Carregando...
Lifestyle

Quando estou com você me sinto em casa

11.11.2015
Marcella Brafman

dizer
Aquela pessoa que você consegue sentir o cheiro do perfume ou do cabelo molhado depois do banho só de imaginar. Que mesmo de longe, também imagina a roupa que está usando. O jeito que vai pentear o cabelo, fazer um rabo de cavalo ou o coque. Dá para imaginar até o que essa pessoa vai comer em uma segunda-feira fria depois do trabalho de tão próxima que esse alguém é da sua alma. Eu costumo definir esse tipo de gente como “gente com cheiro de casa”. Essas pessoas nos passam segurança apenas por estarem ali.

Outro dia fiz uma viagem curta de trabalho para uma cidade que não conheço tanto. Combinei de ficar na casa de uma amiga de faculdade que adoro e é do grupo de gente da minha vida que tem “cheiro de casa”. Antes de qualquer viagem, encho a minha bolsa de remédios, confiro a mala sete vezes, fico preocupada se estou deixando algo para trás. Bate uma pequena insegurança de ficar sozinha. Como estava indo para a casa dessa amiga em especial, relaxei. Era como se eu estivesse indo para casa. Mesmo sem a ver há dois anos, conseguia lembrar do cheiro das roupas dela, a maneira que ela esquentava e passava a chapinha, da geladeira cheia de queijos e vários outros detalhes de quando a gente passava mais tempo juntas. Quando cheguei, me senti em paz. Podia pegar chuva, pegar gripe ou ter crise de choro que não estaria sozinha.

Já tive a mesma sensação em outras situações. Eu sei que gosto muito de alguém quando a pessoa me faz pensar: pode ser muito ruim, mas vai ser mais fácil porque ela vai estar lá. Ou seja, vai ser mais fácil porque vou me sentir segura, protegida e querida. É como um abraço de mãe em pensamento, mas que pode vir da amiga, do namorado ou de um colega de trabalho.

Já repararam o quanto é raro essas pessoas nas nossas vidas? Consigo contar em menos de duas mãos as que me passam cheiro de casa. É aquela pessoa que você sabe que vai estar lá na festa, vai estar lá no aniversário, vai estar no lugar para onde você vai e você vai ficar seguro e quentinho por estar perto dela. Que sorte a sua se lembrou de alguém.

8 Comentários  |  Deixar Comentários

Comentários:
  1. Alice Marques    11/11/2015 - 17h52

    Nossa que texto lindo, já até compartilhei com as minhas “pessoas com cheiro de casa”

    Beijoks

    http://www.atesemsalto.com

  2. Ana    11/11/2015 - 18h34

    Eu me sinto assim com meu marido. Por incrível que pareça, só percebi lendo seu texto. Muito obrigada pelo maravilhoso insight.

  3. Aline    11/11/2015 - 18h48

    Que texto lindo!
    Qdo vi o título pensei que se referia somente a namorado/a, casais… Mas qdo fui lendo entendi…e e engraçado que, apesar de gostar muito do meu namorado, a primeira pessoa que pensei foi minha irmã! E depois no meu pequeno grupo de amigas que sobrou da faculdade!
    Me deu uma alegria muito grande pensar o qto tenho sorte de ter essas pessoas em minha vida!
    Obrigada por compartilhar esse texto, fez meu finalzinho de tarde mais feliz! ;)

    bjs

  4. Paula    12/11/2015 - 01h39

    Adorei!!!

  5. Livia    12/11/2015 - 16h14

    Que reflexão maravilhosa, parabéns!!! Sempre fico ansiosa pelos seus belos e sinceros textos. Bjs e sucesso sempre!!

  6. Aurélia Mattos    14/11/2015 - 17h25

    Show, boa reflexao. bjss
    http://www.aureliamattos.com

  7. Isabella Ishigami    15/11/2015 - 00h08

    simplesmente amo esse cantinho do blog! <3
    dá pra sentir uma simplicidade e verdade tão nitidamente…
    textos sempre maravilhosos.
    e as pessoas com "cheiro de casa"… ah, é uma delicia mesmo.

  8. Mandy    22/11/2015 - 16h18

    Que perfeito!!
    Texto muito lindo, tocou meu coração Marcella! *-*
    que sorte ter pessoas assim na nossa vida, né?
    Um beijo pra vc!

Temos um novo canto de selfies favorito: olha como a luz ficou agora que coloquei todas as lâmpadas no espelho do banheiro do #StudioChatadeGalocha 🖤
Mais sobre Lifestyle