09.04.2014 Lu Ferreira

4 lugares para conhecer em Glasgow

Em: Escócia, Europa, Glasgow, Viagem

Minha viagem com o Visit Britain me levou até um lugar que eu nunca havia pensado em conhecer, a Escócia. Confesso que antes de ir era Glasgow que me deixava mais animada para a viagem, afinal conheço Londres muito bem (descobri nessa viagem que melhor do que eu imaginava, heheh) e a ideia de conhecer um lugar novo, sobre o qual não tinha nenhuma expectativa, era muito animadora.
Já comentei em outros posts que amei Glasgow e as pessoas de lá, fiquei com vontade de conhecer outras áreas do país e também de sair do meu roteiro basicão de sempre, vamos ver pra onde vou inventar de ir numa próxima oportunidade, heheh! Até lá, vim mostrar 4 lugares legais pra conhecer em Glasgow. Vem comigo:
glasgow3
Quando vi no roteiro que visitaríamos a Escola de Arte de Glasgow, projeto de Charles Rennie Mackintosh, fiquei bem animada. Lembrava de Mackintosh das aulas de história do design que tive durante a faculdade e achei que poderia ser interessante conhecer mais a respeito dele. Eu só não esperava descobrir na minha primeira parada na cidade que tenho um pedaço de Glasgow tatuado em mim!

Quando paramos em frente a essa porta da primeira foto, com o vitral de rosas, não consegui esconder a minha surpresa. Quando fiz essa tatuagem pesquisei referências na internet de rosas com traços dos meus movimentos de design favoritos, o art deco e o nouveau. Lembro que encontrei a imagem de um vitral e adaptei o desenho, e quando bati o olho tive certeza de que minha tatuagem foi inspirada na obra dele, sempre povoada de vitrais com rosas nos mais diversos formatos. Acho que eu posso ter gostado mais da cidade por conta disso, vocês sabem que essa tattoo foi feita num momento especial (é uma homenagem aos meus avós) e ver esse símbolo tão importante pra mim estampado pela cidade me fazia sorrir o tempo todo.

Coincidências à parte, o tour pela escola foi ótimo porque vamos conhecendo os espaços e entendendo melhor qual o pensamento do arquiteto ao projetar cada um, e isso é sempre interessante pra quem tem um pé nessa área. No final uma mostra com algumas das peças de mobiliário projetadas por ele e uma lojinha de enlouquecer =)
Glasgow School of Art – 167 Renfrew St

glasgow4

Outra construção de Glasgow que marcou a visita foi a catedral, o prédio mais antigo da cidade. Datada de antes do século 12, o lugar impressiona desde a entrada. A Escócia é um país cinza, o sol raramente dá as caras por lá (curiosamente, 2 dos dias em que estive lá estavam ensolarados, todos comentavam o quanto aquilo era raro!), e a entrada da catedral parece um cenário de filme. Um cemitério antigo logo ao lado, como toda igreja antiga, árvores retorcidas e a contrução imponente, é impressionante.

O interior da catedral também impressiona. A arquitetura gótica e os vitrais fazem do lugar um programa marcante, e é divertido ver o local onde a rainha se acomoda para as celebrações por lá e os vários andares da Catedral. Vale a visita!
Glasgow Cathedral – Castle St
glasgow2

De um prédio antigo para um super moderno, chegamos ao Riverside Museum. Logo de fora o local impressiona, o projeto do museu é de Zaha Hadid, arquiteta iraniana que até já assinou um modelo em parceria com a Melissa. O prédio é interessante do lado de fora e muito divertido por dentro!

A ideia era ser apenas um museu dos transportes, mas eles foram além e ali você encontra desden exemplares de carros, trens e etc até roupas e objetos que fazem parte da história do país. A parte mais divertida é Old Street, uma reprodução de uma rua antiga com suas lojas. Dá pra tirar uma foto com o fotógrafo antigo, entrar nas lojas, pegar um metrô… Muito legal, criança estavam a mil nesse lugar!
Riverside Museum – 100 Pointhouse Rd
glasgow

E por fim, meu lugar favorito, a última parada no nosso roteiro. Fomos até a House for an Art Lover, mais um espaço projetado por Mackintosh. Esse projeto só virou realidade muitos anos após a morte do arquiteto, e hoje é um espaço para eventos que abriga um restaurante e uma loja. O mais encantador no lugar é o contraste das duas alas: uma extremamente escura e sombria e a outra super clara, iluminada. Essa sala branca é uma das mais lindas que já vi na vida, queria ter uma boa desculpa para fazer uma festa na Escócia!
É um lugar legal pra almoçar e passar parte da tarde os jardins também são lindos e o restaurante é super agradável.
House for an Art Lover - Bellahouston Park, 10 Dumbreck Rd

Como já disse, adorei a Escócia e desconfio que qualquer arquiteto ou designer vá curtir a visita a Glasgow! Alguém já esteve lá? Alguma dica pra quem está pensando em ir?

visitbritain

Posts Relacionados:

Nenhum post relacionado foi encontrado :(

01.04.2014 Lu Ferreira

Viajo pra ver de longe o que está perto e pra ver de perto o que está longe

Em: Coisas da Lu, Viagem

Há muito tempo eu ganhei um cartão postal com uma frase que resume bem (#adorofrases) o motivo de eu largar quase tudo para viajar. Eu viajo pra ver de longe o que está perto e pra ver de perto o que está longe. Viagem boa é aquela que a gente volta diferente, sabe? Com a cabeça aberta depois de ser exposto a novas culturas e e pessoas, ser obrigado a aprender a conviver com gente diferente.
vb1
Minha viagem com o Visit Britain foi assim. Sou uma pessoa bem apegada a família, então penso muito antes de topar ficar tanto tempo (passou de 2 dias é muito tempo, hehe) longe, mas dessa vez valeu TANTO a pena! Fiz parte de um grupo de quase 30 blogueiros convidados por eles. Esse grupão foi dividido de acordo com o interesse de cada um e eu acabei num grupo com uma japonesa, uma chinesa e nossa guia inglesa. Fizemos um roteiro que incluía uma cidade que eu nunca pensei em visitar, Glasgow, na Escócia, e tô voltando pra casa apaixonada pelo lugar.
vb4
Glasgow é uma cidade bonita, com construções imponentes e interessantes, que vão desde a catedral de 1100 (!!) até a escola de arte com projeto de Mackinstosh, nome que eu mais ouvi nesses dias por lá e que só fazia eu me lembrar das aulas da faculdade. Vi um monte de gente usando tartan, a estampa xadrez típida dos kilts, não vi ninguém usando kilt, mas escutei uma gaita de fole ao vivo e é MUITO alto e estranho. Comi Haggis, o prato típico, tomei um refrigerante com gosto de chiclete tipo primo do Guaraná Jesus, ganhei uma garrafinha de whisky do hotel. Só conheci pessoas legais por lá. As pessoas de Glasgow gostam de conversar, contar história, me lembraram meu pai. Dão abraço ao se despedir, o que eu achei muito curioso, já que em Londres, tão perto (1 hora de voo!), você mal ganha um aperto de mão.
vb2
Em Londres conheci uma loja que só vende roupas pretas, cinzas e brancas. São três andares assim, e todos os sapatos femininos pareciam masculinos. Me explicaram que é uma das mais famosas agora, e eu olhava e só pensava que aquela loja jamais poderia existir no Brasil. Fiquei achando a gente muito colorido depois disso! Também tomei café num lugar que tem 3 rapazes como donos, os três namorados. Tipo sério, chama Maison 3 Garçons e eles namoram entre si. Imagina isso no Brasil? Hahaha! O lugar é incrível, por sinal, comida legal e decoração linda, e você ainda pode comprar tudo que está exposto.
vb5
Enquanto isso convivia com minhas colegas orientais. A chinesa esperava todo mundo se levantar do avião para sair e se recusava a pedir favores, não deixava a gente ajudar com sacolas de compras. Explicou que na China eles não gostam de incomodar ninguém. Eu perdia a paciência de esperar ela se levantar no final dos voos e fiz a brasileira pedindo pra ela ir logo, e o resultado era que ela tava mais soltinha no final da viagem, hehehe! O mais legal é o estilo dela, super moderno. Gostava de peças largas, saias longas, sapatos tipo oxford e muito cinza, preto. Eu imaginava uma chinesinha inocente e ela roda o mundo viajando, é solteira e escreve sobre arte. Ah, e diz que os homens chineses se vestem tão mal quanto os brasileiros, kkk!
vb3
A japonesa abria todas as portas para todo mundo e entregava tudo com as duas mãos. É pequena, fofa, faz carinhas de desenho animado para as fotos e fotografa TUDO. Mas tem um motivo nobre, está preparando seu segundo livro de viagens. Uma das seções do livro é de fotos de homens bonitos ao redor do mundo, hahaha! Tipo colírio da Capricho internacional. Vai pro Brasil na copa do mundo assistir a todos os jogos do Japão e contou que os japoneses amam futebol. O que ela mais falava era “Thank you very much”, educadíssima =)
vb6
Elas gostaram da minha câmera GoPro, nunca tinham visto e todas querem comprar. A chinesa pediu dicas de protetor solar, contou que na China é muito importante ter a pele bem cuidada. E nenhuma usava maquiagem, eu me sentia A drag queen e até dei uma aliviada nos últimos dias, hahaha!
vb7

Voltei pra casa feliz em ter conhecido tanta coisa nova em tão pouco tempo. Conviver com gente diferente acaba fazendo a gente pensar na gente, né? Mas isso só acontece se a gente abre a cabeça antes de viajar, tenta conhecer coisas novas e não só seguir o guia com pontos turísticos, comer nos lugares que todo mundo come, entrar nas lojas que todo mundo entra. Toda cidade tem coisas diferentes, pessoas interessantes e novidades, mas nem todo mundo lembra disso quando viaja. O post é pra lembrar quem está planejando a sua viagem de não planejar tanto assim, de tentar coisas novas e quem sabe, voltar pra casa diferente. É a melhor maneira de viajar, vai por mim =)

 

Posts Relacionados:

25.03.2014 Lu Ferreira

Warner Bros Studio Tour – conhecendo os estúdios de Harry Potter em Londres!

Em: Europa, Inglaterra, Londres, No Cinema, Viagem

harrypotter1
Com contei no último post de Londres, meu primeiro compromisso por aqui era um ‘Welcome event’ no Warner Bros Studio Tour, o tour nos estúdios da Warner aqui pertinho de Londres onde foram filmados os filmes da série Harry Potter!
Fomos depois do horário e tivemos um tour mais animado que o normal, com bebidas e comidinhas espalhadas pelo local (mini fish & chips, cerveja e vinho! Como não amar?), mas mesmo num dia normal o programa é MUITO legal!

Você começa assistindo a um filminho explicando o local, que serviu de estúdio para todos os filmes. A apresentação fica por conta dos atores principais, e logo que acaba você entra na sala de refeições de Hogwarts =D
harrypotter2

Uma das cenas dos filmes que mais me marcou é a da chegada deles na escola, que se passa nesse cenário, lembro quando assisti anos atrás de ter ficado maravilhada com os detalhes – era muito igual ao que eu imaginava lendo aos livros! Então fiquei maluca em poder ver de pertinho!! Confesso que é menor do que eu esperava, kkk, nos filmes é tudo muito grandioso, né?

Depois dessa sala você começa a rodar pelos cenários: sala comunal, sala do Dumbledore, quarto do Harry, aula de poções… Tudo com iluminação cênica e manequins com as roupas dos personagens, música… É quase como entrar no filme!

Dá pra ver também os figurinos e maquiagem dos filmes, e uma funcionária conta histórias curiosas, tipo a do molde da cicatriz do Harry: diz que nos primeiros filmes eles usavam uma prótese para ela ter relevo, mas fazia calor e Daniel era tão novinho (tinha 11 anos quando começaram a filmar!) que ele tirava toda hora, kkk! Aí começaram a desenhar e pra ficar sempre no mesmo lugar criaram esse molde da foto.

harry2

Depois você pode tirar fotos voando numa vassoura (numa tela verde, heheh) ou no carro voador dos Weasleys, usando roupinhas de bruxo e tudo (me diverti demais nessa hora, acho que foi o vinho, kkkk). Também pode ter aulas de como usar uma varinha mágica, duelando com um amigo (isso é mais engraçado de assistir do que de participar, admito!).

Em seguida uma das minhas partes favoritas: o design gráfico do filme! Cartas, jornais, embalagens, enfim, uma parede de objetos com design criado especificamente para o filme pelo Minalima, escritório que tem um brasileiro (Eduardo Lima, mineiro ainda por cima) como sócio! Não sabia disso e fiquei orgulhosa do colega =)

Você ainda passa no Beco Diagonal (infelizmente não dá pra entrar em nada) e vê os projetos e maquetes de cada cenário principal, pra finalmente dar de cara com o modelo de Hogwarts que eles usavam para as tomadas externas (é muito impressionante!) e acabar o tour dentro da Olivanders, que tem os nomes de cada membro da equipe dos filmes nas caixinhas.
giftshop

E lógico, uma giftshop. Aliás, a maior giftshop de Harry Potter do mundo! Eu que tô falando isso, mas como já estive no tour da Warner em Los Angeles, no parque da Universal e agora aqui, acho que zerei as atrações Potterianas do mundo e posso falar com propriedade, né? Hehehe! Todo tipo de camiseta, caderninhos, doces, vassouras… Pois é, vassouras! A loja é imensa e vale a pena gastar um tempinho por lá.

O estúdio fica pertinho de Londres, eu fui com o ônibus especial do Visit Britain e demoramos uma hora por conta do trânsito. Você pode pegar um trem para Watford Junction (diz que demora meia hora) e de lá pegar o ônibus especial do tour (mais uns 10 minutos) para chegar até lá. Compre os ingressos com antecedência (eles não são vendidos no local, só no site!) e não se atrase, lembre-se que você tá na Inglaterra e eles levam o horário muito a sério por aqui (como deveria ser né)!

Alguém já visitou? 

visitbritain

 

Clique pra ver mais fotos:  (more…)

Posts Relacionados:

22.03.2014 Lu Ferreira

Londres: hotel e look do primeiro dia!

Em: Inglaterra, Londres, Look da Lu, Viagem

london1
Como já viram no Instagram (me segue no @chatadegalocha!) estou em Londres mais uma vez!! Muito feliz em estar mais uma vez na cidade, dessa vez a convite da agência nacional de turismo daqui. Fiquei toda boba quando me convidaram e preciso agradecer a todo mundo que me lê aqui por ter me permitido mais uma experiência incrível =)
london2
Cheguei ontem no meio da tarde, me sentindo meio mal depois de 11 horas de voo gripada… O ar condicionado piora muito né? Não fiz muita coisa e tratei de dormir logo para estar descansada hoje, primeiro dia oficial da viagem.

Estou hospedada mais uma vez em um Cheval Residences, já postei sobre essa rede aqui, lembram? Eles oferecem apartamentos com serviço de hotel em vários pontos da cidade, dessa vez estou no Cheval Three Quays, que é do lado da Tower of London, uma região que eu não conhecia ainda. Esse Cheval é novíssimo, inaugurou na última segunda feira! Sou a primeira hóspede do apartamento, acredita? Acho esse tipo de acomodação perfeito pra quem vem em família ou com grupo de amigos, a sala é integrada com a cozinha e tem um tamanho ótimo, rola até um jantar se você estiver mais animada =D
londres3
O programa do primeiro dia era um evento de boas vindas no Warner Bros Studio Tour, que fica pertinho da cidade. Demoramos uns 40 minutos pra chegar e eu amei cada segundo do programa!! Vou falar do tour num post separado pra esse não ficar gigante, mas também vim mostrar o look que usei no dia 1!
londres2

Fiz uma mala BEM enxuta, não queria trazer coisa demais, então podem aguardar looks repetidos por aqui, heheh! O de hoje é todo preto, com um brilhinho na blusa e batom escuro pra trazer um pouco de cor. Aliás, eu esqueci de trazer a paleta de sombras que tinha separado e tô com tipo duas sombras por aqui, serei OBRIGADA a comprar outra, hahaha! #desculpadeviciada
londres4

Tô usando:

Blusa B Joe
Saia Artsy
Bota Luiza Barcelos
Colar T Arrigoni
Batom Magenta Mate (Contém 1G)

londres1

No Instagram perguntaram como fiz o cabelo, e é o jeito que tô mais gostando de usar agora: faço babyliss (já mostrei em video como faço) e deixo os cachinhos bem perfeitinhos enquanto me maquio (passo spray fixador nessa hora), pra eles não caírem… Aí quando acabo de me maquiar pego uma escova e penteio o cabelo, deixando ele menos marcado (e repetindo o spray!)! Já tentaram fazer assim? O efeito fica bem legal!

visitbritain

Posts Relacionados: