Carregando...
Lifestyle

Do lado de cá do espelho

02.09.2014
Lu Ferreira

Eu fiquei muito feliz com a repercussão do post das bolsas na semana passada. Vi que vocês curtiram de verdade e fiquei muito satisfeita com os comentários, a maioria super carinhosos. Aquele post veio do pedacinho de uma das aulas do Marangoni, e como eu já falei mil vezes por aqui, a ideia desse curso era justamente ter mais conhecimento pra falar de moda com vocês, então valeu a pena, né?

Mas antes de fazer mais posts daquele tipo, preciso fazer outro. O da aceitação de como a gente é. No post eu agrupei os tipos de corpo em três, lembram? Quem é grande em cima, grande embaixo e quem tem essas duas medidas equilibradae. Isso é uma generalização baseada em estudos, de que dá pra agrupar mais ou menos todo mundo assim. Claro que cada um tem suas particularidades, mas aquilo facilita o trabalho do stylist e depois o da pessoa que passa a entender o que funciona para o seu ‘tipo’ de corpo. Eu tô falando disso porque algumas pessoas acharam o post ‘dita regra’, sabe? Também falaram do ‘padrão mais aceito socialmente’. E bem, se vocês me lêem há mais tempo sabem que eu ODEIO que imponham regras, principalmente numa coisa tão particular quanto o meu guarda roupas.

Mas aí que entra a tal da aceitação: eu conheço o meu corpo. Sei por exemplo que minhas pernas são mais magrinhas que o resto do meu corpo, é o último lugar que engordo, é onde ganho músculos mais rápido, é a parte que mais aparece nos meus looks. Um ponto forte. Sei também que tenho seios grandes. Não pelo ‘padrão imposto pela sociedade’, mas por questão de proporção mesmo. Para uma pessoa de 1.58 de altura, meu peito é grande, fim. Isso é ruim? Eu acho às vezes, dificulta o uso de algumas peças, me limita. Por outro lado fica ótimo num bikini, muito melhor do que quando tinha o peito pequeno (tenho silicone!). Eu também tenho os ombros mais largos que o meu quadril e tendência a engordar na parte de cima do corpo. Tenho o rosto grande, mais arredondado, o nariz marcante, com um formato que eu preferia que fosse diferente mas fazer o quê, a família toda tem esse nariz. Acho meus olhos pequenos pro tamanho do meu rosto, mas em compensação acho o formato e a cor bonitos, gosto deles. Também gosto do meu cabelo, liso escorrido como ele é naturalmente ou com o efeito do babyliss que faço sempre. Eu sou assim. Gosto de algumas partes do meu corpo, não gosto de outras. Me acho linda num dia, horrorosa em outros, a vida é assim.

rad

Não é muito difícil listar as nossas próprias características, é só se olhar no espelho com coragem e se observar. Isso faz um bem danado, mesmo sendo difícil em algumas épocas da vida. E aos poucos eu fui aprendendo como deveria vestir esse corpo, exatamente do jeito que ele é, da melhor maneira possível. Equilibrando proporções, compensando coisas que não amo ao destacar as que eu gosto. Não para ‘me encaixar num padrão aceito socialmente’, mas sim para equilibrar, tornar agradável ao olhar. Pra mim é muito simples pensar nisso por conta da minha formação. Na escola de design a gente estuda o comportamento do olho, aprende como o cérebro reage a cada estímulo, estuda psicologia pra saber como criar uma imagem agradável ao olhar. E o que o olhar gosta? De equilíbrio. De proporção. É muito simples e se você parar para observar vai ver que é verdade, não tem segredo algum. E quando estava na Marangoni estudando styling, ou seja, como criar uma imagem a partir do vestir, muitas vezes me peguei lembrando das aulas de design, dá pra relacionar muita coisa. A gente tem mania de achar que bonito e feio é algo puramente cultural, mas na verdade não é só isso, tem algo que é nosso, do humano mesmo. E existe uma ciência por trás disso tudo.

Virou moda criar campanha para ‘se aceitar’, tirar a maquiagem, colocar celebridade na capa da revista sem photoshop… E eu acho essa discussão muito válida, vejo que ajuda muita gente a gostar mais de quem elas são, a entender que essas coisas não são necessárias, que elas se bastam sem esses artifícios. Mas vamos separar as coisas? Dar dicas para equilibrar a silhueta não é querer encaixar todo mundo num padrão imposto, é justamente aceitar as diferenças para se vestir da melhor maneira possível. É ajudar a entender o efeito das nossas escolhas. Qual o problema de aprender a pensar antes de usar? Descomplicar a escolha do que vestir?

A ideia desse tipo de post aqui no Chata é levar conhecimento pra uma área que pode mexer muito com a nossa auto estima. Afinal quer sensação melhor do que quando a gente se olha no espelho e gosta do que vê? Então antes de ler esses posts dá uma olhada no espelho, se meça, se analise. Não fique julgando, não se crucifique por ter uma gordurinha a mais, por não ter a barriga da revista, por ser alta ou baixa demais. Depois dessa análise você vai estar pronta pra aprender a como vestir esse corpo e ficar ainda mais bonita, não importa qual a sua cisma. Aceitar quem a gente é é o primeiro passo para se vestir melhor! E informação ajuda a escolher melhor, facilita na hora de pensar o que vestir, descomplica. Não é ótimo? Por isso mesmo a ideia é ter cada vez mais posts assim por aqui. Pra ajudar a descomplicar a vida de quem tá aí do outro lado =)

 

 

96 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Shana Kelly    02/09/2014 - 08h11

    Nossa, seu site é Perfect *-*
    Estava olhando a lista de melhores sites da net e vc está em primeira rsrs, mas, parabéns, ele é lindo mesmo!!!
    Então, se tiver tempo da uma passada lá no meu, comecei ontem rsrs
    http://apenasumaggarota.blogspot.com.br/

    • Lu Ferreira    02/09/2014 - 13h03

      Obrigada Shana! Bjs!

  2. Ana Carolina    02/09/2014 - 08h36

    Lu,
    acho até engraçado que as pessoas tenham essa impressão do seu post, porque não passou nem perto do que eu achei. Já comentei no post da bolsa, e comento aqui de novo, informação nunca é demais, ainda mais quando é tão bem fundamentada como você faz.
    Acho que tem algumas pessoas que tem um pouco de dificuldade na interpretação de texto. Só pode.

    Beijos

    • Lu Ferreira    02/09/2014 - 13h05

      Então, eu prestei bem atenção em como colocar as coisas, heheh, tb não via como as pessoas poderiam entender mal… Mas de qquer maneira um post tipo esse, falando de auto imagem, é algo que aparece pouco por aqui e achei válido trazer de qquer forma =D Bjs!

  3. Vivian Dias    02/09/2014 - 08h55

    Sim!! Eu concordo totalmente, Lu! Eu sou magra, tenho cabelo liso, já ouvi muita amiga falar q eu tenho sorte. Hj a moda é o cabelo ondulado, e o meu não para, fazer o q né? Nos anos 90 o liso era sensação! Hahaha…. Se eu engordo, vai tudo pra cintura, é medonho! Pernas finas, seios desaparecem, fico me imaginando virar uma batatinha com 4 palitinhos enfiados, rs… Já fui modelo, já vi mudarem a cor da roupa, da maquiagem, o tamanho dos meus seios em foto, então não encano com capa de revista, eu SEI q aquela menina é linda, mas tb não é tão perfeita. Fui maquiar uma amiga certa vez, ajudá-la a aprender a contornar e realçar pontos fortes do rosto, ela quis esconder tantos defeitos, q em 10 anos de amizade eu nunca havia detectado como defeitos…. Vc é linda. Seu nariz é lindo e charmoso. Nós somos lindas quando mostramos pro mundo aquilo q achamos lindo, e as partes q a gente quer esconder/disfarçar, ok! Ninguém precisa ver… :-)

    • Lu Ferreira    02/09/2014 - 13h07

      Só quando a gente trabalha nos bastidores que sabe como dá trabalho pra fazer a modelo ficar com aquela cara da foto, né? Bjs!

  4. Fê Gonçalves    02/09/2014 - 09h04

    Lu, adoro esse tipo de post e de você compartilhar o seu conhecimento com dicas de como se vestir melhor. Entendo perfeitamente que a sua proposta não é de criar padrões e formatos, mas sim de informar. Pena que não são todas que entendam o objetivo, mas com esse post de hoje acho que agora ficará mais claro para as suas leitoras. Hoje também fiz um desabafo no meu blog sobre a campanha “Pare a loucura da beleza” e sobre a falta de respeito das pessoas na internet com comentários maldosos, que você já falou sobre isso, e que ainda vejo de montão por ai. Beijos

    • Lu Ferreira    02/09/2014 - 13h09

      Acho que a maioria entendeu, né? Mas acho que nunca é demais falar e explicar, heheh! Bjs!

  5. Marina Ferreira    02/09/2014 - 09h07

    De um tempo pra cá ganhei uns quilinhos, e achei ótimo! Ficava com medo de engordar, porque meu braço ficava meio gordo e odiava, mas depois que descobri que ele é gordinho assim mesmo, independente do meu peso, deixei pra lá. Continuo não gostando dele, daí não uso muita camisetinha (me sito desconfortável), mas se precisar, não ligo tanto quanto antes, pois sei que só eu que estou reparando. Depois que meu peso aumentou, várias roupas vestiram melhor, fiquei mais “gostosona” e mais mulherão (tenho a mesma altura que você Lú, e ser magrinha DEMAIS deixa super com cara de criança, fica tudo “-inha” hahaha).
    Gosto dessa luta contra o photoshop, mas só quando modifica total o corpo de alguém. Acho interessante a campanha de se mostrar sem maquiagem, pois incentiva a ser como é e pronto acabou, mas pensando profissionalmente, o photoshop é importante, é ferramente de trabalho. A capa de uma revista pode ser conceitual, e é bacana ter uma luz diferente que não se conseguiu com a foto, mas quando acontece em uma campanha o que rolou com a a modelo australiana Meaghan Kausman fica péssimo, porque aí sim está ditando algo.
    Pode continuar com os posts de regrinhas. Mesmo que eu queira continuar a usar uma bolsa grande, me fez prestar atenção a certos detalhes do meu corpo e assim conhecê-lo melhor.

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h37

      A gente deve ter o biotpo bem parecido então! Fico feliz que vc consiga lidar tão bem com uma característica que incomodava, é amadurecimento, né? E pode deixar que outros posts como o das bolsas virão! Bjs!

  6. Ana Carolina Martins Zaguini    02/09/2014 - 09h11

    Amo demais seu blog. Você proporciona leitura inteligente de moda. :)

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h38

      Obrigada Ana Carolina! Bjs =)

  7. Luiza    02/09/2014 - 09h12

    Post lindo, Lu! Acho que é bem por ai, saber se amar do jeito que somos e assim vestir melhor nosso corpo, que é o que Deus nos deu! Claro que podemos melhorá-lo fazendo academia, alguma cirurgia, mas sem paranóia, sabe? A aceitação é um alívio ótimo para a alma!! parabéns!! Você é linda! Beijos

    http://www.estiloadois.com.br

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h38

      Muito obrigada xará! Bjs!

  8. Aline Rocha    02/09/2014 - 09h16

    Olá Lú, muto sensata sua colocação. Gostei muito do post falando sobre bolsas e já fiz uma seleção em meu guarda-roupas. Obrigada pela ajuda.

    Mudando de assunto, gostaria de sugerir um post: Roupas para gestantes. Sei que voce já mostrou alguns looks em um post anterior, mas gostaria de algo mais especifico!

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h39

      Aline, anotei sua sugestão, vou pesquisar pra ver se consigo montar um post legal! Bjs!

  9. Sabrina    02/09/2014 - 09h18

    Adorei, Lu!! Isso mesmo! Boa semana. bjs

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h40

      Obrigada Sabrina, pra vc também! Bjs!

  10. Juliana    02/09/2014 - 09h20

    Olá Lu, eu gostei muito deste post pois ando muito deprimida comigo mesma, porque não sei se posso ser eu mesma, sabe eu ando sofrendo muito, mesmo com meu namorado me dando uma moral não sei se posso ser mais eu mesma. Obrigada por tornar essa manhã mais agradável para min. Continue com seus posts motivando e dando alegria para nós mulheres

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h41

      Claro que pode Juliana!! Todo mundo tem fases ruins e fases boas, mas quem tem o poder de mudar isso é a gente! Levanta a cabeça! Bjs!

  11. Daniele Nagem    02/09/2014 - 09h23

    Adorei! Muito sensivel a persepcao que precisamos nos conhecer e se aceitar e o quanto isso pode nos influenciar na maneira de se vestir bem ou mal! Troquei de roupa! :)

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h42

      Obrigada Daniele! Bjs :)

  12. Mari Nunes    02/09/2014 - 09h27

    Oi Lu, tenho um blog sobre moda plus size e vejo que nesse meio esse tipo de conversa já é, dec erta forma, comum. Fico muito feliz quando outro blogs com focos diferentes tipo o chata abrem espaço pra falar sobre aceitaçào e auto estima! Adorei o post! Beijos

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h43

      Mari, é mesmo! Visito alguns e tb vejo esse tipo de post, acho que quanto mais gente falar disso melhor, né? Bjs!

  13. Luzia Lemos    02/09/2014 - 09h27

    Adorei o post! Amei a dica de nos aceitarmos como somos. Se mudarmos tudo que não gostamos em nós, seremos outra pessoa, desconhecida… Concordo plenamente com vc: valorizar o que temos de melhor. Está de parabéns Lu por compartilhar um tema tão recorrente entre nós mulheres!!! bjo grande!

    • Lu Ferreira    03/09/2014 - 09h44

      Beijo Luzia! Obrigada!

  14. Beatriz Guerra    02/09/2014 - 09h29

    Lu eu concordo plenamente com você! É muito importante que a gente conheça o próprio corpo, todo mundo é diferente… cada um deve aprender a se valorizar.
    Impossível se vestir e ficar feliz com o resultado no espelho sem saber o que fica ou não fica bom pro nosso corpo, sem se conhecer e aceitar como nós somos.
    Porque não tem ninguém no mundo com as mesmas medidas da Lu, nem as mesmas medidas da Beatriz, da Joana, da Gisele… sabe?
    Às vezes uma tendência que está todo mundo usando não serve pra gente, não fica boa no nosso corpo, e não precisamos nos descabelar com isso, porque muitas outras tendências ficam bacanas.
    Acredito que nós temos que valorizar nossas formas, não importa se a forma é alta, baixa, gorda, magra…
    Adoro os posts daqui, principalmente porque você nunca colocou rótulos nas pessoas ou regras, sempre se preocupa em mostrar como podemos ser diferentes e felizes por isso!

  15. Rosiane Ferreira Duarte    02/09/2014 - 09h30

    Oi Lu, bom dia!!! Simplesmente adorei o seu texto. Conheci o “Chata de Galocha” recentemente por indicação do meu noivo, que é super ligado em moda e estilo. Ele te viu na revista Men’s Health, que é leitor assíduo. Estou adorando seu blog!! Hoje passei as gostar mais ainda, além das super dicas de moda e maquiagem, o texto de hoje demonstrou o quanto você é inteligente e preocupada com a opinião das leitoras e seguidoras. Quem trabalha com estilo não pode se preocupar apenas com o “lado de fora”, afinal o que a gente veste diz muito sobre nós mesmos! Parabéns, você brilhou!!!!! (adoro dizer isso para quem me surpreende!!! rsrs). Você ganhou mais uma fã!!! Bjocas

  16. Nina Rezende    02/09/2014 - 09h33

    Lú…geralmente eu não leio os posts todos, eu gosto muito das dicas e das fotos, de tudo o que você fotografa e faz, mas esse post eu li todinho. Achei o máximo tudo que escreveu, e concordo com tudo. Esse post é bem verdadeiro em tudo, e muito sincero da sua parte compartilhar tudo isso conosco…continue postando coisas assim, porque com certeza nos ajuda bastante.

    OBS.: mudei de bolsa semana passada por que estava carregando coisas desnecessárias, e foi graças ao seu post da bolsa, me ajudou muito e já estou me organizando pra quando comprar a próximas, ser uma boa bolsa e bem proporcional ao meu tamanho, obrigada, foi graças a você quer percebi que estava errando na bolsinha, hshshs

  17. Jéssica Duarte    02/09/2014 - 09h36

    Adorei o texto Lu… mt inspirador!

    >>>>>>>> http://www.PISAICO.com.br <<<<<<< Mulherada, venham conhecer nossas peças!

  18. Amanda Silva    02/09/2014 - 09h44

    Do contrário a maioria, fiquei muito feliz quando vi o post sim, você esta passando um conhecimento de graça pra nós no qual pagou caríssimo e é claro que existem estudos sobre como nossa mente reage quando usamos determinadas roupas. Creio que os comentários que recebeu foram de pessoas que ainda não tiveram esse momento que disse, de se olhar no espelho e se sentir tão bem e aceitar-se como é.

  19. Raquel    02/09/2014 - 09h45

    Lu, as informações desse post já são de conhecimento de quem acompanha teu trabalho, mesmo assim foi ótimo fazer a leitura dele.. Mais claro que isso, só desenhando! :)
    Acredito que, quem não entendeu a mensagem do post anterior (mesmo tendo ficado clara), provavelmente não costuma ler o teu blog.
    p.s. Minha sugestão é colocar o link desse post ao falar sobre esse temática, para que as pessoas que não te acompanham fiquem por dentro da tua opinião.

  20. Raquel    02/09/2014 - 09h47

    Ah! Acho muito útil esse tipo de post! Lembra as postagens do Oficina de Estilo.

  21. Carolina    02/09/2014 - 09h57

    Oi, Lu. Acho que uma grande dificuldade desse nosso “momento social” é essa forte transição entre ser completamente esmagado pelo padrão e se aceitar mesmo sendo completamente diferente dele. Aí a maior parte de nós fica tão fragilizada, primeiro porque não se encaixa, depois pela culpa de querer se encaixar. Eu, por exemplo, adoro fotografia e entendo racionalmente que a câmera captura uma imagem muitas vezes bem diferente da realidade, tanto que existe a questão da fotogenia. Mas, psicológica ou emocionalmente, eu quero ser no dia-a-dia a celebridade da foto da revista. Enfim, eu adorei o post das bolsas, nunca tinha pensado naquilo, mas quando li pensei nas vezes que teria feito diferença saber. É o velho clichê de saber as regras para quebrá-las. Beijos!

  22. Giovanna    02/09/2014 - 10h03

    Fantástico o post Lu!!! Eu fui uma das que comentei no post anterior que tinha “cisma” como meu corpo ampulheta mas sei que sou uma sortuda em ter um corpo equilibrado e que (como vc disse sobre seus seios) apesar disso me limitar um pouco pois qualquer roupa mais justa e curta tende pro vulgar a cada dia aprendo a me aceitar mais. Obrigada por me ajudar a enxergar beleza, ainda que imperfeita, em mim S2

  23. Lorrainne Sobral    02/09/2014 - 10h03

    Adoooorei o post, o fato de eu vir aqui quase todos os dias não é em vão.
    Venho buscar formas de ficar de bem comigo, com meu corpo e para isso equilibrar os looks é fundamental, obrigada Luiza por buscar se aperfeiçoar dia a dia e dividir esse conhecimento conosco. ;)

  24. Catarina    02/09/2014 - 10h16

    Concordo em gênero, número e grau. Acho que existem muitas pessoas que acompanham blogs simplesmente para reclamar da vida, do próprio corpo, etc. Parece que essas pessoas querem mesmo é aparecer a custa de outras! Padrão de beleza imposto existe, sim. Mas não é o caso do Chata de Galocha. Existe aqui um conteúdo de qualidade, informativo, orientador, interessante, divertido… e não de imposição.
    E esse texto tratando da própria aceitação é o reflexo do trabalho sério do blog. Lu, você está de parabéns!

  25. Eliane Gomes    02/09/2014 - 10h22

    Acompanho o chata á 4 anos, e esse é simplesmente o texto mais lindo que já vi por aqui!

  26. Karla    02/09/2014 - 10h24

    Adorei ler você, hoje em especial. Obrigada !

  27. Camila Araujo    02/09/2014 - 10h28

    Gostei muito do post….

  28. Ju    02/09/2014 - 10h33

    Lu, concordo totalmente com esse post. Eu percebo que essas campanhas para auto aceitação muitas vezes passam dos limites e acabam julgando tanto quanto quem elas criticam. Eu nunca me preocupei com meu peso, mas também nunca engordei muito. Por outro lado, adoro maquiagem e não saio sem. Talvez seja um padrão imposto? Sim, mas o que importa é que EU me sinto muito melhor quando me vejo no espelho maquiada.
    Complementando o post: se vestir melhor é se vestir melhor para VOCÊ. Não é imitar a blogueira, a atriz, ou usar o que todo mundo diz que tá na moda. Se eu amo roupa colorida, porque vou colocar um look preto e branco? Do mesmo jeito, se eu sei que meu quadril é largo e não fico bem com saia skater, porque vou usar? Porque tá na moda?
    A verdade é que ultimamente falta bom senso, para todos os lados. Fico feliz em ver que ainda tem gente como você que raciocina e não só repete informação!

  29. Vi Magnus    02/09/2014 - 10h43

    Luuuuii adorei o post! Acho que as pessoas precisam ampliar a mente e acho que tu conseguiu fazer isso elas! Por um mundo com cabeças mais abertas, do qual as pessoas estendam as coisas

  30. Julia Ferreira    02/09/2014 - 10h43

    Gostei muito do post, e acho que todo mundo precisa conhecer bem o próprio corpo para se vestir melhor. Ninguém é obrigado a seguir regras, mas saber o que fica melhor em cada pessoa é fundamental para criar looks mais legais. Eu por exemplo tenho braços mais grossinhos, mas tenho cintura fina, então prefiro usar blusas com manguinhas, mas que são marcadas na cintura. Esses truquezinhos facilitam a vida demais! =]

  31. Mai (Cremilda Blog)    02/09/2014 - 10h44

    Ótimo post! Super consciente e coerente com a vida real, Lú!
    Já cansou essa onda de paranóia com o corpo e todo esse terror nutricional que assassina nosso brigadeiro de panela nos finai de semana! Rs Muito melhor quando existe moderação e autoconhecimento. :)))

  32. Mayara Cardoso    02/09/2014 - 10h52

    Texto perfeito Lú.
    Acho que é isso mesmo, temos que nos conhecer, conhecer nosso corpo, nossa mente e ser feliz do jeito que somos, sem nos preocupar com os outros ou com essa história de padrão de beleza… acho que a maior e mais importante das aceitações vem de nós mesmo, a partir daí tudo fica mais fácil.
    Adoro seu blog, amo seus posts e de tantos blogs que vejo (são muitos mesmo) o seu é um dos que mais gosto, é o que mais tem a ver comigo, estilo, seu jeito e a forma de ver e pensar nas coisas.
    Beijão enorme pra vc.

  33. Isabella Martins    02/09/2014 - 11h05

    Lu,
    Cada dia que passa fico mais feliz de acessar seu blog, a maneira que os posts são feitos, a maneira de como vc escreve, e como vc é sincera com suas leitoras, isso me encanta!
    Parabéns pelo blog.
    Bjos

  34. Stela Tannure    02/09/2014 - 11h09

    Eu raramente sinto a necessidade de comentar, porque sempre concordo com você…mas hoje é mais que isso: além de concordância, deu vontade de abraçar!rs
    As pessoas andam tão bitoladas que qualquer coisa que se diga pode ser acusada de ditatorial. E isso é triste demais!

  35. Carol Couto    02/09/2014 - 11h11

    Ótimo post Lu, as vezes vejo vc ser julgada por falar de padrões, mas será que as pessoas por traz dos comentários maldosos não estão frustradas por não se encaixarem nesse ditos “padrões”? Concordo plenamente quando vc fala q quanto mais conhecermos nosso padrão de corpo melhor conseguimos nos vestir, e consequentemente ficamos mais bonitas e com auto estima elevada. Continua com os posts sobre o q vc aprendeu no curso! Bjuss=*

  36. Ana    02/09/2014 - 11h15

    Lu, tudo bem?
    Sou uma leitora assídua do seu blog, porém nunca comentei por aqui. Hoje decidi fazer o oposto, pois preciso te elogiar (e muito!, rs).
    Sou jornalista e, por causa da minha profissão, leio muitos blogs também e posso dizer, com absoluta certeza, que o seu é o que mais me agrega informações. Me dá prazer de ler seus posts e saber que você sempre procura se aperfeiçoar e levar a seus leitores conteúdo de primeira qualidade e, ao contrário do que vejo nos outros blogs, não se prendem a mesmice e comodismo.
    Parabéns pelo sucesso e por dividir com nós todo o seu bom gosto e profissionalismo.
    Bjos.

  37. Marla Magalhães    02/09/2014 - 11h20

    Faço das palavras da Raquel Moura Ribeiro as minhas ! acompanhava um numero grande de blogs, e pela correria do dia a dia tive que reduzir esse número para apenas um, continuo acessando outros mas muito raro, o blog que acesso e acompanho diariamente é o chata ! Parabéns pelo texto, adoro tudo que escreve!

    obs: Lu, coloca tradução quando o post vier acompanhado de algo em inglês. ;)

  38. Marina    02/09/2014 - 11h23

    Sensacional!!! Parabens pelos dois posts!!!

  39. Nicoli Motta    02/09/2014 - 11h24

    Luuu, que máximo esse post *-* Amo teu blog, adoro quando você se expressa sobre esses assuntos! Não comento muito (vergonha hahaha) mas to aqui todo dia, leio tudo hein, e que post inspirador pra se ler nessa manhã de terça! Precisamos todas trabalhar a aceitação!

    E não sabia que você tem silicone menina :O Conta pra gente sobre isso, caso não seja muito.. invasivo :x Tenho muita vontade de por, mas compartilho dessa altura contigo, tenho meio receio de ficar completamente desproporcional :( Adoro ser pequena, mas me incomoda essa falta de enchimento em biquinis HUAHAUHAUHUAHAUHA

    Beijo Lu, aguardo os próximos posts !

  40. Gabriela Amorim    02/09/2014 - 11h52

    Lú, te admiro demais e posts assim são um dos principais motivos. Atualmente não estou na minha “melhor” forma, mas nem por isso me visto sem cuidado, sem valorizar a minha autoestima e o prazer que sinto ao me arrumar. Ainda não entendo todos os conceitos das proporções e o post das bolsas me fez ver como detalhes são importantes. Não vou deixar de usar o que já tenho e gosto, percebi claramente que essa não foi a sua intenção no post… Mas conhecimento nunca é demais! Um dia fazemos uso dele, outro dia deixamos a emoção definir como vai ser o look e assim a vida segue. Adorei o post e espero aprender ainda mais.

    Não posso deixar de parabenizar você também pelo empenho e o carinho que dedica ao Chata e ao nível de conteúdo que traz pra gente. A iniciativa de ir para Milão, estudar, aprender cada vez mais te distancia e muito dos blogs com informação superficial que vemos por aí. Muito mais do que vitrine de marcas, o que vejo no Chata é um serviço de informação, cultura, lazer, dicas, incentivos, todos com aquela pitada de papo entre amigas que todo mundo gosta, com layout, composição e fotos dignas das mais conceituadas revistas (mérito do Léo tb!).

    Desejo muito sucesso pra vc, para o blog, para a fofa da Júlia (leio todos os links que ela indica) e espero um dia esbarrar com vc pelas ruas de BH. Beijos!!

    PS: Não vou conseguir viver sem ter um tapete fofíssimo como esse seu que tem aparecido nos últimos posts… hahahaha

  41. Dani    02/09/2014 - 12h22

    Pessoal anda tão cheio de razões que nem sabe mais fundamentar as críticas. Tá um saco isso. Vc tem que aparecer sem maquiagem pra provar q se dá bem com o espelho ou como vc disse, não pode nem mais preocupar com nada, vc é assim e ponto.

    Só que as pessoas estão se esquecendo que auto-estima é justamente esse bem querer, é saber se gostar com e sem maquiagem, com a roupa x ou y, com a bolsa grande (sim, proporcional a altura, um viva a proporção!!) ou pequena, sem extremismos…

    A internet tá é mto chata, isso sim.

    Agora implicam até com metodologia de design! Ah, por favor!

    O jeito é continuar escrevendo posts medíocres, sem informação de nada, pq ninguém mais compreende o contexto, só a própria opinião (e nossa, como estamos bem fundamentados, não é mesmo? Só que não).

    Faz o que vc quiser Lu. Manda bala, não se preocupe com isso. Ainda tem quem te entenda.

    Agora, quando até quem te entende parar de entender, escreve do mesmo jeito! Esse mundo tá precisando de cultura, conhecimento e informação.

    Bjoss

    PS: sou designer tb, fiquei chocada com as críticas, mas compreendo, pessoal assustou quando vc propôs um método de auto análise corpórea, mas fazer o que, temos que sair da caverna!

  42. Ariela    02/09/2014 - 12h39

    Oii Lu!
    Ótimas palavras.. foi muito inspirador ler isso em plena terça-feira! Obrigada! Adoro o blog e o carinho que fica estampado em cada frase sua!
    Bjim

  43. Gláucia    02/09/2014 - 12h46

    Só tenho uma coisa, a dizer: Obrigada!
    O meu objetivo em ler blogs de moda, beleza, e etc é exatamente esse: aprender a me vestir melhor, buscar referências, e novidades.
    E você está aí, compartilhando seu conhecimento com a gente. E nós que estamos aqui do outro lado queremos aprender MESMO! No dia que não quiser mais esse tipo de conhecimento, e achar que não preciso disso, achar que não devo “seguir padrões”, deixarei de ler esse tipo de conteúdo (mas não será o caso, hahaha). Admiro o seu trabalho. Bjos!

  44. Dani    02/09/2014 - 12h47

    Gostei muito dos dois posts!
    Fazem apenas duas semanas que conheço teu blog e já gosto muito dele!

    Parabéns!

  45. Luiza    02/09/2014 - 13h00

    Cada dia percebo que temos mais coisas em comum do que apenas o nome, o gosto, estilo e agora tipo fisico =)

  46. Daniele    02/09/2014 - 13h18

    Oi Lu, gostei bastante do post, não vejo como rótulo ou como “tentar encaixar as pessoas no padrão da sociedade” as dicas são muito válidas e como muitas meninas comentaram informação nunca é demais, e espero que continue a ter muitas dicas,

  47. Victoria Renner    02/09/2014 - 13h36

    Muito legal o texto!! E parabéns por estar sempre se especializando e buscando conhecimento para levar o seu trabalho a patamares mais altos e sérios!! Beijoss

    http://victoriarenner.com.br

  48. Danizinha    02/09/2014 - 13h51

    Lu, quando vi no post q vc estava tentando usar a dica de usar blusas mais lisas só pensei naquela blusa listrada linda com paetês…Vc fica ótima nela! Entendo tudo que vc falou neste post e às vezes acho algumas pessoas são muito “xiitas” e a visão q delas é que talvez sejam insatisfeitas consigo mesmas. Eu, por exemplo, estou gordinha, mas gosto tanto de quem sou q não me importo muito com o que pensam de mim…uso o que me agrada aos olhos, o que olho no espelho e penso: É isso aí!
    Agora…se resolver desapegar da blusinha linda, estamos aí! kkkkk Mesmo q listras verticais alarguem ainda mais a silueta! kkkkkkkkk

  49. Tati    02/09/2014 - 14h10

    Deus do céu!!! Mas acham jeito de reclamar até qdo a pessoa escreve um post super rico e recheado de fotos, com informaç?es que ela foi buscar do outro lado do oceano, em um curso a que poucas de nós podem ter acesso!!!
    Fala sério!!!! Será que essas meninas que vivem implicando com tudo, teriam o trabalho de escrever para a Vogue criticando matérias com assuntos semelhante? Don’t think so…
    Vamos agradecer mais e ser menos implicantes…
    Lu, please, continue dividindo seus conhecimentos aqui com a gente. Garanto que a maioria de nós vai saber aproveitar mto bem. Eu, por exemplo, desapeguei de uma bolsa que aprendi que ñ casava legal com meu corpo. E mal posso esperar pelos outros mini cursos no Chata! E for free!! Hehehhehe

  50. Manoela    02/09/2014 - 14h17

    Lu,
    Este e outros muitos posts seus são realmente esclarecedores. Pra mim, que não sou da área da moda, mas adoro o assunto, acho que você escreve bem e tem boa didática, enfim é fácil de te compreender. Por favor, continue escrevendo e não dê bola para aqueles na maioria das vezes deveriam ficar calados, pois suas opiniões não acrescentam em nada. Adoro o blog! Conta mais do Marangoni pra nós, per favore!!!! Grazie

  51. Hélen Silva    02/09/2014 - 14h31

    Lu, o post das bolsas foi ótimo, super bem fundamentado, não deveria ter sido julgado da maneira que foi, porque, justamente, ele não estava ditando uma regra que serve para todo mundo, e sim ensina cada pessoa a observar o que funciona melhor pra si e o que não funciona tão bem. O fato é que as pessoas que criticam a dita “ditadura da beleza” agora estão com a ditadura da falta de cuidado. Eu não acho que o fato de sair sem maquiagem ou com qualquer roupa seja necessariamente positivo. Se aceitar e não brigar com o que não pode ser modificado é, sim, necessário, mas abrir mão de se valorizar e salientar o que se tem de positivo não ajuda nessa aceitação.
    Continue, por favor, nos passando todos os conhecimentos que puderes porque todos tem direito a aprender a se valorizar, a encontrar o seu próprio equilíbrio. Por favor, não te priva de passar adiante informações que tu achares pertinentes, importantes, interessantes, enfim, tudo que o teu bom senso julgar que deve. Beijos!!

  52. Luciana Moraes    02/09/2014 - 15h01

    Lu, quando vc diz que “não quer encaixar ninguém em um padrão” penso em uma coisa que minha irmã (ela é psicologa e estuda isso) sempre fala: padrões de beleza sempre existiram e sempre existirão! Eles podem ser flexibilizados e menos “hostilizadores” mas é do comportamento humano, como vc mesma disse na questão do olhar…
    Se Vinicius de Moraes dissesse em 2014 “Desculpem-me as feias, mas beleza é fundamental” seria queimado na fogueira.
    Não sei se nosso comportamento “anti-padões” não acaba sendo tão encaixotante quanto o próprio padrão… Já viu o texto falando o quanto “beleza natural” é uma ferramenta de marketing?

    ouch! Filosofei! rs

  53. Vanessa    02/09/2014 - 15h15

    Adoro seu blog, um dos principais motivos é como vc explora o seu tipo físico. Sempre senti dificuldade devido a altura, medo de usar certas peças, mas aqui vc mostra o que funciona. É como uma fonte de inspiração. Parabéns pelo blog. Bjus

  54. Crislayne    02/09/2014 - 15h28

    Lu sou super fá da chata é depois desse poster gostei muito mais!
    Sempre tiver problema com a minha altura, sou muito alta com isso quase nunca uso salto,
    e concordo total com você temos que aprender a gosta de nós como somos para aprendermos a nós vestir melhor. Claro que você não tem que se vestir para a sociedade, mais você tem que se vesti com o que cai melhor em você.
    Lu você é uma linda amo cada coisa que você posta te desejo muitas felicidades é desejo que Deus te abençoe cada vez mais!
    Bjo**

  55. Nana Chiarinelli    02/09/2014 - 15h29

    Você é muito sensata. Além de todas as características que te trazem tantas seguidoras, acho que o seu bom senso é o que te torna ainda mais legal! ;)
    Ótimo texto!
    beijocas

  56. Paola Alves    02/09/2014 - 15h37

    Lú, sou estudante de psicologia e estou vendo exatamente esse assunto na faculdade hahaha! Sobre o porque estamos nessa onda de nos aceitarmos como somos, essas campanhas na internet abordando esse tema e o porque chegamos nesse ponto! Adorei seu texto, vou levar pra aula! <3 http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  57. Ana    02/09/2014 - 15h56

    Que fofa você é Lu! Apesar de assídua aqui quase nunca comento, por isso mesmo nem vi os comentários do post da bolsa, mas sério, quem quer que tenha reclamado não tem a mínima noção de styling, roupa, moda e etc, por que não tinha palavra ali querendo encaixar ninguém em lugar nenhum, pq essas pessoas ainda acessam blogs de moda ? só pra causar mesmo…

  58. Natália Nássara    02/09/2014 - 16h14

    Digo e repito, Lu, é por esse texto e muitas outras coisas mais que adoro o seu blog, assim como sua forma de falar sobre moda, escolhas, consumismo, compras… Você é uma pessoa com um coração lindo e é bem fácil perceber isso no seu modo de ver a vida e de falar com as pessoas. Só uma curiosidade: algo que eu achei muito legal foi quando descobri que você e o Gui eram amigos! Eu já seguia os blogs e Instagram de vocês, admirando o trabalho e a personalidade de cada um. Daí num belo dia, eu descobri que vocês eram amigos! Na hora, eu pensei: que bacana! Sempre achei que combinavam! Rsrsrs!

  59. Caroline    02/09/2014 - 16h15

    Lu, Acompanho seu blog desde 2009 quando fui morar em BH e estava procurando dicas de restaurantes na cidade (morei ai por 3 anos e adorei a experiência!). Apesar de acompanhar o blog sempre, comentei apenas umas 2 vezes! Mas não podia deixar de parabenizá-la hoje por seu trabalho, sempre tão bem executado, seja pela escrita cuidadosa, seja pelo conteúdo lúcido, como o exemplo de hoje! Parabéns, mesmo!

    Obs: legal que ultimamente você tem respondido mais aos comentários das leitoras!

  60. Maki    02/09/2014 - 16h47

    Lu, tudo bom?
    Parabéns, pelo post! Acho que você explicou muito bem essa questão, que às vezes parece ficar meio perdida, não é? Claro que todas nós temos que aprender a nos aceitar como nós somos para trabalhar o nosso vestir da melhor maneira possível. Quando a gente se conhece, sabe o que cai bem e o não cai, o que nos deixa coma silhueta equilibrada e o que desproporciona… É algo natural do aprendizado! Mandou muito bem! :)

    Beijos!

  61. Larissa Santana    02/09/2014 - 17h11

    Lu, quando havia respondido o seu questionário sobre os nosso interesses aqui no Blog, havia pedido posts sobre esse assunto. Não imaginei que você ia acertar tão em cheio com o que eu estava pensando e precisando. Não adianta nada olharmos vários looks inspiração mas que não ficam bem no nosso tipo de corpo. O importante não é vestir o que todos estão vestindo, e sim, aquilo que te faz sentir você mesma e confiante.

    Amei! Continue com posts assim!

    Beijos carinhosos,

    Larissa.

  62. Ana    02/09/2014 - 17h42

    Lú,
    That’s why o chata é o meu blog favorito hoje em dia. Seus posts são diferenciados e você demonstra se importar muito com suas leitoras. Parabéns!!!

  63. Angélica    02/09/2014 - 18h07

    Lu seu blog é inteligente, sensível e vc é real, é engraçado pq para mim, vc é como uma grande amiga, eu adorei o post das bolsas e este agora é perfeito, não tem nada de regras é uma questão de maturidade ler e entender o que vc está querendo passar. Sucesso sempre para vc e obrigada por compartilhar o seu conhecimento!

  64. Vivi    02/09/2014 - 18h34

    Oi, Lu! Esse tipo de post é bom porque, em primeiro lugar, é sempre válido lembrar que a gente precisa aprender a se aceitar como a gente é. Também é interessante pra levar às suas leitoras novas um pouquinho das suas opiniões, né? (acho que muitas das meninas que comentaram no outro post “negativamente” eram novas leitoras) O engraçado é que eu sempre tive essa veia um pouco designer (talvez por ter uma mãe formada em Comunicação Visual rs) e acho difícil explicar pras outras pessoas essa questão psicológica do olhar, esse “equilíbrio”. E, mais difícil ainda,como explicar que gosto de desafiar esse “equilíbrio” e acho lindo certas coisas que, teoricamente, seriam “desequilibradas”? hahaha Aí que entra nosso gosto pessoal né? Aí que entra aquela coisa do “se todo mundo gostasse só do amarelo, o que seria do verde?” Rs. Enfim, obrigada por fazer esse tipo de post e ajudar ainda mais a entendermos seu ponto de vista! Beijão!

  65. Paula    02/09/2014 - 19h22

    Fofa, simples assim!
    E quando você recebe uma crítica(sei lá por qual motivo) chega um post melhor que o criticado!
    As pessoas cada dia mais gastam tanto tempo para criticar que não percebem o lado bom de nada!
    Parabéns pelo curso e pelo blog!
    Você ajuda cada leitora de um modo único e traz conhecimento para todas!

  66. Christine    02/09/2014 - 19h25

    Bem legal esse post, eu sempre fiquei incomodada com essa questão, do que é bonito ou não, e é bem o que tu disse, todas as pessoas tem pontos fortes e fracos. Eu sou maquiadora e cabeleireira, e a partir do momento que eu fui me aprofundando mais e mais no universo da beleza, fui ficando incapaz de achar as pessoas feias, eu fico analisando os pontos de destaque da pessoa. E ao fazer isso eu acabo facilitando até para o que eu faço.
    E as pessoas precisam abrir a mente dessa forma pra perceber que nem a guria supostamente perfeita (alta, magra, e por aí vai) esta livre das particularidades, todos tem. Lu você é uma querida, adorei o post.

  67. Priscilla Rolim    02/09/2014 - 20h57

    Parabéns pelo texto! Sou leitora quietinha, que não costuma comentar publicações, mas nesse foi inevitável!

  68. Suelen    02/09/2014 - 21h33

    Eu ja tinha adorado o post sobre as bolsas e esse eu fiquei de boca aberta! Amei!

  69. Amanda    02/09/2014 - 21h41

    Oi! Toda vez que vejo um post seu como o da silhueta, penso logo: A chata sendo designer, certeiro! E acho incrível como vc é dedicada, esclarecendo seu ponto de vista, bom saber que tem alguém pensando por detrás dos posts! ;) (Y)

  70. Lidiani    02/09/2014 - 22h23

    Boa noite Lu.
    Falando francamente, acho um saco essas pessoas que comentam posts procurando o lado ruim das informações que estão sendo transmitidas. Qual o problema de um post que nos ajude a equilibrar proporções? Melhorar pontos fortes e amenizar pontos fracos no nosso corpo ou estilo?
    Algumas “leitoras” ao invés de ficarem satisfeitas com uma informação bem embasada, sentirem-se inspiradas, usarem a leitura como um passatempo agradável, ou até mesmo discordarem achando que tal informação não seja relevante e comentarem com bom senso ou simplesmente deixarem a leitura de lado, ficam de mimimi! Já vi comentários (aqui e em outros blogs) de pessoas que por não terem uma condição social (financeira) parecida com a da blogueira, sentem-se menosprezadas com o fato de você (no caso) estar falando de uma bolsa de marca, um tratamento de cabelo mais caro, um sapato. Ficam ofendidas ao invés de procurarem uma opção mais em conta, aproveitarem a dica pra tentar mudar o estilo dentro de suas possibilidades. Não entendo quando perguntam preços (de produtos, cursos, viagens)e ao perceberem que não está dentro de seus recursos, criticam quem pode adquirir ou realizar algo mais caro ou muito caro. E comentários de pessoas que acham absurdo um post patrocinado!!! Que só por estar sendo pago não é confiável ou real. Informação nunca é demais e você tem todo direito de fazer parcerias, ser patrocinada, “ganhar presentes” pra continuar com o blog, pois além do seu amor pelo que faz (que é visível) é também uma profissional competentíssima, com conhecimento e sensibilidade para falar e escrever sobre o que realmente confia e acredita. Quando algo a desagrada, escreve também! Isso passa credibilidade ao blog e acho que as empresas não associariam sua imagem a meios de comunicação que passam descrédito. Qual o problema em ser valorizada, juntar o útil ao agradável? Eu não tenho condições de comprar um batom que você usa (“de marca”) sem pensar em parcelar em no mínimo 2 vezes e nem por isso vou achar um absurdo alguém que tenha a possibilidade de comprar (ou ganhar) a coleção toda de uma vez, muito menos vou me sentir inferior por não poder ter um da mesma marca, sem contar que o blog sempre mostra opções que sejam mais acessíveis ao meu bolso e todas suas leitoras! Cada um na sua né, basta ter bom senso!
    Sucesso sempre : )

    • Mari    23/01/2015 - 13h06

      Concordo!

  71. Laura    02/09/2014 - 22h59

    Post inspirador, como sempre!

    Também estou me esforçando para aceitar meu 1,53m, pernas grossas, nariz gordinho e sardas.

    Auto-estima é fundamental, bora correr atrás!

    Bjs

  72. Monique Beninca    03/09/2014 - 10h41

    Lu, tentei comentar ontem quando li seu texto no celular e não consegui…
    O mundo está muito alienado a olhar pros outros e não pra si.
    E gostei mais ainda em saber que vc tem silicone e não usa decotes profundos e nunca fala no assunto!!!
    Parabéns Lu!
    Beijos!

  73. Raquel    03/09/2014 - 15h44

    Belo post Lu! Parabens!!

  74. Karen    03/09/2014 - 16h42

    Lu, eu nao entendi, vc tinha pouco peito, colocou silicone e ficou com muito? O certo nao seria ter ficado do tamanho ideal? Tenho muitas duvidas sobre silicone e sou louca pra colocar, se vc pudesse fazer um post falando sobre isso seria ótimo!
    E as vezes eu acho que as pessoas tem tanta dificuldade de se aceitar que acham qualquer dica uma regra. Complicado isso né? Mas continua com os posts!

  75. Márcia Guimarães    03/09/2014 - 16h47

    Preguiiiiiiiiça de gente que não entende e ainda critica! Parabéns pelo post anterior e a este. Sem mais.

  76. Michelle    03/09/2014 - 18h36

    Amei o post. Foi no mínimo inspirador!

  77. Daniele    04/09/2014 - 12h00

    Post maravilhoso Lu, adorei! beijos

    Blog Dani News

  78. […] blog da Lu Ferreira, teve um texto ótimo falando sobre como as vezes a gente que é blogueira dá uma dica e isso é visto como “impor […]

  79. Márcia    06/09/2014 - 21h12

    Então… nunca gostei de bolsão pois tenho 1,60, então mesmo sem os termos técnicos pra explicar isso sempre evitei. O espelho fala. E já percebi também que vc valoriza em todas suas fotos seus pontos fortes. Como vc é triângulo invertido como eu (não sei se no seu curso foi essa a definição dada), sempre usa os vestidos e algumas saias evasê justamente pra equilibrar esse triângulo. Já reparei que usa pouco cabelo preso e muito solto c babyliss, isso é devido ao rosto anguloso? Como temos um biotipo parecido, exceto pelo busto grande, me fala uma coisa, vc tem pouco ou muito bumbum, pois pelas fotos não dá pra concluir, Tenho pegado uns modelos que vejo vc usando e que disfarça bem essa inversão.

  80. Nathalia Karkachi    08/09/2014 - 14h09

    Adorei o post Lu..

  81. Mari    23/01/2015 - 13h05

    Esse post foi incrível!
    Acho você super sensata, e gosto muito de tudo o que você coloca no seu blog.
    Esse post é de uma temática perfeita para as questões que se colocam hoje em dia, principalmente nesse universo de blogs de moda e maquiagem, onde posts com esse tipo de reflexão são raros.
    Achei super válido ter lido algo assim por aqui.
    Parabéns, seu trabalho é incrível!

  82. Aninha Light    05/01/2016 - 13h59

    Ótimo post! Realmente facilita bastante quando a gente entende o nosso biotipo e faz as escolhas mais legais para o nosso corpo, nos sentimos bem, com a autoestima elevada. As vezes invento de colocar uma calça que não fica bem com um tênis, ou uma blusa q não combina nada nada com uma saia, só por comodismo (por não precisar de passar, por exemplo) e aí oq acontece, fico me sentindo horrível o dia inteiro, então… É melhor fazer escolhas que nos fazem se sentir bem.

    http://www.aninhalight.com

Atrapalhando a passagem todas as vezes que vou nesse restaurante kkkk! #lookdachata
Mais sobre Lifestyle