Beijos

  152. Karina    25/02/2014 - 19h49

    Resposta ao comentário da Jessica
    Jessica, pelo que eu entendi, você está justificando o fato das pessoas agirem com grosserias com as postagens que a Lu faz. Essa sua justificativa é a mesma que os ladrões usam quando realizam roubos, arrombamentos e outros crimes:” roubo para ter acesso aos bens de consumo que não tenho condições de pagar”. Por você não conseguir fazer viagens mais caras, comprar roupas mais caras se sente no direito de revidar as postagens com grosserias? Se ela conquistou essas coisas é porque trabalha bastante. Eu ainda não tenho condições financeiras de adquirir tantas coisas caras, valorizo algumas, outras não; o diferencial é que me sinto ainda mais estimulada a correr atrás, estudar muito, trabalhar bastante e melhorar de vida, ao invés de ficar roubando ou invejando e tecendo milhares de criticas aos que tem uma condição de vida melhor. Se os assuntos dos posts não e agradam ou te deixam deprimida, simplesmente acompanhe um blog que você acredite ser mais a sua cara. E por fim, como diz a minha mãe, se não é pra dizer algo que faça o outro crescer ou acrescente à sua vida, fique de boca fechada (ou não caso, não digite).

  153. Nathalia    25/02/2014 - 20h09

    Luh, para de piscar tanto (..,)
    Ah PeloamordeDeus né?
    O que leva uma pessoa a isso? É tanta tanta futilidade que isso me mata!
    Apesar de nunca ter te visto, tenho um sentimento de carinho.
    Quero saber para onde você foi, com quem, o que comprou e o que vestiu! E por isso que entro todo santo dia no seu blog.
    E até ficou triste quando não tem nada a mais para eu ler,.
    E isso significa que você não vive em função da gente, que você tem vida própria.. Tem família, e muita mais coisa além daqui.
    Sei que tudo o que você consegue e por mérito unicamente seu, e é isso que me faz voltar SEMPRE.

    Obrigada por ser desse jeito, e por me cativar.
    Continue sempre assim! Linda e bela, por fora e por dentro.

    Um beijo s2

  154. Camila    25/02/2014 - 20h13

    Lu quase nunca comento, mas leio seu blog a quase 5 anos! Parabéns pelo texto viu! As pessoas acham q a partir do momento que vc tem um blog, se torna uma pessoa pública e se acham no direito de falar q tá muito gorda ou muito magra, que a roupa é ridícula, que não favoreceu. Aff me irrita pq vcs não entram na casa de ninguém e a obrigam a ler o blog! Somos nós q vamos até vocês! Se não gostou, vai ali no cantinho e clica no X! Pronto, não vê mais , não digita mais aquele endereço! Mas sempre tem alguém q vem dizer: Ahh mas essa é a minha opinião! Filha sinto muito, opinião vc tem se acha que o governo pt é melhor que o psdb, opinião vc tem contra ou a favor do aborto! Isso não é opinião, é ser Hater, a maldição da internet!
    Parabéns novamente pelo texto!!

    Beijos

  155. Marina    25/02/2014 - 20h14

    Lu, leio o seu blog todos os dias desde 2007. Religiosamente, todos os dias. Nunca comentei, por inúmeros motivos. Mas hoje foi diferente. Tive de fazer parte dessa tempestade de comentários. É uma realidade triste a nossa: as pessoas estão cada vez mais mal educadas. Algumas opiniões guardamos pra nós mesmos, e não vejo fundamento nenhum, alguém que perde tempo criticando de forma ofensiva a opinião do outro. O fato de não concordar com um post não dá o direito a ninguém de ofender a blogueira. Mesmo não conhecendo você, não sendo sua amiga pessoal devo dizer que conheço várias de suas características, e pessoas maduras, amadas e inteligentes não se abalam com comentários que não acrescentam em nada. Leitoras e leitores desse nível simplesmente deveriam não comentar, ou pararem de ler o blog, afinal, só lemos aquilo que nos acrescenta algo.

    Aproveito a oportunidade para dizer que me inspiro em você, não só nos looks, mas na forma de ver a vida e seguir em frente!
    Abraços,
    Marina.

  156. Viviane Brederodes    25/02/2014 - 20h21

    Lú, acompanho seu blog há um ano mais ou menos, pouco tempo, mas estava lendo os comments e não enxergo em nada em vc a pessoa que a Jéssica descreveu acima. Você é super simples, carismática, linda e parece ser uma pessoa maravilhosa. Acho engraçado as pessoas falarem isso ou aquilo de vc e continuarem a ler seu blog, “piscar menos”? tenha santa paciência. Concordo com vc no sentido de que as pessoas devem sim expressar o que pensam, mas sei também que tudo tem uma maneira de falar. Sou do tipo de pessoa, que mesmo numa discussão penso no que vou falar pra não magoar ninguém. Acho que assim que deve ser, educação e sensibilidade em primeiro lugar. É triste de ver tantas pessoas vazias que gostam de menosprezar, e de fazer comentários que sabem que vão deixar a pessoa chateada ou triste. Chato de ver que isso acontece tano n é? Seja nos blogs ou “na vida real”.
    Enfim, vim aqui pra dizer que adoro o seu blog, acho sim que vc está no direito de reclamar, acho que as pessoas estão precisando levar uma sacudida e de uma dose de “simancol” n sei se vc sabe o que é isso.. haha
    Continue fazendo seu trabalho que adoro, e continue exercendo o seu direito de dizer NÃO a essas grosserias e falta de tino ou sensibilidade. Quem sabe um dia elas mudam, né?
    Um super beijo, você é linda.

  157. Nika    25/02/2014 - 20h41

    Well said :) I read your blog all the way from Europe and enjoy your posts, I don’t think you should pay any attention to people who are rude to you in any way. Keep up he good work! p.s. as much as I hate my nose sometimes, I would never change a thing abut it!

  158. Paula    25/02/2014 - 20h56

    Lu, achei mais que perfeito o que você escreveu, concordo com tudo!! Inclusive fiz um comentário parecido a um tempo atrás no insta de uma blogueira que adoram debochar. Se as pessoas não saem pelas ruas parando os outros pra dizer que eles são feios e etc, porque isso é normal na internet? Acho que ser gentil não custa nada, alegra o dia não somente da pessoa que recebe a gentileza e mas também daquele que a oferece. E se não gosta ou não acha bonito, é só tomar a atitude mais fácil desse mundo: não faz nada, não comenta, ignora. Se a gente não tem nada bacana pra dizer, a solução mais sábia é ficar calado! :)
    Você é linda! Continue assim!

  159. Josi    25/02/2014 - 20h58

    Muito pertinente seu post. No dia a dia não falamos tudo que pensamos, utilizamos o filtro, no entanto há uma inversão de valores quanto a postagem de certos comentários. Algumas pessoas sentem-se na obrigação de externar o que verdadeiramente pensam, o pior, acreditam que o fato de ser altamente criticas, para não dizer maldosas, estão “colaborando” com a audiência do blog. Sinceramente, o comportamento virtual anda tão deselegante, para não dizer sem noção, que fica tedioso ler alguns dos comentários. Quando criamos embates desnecessários, deixamos de discutir coisas legais, para dai sim ficar de “mimimi” rsrs deixamos de discutir as críticas construtivas, que com certeza agregam a todas nos. Acredito que quem está na mídia não precisa se sujeitar a tudo e a todos por ser figura pública, também penso que quem está na chuva e para se molhar, mas que seja chuva e não ácido!!
    Lu, vc e uma linda, super querida, educada e elegante, adoro o blog. Que seu brilho seja duradouro!

  160. Kelly    25/02/2014 - 21h08

    O que eu vou escrever não tem muito a ver com o tópico. O que mais me deixa irritada é o fato de muitas blogueiras não saberem escrever. Poucas sabem usar adequadamente a crase, coisa que é tão banal. Se a pessoal engordou, se a roupa ficou horrível, se a maquiagem tá péssima, eu não me importo. Pulo o post e vejo o que me agrada. Mas erro de português é inadmissível e, sim faz parte do trabalho se aperfeiçoar na escrita tb. Chata, vc escreve muito bem (antes que ache que se trate de um ataque rsrs). Continuo seguindo as analfas, pq, apesar de tudo, elas passam informação de moda, dicas e curiosidades que me interessam. Mas que dá vontade de mandar escrever direito, isso dá. O pior é que muitas das analfas são milionárias. Isso me deixa cada vez mais triste com esse país.

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 21h13

      Kelly, eu faço de td pra escrever certinho, mas de vez em quando passa, e aí acho MARA quando vem uma leitora me dar o toque! Eu que não quero deixar erro no meu blog, né? Falando com jeitinho n tem problema algum! Já tentou? Eu agradeço se vc fizer isso por aqui ;D

    • Paula    27/02/2014 - 15h30

      Eu faço esse trabalho! De corrigir posts…entrei em contatos com diversas blogueiras (famosas ou não)….e adivinha? A minoria me contrata. Hoje em dia não querem saber se escrevem certo ou errado , querem ‘vender imagens’…mas se esquecem que são formadoras de opinião e que a leitura diária desenvolve o cérebro de quem lê…por isso , muita gente está aprendendo e repassando errado. Lu, vc escreve muito bem. Beijos

  161. Gabriela    25/02/2014 - 21h23

    Sempre que leio esses comentários mal educados penso: tá faltando louça pra esse povo lavar olha!! Pq se eu não gosto não curto e sigo em frente, não sei qual tipo de satisfação as pessoas tem em reclamar com alguém que nem sabe quem vc é. Anyway, continue piscando, u rock :***

  162. Carol    25/02/2014 - 21h33

    Nossa, esse post deu o que falar! Gostei dele. MASSSSS tem um porém aí.Tem blogueira que só quer ler elogio! Não acho que seja o seu caso que tem uma cabeça boa, mas tem gente que não se conforma em ser criticada. E gente, na vida real tb não passamos por isso? Não nos criticam por roupa/cabelo/maquiagem? O mundo é assim, seja aqui, Paris ou Tokio, rs!

    Adoro seu blog, te acho fofa e liiinda mas acho q qdo comentam q vc ta mt magrinha é como uma forma de cuidado, do tipo: Já ta bom! Um carinho, entende? Agora xingamentos é um horror msm, nem pensar!!

    Bjs

    Bjsss

  163. Roberta    25/02/2014 - 21h36

    Oi Lu! Primeiro gostaria de falar que estou totalmente viciada no seu blog, parabéns pelo trabalho (que eu sei que dá, e muito, principalmente para fazer tudo bem feito do jeito que você faz!). Sou caloura no universo de blog, o meu acaba de completar 1 ano :) Tenho aprendido MUITO nesses meses, principalmente a lidar com comentários de tudo quanto é tipo. Hoje em dia está super difícil lidar com o público por esse motivo, algumas pessoas acham que porque você é uma figura pública TEM QUE ouvir o que for, e que ela por estar “protegida” atrás de um computador, pode falar o que vier a cabeça. Foi o que você falou, elas não param para analisar se falariam ou não isso “ao vivo” para alguém, e o pior, não pensam se falar aquilo vai agregar para quem ela está falando. Sou muito receptiva à críticas pois acho que elas só tem a ajudar a melhorar, mas comentários ofensivos que não levam ninguém a lugar algum, são de tirar do sério. Até foi por causa de uma crítica construtiva que comecei a acompanhar seu blog, me deram um toque fofo para me cuidar mais hehe, e de fato estava precisando! Muita paciência e discernimento para saber o que ouvir e o que deixar pra lá. E mais uma vez, parabéns pelo seu trabalho :) Beijos, Beta

  164. Paola    25/02/2014 - 21h41

    não sei se vc tem q isso ou aquilo,e francamente,com a falta de educação q vc deve aguentar,pelamor,ninguém merece
    bloqueia quem manda vc piscar menos,pq é muito absurdo

  165. Paula Helena Pessoa Costa    25/02/2014 - 21h45

    Tá certíssima, tem gente que muda por trás de um teclado, fica corajoso até demais.
    Mas tem tbm quem é assim, despeitado, mal educado e sem um pingo de desconfiômetro na vida real, então quem dirá online. Enfim, tive o desprazer de ler esse comentário sobre o “piscar menos” e achei ridículo, e não sei se você se atentou logo depois veio um que dizia que quem fizesse a maquiagem não “pegaria um boy magia no carnaval” e outros detalhes que prefiro não reproduzir. Isso mostra o nível das pessoas que fazem esse tipo de comentário infeliz, então, por mais que seja difícil, não se preocupe com eles. As vezes agente desabafa mesmo como vc fez nesse post, mas evite gastar sua energia com isso. Crie sintonia apenas com o que te faz bem! Sucesso sempre. BJU

  166. luana    25/02/2014 - 21h51

    Como já disseram aí em cima, já vi esse mesmo post em vários blogs e sempre penso a mesma coisa: pra que passar recibo? Acho que isso é mais um desabafo, algo que você precisou pôr pra fora, por assim dizer. Mas, quando a blogueira pára tudo pra falar sobre isso, faz a alegria de quem a ofendeu! Porque aí a ofensora tem certeza que atingiu o alvo! Acho que é melhor, ainda que seja mais difícil, não dar ibope pra esse tipo de comportamento. Acho que quem te ofendeu recebeu toda a atenção que queria.

    • Lu Ferreira    25/02/2014 - 22h04

      Luana, não fiz esse post pra mim. O comentário que o originou foi dirigido a outra pessoa, como eu comentei no início do post. E por mais que mta gente já tenha escrito sobre, eu ainda não tinha falado. Pela quantidade de gente que concordou, o problema continua, então acho válido sim continuar tentando promover um ambiente mais saudável no nosso mundinho online.
      Bjs!

  167. Williana    25/02/2014 - 22h26

    Lu, no final de 2012 a Camila Coelho não postou uma maquiagem de fim de ano pq estava doente e várias pessoas a encheram de críticas. Percebi nas respostas dela que ela tentava “consertar” a situação, me coloquei no lugar dela e fiquei angustiada com a situação. Sabe pq? Pq a maior parte das pessoas, ficam refém de outras , de opinião, de aprovação, etc… Mas isto não é algo fácil de se ver…dentro até da nossa própria família isto acontece, mesmo sendo pessoas que nos amam…Por isto compartilho algo que aprendi… Não temos o poder de mudar o outro, mas temos o poder de mudar nós mesmos…ou seja, certamente, mesmo com este post pessoas ainda vão te ofender e você terá que se conhecer para que isto não te incomode mais… Faça a pergunta p vc: pq certos comentários te incomodam? E quando realmente souber a razão isto não vai te incomodar mais…Eu estou me conhecendo com a ajuda de um psicanalista e hoje sou uma pessoa mais livre destes tormentos…

  168. Juliana    25/02/2014 - 22h30

    Adorei o post Lu!
    Acompanho blogs a muito, mas muito tempo mesmo, e nunca fui de comentar muito, aliás quase nunca paro para comentar, simplesmente porque na maioria das vezes acho que não tenho nada para dizer que já não tenham dito, nunca me passa pela cabeça parar o que eu estou fazendo para escrever qualquer tipo de grosseria, seja pra quem for. Sou da política do “Se não tem nada de bom para dizer melhor manter a boca fechada”. Fico chocada com os comentários que eu vejo, principalmente no instagram, não sei como as pessoas tem coragem de falar o que falam publicamente, são ofensas gratuitas, pegação no pé, muita besteira junta, das duas uma, ou o mundo ta perdido mesmo e ninguém mais tem respeito, educação e vergonha, ou isso tudo é falta de coisa melhor pra fazer, as pessoas não devem ter vida própria para se preocupar e saem por aí atacando os outros. Mas realmente, você está certa Lu, isso diz muito mais sobre a pessoa do que sobre quem é ofendido.
    Você está de parabéns pela atitude e pelo blog que eu adoro!
    Bjoo

  169. Luciene    25/02/2014 - 22h31

    Lu…. Concordo em gênero, numero e grau. Sou do tipo que não gosta do que a blogueira posta, fala, faz, não segue, não visita a pagina e pronto… Pra que ficar ofendendo…

    O que acho que vem acontecendo em alguns casos, como tenho visto, o caso de uma blogueira natureba e fitness e acho desnecessário citar nomes, é que a pessoa entra no mundinho virtual numa vibe e depois infelizmente é corrompida ao sistema financeiro e pouco se importa de fato com as pessoas, começa a divulgar coisas que fazem mal e ainda sim fala que é ótimo… Muito feio isso…. E aí acho que é quando as pessoas começam a ficar ofendidas…

    O que não é o seu caso… Tudo aqui no seu blog é tão claro que isso que faz a coisa ser gostosa de se ver…. Todo mundo precisa se sustentar, ganhar seu dinheiro, e fazer isso de forma digna…

    Sinceramente gostaria de entender qual a dificuldade de se dizer que tão produto e publi, nenhum… Mas tem gente que não faz isso aí acho que é como chamar leitores de idiotas.. Mas aí entra na situação que falei no comecinho… É só deixar de seguir e pronto…Ofender é desnecessário.

    Amo seu blog e vou continuar amando sempre… Vc é linda, faz vídeos lindos, usa looks lindos e é sincera…

    Parabéns por este post e por se posicionar…

  170. Maria Luiza    25/02/2014 - 22h38

    Nossa, eu tenho tanta pena de gente que gasta tanta energia só apontando defeitos e tentando diminuir os outros. Quem dera essa energia fosse usada pra tentar crescer na vida e ter as mesmas coisas que ela gosta de invejar dos outros.
    Lu, nao fique noiada com esse povo (hehe) nao! Voce é linda e só tem que ter orgulho de tudo que faz =)

  171. Dani    25/02/2014 - 22h46

    Concordo como que disse, mas acredito que da mesma maneira que alguém entra aqui para dizer que vc pisca demais, nos leitores sofremos com a banalizacao da fotografia ou até mesmo da informação. Que Ru tenho haver com o que vcs comem? O que me interessa saber que vc caiu? O que me interessa saber que a pipoca que vc comeu, enquanto vc faz absolutamente nada? Da mesma maneira que a internet tornou-se uma aliada, confere a nós uma chuva de desinformação. Esta bosta do instagram. Como dizia um amigo meu, antigamente as pessoas passariam mais tempo querendo registrar a sua vida, agora as pessoas tão aí tirando foto de qualquer coisa. Pense naquilo que anda propagando, antes de cobrar. E vou repetir, post copiado. Não dou conta mais…

    P

    • Thais    26/02/2014 - 15h40

      Você está sendo obrigada a acessar o blog dessas pessoas? Nesse caso fica complicado mesmo.

    • Melina    27/02/2014 - 06h32

      Te interessa sim!! E se não te interessasse vc não leria todos posts que vc citou no seu comentário!!!!

  172. Alice Pessoa    25/02/2014 - 22h50

    Parabéns d++ pelo post. Antes de tudo temos que nos desenvolver como seres humanos e jamais podemos pensar que essa seja uma situação normal. Não podemos nos acostumar e banalizar o assédio moral. Pena que ainda temos que falar o óbvio. Adoro o seu blog e para mim sempre é um mal-estar ver comentários agressivos gratuitos. :**

  173. Beatriz    25/02/2014 - 22h51

    Como li uma outra sugestão de uma blogueira e eu tento seguir: ”se você não tem nada de bom pra falar, pra acrescentar, apenas não fale”.. acho super válido, muitas vezes fazemos criticas desnecessárias e que machucam o outro, eu pelo menos quando faço uma critica penso: ”será que eu gostaria que alguém me falasse isso dessa forma?”, estou sempre buscando melhorar e o seu post mostra o quanto isso é realmente importante, pensar no outro. Adoro muito o seu blog, vejo todos os dias e vejo faz tempo! Parabéns pelo crescimento, percebo melhoras diárias e fico mega contente por isso! Bjs

  174. Maisa    25/02/2014 - 23h07

    Acesso o blog todos os dias e não comento, mas nesse eu quis vir dar minha opinião. Concordo com vc, e acho que tem TODA a razão. Hoje em dia as pessoas confundem sinceridade com arrogância, mal educação. Sinceridade é uma qualidade que poucos tem e sabem usar, mas a maioria acha que sabe, acham que torna a pessoa “diferente”, e é vejo bastante na blogsfera. Comentários ofensivos e imaturos, pessoas que simplesmente não se colocam no lugar do outro. Do mesmo jeito que eu não gosto de ouvir um: “Nossa, como vc tá gorda”, eu não quero falar isso pra ngm. Infelizmente, a educação vem de casa e isso não podemos mudar =( Continue com o seu trabalho, e com sua personalidade =D Mas falando sério, chego até a ficar triste vendo esses blogs, tanta coisa cara e eu nem podendo comprar kkk Bjo!

  175. Tayane    25/02/2014 - 23h09

    Eu não consigo acreditar que ainda existe esse tipo de pessoa que entrar no blog e começa a criticar sobre o look ou texto. Cada um tem o seu estilo e as pessoas tem que respeitar as outras.

    http://apressadadesainha.blogspot.com.br/

    beijos

  176. Vanessa Costa    25/02/2014 - 23h14

    Lú, minha opinião é carregada de um otimismo nato, algo que pode soar até meio ingênuo, mas vamos lá… Bom, concordo demais com você: educação é importante para colocar qualquer coisa. Infelizmente, muita gente, nem de longe, sabe o que é isso. A gentileza passa há quilômetros de várias pessoas. Mas há muitas outras que são gentileza pura, que acrescentam algo pro mundo. Percebendo o mundo de modo geral, ou mesmo lendo os comentários deste post, percebo que há mais gente deste que daquele jeito. É por conta dessa maioria educada e amável que a vida é bacana. A partir da leitura do seu texto, algumas pessoas vão refletir melhor sobre como tratam os outros, algumas outras vão fazer algo para deixar o mundo melhor e algumas, ainda, não vão se importar. Mas fique tranquila, a maioria se importa.

    Beijos!

    • Lu Ferreira    26/02/2014 - 14h57

      É mesmo =) Tem muita gente querida e educada, é sempre uma delícia perceber isso. É por isso que vale a pena ;D

  177. Ferannda Machado    25/02/2014 - 23h24

    Boa noite, Lu! Conheci seu blog em 2010 e, desde então, acompanho seu trabalho. O Chata é meu blog preferido. Sempre que vou a BH (tenho amigos aí), fico pensando que posso te encontrar na rua ou em algum shopping. Se isso acontecer, é certo que vou te interpelar… Pra guardar uma foto de lembrança, pelo menos. Concordo com vc em tudo o que disse. É questão de educação, que vem de berço, de casa, de pai e mãe, de família, seja qual for a classe social. Quando começo a não gostar de algum blog que acompanho, paro de seguir. Não perco meu tempo nem gasto meu português ofendendo ninguém. Confesso que fico até irritada quando leio esses comentários maldosos (sim, eu tomo as dores do ofendido). Há quem chame de recalque, mas pra mim é falta de educação mesmo, pobreza de espírito, falta de algo melhor ou mais interessante pra fazer. Achei o post super pertinente, assim como acho que comentários ofensivos ou maldosos devem ser deletados mesmo. Não é porque todo mundo faz que está certo. Não é porque muita gente é mal educada que temos que nos acostumar com a falta de educação. Não mesmo. Escolhi só me acostumar com coisas boas. Esse mundo virtual em que todo mundo fala o que quer é fake. A vida em sociedade não admite tal comportamento. Mas não sou eu que vou ensinar isso pra ninguém… Quer dizer, quando eu for mãe, vou ensinar para os meus filhos e, talvez, a próxima geração de blogueiras não precise mais fazer posts como este de hoje. Parabéns pelo seu trabalho!

  178. Míriam    25/02/2014 - 23h43

    Situação totalmente absurda. Tem um blog de uma francesa, gordinha, que fala de moda, do qual gosto bastante: http://www.leblogdebigbeauty.com/ – Você não tem ideia do quanto ela é ofendida… A grosseria é mundial.

  179. Nefertiti Bastos    25/02/2014 - 23h52

    Sabias… Melhor dizendo… Inteligentes palavras… Sou mera expectadora de blogs e concordo com vc… Fico pensando o q faz as pessoas terem o prazer de magoar os outros com palavras tão cruéis… Mas acho vc linda e mega profissional, como todos q colaboram com vc! Todos mesmos, casa um do seu jeito, com suas perfeições e imperfeições, pois somos seres humanos… Parabéns pelo seu trabalho! P.s.: 1 Qdo li q vc estava fazendo um novo programa de dieta pensei… Pra q? Ela está tão bem… Magrinha magrinha… (Para levantar seu ego… Pois toda mulher adora ouvir isso… É verdade tá!)2 Se a educação fosse mais importante q outros valores superficiais,talvez a história fosse diferente! Fica a dica!

  180. Alessandra Salgado    26/02/2014 - 00h12

    Texto perfeito Lu! Nao entendo esses haters que vivem na internet, sao sem educacao e parecem que ficam felizes em atacar gratuitamente as pessoas. O mundo ta precisando de mais amor..
    Bjss
    obs: to amando o Chefe e a Chata!!!

  181. Carina    26/02/2014 - 00h19

    Gostei do post, também acho que existem jeitos de dizer a mesma coisa sem ofender ninguém. Por um mundo com mais gentileza e educação!

  182. Livia    26/02/2014 - 00h25

    Oi Chata, você já deve estar cansada de tantas mensagens sobre o post, mas fiquei tentada em participar do assunto. Passei por uma situação complicada no meu trabalho, uma ofensa muito pior do que ser chamada de bizarra. Isso é complicado.
    Seja no mundo virtual ou real, o fato é que existe muita grosseria disfarçada de sinceridade.
    Uma exposição tão bem escrita, só serve para mostrar que realmente “mora alguém” por trás de toda informação de moda do seu blog. Coerente e inteligente.
    Gostei muito.

  183. Fernanda    26/02/2014 - 01h11

    Oi Lu!
    Achei muito interessante que o seu blog é o segundo que leio hoje com o mesmo tipo de desabafo! Normalmente não comento porque não tenho nada a acrescentar, criticar ou opinar. Eu gostar dos seus posts automaticamente já me faz visitar seu blog todo dia.

    Mas hoje achei pertinente te dizer que o que acho mais triste é como muitas vezes esses comentários são direcionados de forma agressiva e desnecessária. Como algumas pessoas utilizam de uma plataforma, que poderia ser colaborativa e difundora de idéias e opiniões, de maneira negativa, ao invés de usar esse potencial pra desenvolver idéias, projetos e e sentimentos puros como amor e amizade, que nunca serão demais.

    Concordo contigo e acredito que ninguém deve se calar frente à algo que se incomode, mas sempre entendendo que a sua liberdade acaba quando termina a do outro.

    Obrigada pela reflexão ;)

  184. Ana Beatriz    26/02/2014 - 08h10

    Ual…quantos comentários. Também passo por aqui faz algum tempo…uns três anos ou mais. Nunca fui frequentadora de blogs até trabalhar com sapatos. Acho relevante a conversa de bar em que seu post se transformou. Concordo com você, digo sempre que “sinceridade demais é falta de educação”, mesmo que muitas vezes os comentários não são sinceros. O debate é bem mais profundo, mas poucos se levarão a refletir. Não é questão de comentários em blogs, de blogueiras que compram bolsas caras até para padrão europeu e tem vidas custeadas por grifes tão pouco acessíveis pelo grande povo. Vocês tem o direito total de esperarem educação, como qualquer um, seja na rua ou elevador. Mas que também lembram toda hora a muitos, a vida que possuem e que a grande maioria dos seguidores nunca terão. Ou você realmente acredita que comentários mal educados são provenientes de meninas que têm Alexander Wang ou Nicholas Kirkwood em seu armários das Casas Bahia? Com o tempo eles param, os comentários e a inveja. :) Grande beijo
    Bia

  185. Priscila    26/02/2014 - 08h48

    Lu eu AMO o teu blog, comecei a ler não faz muito tempo, mas leito TODOS os dias de segunda a sexta. Tô numa paixão pelo “Chefe e a Chata” que tu não tem noção. Eu e a minha irmã morremos de rir com vocês dois. :))

    Eu concordo em gênero e número com o que tu escreveu, críticas todo mundo recebe, mas devem ser feita com educação. Fico pensando, de onde essas pessoas tiram essas idéias absurdas que podem dizer o que quiser na internet? Só porque estão à km de distancia atrás da tela de um pc, não dá o direito de ser estúpida e ferir sentimento das pessoas. E a sociedade tá cada vez mais deturpada… Vocês blogueiras tem mais é que lembrar que educação é bom e todo mundo gosta. :)

    Te desejo cada vez mais sucesso!
    Beijos

  186. Fernanda Lopes de Souza    26/02/2014 - 09h22

    Chata de Galocha! Acompanho seu blog diariamente e o seu instagram… como o de outras blogueiras tbm!!! Principalmente no insta tenho notado uns comentários inacreditáveis e penso a mesma coisa que vc: como alguém perde o seu tempo pra fazer isso??? Porque essa pessoa segue essa blogueira se só tem críticas cruéis pra fazer?
    Mas o que tenho concluído é que no geral, e não só na internet, não existe mais limite, respeito ao proximo, bom senso!!! O acesso a internet, ao dinheiro, a uma condição de vida melhor chegou antes da EDUCAÇÃO, infelizmente!
    Parabéns pelo post e ao contrário do que falaram num comentário aí de cima, esse post foi muito pertinente!!! Temos esse papel sim, vc blogueira e nós leitoras de tentar educar e de alguma forma mostrar que está tudo muito errado. Não acho que ficar quieta é a solução… pois ficando quieta tudo vai continuar do mesmo jeito… a internet, as injustiças, as faltas de educação… a nossa ‘arma’ é falar, mostrar, questionar e as vezes é necessário gritar!!!!
    Nunca comentei nada aqui (não sou a melhor das leitoras… acompanho e não te dou feed back! rs) mas dessa vez senti necessidad, pois como vc, me sinto agredida com esses comentários!
    Beijo grande, Fernanda

  187. Mariana    26/02/2014 - 09h27

    Eu mesma já corrigi o erro de grafia de uma blogueira e meu comentário foi apagado e o texto corrigido. Eu, sinceramente, achei meio estranho a pessoa não admitir o erro e apagar os vestigios da prova de um erro bobo que não teria problema nenhum em admitir. Fica parecendo que a pessoa quer se mostrar perfeita. Mostrar que erra humaniza e causa mais empatia. Confesso que nunca mais entrei no blog. Antipatia mesmo. Bom, se é trabalho tem que ser tratado como trabalho. Eu não entrego relatório sem revisar, se eu não tenho certeza como se escreve uma coisa, jogo no google, olho no dicionário… Enfim, não é porque é blog que tem que tratar o negócio de qualquer jeito ou achar que leitora é gado e tem que aceitar qualquer coisa. Dito isso, eu acho sim que em qualidade o seu blog é dos melhores se não o melhor. Justamente pelo nível profissional do trabalho. Eu não acho que você é condescendente como a maioria das blogueiras que eu vejo por ai. Pode ter certeza que isso seleciona seu público tambem. Tem gente que gosta de ser mal tratado, que gosta das “regina george”. Enfim, parabens pelo seu trabalho. Parabens por tratar com profissionalismo e seriedade.

  188. Ana    26/02/2014 - 09h29

    Resumo da ópera:

    “A franqueza que ofende não é sinceridade. É grosseria.”

  189. Isabela Duarte    26/02/2014 - 10h17

    Eu gosto muito desse blog e leio diariamente. Sigo nas redes sociais e te conheço pessoalmente. Já fui colaboradora por aqui. Sabe uma coisa que fico refletindo sobre blogs?? Tem tanta leitora boba por aí, que às vezes a blogueira posta um look que ficou muito ruim e vem aquela enxurrada de meninas falando GATAAAA, LINDA, ARRASOU, MARAVILHOSA, MAGRAAA, SHOW! Fico horrorizada com isso! Tenho certeza que elas não acharam isso tudo, estão puxando o saco mesmo! Quantas vezes já li comentários assim: nossa, meu sonho é ser sua amiga / ser da sua família! rs! Muito surreal! Aí vem uma e fala a verdade: olha, esse look não ficou bom! E as puxa-saco caem matando… E isso cria uma revolta nos comentários e as pessoas tendem a ser cada vez mais enfáticas. As que gostaram dizem que amaaaaaaram, as que não gostaram dizem que ficou bizarro, horroroso! E claro, tem as sem educação que você comentou.
    Mas sempre tento ver o lado positivo da coisa: a Internet parece tirar esse filtro que todos nós temos pra vida real. às vezes a menina fala: tá linda, mas achei que você já usou batons que combinam melhor com você. E outra fala: essa cor de batom deixou seus dentes amarelos! Prefiro a sinceridade nua e crua. Mas sem ofensas, claro!
    Tenho medo que as blogueiras acreditem de verdade nos milhares de elogios que recebem diariamente…
    Beijo!

  190. Luzia    26/02/2014 - 10h24

    Oi Lu! Tudo bem? É por isso que amo o Chata de Galocha, vc expressa sua opinião. É muito fácil falar mal das pessoas, criticar na internet. As pessoas imaginam que porque não estão “frente a frente” podem falar qualquer coisa. Mas a verdade é que palavra tem poder, machuca. Para vc ser respeitado precisa primeiro respeitar o outro, pensar antes de criticar não custa nada. bjo grande!

  191. Sandra    26/02/2014 - 10h43

    Oi Lu, adorei seu post!
    Engraçado que lendo alguns comentários me deparei com pessoas dizendo que isso não acontece só online, e é verdade…mas a questão é que estão se acostumando com a falta de educação e bom senso de outrem….seja onde for, respeitar o outro, é sempre a melhor pedida!
    Beijos

  192. Ana    26/02/2014 - 12h25

    Oi Lu, é a primeira vez que comento mas acompanho o blog faz tempo. Aproveito para dar os parabéns pelo blog, pelo post e por tudo que de positivo que este blog transmite para quem acompanha. Lu parabéns também pelo exemplo que passa para os seguidores do seu blog. Esta semana a Carol Burgo do Small Fashion Diary escreveu um post igualmente importante acerca do respeito pelo outro e do limite dessa tal liberdade que as pessoas pensam que lhes dá o direito de dizer/fazer tudo. Apesar de abordarem assuntos diferentes (o da Carol foi em resultado de um look polêmico que ela postou) ambos os post’s reportam a falta de respeito, ética e educação que alguns têm pelos outros. Há pessoas que não sabem que a liberdade delas acabada onde começa a dos outros! Mas Lu é seguir em frente, vocês são superiores a essas pessoas. Bjs

  193. Lets    26/02/2014 - 13h07

    Que complicado. Entendo que estar sempre linda/bem vestida/viajando em um blog possa gerar (vamos ser sinceras) inveja nas pessoas. Eu consigo perceber isso muito, pois em mim tbm gera uma pontinha de “quem me dera”.
    Por trás do teclado a pessoa se sente no direito não de fazer uma crítica, mas de agredir a outra.
    Já pensei em fazer um blog sobre boa forma (para pessoas normais que trabalham o dia todo e não tempo), mas o excesso de exposição e as possíveis agressões me fazem nem pensar mais nisso.

  194. Vanessa M.    26/02/2014 - 13h18

    Sempre me perguntei como vocês lidavam com esse tipo de assédio, é uma falta de respeito mesmo, as pessoas pensam que só pq o meio é virtual as palavras tem um efeito mais leve, e esse anonimato dos comentários dá mais asas a cobras ainda. Concordo com as suas palavras, e endosso elas, mas acredito que deve ser complicado lidar com isso todo dia. Ao menos a repercussão tá sendo bem positiva, acompanho o blog diariamente, apesar de não comentar com frequência (Sorry!) e caramba 200 e tantos comentários, tem bastante gente de bem concordando contigo. Então cabeça erguida e bola pra frente,e meio o que o f-utilidades postou ontem…tem gente que não sabe lidar com o sucesso alheio e usa mal a inveja branca.

    Muito mais sucesso e felicidades pra você Lu,beijos!

  195. Stefani    26/02/2014 - 14h03

    Tudo isso é o que te faz única, querida!
    Sucesso sempre! E pisque muito, faz parte do seu show!

  196. Thays    26/02/2014 - 14h04

    Oi Lu, concordo com o que você escreveu: existe uma grande diferença entre uma crítica a algo que não lhe agradou, e comentários ofensivos e mal educados. Ao meu ver, a intenção de uma crítica é expor uma opinião, positiva ou negativa sobre algo, o que muitas vezes pode ser construtivo. Já em mensagens ofensivas, a intenção parece ser, para além da exposição de uma opinião, ao mesmo tempo humilhar o outro e aproveitar para inferir algum juízo de valor sobre a pessoa…

    Algo que não foi comentado, mas que me incomoda também imensamente, e para mim é tão horrível quanto estes tipos de comentários grosseiros, é muitas vezes a reação das pessoas em relação à aquele que mandou uma mensagem ofensiva: uma avalanche de mensagens ainda mais mal educadas direcionada à aquela pessoa, chamando de “feia”, “invejosa”, “recalcada”, e daí para adjetivos piores. Como se o fato da pessoa não ter educação, justificasse o fato de você passar a poder não ter também, e isso ser ok!!!

    Não, para mim isso não se justifica! A má educação de alguém não dá carta branca para você agora poder julgá-la, humilha-la em público com comentários e definir sua personalidade e caráter… Sua educação e comportamento social não deve ser moldado com base em como os outros foram… com base na educação dos outros… Para mim, a falta de educação de alguém, não lhe dá permissão para ser tão mal educado e julgador quanto ela. E a pessoa que a condena com comentários ainda mais ofensivos, em nome de uma “crítica” a postura dela, só está repetindo a própria postura que está criticando: de uma pessoa grosseira e sem educação, com intenção de machucar o outro. Às vezes dá a sensação que as pessoas estão arduamente esperando uma oportunidade para poderem humilhar e ofender os outros, como se, se houvesse um “motivo”, este tipo de comportamento passasse a ser aceitável… Por isso muitas vezes parece hipocrisia, alguém pregar um comportamento educado, justamente sendo grosseiro com o outro… E por esse motivo, os comentários vão formando uma bola de neve de brigas e xingamentos…

    Por isso seu post é legal: é uma forma de responder a isso tudo que acontece, mas de maneira diferente, incitando uma reflexão que pode levar a mudanças.

    Bjs

  197. Tary    26/02/2014 - 14h37

    Nossa, quê isso! Para mim você é inspiração. O que A diz sobre B, é o que A pensa de si mesmo, pois o bom julgador tira por si próprio. Não se deixe confundir quando seus olhos veem exatamente quem você é no espelho e um estranho diz o contrário. Acredite em si!

  198. Margo    26/02/2014 - 14h42

    Lu adoro o seu blog e acompanho há anos. Continue do mesmo jeito que está ótimo. A maior virtude de uma pessoa é a educação, mas infelizmente a maioria não tem. Adoro ver suas viagens, suas dicas de moda e beleza, saber que você é normal…tem marido…engorda…emagrece…..não gosta do nariz…fica triste com críticas à você ou a outras pessoas…tem sucesso profissional….ás vezes erra……..na maioria da vezes acerta….que bom!!!! Vc é Humana!!!!!E sim, ter um blog é uma profissão. E como diz a nossa amiga Valeska Popozuda “Beijinho no ombro pro recalque passar longe, Beijinho no ombro só pras invejosas de plantão”. Bjkas.

  199. Rafa    26/02/2014 - 15h02

    Acho que grosseria não é aceitável… mas é sempre interessante ver os dois lados:
    (…)
    Se formos analisar os perfis que fazem mais sucesso no instagram, veremos que estarão cheios de fotos que ilustram uma vida incrível: muitas festas, viagens, drinks, corpos e rostos perfeitos, amores inabaláveis e as bolsas e sapatos mais caros disponíveis no mercado. Como não curtir esse estilo de vida tão aspiracional? E como não sentir uma pequena invejinha disso tudo? Lembrando, é uma invejinha branca, aquela que não faz mal nenhum à pessoa invejada e não quer tirar nada dela, apenas te motiva a querer sempre mais.

    Nessa análise, uma coisa que achamos muito curiosa é que obviamente esses perfis atraem todo tipo de gente: admiradores, curiosos, neutros, críticos e até haters. Esses últimos fazem parte de um grupo que nos intriga. Apesar de não gostarmos de achar que tudo é motivo de inveja ou de recalque, não sabemos como definir de outra maneira o que motiva essas pessoas a passarem o dia esperando uma brecha para criticar (não estamos falando de críticas construtivas, ok?), ofender e procurar erros nos perfis que odeia. Ao mesmo tempo, achamos que falta a consciência do bragging nesses perfis populares que reclamam dos seguidores revoltosos, que muitas vezes são chamados de invejosos ou recalcados.

    “Braggar” não é pecado, mas é bom lembrar que ao postar uma foto com os pés na areia no meio de uma segunda feira tediosa para mais da metade dos seus seguidores, você poderá causar inveja em algum deles. E tem gente que simplesmente não sabe lidar com esse sentimento de forma saudável, aliás, muita gente não sabe lidar com a vida alheia de forma saudável e a internet potencializa todo tipo de loucura, né? Se você não quer ser invejado, pode optar por não dar motivos, não compartilhar sua vida linda, simples assim.

    Mas a verdade nua e crua é que todo mundo gosta de se sentir invejado, nem que seja em um momento específico. Sabe quando você quer mandar beijo no ombro pras inimigas? Aquele pode ser o seu momento, mas não quer dizer que isso seja algo permanente seu.

    Todas as celebridades das redes sociais têm um motivo para ser invejado, seja a fama, o dinheiro, a bolsa, as viagens ou os corpos perfeitos. Se bobear, muitos começaram na inocência e viram que aquela exposição estava dando certo. Já outros, amam sentir que estão causando inveja nas pessoas. Essa sensação faz a pessoa se sentir muito mais importante do que realmente é, faz crer que a vida é tão incrível quanto tudo aquilo que é exposto e as redes sociais só levaram isso para um outro nível, a dimensões muito maiores(…)
    fonte: http://www.f-utilidades.com/2014/02/25/a-geracao-braggie/

  200. Letícia    26/02/2014 - 15h16

    Sabe o que mais me choca? Ver, pelos comentários, que algumas pessoas não sabem diferenciar opiniões de ataques, e críticas de ofensas… Ou seja, parece que o problema é ainda maior que falta de etiqueta, é falta de educação mesmo… Acho que a internet nos deu a dimensão da incivilidade que assola o país…

  201. Marianna D'Austria    26/02/2014 - 16h46

    E por isso que acompanho seu blog Lu. Por ser sincera, humana como qualquer uma de nós e principalmente por ter sua própria opinião sobre tudo, inclusive das pessoas que perdem o respeito pelo espaço do outro. bjs

  202. Nayara    26/02/2014 - 16h53

    gostei muito do ditadinho em inglês e da reflexão de forma geral. Achei ótimo o que você disse sobre julgar e criticar. Eu já fui professora e coordenadora de escola, e o que mais acontece são pais/alunos JULGANDO pais e não criticando, sabe? Pessoas que inflam os pulmões, cheios de razão, pra dizer que não é certo isso, não é certo aquilo, sem ter conhecimento de causa. Já recebi um julgamento (porque sou nova na idade) de uma aluna adulta que trancou matrícula e disse “a professora é pedagogicamente imatura”. A minha história, os meus anos de coordenação, todas as palestras e seminários que assisti, meus anos de sala de aula, cuspe na cara que já levei de aluno, nada disso entra em jogo né?
    Mas foi justamente o que eu pensei na hora, que a pessoa estava me julgando, provavelmente pela minha idade ou pelo meu bom humor em sala de aula, mas não estava fazendo uma crítica. Crítica é quando alguém diz “não gostei de tal coisa POR TAIS MOTIVOS!” Mas motivo ninguém quer expor né? Sabe por quê? Porque NÃO TEM! Como diz meu sogro “só vêem as pingas que eu bebo, mas não vêem os tombos que eu levo!”
    Enfim, acho que também fiz um desabafo.. mas é só pra compartilhar com você que isso vai além do virtual e além da profissão blogueira.
    Mas eu não canso de acreditar que Deus é tão justo que essas pessoas vão amadurecer um dia.. é só isso que eu desejo, que as pessoas melhorem com o tempo!

  203. Drica Peixoto    26/02/2014 - 16h54

    Lu, infelizmente esse é o lado chato da exposição! As atrizes lidam com isso o tempo todo e com as blogueiras não seria muito diferente. No caso das atrizes são jornais e sites que vivem escrevendo que fulana está fora de forma, como se existisse um padrão para todos os corpos. Faz parte!
    Mas sendo blogueira de moda, existem os looks que ficam bem em um certo tipo de corpo (fato!) e se a blogueira aumentou um pouco o manequim é preciso ajustar as medidas para não ficar “feio” e lidar com as críticas e comentários maldosos.
    Não tem como exigir respeito dessas pessoas, ou bom senso, mas é possível ignorar solenemente ou dar uma resposta matadora.
    Faz parte do show, faz parte do mundo mágico de bob da era do photoshop excessivo.
    Uma vez uma amiga brigou comigo pq postei uma foto de corrida onde aparecia uma celulite, ela disse para tirar a foto do blog pq estava “queimando meu filme”. Gentilmente disse que era apegada aos meus defeitos e que poderia até mesmo atrair o patrocínio de uma clínica estética por conta dessa foto. Humor, sempre!

  204. Iara Vilela    26/02/2014 - 16h56

    Parabéns, parabéns, mil vezes parabéns, Lu. Não só pelo post, mas como tratou bem de um assunto delicado. Acho que como o Chata é um blog de moda as pessoas focaram mais nesse setor, mas a deselegância online está geral e vai muito além do que cobrar noções básicas de educação e respeito.

    Pode pesquisar em blogs de moda, viagens, decoração e principalmente em portais de conteúdo jornalístico que você vai encontrar muitas pessoas que usam a internet como arma para ofender, discriminar e ridicularizar o outro.

    Eu como jornalista sou entusiasta das maravilhas e facilidades que a internet pode trazer (e já trouxe), mas há uma ENORME diferença entre criticar (temos o direito de não gostar) e ofender. Vejo pessoas que tentam se justificar com a famosa frase: “cadê a minha liberdade de expressão”, mas acho que elas não sabem que a sua LIBERDADE DE EXPRESSÃO vai até o ponto onde NÃO fere a LIBERDADE DO OUTRO!

    Acesso o blog há anos, sou muito fã do seu trabalho e do seu caráter!
    Parabéééééns!

  205. Lele    26/02/2014 - 17h07

    Cheguei atrasada na conversa, minha irmã veio me falar desse texto aqui… o que tenho a dizer é que parece bronca coletiva, sabe quando um professor dá bronca na turma toda e mesmo quem não tinha nada a ver com a história teve que escutar?! Pois é.
    Se vc parar pra pensar, a maioria das pessoas que leem o blog não comentam… sim, porque se o blog é bastante acessado daí em um post duas pessoas são grosseiras, isso não deve ser nada perto de todos os acessos e outros comentários mais construtivos! Acho que vc tá se apegando a um detalhe que deveria ser beemmmmm pequeno. É como a pessoa receber 200 ligações desejando feliz aniversário e ficar lembrando de uma pessoa sem importância que esqueceu da data…

  206. Rebeca    26/02/2014 - 17h13

    Lu, concordo com tudo que você falou! Só porque a internet nos permite fazer coisas de forma anônima,as pessoas acham que podem falar tudo que quiserem sem ser falta de educação! Acho muito ridiculo e infantil comentários como o que você citou (“você ta bizarra”), qual o sentido disso?? Pra fazer a outra pessoa se sentir mal?? Pra dizer algo que você não diria pessoalmente?? Acho que já deu essa que podemos falar tudo na internet, um pouco de educação não faz mal a ninguém! Acho que você não gosta de tal blogueira é melhor deixar de frequentar o blog do que falar besteira. Confesso que ja deixei de acessar blogs por que a achei a blogueira “bizarra”, mas nem por isso a ofendi, afinal ela tem direito de usar o que quiser e tem um público que se indentifica com isso(por isso faz sucesso). Enfim..adoro seu blog,é um dos que mais acesso, e adoro principalmente sua transparência por sempre sinalizar muito bem publicidade(queria te falar isso porque acho uma coisa bem positiva no blog,parabéns). Bjos,tudo de bom pra você!

  207. Lele    26/02/2014 - 17h37

    Olha aí, acabei de comentar e vi esse texto que traduz bem o que quis dizer: http://www.anapaulapedras.com.br/blog/2014/02/o-bom-da-vida-e-os-dois-caderninhos/

  208. LETICIA    26/02/2014 - 19h08

    Já parou prá analisar que as pessoas perderam a noção da base educação??? Se resumem em 3 palavrinhas “POR FAVOR” OBRIGADA” “DE NADA”.
    bJ!!

  209. Claudia Scarpim    26/02/2014 - 19h31

    Lu, conte quantos comentários de apoio você recebeu neste post. Depois, conte os julgamentos. Sem fazer força dá para perceber que na “contagem” tem mais gente bacana, educada, gentil e positiva que estão empenhadas em construir um ambiente on line mais sadio. Quantas pessoas que nunca comentaram no blog sairam do anonimato para prestar seu apoio à você. Isso é muuuuuuuuito legal. Tenha a certeza que você está certa. Um beijo, parabéns pelo competente trabalho.

  210. Lu Lacerda    26/02/2014 - 20h13

    Lu, visito seu blog diariamente e costumo ler todos os posts, inclusive de sua irmã Júlia, que são muito legais por sinal. Raramente sou de comentar, mas hoje tive de manifestar. Pelo teor do seu post, acredito que o ofendido que levou vc a se indignar foi um de seus colaboradores, provavelmente a Júlia. Pelo que posso perceber, ela é diferente de vc, tanto no tipo físico, quanto na personalidade. Quero que saiba que essa diversidade só tem a agregar ao blog, que é produzido com extremo profissionalismo, tanto por vc quanto pelos seus colaboradores. Sei que vc vive do blog, através do qual é preciso vender uma imagem, um estilo de vida, de forma que não é possível “maltratar” o “cliente” desse produto. Mas infelizmente, por melhor que seja o produto oferecido, ele não agrada a todos e existem pessoas mesquinhas o suficiente para demonstrarem o seu desagrado com ofensas pessoais aqueles que criaram o produto. Finalizo dizendo que o seu produto é excelente, feito com cuidado e critério por profissionais de alto gabarito. Parabéns pelo trabalho de vcs!

  211. Carol    26/02/2014 - 21h24

    Piscar menos?? huahuahuahuahuahuahua… Caramba!.. rs… pérola internética do ano…
    Liga pra isso, não, Lu. Tem gente que vai demorar um pouquinho para aprender certas coisas na vida.
    Eu também já fui difícil, só tinha boas intenções, sério mesmo, mas às vezes magoava pessoas inocentes…

    Mas aprendi!! É muuuuito mais gostoso virar para as pessoas e dizer: “que blusa linda”, “amei seu cabelo”, “você é tão querida!” (com sinceridade, claro). Quando vou dar um crítica CONSTRUTIVA, tento ser mega discreta e falar de forma beeeem amigável, sutil para não ofender, né… senão destrói, em vez de construir.

    E sabe de uma coisa? Tudo que vai, um dia volta. Tanto a doçura, quanto a amargura…
    Bora espalhar doçura, moçada bonita!!!
    Bjs, Lu

  212. Gabi    27/02/2014 - 02h14

    Sempre gostei de você e te acho linda! Hoje mais do que tudo tu ganhou meu respeito! Baita texto!

  213. Vanessa Bolzan    27/02/2014 - 08h39

    Bom dia! Passo por aqui todos os dias, adoro seu blog, mas nunca comento…hoje não poderia deixar de comentar!Parabéns! Concordo plenamente com você! E viva a imperfeição! Viva pessoas normais!!! Beijos!

  214. lorena    27/02/2014 - 11h29

    Lu,
    Eu também nunca comento, mas isso é uma coisa que ME incomoda quando vejo, principalmente no instagram. Imagina pra quem é alvo?? Gente é muito simples: se não tem nada de bom pra falar, é melhor ficar calado. A pessoa não é uma máquina, ela tem sentimentos e sim, você pode até achar que ela tá bizarra, mas não precisa jogar na cara dela. Guarde pra você!!! Eu e minha irmã acompanhamos vários blogs e ficamos chocadas com os comentários. As pessoas acham q fazer isso é super aceitável. Completa falta de bom senso!

  215. Marina Cavalcante    27/02/2014 - 11h33

    (clap, clap, clap)

  216. Denise    27/02/2014 - 16h58

    A grosseria, muitas vezes, vem dessa sensação de intimidade que o mundo virtual cria: todos os dias as pessoas entram no universo da blogueira que, seja por que motivo for, expõem sua vida e de pessoas que lhe são próximas. Isso não justifica, só explica. Intimidade demais gera desgaste.
    De outro lado, de dois anos para cá, o mundo das blogueiras, principalmente no Brasil, mudou muito. Algumas meninas que antes dedicavam-se a um segmento específico, agora falam em bolsas de grife e viagens internacionais como se isso fosse o normal para suas seguidoras, numa clara perda de contato com a realidade dessas pessoas. Se por um lado isso pode gerar admiração, por outro..
    Não importa se uma blogueira ganha 35, 50 ou 80 mil reais; a questão é que ela ganha porque o número de acessos atrai patrocinadores: a questão ética é que ela não fique induzindo suas seguidoras a se endividarem para adquirirem as mais supérfluas bobagens como se isso fosse fazê-las felizes.

  217. Paola    27/02/2014 - 17h08

    Nossa Lu, Lu não, chata, no bom sentido, hehe, sabe, me pego refletindo as vezes e tenho medo da maneira que estamos vivendo, muitos falam, o Direitos Humanos, os Direitos daquilo, algumas vezes não concordo, por que tudo pode?! Não temos direitos, sim, mas também precisamos antes de tudo ter deveres, talvez se tivessem não precisariam escrever os direitos né?! Fique bem, hehe…Bjsss…

  218. Adriana    27/02/2014 - 17h35

    Parabéns pelo texto, as pessoas estão cada vez mais mal educadas na internet, acho que todos tem o direito de engordar e de usar o que quiser afinal vivemos no mundo real e ninguém precisa ofender para dizer que não gostou. Por isso que seu blog é um dos meus preferidos!!

  219. Jéssica    27/02/2014 - 18h08

    Muito bom Lu, não precisa nem de comentários sobre esse pessoal sem noção.

    Mas para você ver como as opiniões divergem…Sabe aquela pessoa que você acha liiiinda, simpática, bem vestida, feliz, de bem com a vida e tudo mais, que você quer seguir o exemplo e sempre fala “quero ser igual a ela”?! Então, você é uma dessas pessoas para mim :D

    E juro, estou até agora tentando achar o problema com o seu nariz…hahaha ;)

    Beijos! E sucesso sempre!

  220. Indira    27/02/2014 - 20h48

    Linda!!! por isso que continuo a acessar e ler o “chata”!!!Continue sendo vc, Lu! É o que importa e é por isso que seu blog é tão autêntico. Não é uma mera maquina de propaganda e photoshop em excesso! grande beijo!

  221. Thayna Ferraz    27/02/2014 - 21h00

    Luu, não sou blogueira, mas bato palmas e assino embaixo de tudo que você disse. Atualmente e infelizmente, limites e educação estão em falta. Bom senso então nem se fala. Parabéns pela iniciativa e pela qualidade de seu texto!

  222. Tâmara    27/02/2014 - 21h00

    Oi Lu,

    As pessoas perderam a noção, o respeito, o limite e a educação. E aproveitam que na internet ninguém se vê e é só escrever, então aproveitam para mostrar, falar e fazer o que quiserem.

    Absurdo!!!

    Adorei o texto…

    Um dia desses tava lendo na Folha de São Paulo que a Adriana Lima tava de dieta para o desfile da VS, e aí ela foi a um restaurante com o marido, mas ela levou a própria comida. Daí uma mulher colocou no comentário da reportagem que ela mostrou de onde veio… Achei um absurdo esse comentário preconceituoso….

    Apoio você, e graças a Deus você não é alta, pois a maioria das mulheres não são. Graças a Deus você não é linda demais, você é linda, mas não é a perfeição das revistas (entenda-se, photoshopadas… kkkkkkkkk) Você é uma fofa e amo seu blog.

    Bjossss

  223. Ana Lu    27/02/2014 - 22h12

    Lu,
    Leio seu blog há anos e não lembro se já comentei alguma vez, mas dessa vez resolvi prestar meu apoio:
    Sim, há pessoas que se acham no direito de julgar as outras e que esquecem que os outros também são seres humanos que podem errar. Posso dizer que, pessoalmente, acho que eu não aguentaria o tranco de ser uma blogueira: encarar tudo o que vocês encaram, desde críticas e sugestões construtivas até este tipo de ofensa… eu, que me ofendo e me abalo com a menor das razões.
    Você está de parabéns pelo desabafo, e acho que realmente isso é o que algumas pessoas precisam ouvir (neste caso, ler) para entender que o mundo não gira em torno da perfeição, da beleza e do desejo estético constante.

    Adoro o seu blog e te admiro muito! Me identifico com você em muitos pontos e acho que este tipo de coisa que te abala pode ser muito facilmente abafado por todo o amor que você está recebendo de todas estas leitoras aqui, que são as que realmente te acompanham, te admiram e te vêem não só como uma inspiração, mas quase como uma amiga próxima.

    Você merece muito sucesso!

    Um beijo!

  224. Silvia    28/02/2014 - 02h13

    I-R-R-E-T-O-C-Á-V-E-L!!!

    Post maravilhoso, Lu! Os trolls estão soltos na internet, escondidos pelo véu do anonimato. E, infelizmente, tem gente muito pior que essas que só fazem esses comentários: tem gente que CRIA BLOG pra falar mal de blogueira! Usam a desculpa furada de terem “””dever””” de informar à sociedade sobre os abusos cometidos na internet, principalmente posts publicitários não sinalizados. Mas, na verdade, 90% do conteúdo do blog é sobre uma palavra que a pessoa escreveu errado (quem nunca errou a grafia de uma palavra, gente!??), sobre uma roupa que valorizou uma gordurinha, sobre o cabelo que não acordou em um bom dia, enfim. O nível dos comentários desses blogs chegam a dar asco! Baixíssimos! E Instagram e Facebook não ficam de fora. ISSO É DOENÇA, MEU POVO!!! Tá faltando a vida dar um tapa na cara de vocês, pra aprenderem a ser educados e a procurarem o que fazer!

    Não tem como não se irritar com gente baixa desse tipo…

    Todo o sucesso pra ti, Lu, de verdade, e que Deus proteja tua vida sempre! Beijos! =*

  225. Renata    28/02/2014 - 09h37

    Os limites não existem mais nem na vida real! Calro que no mundo virtual é pior… Como alguém disse aqui: tem o lance do anonimato! Mas tem gente sem noção que fala na tua cara mesmo! Aquilo que vc não precisa ouvir… pq vc já sabe e te faz mal… Pq a pessoa faz isso? Só pra te fazer se sentir mal? Será? Tem prazer nisso? É uma coisa que não consigo entender…

  226. Cindy    28/02/2014 - 11h47

    Acho quem esta na chuva é para molhar !
    Figura pública é isso mesmo. Quer a fama, tem que lidar com o lado negativo.

  227. Alê    28/02/2014 - 17h29

    Lu, já acompanho seu blog há um tempinho, mas é a primeira vez que comento aqui.
    Quero dizer que concordo com cada palavra do que você disse. Não é só porque estamos na internet que temos que aguentar tudo né? Se alguém me ofende na vida real eu fico sim, muito chateada, não vejo sentido em ofensa gratuita. Acho que sinceridade é uma coisa, falta de educação é outra. Se não tem nada (bom ou ruim) a acrescentar, que fique quieto.

  228. Gabi    28/02/2014 - 20h43

    Lu, sou mais uma que só acompanho e não comento, mas também me senti na obrigação. Cruzo sempre com vc pelas ruas (e restaurantes e shoppings) de BH e te admiro justamente por sua sinceridade, pela verdade que vc mostra no blog, sem ser forçada. Agradeço por estar disponível por aqui e mostrar como vc é humana, como vc é real. O resto é resto… Mto sucesso sempre!

  229. daniela    01/03/2014 - 01h18

    A ultima vez q comentei sobre um look seu, recebi uma alfinetada…como me ofendeu deixei de comentar, mas mesmo assim continuo te seguindo, acho vc cheia de melindres.

  230. Marina Nomura    01/03/2014 - 11h55

    Li todos (!!!!!!) os comentários. Basicamente – quem não gosta, que não leia. E que se sente ofendido, que pare de seguir e ler. O espaço (internet) é público e aberto a todos – blogueiras e leituras. E muita reclamação e pichação (como estão fazendo com a Pugliesi e a Thássia faz tempo) me parece muito mais dor de cotovelo do que qualquer outra coisa.
    Afinal – a pessoa que dedica tempo para visitar os sites/insta e “chochar” o post seguramente precisa rever suas prioridades.
    Neste caso… que criem um blog com suas visões. Mas chochar blogs alheios, trabalhos alheios, é de lascar. É uma profissão.
    Vai ver é por isso que hoje em dia algumas blogueiras (como a Julia Petit) escrevem tão pouco, e geralmente em assuntos não relacionados à moda – justamente para não se expor mais.

    Abraço, Lu. E que a diversidade seja bem vinda – e que quem critica, faça melhor.

  231. Fernanda Amora    01/03/2014 - 13h17

    Acredito que as pessoas muitas vezes utilizam o espaço dos blogues para descontar nas blogueiras os seus problemas e frustrações.
    Claro que críticas são bem vindas, mas comentários humilhantes e sem finalidade, a não ser alfinetar o outro, são desnecessários.

    Aqui vc se expõe e as pessoas ficam seguras para descer o pau. A internet confere esta “proteção” e “conforto” para os críticos.
    Na sua cara, nenhuma dessas cobrinhas teria coragem de lhe falar qq coisa ofensiva.

    Vc tem razão na sua indignação e seu post também é válido e necessário.
    Mas infelizmente vc terá que conviver com isto para sempre :-(
    Sempre haverá pessoas destrutivas e que precisam ferir o outro para se sentir melhores.
    Fora aquelas que não tem capacidade intelectual para entender o que vc escreve, como ficou provado em vários comentários feitos neste post.

    Esta parte podre do ser humano que nunca me motivou a fazer um blog.
    Já tenho muitos problemas e não preciso de pessoas me ofendendo gratuitamente.

    Mas já que este blog tornou se parte da sua vida, desejo sorte e serenidade para seguir em frente até o momento em que ele te trouxer mais coisas positivas do que negativas.

    Beijo

  232. Daniele    01/03/2014 - 19h01

    Falou tudo Lu, a internet deixou as pessoas “corajosas”, duvido que se estivesse cara a cara com você elas diriam o que escrevem.
    Parabéns pelo texto.

    Grande abraço

    Blog Dani News

  233. Carol    01/03/2014 - 19h27

    Oi, Lu
    Faz muito tempo que não comento por aqui. Isso porque, como pra muita gente, a rotina de visitar blogs me cansou um pouco. Realmente, algumas vidas ficam tão distantes da sua, que raramente rola de se identificar com uma blogueira hoje. Mas, quando quero ver o que tá rolando e visitar um blog, eu sempre passo no Chata. Isso porque o conteúdo é bem escrito, as fotos são lindas e penso que você é uma das poucas que alcançou sucesso sem perder a essência. E concordo plenamente com seu argumento de que “ei, crítica é válida, mas com educação, inteligência e embasamento.” Eu batalho no mundo virtual tem muito tempo também, e já vi minhas ideias sendo roubadas por blogueira, ou pessoas sem talento algum se sobressaindo só por contato. Nem por isso eu venho aqui (ou nos outros) e xingo blogueiras. É preciso correr atrás do seu e parar de desejar mal ao outro, porque isso só volta pra gente. Pelo contrário: admiro muito você, a Camila, a Thereza, a Bia… blogueiras com as quais já tive a oportunidade de conviver, conversar, fotografar e que, ainda que hoje tenham uma vida muito distante da minha pra eu me identificar, merecem todo o meu respeito e admiração.

    Ótimo texto.
    Beijos,
    Carol Lancelloti

  234. […] Os limites, eles não existem mais {Chata de Galocha} […]

  235. Jacqueline Aparecida Oliveira Gomes    02/03/2014 - 18h31

    Ammmeei!!! Já tinha ouvido falar de seu blog, mas só hj entrei e me deparei com esse excelente comentário. As pessoas estão achando que ser mal educado é charme.Está na hora de resgatarmos a educação por todos e em todos os lugares. Parabéns!! E de chata vc não tem é nada e ainda por cima é mt bonita e estilosa.Bjs

  236. Mirela    02/03/2014 - 21h18

    Espero que tenhas conseguido alertar e fazer muita gente parar pra pensar.. Pois deve ser muito chato ver mais comentários maldosos que de elogios ou críticas realmente construtivas, vejo muito disso por aí, infelizmente..
    Ainda aqui no Blog eu não vejo tanto, mas IG é uma tristeza de ver.. o povo não tem pena mesmo.. Se duvidar, destila veneno até a da barra da calça que ficou mal feita..

    Se a gnt parar pra pensar… a internet que está acessível pra todo mundo – felizmente, deveria servir como uma ferramenta pra conhecer mais o mundo, estudar, pesquisar, viajar pelo mundo, etc etc etc.. é difícil encontrar blogueiras com o seu vocabulário, com a sua cultura e com o seu conteúdo… Eu me amarro em ver seu blog, e espero poder acessa-lo por muitos anos..

    Abraços Luh!!!

  237. Alê    04/03/2014 - 01h32

    Quase nunca comento em blogs. Acho o seu bem bacana, especialmente quando tem vídeos do “Chef e a Chata”. Tem blog que parece horário de comercial na TV, são muito chatos, mas esses eu descarto. Bem, acho a situação toda complicada por que estamos em um “mundo sem educação” e vejo isso na vida off e na online. Teve uma moça que escreveu acima de um blog em que questionou sobre um post Disney, e eu também questionei, mas fui educada (eu acho) e na verdade somente cometei pq achei estranho a blogueira ser tão amável e perder a paciência com um comentário que foi sem intenção de ser mal educado. Enfim, foi péssimo pq também recebi uma resposta atravessada. Então, acredito que deve ser uma coisa dolorosa e chata enfrentar gente grossa, mas também dói quando damos ibope e até gostamos de um blog e numa crítica sem pretensão de ser grossa levamos um tapa, acredito que nesse caso pagamos a conta de quem de fato faz críticas sem noção. Eu sempre leio o que me interessa e quando tenho tempo. Ultimamente sempre leio seu blog pq vc é muito divertida, risonha e graças a Deus pisca rsrsrsrs (sou médica e se não piscasse indicaria um oftalmo rs). Continue postando coisas bacanas dentro do seu limite de trabalho que isso ajuda muita gente de várias formas, acredite. Cuide-se e deixa as críticas destrutivas catando coquinhos.

  238. Kassandra    05/03/2014 - 05h09

    Tive que vir comentar, as pessoas perderam a noção do que é certo e errado, ser sincero e ser grosseiro vem sendo confundido a muito tempo mas com a internet parece que piorou. É tanta inveja, tanta reclamação sobre os posts de viagens, compras, roupas etc, mas não é sobre isso que o blog trata? E vai dizer, quando a pessoa consegue realizar um desejo, seja ele uma viagem grande ou uma compra de uma bolsa/sapato não fica comentando com as pessoas próximas? Mesmo que eu não tenha condições para fazer algo do tipo agora gosto de ler tudo para quando eu for já ter ideia do que fazer. Quando fiz minha primeira viagem pros EUA eu entrei em todos os blogs possíveis para ter uma noção sobre o que comprar, onde comer, etc. Por que as pessoas não aceitam isso? E outra foi-se o tempo em que profissão era médico, dentista e advogado por que eu acho que o recalque é esse!

  239. […] – Na mesma onda a Lú do Chata de Galocha desabafou muito bem desabafado sobre a maldade e a falta de limites online. […]

  240. Lena Reis    25/04/2014 - 18h32

    Moça, eu vim parar hoje no seu blog pela primeiríssima vez, trazida por assuntos de viagem. Devo voltar sempre. E não nos conhecemos, mas deixa eu te pedir uma coisinha, logo de cara? Por favor, seja quem você é. Não ouça e nem leia os desmedidos…eles tem problemas! Não deixe nada empanar seu brilho, moça. Seu blog é muito simpático. Um beijo.
    Lena Reis

  241. Denyse    13/10/2014 - 08h22

    Bom, muito bom o que você escreveu. Cheguei agora por aqui, estava procurando umas dicas pra lidar com uma pessoa grosseira com a qual trabalho e me surpreendi com o seu texto. Desejo que pelo menos alguém reflita sobre ele e, quem sabe, mude. Um abraço solidário.

  242. Victor Gabriel    25/01/2015 - 16h44

    Algumas pessoas só tem um pensamento equivocado de que se você é uma pessoa pública tem que seguir um padrão rigoroso de ”mandamentos” pra que você agrade a elas, e o pior é que esse tipo de pensamento cega elas pra enxergar que a pessoa que aparece na tv ou na internet também nasceu de dentro de outro ser humano como ela, se a pessoa q tá criticando se visse no lugar do criticado perceberia logo quanta bobagem as pessoas exigem como se elas fossem perfeitas, e também veria como essas pessoas são hipócritas e fracas pra perceber isso em sí mesmas. Porque o nosso ego é como nosso rosto, nós não conseguimos ver ele em nós mesmos, só vemos o dos outros, só conseguimos ver o nosso rosto quando tomamos a atitude de ir pra frente do espelho e se observar como se fossemos outra pessoa na frente de nós mesmos, e igualmente só conseguimos ver nosso ego quando tomamos a atitude de julgar nossos atos como se fossemos outra pessoa interagindo com você mesmo.
    Mas também o recado que eu te dou é que ao mesmo tempo em que essas pessoas te julgam, você sem perceber também julga elas (“e na mesma medida que julgardes sereis julgados”), como você elas também erram, tem medos, inseguranças, raiva, ciumes, INVEJA, compreenda isso e entenda que não é porque elas são ignorantes q vc também deve ser, elas não são perfeitas, mas também tenha humildade consigo mesma pra compreender que você é imperfeita e também erra, não se condene nem condene elas. Não adianta gritar pra sair do escuro, você tem que acender uma luz.

  243. Denny Queiroga    13/02/2015 - 15h41

    Oi, Lu. Como vai? Tive a oportunidade de te conhecer quando fui o apresentador do Reality Show Downy, ( https://www.youtube.com/watch?v=dm9xuXrEMxc ) em 2013. Lembra?

    Por uma coincidência, estou escrevendo um projeto de Conclusão de Curso em Mídias Digitais focado justamente no ódio que algumas pessoas apresentam na rede, a falta de limites, o fato de o negativo ganhar mais repercussão que o positivo. E “googando” eu achei o seu texto.

    A sua impressão – de achar que as pessoas quando falam de você estão falando delas mesmas – é totalmente pertinente. Existe, inclusive, um psicólogo e metafísico chamado Luis Gasparetto que fala isso muito bem. Um fenômeno já conhecido de alguns e chamado de Projeção. Exemplo: Tudo aquilo que “eu faço internamente” ou as características que eu tenho, mas meu julgamento não permite que eu identifique em mim, eu projeto nas outras pessoas. E tanto que o Gasparetto fala que: “As pessoas não criticam. Elas se confessam!”.

    Acho muito bom que pessoas escrevam na direção oposta, como você está fazendo, incentivando a participação do leitor de forma educada, consciente. Isso é bom pra todos nós.

    Bjs, sucesso e parabéns.

  244. Misântropo    09/03/2015 - 18h04

    Humanos são escrotos por natureza e em nenhum outro lugar isso fica mais revelado do que na internet.

  245. Julyanne    10/12/2015 - 11h53

    Ai gente… Inacreditável a falta de sensibilidade e bom senso das pessoas. Fico cansada só de pensar na quantidade de asneiras que devem surgir nos comentários dos blogs e das redes sociais de vocês. Força aí para aguentar essa gente surrealmente invejosa e sem noção! =*

  246. Thaís    10/12/2015 - 11h53

    Nossa, nunca entendi porque alguém perde tempo comentando esse tipo de besteira. Gente, pelo amor de Deus! A pessoa expõe sua vida querendo contribuir de alguma forma com o público e ainda tem que aguentar gente mandando em como a pessoa deveria ser. Sigo o canal da Flavia Calina também e fico indignada com o tanto de gente que se mete onde não deveria. Tem inúmeras pessoas que inclusive reclamam quando ela vem pro Brasil, porque dizem não gostar dos vídeos dela aqui, só nos EUA. Aham, pq a coitada não pode ser uma pessoa normal e querer visitar a família ou participar de novos projetos. Ela é obrigada a ficar na casa dela filmando a filha dela o dia todo pra agradar público. Senhor! O mundo da perdendo a noção.
    E você Lu está de parabéns, sigo você só há alguns meses e tenho achado incrível sua forma de lidar com as coisas. Acho que está certíssima quando dá esses “chega pra lá” nas pessoas, inclusive quando palpitavam na sua gravidez ou faziam perguntas que não deveriam ser feitas, as pessoas precisam saber que não ta tudo bem, que elas estão sendo indelicadas e isso não é bonito, não é normal.

    ?

  247. Letícia    10/12/2015 - 20h02

    Não liga pra essas pessoas que falam do seu corpo, vc passou por um momento maravilhoso que é a gravidez de uma forma saudável. É surreal que as pessoas pensem que vc deve estar magérrima depois de uma gestação. Que bom que a Bia está ai saudável e feliz :)
    Vc é linda <3

  248. Raquel    10/12/2015 - 21h33

    Lu,
    Achei seu texto super interessante, e concordo exatamente com tudo.
    Sinceramente, apesar de te conhecer apenas pelo seu blog, te acho linda por dentro e por fora! Engraçado como passamos a admirar uma pessoa assistindo aos vídeos e lendo aos textos.
    Espero que os comentários legais das suas fãs sempre superem esses comentários chatos.
    Um grande abraço ^^

  249. Elaine    27/01/2016 - 22h57

    Numa pesquisa qualquer na internet cheguei neste post antigo… Lu, que texto ótimo! O post é antigo mas infelizmente o tema continua atual. Mais atual do que nunca! Realmente isso tem acontecido muito! As pessoas estão esquecendo a sensibilidade no trato com os outros e acham que podem falar o que querem! Realmente não podem! As ofensas no mundo virtual ocorrem com as blogueiras, com artistas que sofrem algum tipo de preconceito e também com pessoas comuns, pq não?! Quem nunca se sentiu ofendido com algum comentário em alguma publicação numa rede social? Quem nunca ficou chateado com alguma brincadeira (de mau gosto) que fizeram com vc num grupo do “zap”? Simplesmente pq ali muitas pessoas ACHAM que podem tudo. Novamente: não, não podem! É preciso ter um pouco mais de delicadeza ao se dirigir a qualquer pessoa. Quer expressar sua opinião (como no exemplo do look no texto da Lu)? Ok, dê. Mas saiba falar. Esqueça as ofensas. O que se ganha com isso? Coloque-se no lugar do outro. O mundo ta precisando de mais gentilezas, delicadezas, de mais atitudes HUMANAS!

  250. Luiza Vieira    28/05/2017 - 12h22

    Concordo com vc,isso tbm me estressa,passei por isso na vida real e na internet tbm!As pessoas tem que aprender uma palavra:EMPATIA,se colocar no lugar do outro é bom e não custa dinheiro não!Já fui assim e achava que era sincera (depois achava ruim pq a pessoa vinha falar algo parecido comigo) e sério mesmo,se a humanidade não caminhar para o melhor vamos ter mais pessoas imaturas do que pessoas conscientes do que fazem!TODA AÇÃO TEM UMA CONSEQUÊNCIA!SEJA ELA BOA OU RUIM

  251. marcia    14/06/2017 - 10h14

    falou tudo

  252. Vanessa    22/09/2017 - 10h07

    Nossa explodiu..
    Caraca vc é muito boa

  253. Raiane viana    09/02/2018 - 13h23

    Lindas palavras!
    Isso levanta a autoestima de pessoas que estamo la em baixo nossa e surpreendente

  254. Andrea    09/04/2019 - 19h41

    Olá, Lu!
    Faço parte de um grupo da igreja católica, presto serviço voluntário.
    Recentemente, postei um vídeo engraçado nesse grupo. Um vídeo que não vi absolutamente nada de anormal. Normalmente, os membros desse grupo postam assuntos religiosos. Assim que eu postei, certas pessoas me criticaram e muito. Um dos mais absurdos, foi eu ser chamada de sem noção. Obviamente eu respondi. Expliquei que o video não tinha nada de mais e que, eu havia postado por ter achado engraçado. Como o Padre é o administrador do grupo, em minha opinião, essas mulheres queriam mostrar a ele que são perfeitas, que são pessoas do bem, etc…
    Tenho vários defeitos como qualquer ser humano, mas de uma coisa eu sei muito bem, não sou hipócrita. Mostro quem sou na verdade, mas infelizmente, sempre tem aqueles que se julgam os melhores em todos os sentidos. Você disse uma coisa muito importante, muitos acham que ser sincero é julgar, é ser indelicado com o outro, mas, mal sabem que esse tipo de atitude, chama- se falta de educação e falta de respeito ao próximo.

Booom dia! Pra quem tá sentindo falta do #ProjetoPilotoPodcast uma boa notícia: essa semana tem gravação de um episódio super especial, o primeiro com convidadas! Aproveita e me conta aqui nos comentários qual tema você gostaria de ouvir? E marque a @ de quem deveríamos convidar pra bater um papo com a gente na nova temporada!?
Mais sobre Lifestyle