Gravidez e maternidade, Viagem

Viagem internacional com bebê de cinco meses

Depois de ensaiar com duas viagens curtas (São Paulo e Rio), chegou a hora da estreia da Bia em um voo internacional. Fomos pra Cancún na semana passada e foi bem diferente encarar um voo longo com um bebê de cinco meses. A primeira coisa que a ida da Bia influenciou foi a escolha do voo. Dentre as várias opções acabamos escolhendo as mais curtas possíveis, com menos conexões. Se ela não fosse eu talvez teria escolhido outra companhia aérea, mas isso exigiria uma conexão extra e isso não me pareceu prático com um bebê tão pequeno.

aviao

Ida – voo diurno
Saímos de BH ao meio dia, com destino à cidade do Panamá (seis horas de voo). Nossa conexão no Panamá era de menos de duas horas e chegamos a Cancún às 21:42 (hora local. No Brasil eram 23:42). Sentamos em um assento ótimo, o equivalente aos assentos conforto, mais espaçoso, sabe? Isso foi importante porque queria ficar com a bolsa da Bia perto de mim, pra caso ela precisasse de alguma coisa (e eu mexia na tal bolsa a cada 20 minutos, boa escolha!). Também demos sorte de não ter mais ninguém ao nosso lado, então rolou até um momento Bia sentadinha em sua cadeira (por uns dois minutos, hahah).
Resumindo o voo: Bia estava cheia de energia e vontades, dando gritinhos histéricos e querendo mexer em absolutamente tudo. Ela se cansou de ficar sentada e começou a reclamar, mas nem as voltinhas que demos com ela pelo avião pareciam adiantar… Em determinado momento do voo uma família nos ofereceu o ipad com a Galinha Pintadinha, imagina se ela estava fazendo barulho? HAHA! Ela só ficava quieta mamando, e bem, foram seis horas que demoraram a passar, ela não dormiu nada.
Na conexão ela continuou elétrica, virando a cabecinha pra ver tuuuudo no aeroporto (é fofo demais). Aí foi só entrar no avião rumo a Cancún pro sono bater (coincidentemente bem na hora que ela costuma mamar pra dormir em casa). Mamou logo que embarcamos (sempre tento fazer com que ela mame na decolagem e aterrisagem, para não correr o risco do ouvidinho doer. Nem sempre consigo e até agora ela não pareceu incomodada) e ela dormiu quase o voo inteiro, acordou já no aeroporto do México. E aí comecei a ficar preocupada: ela queria ver cada cantinho do aeroporto e ficou acordadona até sairmos da área de desembarque, o que demorou umas duas horas e meia! Nunca tive um desembarque tão lento, aparentemente a polícia do México é super rigorosa e inspeciona todas as bagagens… Nosso resort ficava a uma hora de distância do aeroporto, e como e previa ela dormiu assim que o carro começou a andar. Dormiu num horário maluco (era tipo 01:30 da manhã no Brasil!) e acordou só no dia seguinte.

Volta – voo noturno
Nosso voo era às 17:45 e eu estava mais tranquila com a volta, achando que seria mais simples pois ela dormiria o voo todo… Ela ficou tranquila durante o primeiro voo, de cerca de duas horas, até o Panamá. Mamou na decolagem mas não dormiu, ficou brincando, mas calminha, a moça que estava ao nosso lado dormiu o voo inteiro!
Na conexão no Panamá (de menos de duas horas) ela começou a dar sinais de sono, mas não dormiu (impressionante como ela é curiosa e não dorme por nada quando tem uma novidade pra ver hahaha!). Mamou assim que o avião começou a andar e dormiu. Aí veio o meu choque de expectativa X realidade: eu achava que o voo seria tranquilo, porque ela dormiria o tempo todo e consequentemente, eu também… Mas a cada mexidinha que ela dava no meu colo eu acordava! Resultado: Bia dormiu o voo inteirinho (e continuou dormindo no desembarque, só acordou quando entramos no carro aqui em BH), mas eu não preguei o olho a noite toda… A conclusão é: se eu puder, nunca mais faço voo noturno! Talvez fosse diferente se a Copa Airlines tivesse os tais bercinhos pra bebê que a maioria das companhias fornece, mas com ela no colo o tempo todo eu simplesmente não consegui relaxar.

O Choro
Antes da viagem eu ficava morrendo de medo dela chorar e de incomodar os outros… Mas sabe que quando aconteceu eu nem liguei? Bebês choram, não há nada que se possa fazer, e claro que a gente tentava de tudo para acalmá-la (nada mais irritante do que pais que não fazem nada quando a criança está incomodando!), mas tem horas que não há nada que acalme a criança, e quando aconteceu eu não fiquei morrendo porque ela estava fazendo barulho. Se me olharam feio eu nem vi, o que senti foi solidariedade da família que ofereceu o iPad, algo do tipo “tamo junto”, sabe?

As trocas
Na ida acabamos fazendo a troca de fraldas no assento livre, usando nosso trocador portátil e uma almofada de apoio que levamos, então nem testei o do avião. Sempre que desembarcava eu também fazia uma troca, os banheiros dos aeroportos têm aqueles trocadores dobráveis (e horrivelmente sujos) que eu usava também com nosso trocador portátil em cima. No voo noturno da volta não troquei, não troco a fralda dela a noite.

A bagagem
Definitivamente foi a viagem em que levei mais tralhas!! As coisas da Bia ocuparam a nossa maior mala praticamente toda (imagina o volume que uma semana de fraldas faz!). Fora isso, levamos também o bebê conforto (o resort era super longe do aeroporto, fiquei com medo dela viajar sem proteção por mais de uma hora na estrada) e o carrinho. O bebê conforto despachamos no checkin (junto com as outras três – TRÊS! – malas), o carrinho só na porta do avião. Na Copa o bebê conforto entra como uma bagagem, porque o bebê só tem direito a despachar um carrinho OU um bebê conforto (e quem inventou essa regra não tem filhos né). Na cabine fomos com uma mala de mão + bolsa da Bia + almofada de amamentação (uma menor que comprei pra isso) + minha bolsa. Gente, era muita tralha pra carregar, éramos as pessoas mais lentas do aeroporto!

Duas coisas foram imprescindíveis nessa viagem: a almofada de amamentação que compramos pensando no avião (esse é modelo) salvou os voos! Imagina que desconfortável (pra mim e pra ela) ficar seis horas com um bebê no colo? Ela me ajudava a apoiá-la não só durante as mamadas, foi uma ótima compra. A segunda foi o trocador portátil (o meu é parecido com esse), que tem uma bolsinha em que deixo fraldas + lencinhos + pomada e aí não tenho que carregar a bolsona pro banheiro na hora da troca. Fica mais fácil e o uso de um trocador portátil é imprescindível, todos que encontrei estavam bem sujos, não teria coragem de deitá-la sem nada!

Viagens longas são sempre cansativas, e com um bebê a coisa fica incrivelmente pior… Mas tudo vale a pena quando a chega no nosso destino, né? Vou fazer outro post falando da nossa estadia em Cancún com ela e como me preparei para ficar uma semana na praia sem passar apertos (deu tudo certo!), ok? Quem tiver perguntas é só deixar aqui embaixo!

Comentários:
  1. por Sarah
    em 10.05.2016 às 11:54

    Lembrei bem do nosso retorno ao Brasil com Noah aos 9 meses e as 4 malas e o nosso quinny zapp que comprei exclusivamente para a viagem. A vantagem é que o carrinho tem um adaptador para o bebê conforto sem precisar desmontar a cadeirinha do carrinho. Ou seja, da pra levar o zapp ate a porta do aviao, entrar com o bebe conforto ate o seu assento e usar durante o voo. Usamos tb na Lufthansa, air France e Tap, o bercinho ( super pratico!!!). Prefiro viajar à noite com a criancas e sempre escolho voos com menos conexao tb. Só que nem sempre é o caminho mais rapido ( nosso voo Salzburg – Frankfurt – Sampa-Salvador durou menos que Munique – Lisboa-Salvador, por exemplo, e hoje dou preferencia por pernoite nas conexoes. Aptoveito como parte das ferias e nao é muito cansativo para as criancas. Em janeiro fomos para o Brasil e aproveitamos na ida e na volta uns dias no Rio e em Amsterdam como pausa.

  2. por Beatriz Aguiar
    em 10.05.2016 às 12:01

    Fiquei imaginando a carinha da Bia, olhando tudinho! hahaha cada dia que passa ela está uma graça.
    E fiquei muito feliz em saber que existem pais que saem e arrisquem com seus filhos. Acho que tem que ser assim mesmo, afinal, seu filho faz parte da sua vida e assim, suas viagens, passeios…. Conheço pessoas que não saem nem pra fazer uma simples compra no shopping com o bebê por… preguiça? Fico indignada e com raiva sabe?! Parabéns pela atitude, voces sao otimos pais! Estou ansiosa pra ver todo o crescimento da Bia ao longo dos anos, sinto como se faço parte da vida de voces também!

    Beijos papais! :*

  3. por Gabi
    em 10.05.2016 às 12:04

    Que bom saber que deu tudo certo! Viajo com a minha gatinha em julho para o Brasil (moro na Inglaterra) e já to TENSA! Ela vai estar com 4 meses!

  4. por Aline Faria Silva
    em 10.05.2016 às 12:13

    Oi, Lu. Muito legal acompanhar o crescimento da Bia! Queria saber como foi o sono da Bia por causa do fuso. Beijo.

  5. por Rafaella
    em 10.05.2016 às 12:14

    Lu, voce vai dar dicas de Cancun também? Compras… Restaurantes…?? Estou indo pra lá em novembro… Se você puder me ajudar ? Bjs

  6. por Aline
    em 10.05.2016 às 12:22

    Lu, deveria ter tirado uma foto da “tralha” toda…nossa acho que deve ter dado u mini desespero quando tinha que andar com tudo isso kkkk

  7. por IARA
    em 10.05.2016 às 12:23

    Lu, suspendi as viagens de avião por medo da h1n1, minha bebê faz 5 semana que vem e não pode ainda tomar a vacina. Vc teve alguma orientação do pediatra sobre isso? Não sei como esta em BH mas aqui em SP está bem crítico…

  8. por Sheila
    em 10.05.2016 às 12:31

    Excelentes dicas! Tô sofrendo pra uma viagem de duas horas em setembro com um bebê maior, que provavelmente já vai tá andando (como segurar?). Lu, pra próxima pense em um horário noturno. Justamente no que ela dorme. Acredito que seja mais fácil, pois ela ficará apagadinha o maior tempo da viagem. Bjs!

  9. por Maria
    em 10.05.2016 às 12:56

    Adorei, Lu! Gosto muito dos seus posts! Parabéns pelo seu sucesso! Beijos pra vocês três!

  10. por Fernanda
    em 10.05.2016 às 12:58

    Oii adoro as suas dicas. Como foi a rotina da sua bebê no resort? Ela acordava e dormia no mesmo horário? Até Q horas vcs ficavam na piscina com ela? Usou protetor infantil? Bjss

  11. por Aline chetskarika
    em 10.05.2016 às 12:59

    Meu filho está com 5 anos e quando leio teus posts lembro de tuuuuuudo o que ja passamos com ele!! Realmente a organização é tudo e a viagem começa bem antes do embarque…. tipo uma semana antes preparando a logística!!!!! Essa oferta do iPad com galinha pintadinha era a NOSSA estratégia pras viagens longas. Baixavamos todas as coisinhas que ele gostava pra distrai-lo e graça e a Deus o Felipe NUNCA deu trabalho e inclusive essas técnica ajudou outras DUAS famílias numa viagem quando as crianças esticaram os pescocinhos pra assistir junto ?
    Agora que a Bia está maiorzinha pode ser uma boa para as próximas viagens ?

  12. por Elidiane
    em 10.05.2016 às 13:00

    Lu adorei o post. São coisas que não pensamos quando não temos filhos. Agora tenho um bebê de 2 meses e gostaria muito que você falasse mais com quanto tempo conseguiu que a Bia dormisse a noite toda. Aqui em casa ainda acordo de 1 a 2 vezea por noite pra amamentar e quando precisa trocar a fralda.

    • por Vanessa Mendes
      em 10.05.2016 às 17:59

      oi Elidiane, não sou a Lu mas já solidarizei com voce perguntando quanto tempo a bebe dormiu a noite toda…quando voce menos esperar, o seu bebe vai dormir por mais e mais horas (eu me surpreendi quando aos 2 meses meu bebe dormiu por 6 horas a semana toda!!) depois, alterou, acordou algumas vezes na madrugada, mas uma semana depois voltou neste ritmo de 6 horas contínuas de sono. O que me ajudou muito foi a rotina estruturada sabe? Hora do banho, ultimo mama antes das 22h, cantiga para dormir e ai ele já com sono, colocar no berço. Na maioria das vezes dá certo e ele dorme um montão (e a mãe aqui tb). Assim que ele acorda troco a fralda, dou mamá e o dia começa pra gente. Boa sorte!!

    • Lu Ferreira
      respondeu em 10.05.2016:

      Elidiane, o pediatra autorizou que parássemos de acordar quando ela estava com dois meses e meio. A questão é que era a gente que acordava ela pra mamar (eu colocava despertador pra ela não ficar mais de quatro horas sem!), e não ela que acordava com fome..! Qdo autorizados a deixá-la dormir o quanto quisesse ela simplesmente não acordou de madrugada… Nunca acordei pra trocar a fralda!
      Acho que isso vai muito de cada bebê e dei uma sorte danada, ela dorme às 21 e acorda lá pelas 6/7 da manhã. Espero que suas noites não demorem a ficar normais… Sei bem o quanto é duro não dormir direito, foram meses difíceis por aqui! Bjs!

  13. por Carine
    em 10.05.2016 às 13:06

    Qual bolsa voce usa? Uma para vc e para a Bia, Ou uma para cada uma?

  14. por Graziela Silva
    em 10.05.2016 às 13:09

    Lu, que rápida vc! Nem desembarcou e já temos post. Já fiz alguns voos internos e foi tudo tranquilo até os 7 meses. Depois, não é só a curiosidade, mas sobretudo a necessidade que eles têm de se movimentar que deixa as coisas um pouco mais caóticas. Temos uma viagem internacional marcada para agosto, quando ele terá 1 ano e 4 meses. Priorizei um voo noturno, porque até em casa é difícil mantê-lo parado. Imagina em um avião! Pra mim, será mais importante ele dormir; voos diurnos na fase pós engatinhar e andar acho que são ainda mais cansativos.

  15. por Carla Regina
    em 10.05.2016 às 13:14

    Adorei o post é toda essa experiência compartilhada conosco. Creio o quanto deve ser mais difícil viajar com um bebê, mas saber que ele é seu, é um amor que não cabe!
    Família linda, adoro muito você, uma das minhas blogueiros preferidas e que acompanho tudo.
    Boa sorte com seu trabalho e com a vida de ser mãe!

  16. por Carolina
    em 10.05.2016 às 13:16

    Mas que é um saco viajar com nenem chorando, é. Ninguém merece!

  17. por Vanessa
    em 10.05.2016 às 13:23

    Choro de bebê me incomoda bastante, principalmente em ambientes fechado como avião. Mas não há muito o que fazer. Pedir pro bebê se acalmar é um tanto absurdo rsrs. Coloco meus fones, leio e abstraio. O que falta nas pessoas que reclamam é empatia.

  18. por Fabíola Paiva
    em 10.05.2016 às 13:45

    Lu, você conseguiu vlogar a viagem? Como vc e o Leo fizeram pra aproveitar piscina,praia e os outros diversos tipos de lazer oferecidos pelo resort com a Bia? Vcs intercalavam o tempo em q cada um iria ficar com ela pro outro curtir piscina e afins? Adoro vcs!Bjos

  19. por Ana Luiza
    em 10.05.2016 às 13:48

    Um comentário não exatamente sobre o conteúdo do post, mas ler esse seu texto tão bem escrito me deu saudades de ler posts longos. Hoje em dia tudo é video (não me leve a mal, eu amo videos também), parece que ler é algo que tem ficado meio esquecido na internet depois do Youtube. Amo seus textos, Lu! Quando vc avisa que tem post já fico animada!

  20. por Annie
    em 10.05.2016 às 13:51

    Que máximo Lu! percebo que vocês não tem frescura em levá-la para as viagens! adorei as fotos que postou no Instagram!!!! a minha pergunta é: afinal você aceitou o Ipad da senhorinha com a galinha pintadinha? se sim, e ai ela gostou? estou perguntando, pois seu intuito era não acostumá-la com tv. ansiosa para o próximo post, beijinhos.

  21. por Patricia
    em 10.05.2016 às 13:52

    Fui de TAM e o berço não adiantou nada… Ele é muito duro e o bebê fica tampado, sempre que precisa olhar o bebê tem que tirar a cobertura e acabava acordando meu filho. Fora que se tiver turbulência você precisa tirar o bebê do berço. Melhor pagar mais caro na passagem executiva e ir com o bebê deitado com você, foi minha melhor decisão.

  22. por bianca
    em 10.05.2016 às 13:57

    Lu. ..minha bebê tem 1 mês. ..e estou tendo problema com com as marcas das fraldas… Não sei o que acontece mas já usei umas 5 marcas e todas vazaram a não ser a huggies primeiros 100 dias…
    Vc usou qual na Bia quando ela tinha essa idade? A Lorena pesa 4,5kg ainda. Estou programando uma viagem para daqui uns meses. ..essa foi a primeira coisa que pensei.
    bjao e eu e Lorena amamos seu canal

    • por Rita
      em 10.05.2016 às 23:13

      Bia, aqui em casa acontecia a mesma coisa, descobri que não era à marca e sim o tamanho, passei a usar um tamanho maior de fralda e elas pararam de vazar… engraçado neh? Acho que bbs grandes produzem mais conteúdo p/ fraldas nem que sejam só conteúdos líquidos kkkkkk…. a título de informação uso Pampers Total confort

    • Lu Ferreira
      respondeu em 10.05.2016:

      A gente usava a de RN da Pampers, uma bem pequena, mas Bia era um bebê muito mini nessa idade! Vc já testou as da MamyPoko? Eu gosto bastante!

    • por Graziela Silva
      em 11.05.2016 às 15:13

      Bianca, você está abrindo bem as abas laterais? Porque são elas que fazem a barreira para o xixi e o cocô não vazar nas laterais. Também usava a Pampers RN. Nunca experimentei, mas aquela Huggies Supreme Care tem ajuste mais firme. Talvez valha a pena testar. Abç.

  23. por Letícia
    em 10.05.2016 às 13:57

    Lu tenho duas perguntas: como você fez pra saber o que levar na mala da Bia e se ela sentiu a diferença de horário. Beijos!

  24. por Josiane Corrêa
    em 10.05.2016 às 13:59

    Oi
    Adorei!
    Você contando parece fácil. Rs
    Imaginei que a noite seria melhor.
    Fale sobre documentação e vacinas, roupas , levou fraldas do Brasil?/como fez a conta?
    Houve alguma surpresa?
    Abraços

  25. por Caroline Ciofi
    em 10.05.2016 às 14:05

    Lú, vc e Léo conseguiram manter a rotina da Bia na viagem (hora da soneca, mamadas, etc)? E conseguiram conciliar tudo para aproveitarem também?

  26. por Claudia Celenza
    em 10.05.2016 às 14:10

    Luuu! Que bom que deu tudo certo… As fotos da viajem ficaram MARA!
    É lindo ver o seu cuidado em cada detalhe com a Bia. Uma mãezona mesmo!
    Um beijo enorme!

  27. por Ananda
    em 10.05.2016 às 14:36

    Lúuuu, a Bia fica cada dia mais fofa e a gente vê que suuper esperta tbm e ficando super parecida com voce Lú! que bom que foi tudo bem, voces merecem toda felicidade!! geeeente e essa bochecha da Bia?? que fofuuura Lú!! o Léo tá parecendo integrante da banda Los hermanos! hahaha. bjos Lú, tudo de bom!!

  28. por Bianca
    em 10.05.2016 às 14:42

    Lu, muito interessante você ter dito sobre a questão do vôo noturno. Sempre li que era a melhor opção também. mas acho que ficaria tão pilhada quanto você. e olha que já tenho dificuldade pra dormir em vôos. Imagina no outro dia de manhã ainda ter que dar conta de criança. A minha tem 9 meses e mês que vem iremos para Buenos Aires num vôo diurno. Como a viagem é bem mais curtinha, fiquei mais tranquila agora. Adorei ler sobre sua experiência. Beijo

  29. por Karen Amorim
    em 10.05.2016 às 15:00

    Oi Lu! Primeiro, adoro seus post, te acompanho desde o início e super admiro suas idéias! Me identifico bastante com você! Também sou de BH e agora moro no interior de Minas, em Ipatinga. Estou grávida e fico cheia de curiosidade pra saber onde posso comprar as coisas que vc compra pra Bia. Sou fonoaudióloga e dessa forma, pensar no desenvolvimento dos bebês é algo primordial pra mim. Te admiro muito pelas escolhas que faz pra Bia! Por favor, gostaria de saber onde vc comprou essa almofada de amamentação?! Viajamos bastante e adoraria ter uma dessas pra me ajudar com o baby… Beijos e obrigada!

  30. por Lívia Ferreira
    em 10.05.2016 às 15:21

    Oi Lu, adorei o post! Gostaria de saber que tipo de estrutura o resort oferece para bebês. Na praia eles possuem algum lugar para o bebê ficar, tipo uma piscina inflável, algo do tipo. Enfim, comente sobre isso por favor! Beijos e obrigada.

  31. por Paula
    em 10.05.2016 às 15:27

    Oi Lu, vc desistiu do sling? Tenho um bebê de 4 meses e venho tentando me adaptar! Família linda! Parabéns!!!

  32. por Cynthia Costa
    em 10.05.2016 às 15:43

    Lu, estou amando seu blog!!!! Espero que você consiga cada vez mais seguidoras! Você merece! Que bom que a BIA ficou bem nessa viagem! Qual o próximo destino que vocês pretendem viajar?

  33. por Agnes
    em 10.05.2016 às 16:18

    Lu, minha filha tem 3 meses e vou de SP p BH no final do mes. Estou com uma duvida, o bebe conforto acoplado ao carrinho conta como um item só? O meu é aquele da chicco e um encaixa no outro.
    E seu pediatra falou alguma coisa sobre viajar pequena assim? Vi que você foi com a Bia p RJ mais ou menos com a idade que vou viajar com minha filha, mas minha pediatra falou que o ideal é sair para lugares fechados só depois de 6 meses, que é quando eles estao mais protegidos com as vacinas.

  34. por Priscila Sousa
    em 10.05.2016 às 16:38

    Lu, parabéns pelo post! Não tenho filho mas imagino que essas informações sejam por demais úteis para as mamães que, não poucas, deixam de fazer uma viagem dessas por pensar em todaaas as dificuldades. Mas do que sua leitora, sou sua fã! rsrs

  35. por Sofia C. Castro
    em 10.05.2016 às 16:48

    Só de ler já fiquei cansada…é muito trabalho e coragem…nada contra crianças, óbvio, mas odeio quando tem criança perto de mim nos voos, ninguém dorme…

  36. por Vanessa Mendes
    em 10.05.2016 às 17:49

    oi Lu, ela entrou na agua? voce usou aquelas fraldas específicas pra isto? andei pesquisando pq em breve vamos a um resort e vi que é uma grande logística para ‘banhar’ o bebe um pouquinho…conta pra gente como foi se voce a levou ao mar/piscina. Alguns médicos não recomendam antes dos 6 meses, outros ja não são tão rigorosos…liberam até para aulinha de natação

  37. por Bárbara
    em 10.05.2016 às 17:57

    Oi Lu!
    Vou aproveitar esse post e perguntar se tem Viajando com a Chata na sua lista de desejos nesse momento.
    Vou me formar esse ano e meu pai gostaria de me dar uma viajem de presente. E na hora que ele me falou veio as viagens com vc na minha cabeça! Seriam vários sonhos num momento só (viajar com vc, conhecer outro país, comemorar minha formatura). Espero que esteja com planos pra isso <3

    Parabéns pela Bia linda! Ela é um amorzinho! um beijo e abraço pra você Lu!

  38. por Luciana
    em 10.05.2016 às 19:37

    Viajei pra portugal com minha filha com 5 meses e ela dormiu o voo todo mas foi fundamental o bercinho da tap! Ajudou muitoooooo!
    Realmente a maior mala era a dela tb .. Ate por que pegamos frio e levei mto mais roupa pra q ela nao estranhasse o frio. Saimos do rj com 40 graus e chegamos a pegar 1 grau!
    Meu maior medo era dela ficar doente mas gracas a deus nada aconteceu
    Nao levei fralda do brasil comprei la, no mercado. Inclusive a fralda era melhor do que a que eu uso aqui!

  39. por Eduarda
    em 10.05.2016 às 20:13

    Lu, eu tenho programado uma viagem com o meu bebê que vai estar com 3 meses de vida, e eu queria que você me explicasse como foi pra despachar o bebê conforto e o carrinho, porque eu quero levar o bebê conforto e a base do carrinho (pq o bebê conforto encaixa na base).. Eu vou viajar sozinha e quero me informar de tudo, se puderes me responder, vou ficae muito grata! E amo você e a Bia, saber que vocês viajaram com ela com 3 meses, me deu mais coragem pra viajar tbm!! Beijosss, linda! ??

  40. por Rita
    em 10.05.2016 às 23:07

    Lu, vc poderia indicar o vendedor do mercado livre que vc comprou a almofada? Obrigada

  41. por Taina zanchet
    em 11.05.2016 às 08:47

    Lu como vc protegeu Bia do sol? Meu pediatra nao autoriza isar protetor solar antes dos 6 meses, e eu queria viajar com minha filha quando ela completar 4 meses… Pode, por favor explicar um pouco sobre isso?!

  42. por Paula
    em 11.05.2016 às 11:21

    Vc marcou assento previamente e pagou aquele plus pot isso?

  43. por Paula
    em 11.05.2016 às 11:27

    Gosto muito das dicas da @drimiller do Dri Everywhere. A Bella de três anos já visitou mais de 20 países. Adriana tem muita experiência de viagem…e com criança. E tá grávida do segundo filho.

  44. por Cris
    em 11.05.2016 às 11:30

    Lu, vc já viu esse tipo de cadeirinha pra avião?
    http://pin.it/BMR14O0
    Pra quem viaja muito, parece ser super prático….
    Nao sei onde vende, mas sempre achei interessante.
    Com a minha filha mais velha, hj com 4 anos, viajamos varias vezes pra fora e nunca consegui o tal berço da coa aerea. Agora com o segundo filho pequenimho vou procurar esse acessorio….

  45. por Juliana
    em 11.05.2016 às 11:46

    Lu,
    Fiz uma viagem internacional com a minha bebê quando ela tb tinha 5 meses. Corrido, trabalhoso mas me lembro com tanto carinho!!! Foi especial!! No mais, bebezinhos não dão trabalhos além do que já dariam em casa..
    Uma perguntinha, porque vc trocou de carrinho? Não gostou do primeiro?

    Beijãoo

  46. por Dani Cavalcante
    em 11.05.2016 às 12:16

    Oi Lu! Esses dias fiquei sabendo pela Marina do @blogpetitninos que é permito embarcar com bebê conforto caso compre uma poltrona para o bebê, essa sua viagem não foi tão longa, mas acredito que para outras com mais horas de voo, valha a pena né! Estou amando vx compartilhar essa rotina materna com as leitoras, já estou no 3o filho, mas é incrível como ainda a gente aprende;)

  47. por Christiane
    em 11.05.2016 às 16:09

    Oi Lu, imagino como tenha sido… todas as viagens que fiz com minha bebe acompania aerea disponibilizava do bercinho, isso ajuda muitooo!! Com certeza se voce fizer uma viajem em que a compania ofereca o bercinho, escolha o voo noturno, pois voce vai poder dormir sem problemas, somente quando houver turbulencia sera necessario tira-la…esse e o ponto negativo… as vezes ela dorme como um anjinho e voce tem que se levantar e coloca-la no seu colo com cinto. Minha experiencia com minha segunda filha, na epoca com 3 meses, nao foi legal. Foram 11 horas de voo diurno, ela pouco dormiu, chorou muito e ainda tive atritos com uma aeromoca que dava pitaco o tempo inteirooo!! Gracas a Deus que nos outros voos que tive foi so alegria, nada que eu considere como experiencia negativa.
    Eu fico aqui imaginando a bia olhando tudo, eles sabem o que esta acontecendo… rsrs e ao mesmo tempo eles sao confiantes por estarem com o papai e a mamae <3 Esperando agora as proximas aventuras, viagens e descobertas da Bia!
    Uma certeza e: conforme eles crescem as coisas melhoram, nas viagens tambem! ;) Acredite! rs
    Beijosss

  48. por Monalisa
    em 11.05.2016 às 18:39

    como você sabe que a Bia não vai chorar no voô?O que você achou desta experiência, valeu a pena, faria de novo?Em quais pontos você acertou na hora de arrumar as malas para a viagem?

  49. por Vivian
    em 11.05.2016 às 22:12

    A almofada de amamentação que você usou era a inflável ou a normal da marca que indicou?

  50. por ALINE
    em 11.05.2016 às 22:29

    Estou louca pra saber sobre a estadia, pois eu tenho uma bebê de 10 meses e ainda não fizemos uma viagem de avião, nas minhas férias ficamos 4 dias no litoral de São Paulo, e foi extremamente cansativo.
    A viagem de carro (3 horas), os horários, a rotina dela, o sol, e a mãe fica um bagaço neh?! Ela estava com 7 meses nessa viagem, e estamos loucos pra viajar, pra algum lugar bacana, mas ainda temos medo de investir e não aproveitar.

  51. por luicana
    em 11.05.2016 às 23:37

    Nossa! Eu fico super encanada quando a bb chora em público… mas você tem razão! Não podemos ligar para isso!

  52. por Roberta
    em 12.05.2016 às 10:24

    Lu, como é a rotina dela noturna? Que hs ela geralmente dorme? Acorda pra mamar? e que hs desperta? Bjo

    • por Roberta
      em 12.05.2016 às 10:27

      Já achei a resposta aqui nos comentários!! Gente… que bênção é essa pitoka!!! Meu filho acorda muito a noite ainda… tô sofrendo! A Bia tira sonecas durante o dia?

  53. por Carol Ferraz
    em 13.05.2016 às 07:04

    Lu, viajo muito com meus filhos… a primeira viagem do meu filho foi com 1 mês de vida e sei bem como eh viajar com bebês… Me vi no seu post… Adorei a idéia da almofada de amamentação. Já estou no segundo filho e vamos viajar de novo… Vc poderia tirar uma foto da sua almofada, p vermos? obrigada

  54. por Maura Ferreira
    em 13.05.2016 às 12:00

    Lu, faz um vídeo contando sobre a rotina da Bia. Como foi pra ela conseguir dormir de 21:00 horas até 6:00 horas, que assistir um vídeo teu falando que ela dormia durante esse tempo, pois eu tenho uma filha de um mês e queria saber como e quando coloca-la em uma rotina, sei que varia de bebe para bebe, mais quando temos uma noção tudo fica mais fácil. Lhe admiro muito e venho te acompanhando a um bom tempo. Um grande beijo .

  55. por Moniele Catelan
    em 13.05.2016 às 12:27

    Lu .. eu estou simplesmente apaixona pelo seu blog e por seu video. Conheço a pouco tempo … mais estou amando tudo … ja assiste quase todos os videos do canal !!!! Adoroooo muitooo muitooo vcs … queria muitoo te conhecer … adoro seu trabalho vcs são muitoo divertidos … adoro assisr tudo.. adoro as dicas e ver tudo !!!!

    Grande Beijooo … e poste muitas e muitas coisas, pois isso alegram os meus dias !!!:D :D :D

  56. por Aline
    em 14.05.2016 às 14:44

    Lu, quero saber como foi a burocracia de tirar passaporte e visto. Estou pensando em viajar mas estou enrolando pra tirar essas coisas pois valem por pouco tempo… E queria saber também se você viajaria sozinha com ela-sem o Leo? Estou tomando coragem para viajar com minha filha que é uma semana mais nova que a Bia para visitar meus pais que não estão morando em beagá e teria que ir sozinha-ou com um irmão ?- pois nas férias do marido já marcamos outra viagem…
    Muito obrigada, Lu! Beijos

  57. por FERNANDA PIMENTEL SILVA
    em 15.05.2016 às 15:05

    OLÁ LU! ADOREI A DICA DA ALMOFADA. ONDE VC COMPROU?

  58. por Luciana
    em 15.05.2016 às 19:57

    Lu, já viajei mais de uma vez pela Copa e Avianca, e não tive problemas porque o bevê conforto da minha filha acopla no carrinho e serve de cadeirinha pro carro também. Valeu muito ter comprado o carrinho da Peg Perego P3 compact, o bevê conforto e o adaptador do carro, serve para todas as horas.
    Obs: escrevi isso porque já vi você falando que fez a escolha errada com o primeiro carrinho.

  59. por Danielle
    em 16.05.2016 às 22:12

    Oi Lu, vcs alugaram um carro ou instalaram o bebê conforto no táxi (ou van?) pra fazer o deslicamento até o hotel?

  60. por Paty
    em 20.05.2016 às 10:26

    Oi Lu! Estou viciada nos seu blog, nos seu canal do YouTube, no seu snapchat!!!! Tenho uma bebê de 4 meses e acho o máximo você compartilhar sua experiência. Muitas vezes estou vivendo a mesma coisa por aqui! Então, sempre vejo seus vídeos e percebo que Bia é como minha Júlia, gosta de passear sentadinha. Mas tenho passado por um problema, minha bebê está babando demais. Vi você comentando em algum vídeo que Bia tb está. Como você faz, usa babador, carrega sempre uma babete na mão ( e enxuga a boquinha dela a cada minuto) ou troca a roupa molhada constantemente? Eu tenho usado babador, mas não gosto muito da ideia, acaba tampando a roupinha. Bjus para vocês !

  61. por Carol
    em 25.05.2016 às 08:54

    Quando era mais nova (adolescente chata) ficava muito incomodada com bebês chorando no avião, hoje sinto a maior dó, porque sei que bebê não chora porque quer, tem algum motivo, nem que seja tédio… Eles também tem direito a ficar entediados. O que me tira do sério hoje são crianças maiores, a partir de uns 3 anos, que já entende o que o pai fala, mas é a criança quem manda na casa e os pais não tem moral… Ai fica lá o menino chutando a cadeira, ouvindo galinha pintadinha no último volume… Peguei um voo com uma menina de 13/14 anos assistindo um show de forró sem fone de ouvido, tem dó né? Educação mandou lembranças.

  62. por Ana paula
    em 27.09.2016 às 20:28

    Como foi sua rotina com ela em cancun? Estou indo pra lá com minha bebê de 6 meses e será nossa primeira viagem. Estou com medo de não conseguir aproveitar nada e de acabar judiando muito dela, por sair da rotina, principalmente da rotina do sono. como vcs fizeram?

Post AnteriorPróximo Post