Look da Lu

Look da Lu: toque de cor

Sabe quando você ama uma peça, mas tem um medinho de usar? O look de hoje tem uma peça que me apaixonei assim que entrei na loja, do tipo bati os olhos e já peguei pra provar… Mas ela é polêmica: a pantacourt! Já usei pantacourt outras vezes e as reações são sempre as mais diversas, tem quem ame e quem odeie, principalmente em pessoas baixinhas, meu caso. Por aqui ando me importando cada vez menos com esses padrões – se amo uma peça vou usar, não importa se com ela pareça mais baixa/gorda/qualquer coisa.

Acho sim importante saber o efeito que cada peça tem na nossa silhueta, mas não acho que exista regra que não possa ser quebrada, sabe? Aqui, pra equilibrar o efeito “achatador” da calça, fui de salto bem alto e nude, que alonga a perna e alivia essa sensação de ainda mais baixinha que a pantacourt costuma provocar, mas já vi muitas baixinhas usando com tênis (Carol Burgo é minha musa nessa área!) e acho lindo também!

Eu amo o conforto dessa calça da Zara e segui a mesma ideia na hora de escolher a parte de cima, uma blusa basiquinha da Dafiti, mais soltinha. Combinei com o mais novo xodó do meu guarda roupa, essa bolsa que comprei na Farfetch, maravilhosa e de uma cor que eu sempre desejei: vermelho! Escolhi essa bolsa depois de ter amado a compra da minha Antigona, que comprei em 2014 e até hoje parece ser nova – a qualidade das bolsas Givenchy é incrível e isso é muito importante pra mim quando vou gastar um pouco mais numa peça. E bolsas vermelhas sempre levantam o look, né? Mesmo nesse, que já é interessante, ela complementou super bem, dando o toque vibrante que eu acho necessário nesse caso. Achei o resultado bem diferente do que costumo usar, mas de um jeito ótimo, ousado sem sair do meu estilo =)



farfetch1
farfetch2

Tô usando:

Calça Zara
Blusa Colcci na Dafiti 
Óculos Karen Walker
Bolsa Givenchy na Farfetch
Sandália Schutz

Beleza, Maquiagem, Máscara de Cílios

Chatômetro: máscara Exagerada Quem Disse Berenice

exagerada
Fiquei muito curiosa quando a QDB lançou as novas máscaras de cílios da marca, tudo culpa das fotos lindas das embalagens que via em vários blogs. Comprei duas delas e testei primeiro a Exagerada, que promete mais volume:

Uma das coisas que mais chama a atenção nesse produto é o aplicador, super diferente! Ele tem texturas diferentes e a ponta é tipo aqueles “ouriços” que foram moda há alguns anos em máscaras de cílios. O aplicador é grande pros meus padrões, mas passado o estranhamento inicial acabei me adaptando (e amando o ouricinho!). Uma coisa que não curti muito foi que sempre acumula produto na ponta do aplicador, o que é um pouco irritante porque sempre tenho que limpar antes de aplicar.
exagerada2
A máscara é bem pretinha, não é daquelas que puxa pro azulado ou cinza. Eu passo muuuuitas camadas de qualquer máscara que uso, mas diria que umas três camadas é o mínimo pra ter uma cobertura legal e que realmente faça diferença no volume. A durabilidade também é legal, notei que ela fica pelo menos umas oito horas perfeitinha nos olhos.
exagerada3

Uma coisa importante pra mim em máscaras é a facilidade de remoção. Detesto máscaras que são muito difíceis de retirar e com essa isso não acontece, ela sai com facilidade apenas com sabonete e água =)
Gostei bem desse produto, que custa R$31,90 nas lojas da marca. Adoro usar em conjunto com a máscara Divina (lançada junto!), o efeito é lindo! Mas me conta: você já usou a máscara Exagerada da QDB?? Como foi sua experiência? Recomendaria pras amigas?

Look da Lu

Look da Lu: jaqueta bomber

Uma das peças que mais está em alta nesse inverno é a jaqueta bomber. Tenho visto de todos os tipos: bordadas, com tecidos leves, com acabamento em couro… Confesso que estou meio viciada e me segurando pra não comprar várias, hehe! Adoro o ar descontraído que ela traz pros looks, e ela foi o ponto central do look de hoje.
Fizemos um video pra Coca Cola e eu tinha acabado de receber essa peça, tive que usar, hahah! Ela tem uma estampa super bonita e o acabamento em preto, que foi a cor que levei pro short e pro sapato. Quis usar uma bota pra deixar o look mais pesado e fugir um pouco dos tênis, tô muito viciada neles e começando a enjoar..! O resultado foi um tipo de look que é a minha cara, daqueles que eu usaria todo dia!

look6
look1
look2
look4
look5

Tô usando:

Short Damyller
Blusa Naguchi
Jaqueta Coca Cola na Dafiti
Bota Santa Lolla na Dafiti
Relógio Exaixo

Gastronomia, O Chef e a Chata, publieditorial

Hambúrguer barbecue com onion rings – O Chef e a Chata

hamburguerOCEAC1
Meu prato favorito da vida nem é considerado prato por muita gente: hambúrguer (sempre lembro do meu pai falando que sanduíche não é comida kkk)! Gui divide essa preferência comigo, então quando fomos convidados a participar do Coca Cola Taste Games a gente nem titubeou: essa competição foi feita pra gente! Ensinamos dessa vez a como fazer um hambúrguer com molho barbecue e onion rings, vem ver:

Ingredientes:

400 g de picanha moída
140 g (1 xícara) de farinha de trigo
240 ml (1 xícara) de água com gás
½ colher (chá) de páprica picante
1 cebola
2 fatias grandes e grossas de queijo cheddar
6 colheres (sopa) de molho barbecue
2 pães tipo australiano para hambúrguer
sal
óleo para fritar

hamburguerOCEAC2
Preparo:

Corte a cebola em aros grossos, de cerca de um dedo de espessura. Numa vasilha coloque a água com gás, e vá despejando aos poucos a farinha de trigo, misturando bem com um fouet até ficar uma mistura homogênea. Misture também a páprica e, se quiser, adicione um pouco de sal. Aqueça bastante óleo numa panela. Passe os anéis de cebola na massa, com ajuda de um garfo. Escorra o excesso de massa nos anéis e frite-os no óleo. Reserve sobre papel absorvente.
Usando a picanha moída, faça os hambúrgueres com ajuda de um molde. Se você não tiver um molde, divida a porção de carne em 2, faça 2 bolas e amasse uma a uma usando um prato, até ficar com cerca de 1 dedo e meio de altura. Numa chapa bem quente, pincele óleo e coloque o hambúrguer. Deixe cerca de três minutos e vire-o. Tempere com sal. Deixe mais cerca de 2 a 3 minutos e vire de novo. Tempere o outro lado com sal também. Coloque as fatias de queijo e tampe. Deixe derreter por cerca de um minuto. Retire o hambúrguer e passe o pão cortado ao meio rapidamente na chapa para tostar.
Montagem: No pão esparrame o molho barbecue, coloque o hambúrguer com o cheddar derretido e dois a três anéis de cebola por cima, encaixando um no outro. Cubra com a outra metade do pão e sirva a seguir. Rende duas porções.

guielu_burguer3
A receita vencedora do Coca Cola Taste Games vai ser vendida em várias hamburguerias legais do Brasil, com o nome do ganhador. Pra ajudar a ter o hambúrguer O Chef e a Chata por aí é só votar aqui! Vale votar uma vez por dia até o dia 25/07 ;D

Moda

A vez do color block minimalista

Vocês lembram que há mais ou menos dois anos bateu uma febre de cores na moda? O chamado color block vinha com tons super chamativos, como amarelo, rosa, vermelho, verde, azul e, muitas vezes, em um look só! É claro que a gente ainda vê muita cor por aí, mas parece que a onda da vez é escolher tons cada vez mais sóbrios, entrando na ideia do minimalista do cinza, branco, preto e caramelo.
min2
Eu sou bem suspeita para falar porque meu guarda-roupa é, basicamente, composto por essas cores. Acho que elas carregam um fator elegância que desbanca qualquer coisa coloridona. O minimalismo parece que bateu e ficou em diversas áreas da vida, da moda à tecnologia. Perceberam a quantidade de feeds bem braquinhos no seu Instagram? E as casas que estão cada vez mais cinzas em suas decorações?
Combinar cores minimalistas é até mais fácil do que tons chamativos, né? E acredito que também dá menos medo, afinal todas elas combinam muito bem entre si. A dúvida que fica muitas vezes é: será que meu look não vai ficar sem graça? Não vai não! Nessas horas o truque é aproveitar os acessórios que tem no armário, colocar um ponto de cor na bolsa ou sapato.
min3
Outro truque é procurar modelagens diferentes, como as mais retas em vestidos, por exemplo, e também brincar com camadas e texturas das peças que escolheu para a sua produção.
min4
Ah, e não é comum ver muitas estampas neste estilo. Elas até aparecem, mas aí vem seguindo o menos é mais, em listras, padronagens com linhas mais finas e discretas.
min1
O que mais me atrai nessa ideia, além da elegância, é a leveza que a produção final carrega. Parece que tudo faz parte de uma mesma unidade que não pesa ao olhar no espelho – pelo menos eu me vejo assim ao usá-la. Vocês também têm essa sensação? Me contem aqui nos comentários! =)